1. Spirit Fanfics >
  2. In secret >
  3. Fruto celestial

História In secret - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Oi flores!

Desculpa a demora e muito obrigado por me darem uma semana para descansar das fanfics, estava precisando! Estou escrevendo os capítulos aos pouquinhos por causa da escola e o tempinho que eu tiro para mim relaxar de tudo isso.
  Alguns capítulos atrás vocês elogiaram a parte da segunda autora e eu acabei levando os créditos. Então. De agora em diante. Eu vou marcar a parte escrita por cada uma.

  Fiquem com o capítulo 💕🌺

Capítulo 3 - Fruto celestial


Fanfic / Fanfiction In secret - Capítulo 3 - Fruto celestial

  (Parte escrita pela Ninah)⤵

☁︎Aʟɢᴜɴs ᴅɪᴀs ᴅᴇᴘᴏɪs☁︎

12:30 𝒅𝒂 𝑻𝒂𝒓𝒅𝒆.

Eu estava andando até que.

  -Elizabeth!-Diz Diane correndo atrás de mim com Elaine.

-Oi Diane. Oi Elaine!

-Oi Elizabeth*Diz a loira

  -Sabemos de tudo.

  -Tudo oque?

  -Que vc tem um caso com o Meliodas!

  - Ah! Diane, não!

  Diane tira alguns disfarces da bolsa.

  -Vamos seguir ele!-ela e elaine fala se vestindo.

  -Eu não vou participar disso !!!!!

  Antes que eu perceba elas me puxa e perseguimos Meliodas.
  Ele estava no refeitório fazendo nada.

  -Diane estamos a meia-hora aqui e-

  -Vamos Ellie ele começou andar!

  Seguimos ele. Num momento ele virou um pouco a cabeça e deu um leve sorriso, continuando a andar ele entra numa sala e   Liz  o esperava, ele susurra algo no ouvido dela. Ele tira a  roupa e fica com apenas seu short.

  - Chega, chega! *Puxo diane e elaine *

  -Oque foi Ellie?

  - Ahhh, chega! Vamos continuar nosso dia!

 
  Eu as empurrei até à sala onde se iniciaria outra aula.

  (Parte escrita pela Gi (eu)) ⤵

  <<Em quanto isso na sala>>

  - Já foram?

  Liz encarava o loiro que apenas observava a porta.

  - Sim, não sinto mais a presença de Elizabeth.

  - Agora podemos aproveitar, né!

  Ela já iria o agarrando mas o menor desviou.

  - Tenho que treinar a ficar sem sexo Liz. Vou passar um bom tempo sem.

  Liz o encara furiosa.

 
- Não entendi muito bem o seu plano com Elizabeth. Seu pai não pode mandar outra pessoa?!

  - Primeiro, não me olhe com essa cara feia que eu corto sua garganta, você se deita com muitos caras, então não me encara como se fosse seu

  Ativo minha marca e ela abaixa a cabeça envergonhada.

  - D-desculpe, senhor...

  Eu a olho superior. Brinquedo. Ela nunca passou de um brinquedo. Todas não passam de um simples brinquedo procurado algumas horas de prazer, para fama, dinheiro e superioridade.

  - Em relação ao meu plano... - eu à aperto pelo queixo ao ponto de machucar - preste atenção só mais uma vez...

  - S-s-sim...

  - O motivo de eu entrar aqui é esperando à chegada dessa deusa. Sabe por que?

  Eu aperto ainda mais.

  - N-não *chorando*

   - As deusas e os demônios sempre competiram poder, meu pai, o rei demônio, quer que eu faça a filha da suprema divindade se apaixonar por mim e com isso ela ficará grávida e com isso um ser místico, um meio demônio e uma meia deusa. Que pode ser, a maior criatura do universo e depois-

   - POR QUE ELA VAI TER UM FILHO SEU?! Tem milhares de deusas aos seus pés Meliodas! Sou druida! Metade deusa! Posso fazer isso!

  Ela agarra seus ombros desesperada e ele a joga no chão.

