1. Spirit Fanfics >
  2. In The Next Life-MITW >
  3. In my arms

História In The Next Life-MITW - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Hiiiii, guyssss!!

Vejo que muitos estão gostando da fic e isso me deixa muito feliz!

Sobre os capítulos demorarem pra sair, bem..a maioria deles são bem longos, então demora pra escrever e a criatividade nem sempre ta em dia kkk, então eu não vou por uma data "x" pra sair os capítulos, mas prometo vou fazer o máximo pra sempre estar postando capítulo novo. ^_^


Dito isso, boa leitura que o capítulo de hoje tá ó, uma maravilha!

AAAHH!! Mais uma coisinha, pra comemorar o bom andamento da fic, eu vou fazer um especial de perguntas e respostas para os personagens da fic, então quem quiser fazer suas perguntas fique a vontade.

Agora sim podem ler kkk

Capítulo 5 - In my arms


 

Thomas está sentado perto de Matteo, enquanto o mesmo lê um livro concentradamente.

 

Thomas: Matteo...

Matteo: Que foi...? –Ele fala com um pouco de desgosto na fala-

Thomas: O que vai fazer no fim de semana...?

Matteo: Acho que vou ficar em casa e estudar...

Thomas: Aaaah, que chato...você estuda todo dia, por que não dá um descanso pro cérebro?

Matteo: Se eu não estudar vou fazer o que?

Thomas: Poderia...sair comigo! Que acha?

Matteo: Não.

Thomas: P-por quê...? –Ele faz uma carinha de choro-

Matteo: Não vai ser uma boa ideia...

Thomas: Matteo, faz dias que você tem me evitado de todas as formas possíveis. Qual o problema de estar comigo...? Não gosta da minha companhia...? –Seu tom de voz muda para um tom mais triste e trêmulo-

Matteo: N-não é isso...

Thomas: Então o que é, Matteo...? Pode ser honesto comigo...

 

Thomas segura as mãos de Matteo e olha no fundo de seus olhos, Matteo tenta desviar o olhar, mas os olhos de Thomas são brilhantes e profundos demais para não poderem ser vistos.

 

Matteo: Thomas eu...

Thomas: Se eu realmente te incomodo tanto....apenas seja sincero e diga...

 

Matteo solta as mãos de Thomas e o abraça repentinamente e com força.

 

Matteo: Eu tenho tentado te evitar...não porque não gosto da sua presença....mas justamente pelo contrário...porque eu gosto dela...

Thomas: M-Matteo...

 

O coração dos dois bate forte, como nunca bateu antes...

 

Matteo: Eu vou sair com você esse final de semana e depois...devemos nos afastar...

Thomas: Mas---

 

Matteo solta Thomas, pega suas coisas e sai dali às pressas. Por mais que o coração de Thomas estivesse triste com aquelas palavras, ele não deixaria Matteo ficar na solidão de novo...ele estava decidido a nunca sair do lado de Matteo independente do que acontecesse.

Chegado o tão aguardado final de semana, Thomas levou Matteo a um jardim botânico que tinha na cidade, naquela época do ano as flores floresciam e o lugar ficava colorido e cheio de vida. Lá havia um pequeno rio e entre ele uma ponte de madeira que o atravessava.

Thomas e Matteo foram até a ponte observar os pássaros que ali passavam e os peixes na agua cristalina do rio...o lugar transmitia uma paz e um calor aconchegante...

 

Thomas: Esse lugar é tão lindo...

Matteo: .....

 

Matteo olhava para o lugar, maravilhado a ponto de ficar totalmente vidrado na paisagem. Thomas ri da cara que Matteo está fazendo e começa a cutucar sua bochecha para provocá-lo, não demora muito e Matteo sai de seu transe e segura a mão que Thomas o estava cutucando.

 

Matteo: Dá pra parar?

Thomas: Desculpa, mas devia ver a sua cara. –ele começa a rir com um sorriso doce-

 

Não era só a paisagem que encanta Matteo, mas também o sorrio de Thomas, a sua presença ali tornava o que já era bonito em ainda mais belo, o que já era algo memorável em algo inesquecível...seu coração se aquecia sempre que estava com ele, era como se bastasse a presença de Thomas perto de si que tudo era melhor...

Com sua mão livre, Matteo leva lentamente até o rosto de Thomas, que para de rir quando sente seu rosto tocado, os olhares de ambos se encontram e seus rostos se aproximam lentamente um do outro até que finalmente seus lábios se tocam em um beijo apaixonante, eles se separam só quando o ar falta, mas eles continuam a se olhar profundamente.

 

Thomas: Ainda quer que não nos falemos mais...?

Matteo: Desculpe ter dito aquilo...eu estava com medo...quando percebi que estar perto de você me fazia me sentir diferente....feliz, nervoso, aquecido...eu tive medo de me apaixonar...tive medo de arriscar....mas no fim...me dei conta que já estava apaixonado, que já estava me arriscando...e que...

Thomas: E que...?

