História In the name of 2jae - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~Um_serhumano_

Postado
Categorias 4Minute, AOA, Black Pink, Got7
Personagens BamBam, Hyun A, Jackson, JB, Jimin, Jinyoung, Lisa, Mark, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Faculdade, Got7, Humor, Romance, Yaoi
Visualizações 161
Palavras 570
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Dessa vez foi um capítulo curto Yeosdhskdb

Muito feliz com os favoritos ❤❤ Obg 💘

Capítulo 4 - 4.


Me encaminhei para a sala e enquanto adentrava percebi Mark e Bambam me observando. Já sabia o que estava por vir. Sentei-me em minha carteira, a qual era ao lado de Mark, e o mesmo perguntou:

- Então, os dois pombinhos já acabaram de namorar?

- Não estamos namorando. - disse, empurrando-o de leve.

- Hm... e essa sua carinha vermelha?! - disse Bambam cutucando-me e mostrando um sorriso malicioso. - Vocês combinam. Melhor do que a Hyuna.

- Se formos comparar com a Hyuna, até você fica legal com ele. - dirigiu-se Mark à Bambam, que deu-lhe um soco. - Ai! Vocês tiraram o dia para me agredir?!

- Quando você deixar de ser idiota nós paramos! - respondi batendo-o, seguido por Bambam. A vítima apenas fez uma expressão de dor.

Continuamos a conversar até que o professor, que já estava atrasado, chegasse.

A aula finalizou-se normalmente, e logo os alunos se dispersaram no campus. Fui em direção ao meu dormitório, me despedindo de Mark e Bambam.

Estava cansado, havia passado e sentido muitas coisas em um dia só. E tudo isto por conta de JaeBum. Antes não trocávamos nem mais do que duas palavras. Apenas nos cumprimentávamos, como veterano e calouro. Apesar de JaeBum estar a 1 ano acima de mim na faculdade, eu ainda permanecia como seu calouro.

O toque do meu celular acabou por atrapalhar meus pensamentos. Olho para a tela e vejo o nome de Bambam:

- Fala. - digo, meio sonolento.

- Tá livre?

- Por que? - agora onde ele queria me arrastar?

- Um amigo meu me chamou para sair para beber, e pensei em te chamar. O Mark já topou.

- Ah, que novidade! - respondi, fingindo surpresa. Eu queria descansar, mas uma distração poderia tirar o JaeBum de minha cabeça. - Pode ser. Horário?

- Às 20h. Passo ai para que possamos ir juntos. - Bambam respondeu, e logo em seguida desligamos a chamada. Ainda tinha tempo para tirar um cochilo.

Após sentir-me meio revigorado, levanto-me da cama para que pudesse me arrumar. Tomei um banho e vesti-me de um jeito confortável, mas não bagunçado.

- Youngjae! - escuto Bambam me chamar. Abro a porta e o vejo acompanhado de Mark.

- Deixa só eu pôr o sapato. - disse, e os dois assentiram, entrando em meu quarto.

- Hm, está todo arrumadinho... - comentou Mark. Revirei os olhos. - Expectativa para encontrar o mozão?

- Deixa ele, vai que hoje é o dia?! - riu Bambam. Dei um soco em cada um dos dois.

- Para de falar merda! - conduzi-os para fora do cômodo.

Fomos para o local no carro de Mark. E com aquele carro não demoramos muito para chegar.

Seguimos Bambam até uma mesa onde havia 3 pessoas nos esperando. Dois deles estavam virados em nossa direção, e o outro de costas. Entre os dois que podia distinguir só conhecia Jinyoung, o amigo mais próximo de JaeBum.

- Bambam! - chamou o que estava ao lado de Jinyoung. O que estava de costas logo vira-se em nossa direção e com isso sinto um frio na espinha.

Paro os movimentos de Bambam, segurando-o pelo braço:

- Ei! - digo nervoso. - Você não me disse que o JaeBum estaria aqui!

- Nem eu sabia. - sussurrou. Colocando a mão em meu ombro, continuou. - Relaxa. Apenas se divirta, ok?!

Não tinha como me divertir ao lado de quem eu queria esquecer ao escolher vir para essa saideira. Mas apenas assenti com a cabeça, nem um pouco confiante de que conseguiria realizar esse feito.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...