1. Spirit Fanfics >
  2. In The Hell (TodoDeku) >
  3. Primeio Dia!

História In The Hell (TodoDeku) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Boa Leitura.

Capítulo 4 - Primeio Dia!


Fanfic / Fanfiction In The Hell (TodoDeku) - Capítulo 4 - Primeio Dia!


Na Manhã Seguinte... 


Acordei totalmente sonolento... Meu primeiro dia!! Não posso falhar! Pulo da cama e começo a banhar rapidamente. Após todo o processo, coloquei minhas roupas e fui até a cozinha. Cozinhei algo para mim e, após comer, lavei a louça e as guardei onde estavam. Quando me virei, tomei um susto. 

Todoroki: acordou cedo. 

Midoriya: s-sim... Bob me disse para acordar mais cedo hoje... 

Todoroki: cuidado com o Bob. Ouvi dizer que ele pegou uma criança e disse muitas coisas para essa criança. – por alguma razão, quando fechei meus olhos para piscar, parecia que o Todoroki estava sorrindo de um jeito assustador, mas quando abrir os olhos ele estava normal. 

Midoriya: o-obrigado pela dica! 

Todoroki: até mais. 

Midoriya: até! 

Eu fui correndo até o fundo da mansão. Quand cheguei, fiz o portal e entrei. Ao fechar, andei pelo corredor cheio de almas. Quando cheguei ao "ponto", Bon aparece. Ele me leva até a grande porta, como ontem. Respirei fundo e entrei. Dessa vez, não estava escuro. Era uma sala cheios de coisas esportivas... 

Andei pela enorme sala. Não tenho ninguém? Enquanto andava, ouvi passos. Olhei para todos os lados, mas não consiguia ver quem era o autor desses passos. Logo, sentir uma mão em meu ombro. Me virei e era um loiro... Ele sorrir e diz:

???: você é o novo secretário?! 

Midoriya: s-sim! Me chamo I-Izuku Midoriya! 

Júpiter: prazer! – ele aperta levemente minha mão – me chamo Júpiter, o Décimo Demônio! 

Midoriya: o prazer é t-todo meu! 

Júpiter: ótimo! Estava precisando de uma ajuda mesmo! Vamos! – ele anda. 

Midoriya: ok! 

O senhor Júpiter me levou até uma mesa, onde tinha papéis. Ele pega sorrindo e me entrega. Quando olho, vi vários nomes marcados com diferentes cores. Ele ajeita sua roupa e diz:

Júpiter: ok! Vou explicar porque o chefe pediu! Olha, nós, os Demônios Supremos, cuidamos do Caos! Ou seja, tudo de ruim que acontece de ruim no mundo dos humanos é por causa da gente! 

Midoriya: s-sério? E as coisas boas? 

Júpiter: bem, isso é uma longa história! Mas, basicamente, as coisas boas acontecem por causa dos nossos "Guardiões"! 

Midoriya:  Guardiões? 

Júpiter: sim! Eles estão na terra. Vão ficar lá por duas semanas, então é só a gente! 

Midoriya: é o que eu devo fazer? 

Júpiter: não irá se importar com os humanos? 

Midoriya: eu não era uma pessoa boa... E ninguém se importava comigo quando eu estava vivo... Então não ligo muito! 

Júpiter: ok...? Você é bem estranho! Tá vendo esses nomes marcados? Pois é, eles são... Digamos... As pessoas que estão na fase da depressão! E daí vem o suicídio! 

Midoriya: ah, certo. Mas... Tem 5 cores diferentes! 

Júpiter: ah, claro! – ele começa a apontar para as cores – o rosa são aqueles que vão ter a tristeza em sua vida! O verde são os que vão começar a "ter a máscara". Os de cor azul são aqueles que vão ter a depressão "leve". O laranja são a depressão e  mutilação! O vermelho é o suicídio! 

Midoriya: não pensei que tivesse todo esse processo... 

Júpiter: e não tem! Mas eu gosto de vê-las se consumindo pela dor e tristeza! – disse sorrindo. 

Midoriya: oh... E o que devo fazer agora? 

Júpiter: agora você vai marcar cada nome e me dar! 

Midoriya: e como vou saber qual marcar? 

Júpiter: tá vendo esses números ao lado dos nomes? – olho e concordo com a cabeça – 1 é o rosa, 2 é o verde, 3 é o azul, 4 é o laranja e o 5 é o vermelho! É só isso! 

Midoriya: c-certo! 

Júpiter: aqui a mesa, os marcadores e os nomes! – ele coloca duas pilhas de papel. 

Midoriya: t-tudo isso? 

Júpiter: o seu cargo comigo é o mais fácil! Então melhor não reclamar! – ele pega mais duas pilhas enormes e coloca na mesa. 

Midoriya: vou fazer meu melhor! 

Júpiter: ótimo! Eu estarei fazendo minha função de acordo com o que você marca! 

Midoriya: o-ok! 

Júpiter: ah, e, só por hoje, você vai ter uma ajuda! 

Midoriya: ajuda? 

All Might: essa ajuda sou eu, jovem Midoriya! – um musculoso aparece, mas logo fica magrelo. 

Júpiter: muito bem!! Volto quando você voltar! – ele sai. 

All Might: muito prazer, me chamo All Might porque eu esqueci meu nome de tanto usar esse apelido! 