Matteo: Eu te amo seu cabeça oca...

Thomas: Nunca tema o que sente...seus sentimentos são parte de você, temê-los é temer a si mesmo, por isso....nunca perca a fé em você e no amor que eu sinto por você também....eu te amo Matteo...

 

Matteo levanta Thomas e o gira no ar de tanta felicidade, ambos começam a rir e depois dão um longo beijo de um casal que sempre vai se amar, mesmo depois da morte.....

 

..........................................................

 

Tarik acorda ainda meio tonto, ele desliza sua mão onde está deitado e dá de encontro com outra mão que parece ser um pouco maior que a sua, ele então finalmente consegue recobrar um pouco dos sentidos e quando para o lado se depara com Mike sentado ao seu lado com uma enorme cara de preocupação.

 

Mike: Graças a Deus você acordou.

Tarik: O-onde eu estou? P-por que está aqui...?

Mike: Você desmaiou, aí eu te trouxe até o hospital...

Tarik: V-você...? ((Oh meu Deus...))

Mike: O médico disse que você teve um ataque de pânico seguido de uma taquicardia....desde quando tem problemas no coração...?

Tarik: Desde de sempre....mas vazia tempo que não tinha um ataque...

Mike: Sabe o que pode ter causado esse ataque...?

Tarik: Bem...quando eu estava passando pelo pátio...acabei levando uma bolada no peito...e...entrei em pânico...desculpe, eu sei que é idiota...

Mike: Não, não, não é idiota...

 

Mike segura a delicada mão de Tarik que estava perto da sua e olha para seu rosto tentando aconchega-lo em seu olhar...

 

Tarik: D-desculpe te dar tanto trabalho...

Mike: Não precisa pedir desculpas, mas precisa tomar mais cuidado com essas coisas....

Tarik: V-vou tomar...

 

Eles se olham profundamente, suas mãos ainda estão juntas. Naqueles olhares o que mais podia ser transmitido era saudade...era como se ambos se conhecem a muito tempo.

Mike sentia uma vontade incrível de abraça-lo bem apertado e não soltar mais. Quando Tarik tinha desmaiado e Mike segurou o nos braços, naquela hora o terrível pesadelo que sempre lhe perturbava veio como um flash de memória em sua mente, o medo de perder pra sempre aquele que tanto ama, assombrava seu coração, tanto que quando viu Tarik daquele jeito, o pegou nos braços e o levou o mais rápido possível ao hospital e só se acalmou quando o médico disse que ele ficaria bem e que não tinha sido nada grave.

Eles param de se olhar e afastam suas mãos quando o médico chega.

 

Médico: Como se sente Tarik?

Tarik: Bem melhor, obrigado. –Ele dá um sorriso, agradecido pela ajuda-

Médico: Só faço meu trabalho. –Ele devolve o sorriso-

Mike: Ele vai poder ir pra casa, doutor?

Médico: Como não foi um ataque tão grave, vai, mas vou lhe dar uma receita com alguns remédios e aconselho a procurar um especialista para tratar sua arritmia e os ataques de pânico, por enquanto não é tão forte, mas mesmo assim precisa do tratamento adequado

Tarik: Sim, senhor.

Médico: Por enquanto também não aconselho que fique sozinho, caso tenha um ataque novamente é bom ter alguém, por perto.

Tarik: Ah—

Mike: Deixe comigo, eu fico de olho nele.

Tarik: Q-que?!

Médico: Ótimo, vou prescrever a receita, podem pegar na recepção assim que saírem, não esqueça de tomar todos os remédios nos horários certos, entendeu?

Tarik: S-sim, senhor...o-obrigado...

Mike: Obrigado, doutor.

Médico: Só faço meu trabalho, se precisarem estou à disposição.

 

O médico se retira, deixando somente os dois. Tarik fica mais vermelho que pimenta ao saber que Mike se dispôs a cuidar dele, seria o destino tão cara de pau?

 

Tarik: N-não precisa fazer isso...e-eu posso pedir pro Rafael me ajudar...não quero te dar trabalho...

Mike: Não é trabalho nenhum e também só estou devolvendo um favor, por ter levado os papéis na biblioteca...

Tarik: M-mas eram só alguns papéis...não precisa me agradecer por isso...

Mike: Eram um trabalho muito importante e se você não tivesse levado eu teria muitos problemas...

Tarik: ..... ((Como alguém tem tanto argumento bom...?!))

Mike: Vou te ajudar a se levantar.

Tarik: N-não se preocupe, e-eu consigo...

 

Quando Tarik se levanta da cama ele se desequilibra, mas antes de chegar ao chão Mike o segura. Tarik sentia o calor dos braços de Mike e por um instante não queria solta-lo...

 

Mike: É a segunda vez que eu te salvo de cair. –Ele dá uma risada leve e com tom gentil-

 

Tarik dá uma risada sem jeito e fica todo vermelho. Eles se afastam e saem do quarto, vão até a recepção pegar a receita e saem do hospital, vão para o carro de Mike e vão até a farmácia.

