1. Spirit Fanfics >
  2. In the name of love - (Imagine Markhyuck) >
  3. Bem vindo ao Canadá

História In the name of love - (Imagine Markhyuck) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Bom gente.... mil desculpas pela demora em postar outro capítulo, eu estava com alguns probleminhas e demorei por isso, não desistam de mim por favor. Boa leitura 💙💜

Capítulo 4 - Bem vindo ao Canadá


Dia seguinte

Haechan on

Eu não conseguia esquecer aquele rosto por mais que tentasse, de alguma forma ele sempre dava um jeito de aparecer na minha mente. A pergunta é "por que eu não consigo esquecer ele?". As vezes eu me pegava pensando nele e o que aconteceria se formassemos uma amizade, mas, eu também não queria encontrá-lo de novo... já pensou, eu, Lee Donghyuck, um anjo exemplar sendo amigo de um demoniozinho de meia tigela igual a Mark Lee??? NUNCA... mas e se fossemos mais que amigos.... aí, Hyuck, que pecado....

Dy --- eu preciso da ajuda de Hyuck, mas não o acho em lugar nenhum, até procurar no escritório e achei ele sentado olhando pro nada parecendo uma estatua --- Haechan... --- o chamo uma vez ---  Hyuck... ---me aproximo e o chamo novamente --- Donghyuck??? --- falo em um tom preocupado sem saber se o mais novo ainda está vivo --- LEE DONGHYUCK!!!

--- O QUE FOI DOYOUNG?? --- no reflexo do susto eu respondo ele na mesma altura

Dy--- TAVA SONHANDO ACORDADO, É DIVINDADE DO MAL??

--- TA GRITANDO POR QUE???

Dy --- respiro fundo --- suho falou pra você passar sua folga lá embaixo, se não vão acabar te pedindo pra fazerem mais coisas como sempre e não vão deixar você descansar

--- que nem você tá fazendo agora?

Dy--- é, é exatamente isso

--- ah... tchau, dodo--- sumo de lá indo direto pra terra e caindo na mesma rua em que eu encontrei Mark --- ué, será que eu pensei tanto nele que parei aqui??

M --- oi amigo 😁 --- falo aparecendo na frente dele quando ele chega na esquina

--- AAAAAA!! --- grito e pulo pra trás por conta do susto depois que percebo que era ele eu coloco a mão no peito com lágrimas nos olhos

M --- tá tudo bem? --- pergunto preocupado

--- ah, claro que sim, tirando o fato que SE EU MORRESSE VOCÊ TINHA ME MATADO DE UM SUSTO PRAGA DO INFERNO

M --- obrigado pelo elogio, e... tá de tpm? Quer um chocolate?

--- EU NÃO TEN... chocolate? --- paro de gritar e olho pra ele

M --- sim, chocolate

--- hm... --- penso um pouco --- Taeil Hyung me disse pra não aceitar doces de estranhos

M --- mas eu não sou um estranho, eu sou seu melhor amigo

--- como é que é?? --- faço uma expressão de dúvida

M --- somos melhores amigos

--- eu acho que você se apega um pouco rápido demais as pessoas, não?

M --- ... Talvez?

--- respiro fundo --- vamos tomar um sorvete  --- sorrio quando vejo o mais velho sorrir animado e saímos andando, no meio do caminho acabo esbarrando com Taeil e Doyoung

D --- olha quem encontramos aqui

--- será possível que nem na terra vocês me dão paz????

T --- te encontramos por acaso

--- não existem acasos, vocês sabiam que eu estava aqui

D --- talvez. Quem é seu amigo? --- falo olhando sorrindo para o garoto

--- Lee, Mark Lee

T --- cadê as asas dele? eu quero vê -las --- falo indo pra trás do garoto

--- não, Taeil, ele te. Vergonha de mostrar as asas --- tiro Taeil de trás de Mark

D --- ele tem alguma pena preta??

--- n-não--- rio de nervoso

M --- na verdade, eu sou do.. --- sou interrompido por Hyuck

--- Canadá, é ele veio do Canadá pra cá pra me visitar, uma graça né?? Agora temos que i porque o tempo dele é curto--- saio empurrando ele

T --- HYUCK, AS ASAS DELE

M --- fudeu --- pego na mão dele e saio correndo enquanto os amigos dele corriam atrás de nós, entramos em um beco apertado que nos cabia, bem apertado mas cabia

--- começo a observar pra ver se ele passavam mas não via movimento de nenhum deles, eu continuei olhando até sentir a mão de Mark no meu rosto e me puxando para olha-lo --- Mark... --- ele me interrompe me mandando ficar em silêncio e começa a se aproximar seus lábios do meu

D --- achei vocês --- falo parando na entrada do beco com Taeil

--- sumo de la com Mark

M --- ué... aonde a gente tá?? --- falo olhando em volta

--- bem vindo ao Canadá

M --- cara... Eu não sei falar inglês

--- cara... Eu também não, foi só pra dar um perdido. Mas enfim... o que foi aquilo???

M--- a-aquilo o que?? --- questiono um pouco nervoso

--- no beco, você segurou meu rosto e...--- sou interrompido por ele

M --- tinha um negócio no seu rosto! É isso...

--- tem certeza que foi só isso, porque parecia que... --- sou novamente interrompido por ele
M --- olha!! Umansorbeteria, Hyuck. Vamos--- saio puxando ele até la

--- paro ele --- Mark... você está enrolando

M --- enrolando pra que?

--- você ia me beijar 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...