Midoriya: isso é sério?! 

All Might: então, vamos começar. – ele se senta do meu lado e começa a marcar os nomes rapidamente com suas devidas cores. 

Midoriya: wow! Que rápido! 

All Might: com o tempo, você vai ficando mais experiente! 

Midoriya: você já trabalhou aqui? – começo a marcar. 

All Might: mais ou menos. Eles me pegaram quando estava pra morrer. 

Midoriya: que bondoso. 

All Might: não, me pegaram para ser um escravo. 

Midoriya: a-ah... 

All Might: bom, eu vou te dar uma ajuda para não passar por isso sozinho! 

Midoriya: o-obrigado! 

Após a gente ficar marcando os nomes, que demorou horas, a gente colocou os papéis organizados na mesa. Após isso, Júpiter aparece. 

Júpiter: muito bem! 

Midoriya: já terminou?! 

Júpiter: é claro que não! Eu trabalho 24 horas por dia! Ainda tem muito mais, mas, como é seu primeiro dia, vou deixar para amanhã! 

Midoriya: o-obrigado... 

Júpiter: haha, amanhã seu dia será bem mais agitado com os outros! – ele some. 

All Might: por aqui! Você conhecerá a senhorita Satsuki, o Demônio da Mentira. 

Midoriya: C-certo! 

Ele me levou até a uma sala. Entramos e fiquei completamente vermelho. Tinha uma mulher quase nua. Estava estava usando uma camisa curta que cobria acima dos seios até acima do umbigo. Um short bem curto e só. All Might disse:

All Might: s-senhorita Satsuki, vista-se! 

Satsuki: hã? Ahg, tá bom. – ela revira os olhos e veste uma bermuda e uma camiseta – felizes? Frescos! 

All Might: muito melhor! 

Satsuki: você é o novo secretário, né?! Ótimo! Vem! – ele me puxa – precisava de alguém pra caralho 

All Might: espera! 

Ela me puxa até um portal. Quando entramos, percebo que estou em uma cabana. Ela me senta em um banco e ela numa mesa. Ele pergunta:

Satsuki: tem misericórdia alta? 

Midoriya: como assim? 

Satsuki: você perdoa qualquer filho da puta? 

Midoriya: depende... 

Satsuki: ótimo! – ela pega uma maça pobre e joga na maçaneta, fazendo a mesma se abrir. Muitas pessoas entram. 

Midoriya: eh? 

Satsuki: eu sou o Demônio da Mentira! E minha função é nada mais do que punir os mentirosos! 

Midoriya: mas não é você que faz eles mentirem? 

Satsuki: exatamente! E eles vão pagar por isso! 

Midoriya: espera, mas todos não mentem? 

Satsuki:  é claro, mas esses... Haha, esses são especiais~ eles que pediram pra isso~ 

Midoriya: masoquistas? 

Satsuki: masoquista, louco, ou seja lá o quê. Mas vão pagar! Tem estômago forte?! 

Midoriya: t-tenho... 

Satsuki: isso é bom! – ela sorrir – vem, seus porcos! – ela ajuda alguns deles até a parede. 

Midoriya: o que vai fazer? 

Satsuki: o que você vai fazer! – ela me entrega uma tesoura – corte as roupas de todos! Esses merdas vão querer sentir na pele feito merda! 

Midoriya: c-certo! – andei até eles e comecei a cortar as roupas. 

Satsuki: muito bem! – ela fica do meu lado – agora, é hora da diversão~ 

Midoriya: diversão? 

Satsuki: e você vai me ajudar! – ela estala os dedos e muitos objetos de tortura aparecem. 

Midoriya: vamos torturá-los? 

Satsuki: esperto. Pode torturá-los do je– ah, deixa pra lá. Faz isso amanhã. Que porra! 

All Might: se divirta, senhorita Satsuki! 

Saímos daquela cabana e voltamos para a grande que encontramos a senhorita Satsuki. Respiro fundo. 

Midoriya: ótimo! Qual o próximo? 

All Might: você tá bem? 

Midoriya: e-estou! – ele limpa o suor. 

All Might: vamos! 

Passamos pelas outras portas! E acabamos vendo os outros Supremos. 10 Supremos! Satsuki, Kuma, Fafnir, Lilith, Shiro, Yuu, Júpiter, Galaxy, Enki e Nara. Enquanto voltava para a mansão...:

Midoriya: All Might, posso perguntar duas coisas? 

All Might: sim. 

Midoriya: por que me disseram que eu iria passar 10 duas com um demônio diferente? E por que eles não estavam em sua forma demoníaca? 

All Might: para você ficar mais "relaxado". E porque eles precisam de confiança antes de se tornarem o que eles são. 

Midoriya: entendi... 

Enquanto íamos, fiquei pensando no amanhã. Tudo de novo. 


{[Todoroki]}


Acabei de fazer as coisas. Agora estou aqui, vendo a chuva ácida cair pelas ruas. Aquele demônio, Midoriya. Espero que ele seja de confiança, já que será praticamente meu superior futuramente. Logo, ouço uma voz:

Dabi: irmão! 

Puta que o pariu! Podia ser  qualquer um. Podia ser o Bob cantando mais uma daquelas músicas. Mas não, tem que ser meu irmão idiota. 


Continua... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...