 

MAIS TARDE, A CAMINHO DA CASA DE TARIK...

 

Tarik: N-não precisava ter comprado os rémedio...e-eu mesmo podia ter comprado...

Mike: Como eu disse, só estou devolvendo um favor.

Tarik: M-mas mesmo assim...o que eu fiz não vale por tudo que está fazendo por mim...

Mike: Não tem que se preocupar com isso. Ah! Que horas você sai pra ir pra faculdade?

Tarik: Ás 7:30...por quê?

Mike: Vou te buscar.

Tarik: O-o que...? ((O QUE?! COMO ASSIM ELE VAI ME BUSCAR?!))

Mike: Até eu ter garantia de que você não vai ter um ataque de novo, eu vou te buscar...

Tarik: N-não tem necessidade de fazer tanto, não posso deixar que faça isso... ((Por que ele está tão preocupado...?))

Mike: Eu disse ao médico que cuidaria de você e é o que vou fazer, não precisa ficar tão preocupado. –Ele dá um sorriso de canto-

Tarik: .... –Ele fica vermelho de vergonha por ter causado tanto problema-

 

Eles chegam em um prédio e Mike estaciona perto da portaria.

 

Mike: Seu apartamento é aqui?

Tarik: S-sim, obrigado pela carona...

Mike: Não precisa me agradecer e não esqueça, estarei aqui pela manhã pra te levar e como vamos de carro não precisa acordar tão cedo.

Tarik: T-tá.

Mike: Ah! Aqui.

 

Mike entrega seu celular a Tarik e Tarik fica com uma cara de tonto sem entender qual o objetivo daquilo.

 

Mike: Seu número.

Tarik: A-ah, claro!

 

Tarik adiciona seu número no celular de Mike e o devolve. Mike liga para Tarik.

 

Mike: Agora você tem o meu.

Tarik: C-certo...

Mike: Boa noite, não esqueça dos seus remédios...

Tarik: Certo...boa noite..

 

Tarik sai do carro e dá um “tchauzinho” para Mike, depois corre para dentro do prédio.

Mike o observa ir com um sorriso bobo no rosto, depois liga seu carro e vai pra casa.

 

Quando Tarik chega em casa, ele se joga em sua cama. Não conseguia acreditar que Mike tinha feito tudo aquilo para ajuda-lo, ele realmente estava feliz e só de pensar que o veria de novo, seu coração batia mais rápido, mas dessa vez de um jeito bom...

Ele volta a realidade e vai tomar seu banho, porque o dia foi bem longo.

Um tempo depois de ter tomado seu banho ele olha seu celular e vê várias mensagens de Rafael e Kate.

 

MENSAGENS:

Kate: Meu irmão disse que você passou mal e foi pro hospital, o que aconteceu?! Quer que eu vá te ajudar???

Rafael: A doida da pompom me mandou mensagem perguntando se eu sabia como você estava, ela me disse que o irmão dela te levou pro hospital, o que aconteceu?!? Precisa de ajuda?!

 

 

Tarik: Droga...acho que preocupei eles demais...

 

 

MENSAGEM:

Kate: Meu irmão disse que você passou mal e foi pro hospital, o que aconteceu?! Quer que eu vá te ajudar???

Eu: Eu estou bem, seu irmão me ajudou muito, diga a ele que vou retribuir a ajuda...

Kate: Não se preocupe com isso agora, apenas descanse. Se precisar de qualquer coisa me ligue, ok?

Eu: Certo kk, boa noite. <3

Kate: Boa <3

 

 

MENSAGEM:

Rafael: A doida da pompom me mandou mensagem perguntando se eu sabia como você estava, ela me disse que o irmão dela te levou pro hospital, o que aconteceu?!? Precisa de ajuda?!

Eu: Calma, eu estou bem, não foi nada, amanhã estarei novinho em folha.

Rafael: Tem certeza?

Tarik: Absoluta kk, fique tranquilo

Rafael: huuuuummm, parece que o Mike cuidou bem de você então kkk

Tarik: Não me venha com essa sua besta!!

Rafael: KKKK

Tarik: Muito engraçado TT

Rafael: Certo, desculpe. Vou deixar você descansar, boa noite kkk

Tarik: Boa TT

 

Tarik: Esse Rafael, viu? –ele ri do jeito do amigo-

 

De repente a notificação de mais uma mensagem, quando ele a vê fica surpreso com quem é...

 

MENSAGEM:

Mike: Não esqueça dos seus remédios.

Eu: Já tomei, não precisa se preocupar. ^-^

Mike: Certo, vá descansar então, vou te pegar amanhã de manhã.

Eu: Ok..até amanhã!

Mike: Até, durma bem e me avise se se sentir mal de novo.

Eu: Certo.

 

Tarik fica com um sorrisinho besta no rosto, pensando na manhã seguinte....


Notas Finais


Quero dizer nada não, mas esse capitulo foi muito fofo kk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...