  - Por que para se ter um ser celestial, precisa de dois seres celestiais, no caso, eu e Elizabeth. Me diz, Zanelli...- uma ideia o ocorre a cabeça-  Gostaria de ter um filho comigo?

  - Sim!

  Ele sorriu sombrio e se aproximou da mulher jogada no chão.

  - Continuando onde parei. Quando essa criança nascer, eu vou rouba-lá e levá-la para o mundo demônio, e claro, ela precisará de uma mãe...

  Os olhos da druida brilharam. Em sua cabeça, já imaginava aquelas histórias de conto de fadas da família perfeita.

  - Mas... E Elizabeth?

  - Duas opções. Primeira, ela pode se renegar à buscar a criança por ser metade demônio. Segundo, mesmo que ela venha atrás, esse bebê, vai ser criado para servir o lado demônio. Não entendeu? Vamos ter o poder de luz e escuridão em nossas mãos!
 

  - Isso é maravilhoso...meu amor!

  Fiz careta.

- Argh! Não me chame de "amor". Dá agonia!

  Sem dizer nada sai da sala em direção a sala da aula onde possivelmente a bobinha da mãe do meu filho estará.

  (Ninah e Gi) ⤵⤵
  

 
  Eu estava conversando com a Diane e Elaine sobre várias coisas. Quando um loiro entra na sala.


-Sabe Ellie eu vou tomar água e Elaine vai comigo-A morena pega na mão de Elaine e some. 

  Qual é Diane!-Penso

  -Oi Elizabeth!

  Ele sorri gentil.

  -Oi Meliodas...

 
-Você gosta de me perseguir agora é?- malicioso.

- Quem!? E-eu te persegui-perseguindo!? Está louco loirinho!

  Ele apenas ri de lado.

  -Bem, Elizabeth! Você me perseguir é bom, pode continuar se quiser!

  -Seu atrevido eu nunca disse isso! Dá um tempo loiro aguado!



🌁𝐓𝐞𝐦𝐩𝐨 𝐝𝐞𝐩𝐨𝐢𝐬⛲

Tava tudo normal e um tedi. Eu estava na bliblioteca lendo meus livros.

𝚂𝚎𝚐𝚛𝚎𝚍𝚘𝚜 𝚒𝚗𝚊𝚋𝚒𝚝𝚊𝚟𝚎𝚒𝚜

O livro passava-se a historia de dois deuses apaixonados que tiveram um filho tão forte que poderia causar caos no mundo. Eu realemente amava aquele livro. Uma história de guerras e amor proibido.

  -Gosta de ler livros?-Meliodas diz atrás de mim.O mesmo ponha a cabeca em meu ombro e lê junto comigo. Eu Finalmente crio coragem e pergunto.


-Oque está fazendo?

  -Estou lendo com você.

 
- Mas nem pegou o começo do livro!

  -Não se preocupe, Elizabeth. Eu estou aqui para apenas sentir seu cheiro

Me sinto vermelha.

  -Qual sentido de ficar fazendo isso, hein seu idiota?

  Ela ignora minha pergunta.

- Hey, Elizabeth. Você ficou com ciúmes da Liz?

  -Que!? Não está delirando!? Eu nem gosto de vc seu, seu-

 
Sou interropida com um beijo separado pelas nossas maos.Um semi "beijo"

  - Você é irritante!

Me levanto com meu livro e saio o mais rápido possível.

  - Por que é tão má comigo?

  Ele me segue. Eu me viro e faço uma pose fofinha. .

   - Coitadinho do demoninho! Ele está triste porque não recebe minha atenção!

  Ele se aproxima. Calmamente segurou minha mão e colocou em sua bochecha.

  - Deve ser porque você é importante para mim...

  O sinal tocou e quando eu vi. Ele não estava mais ali.

  


Notas Finais


Oi flores!



Nesse capítulo eu fui contra minha crença em 100% Melizabeth ( A parte do plano ). E como doeu. Muito obrigado por ler até aqui e até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...