1. Spirit Fanfics >
  2. In You Eyes -Yukine- >
  3. Eu não vou...esquecer você.

História In You Eyes -Yukine- - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Kon'nichiwa minna
Como vocês estão?
Bem eu espero, a história ainda não tem muitas visualizações mas eu acho compreensível já que eu acabei de postar e já atualizei 5 vezes
Eu não sou lá a pessoa mais pontual do mundo por que as vezes eu acabo ocupada sem querer ou tenho bloqueios criativos mas eu prometo que farei o meu melhor pra atualizar com a maior frequência possível.
Eu vou tentar fazer pelo ponto de vista do narrador hoje
Eu particularmente tenho preferência por narrar do ponto de vista de garotos já que minhas antigas fanfic eram de yaoi mas vou sair da minha zona de conforto e apenas fazer o meu melhor pra narrar de todos os lados.

Capítulo 6 - Eu não vou...esquecer você.


Fanfic / Fanfiction In You Eyes -Yukine- - Capítulo 6 - Eu não vou...esquecer você.

Narrador on


O garoto a olhou meio aturdido e em grande confusão.

-amigos? 

-Isso mesmo, amigos. Assim poderíamos nos falar sempre que possível seria ótimo! 

Ele pensou. Seu último amigo não durou muito tempo mas ele adoraria ter outra amiga humana, igual hyiori, aquela garota particularmente seria uma ótima amiga pra ele, ela era gentil e amigável além de compreensiva e muito bonita. A última não era relevante  mas ainda assim, ele iria adorar te-lá como amiga. Mas então uma pequena dúvida brilhou em seus olhos. 

-Tudo bem. 

Decidiu não falar ainda. 

-Que bom, eu realmente gostei de você yukki-chan. 

Ele sorriu com o apelido, soava estranhamente afetivo quando ela falava, como se eles se conhecessem a anos. Ele corou um pouco, era estranho ouvir aquilo de uma garota. 

A garota sorriu ainda sem olha-lo nos olhos. Ele já estava estranhando aquilo. 

-Onde você vive yukki? 

Ela perguntou curiosa.

-Eu durmo na casa da amiga do meu deus, outra deusa, a deusa da pobreza. Meu Deus é tão desconhecido que poderia até virar sem teto, ele tem alguias terras no céu mas são muito pequenas por causa do tamanho do templo que ele tem, é em miniatura. Mas ainda assim eu não aceitaria servir outro deus. 

-Ele é muito importante pra você não é? 

Ela sorriu novamente, um sorriso doce e compreensivo. 

-Ele... o Yato... nunca me abandonou,  mesmo depois de eu ter feito coisas horríveis e machucado ele, ele nunca me deixou ir e nem sequer me pediu pra ir. Ele me tratou como um filho e tentou me dar diasuporte felizes mesmo depois de morto, por isso eu quero protegê-lo. Enfrentaria todo o céu se fosse necessário, pra garantir a segurança dele. 

-Você é uma pessoa boa yukine. 

Ela respondeu séria e continuou:

-Seu deus deve ter muito orgulho de você. 

-Eu machuquei ele Suren. 

-Como assim?

-Deuses e shinki dividem o mesmo corpo. Toda vez que o shinki faz algo ruim apenas o deus sofre e as vezes se isso acontece muito, pode até mesmo morrer. Eu quase o matei e ele sendo um deus desconhecido não pode reencarnar. Não é só isso, eu também o machuco sempre que choro e eu o machuquei hoje de novo.

-Era por ele que você estava chorando? 

O loiro assentiu de cabeça baixa, ela abaixou a cabeça também mas levantou em seguida e bagunçou  o cabelo do mais velho.

-BAKA... Você acha mesmo que você o machuca? Eu posso apostar a minha vida de que ele tem muito orgulho de você por ter se arrependido de toda a dor que causou e ainda assim, você não pode simplesmente fingir um sorriso pra não machucá-lo aposto que ele sentiria uma dor muito pior em te ver sofrendo por dentro. Não o trate como porcelana yukine, trate-o como um amigo. 

Ela aconcelhou calmamente. Tentou se levantar mas cambaleou e quase caiu se não fosse por yukine ali. Ele a segurou olhando preocupado, o que estava havendo com ela? 

-Está tudo bem?

-Eu só estou me sentindo meio sonolenta...

Disse e quase caiu novamente. 

-Certo, você obviamente não está bem senhorita Suren. 

Disse bravo e preocupado. Mesmo tendo a conhecido ali ele já a considerava próxima o suficiente para se preocupar, afinal, ela o aconcelhou e se preocupou com ele, além de não julga-lo por ter quebrado as janelas de sua escola, ela era sua amiga,  e isso era o suficiente. 

-Eu só preciso descansar um pouquinho. 

-Tudo bem, me mostre o caminho da sua casa e eu te levo. 

Ela o olhou confusa.

-Você claramente não pode ir sozinha então cabe a mim te ajudar. É pra isso que servem os amigos. 

Ela concordou, yukine a colocou nas costas e começou a andar. Ela se apoiou nele ainda sonolenta.

- Suren... sabe, talvez não possamos ser amigos.

Ela levantou bruscamente.

-por que? 

O olhou confusa.

-Por que você vai esquecer de mim, todos os humanos esquecem. Eu também desejo a sua amizade, mas talvez não dê certo.

-Não seja bobo yukki, eu quero ser sua amiga então vou dar o meu melhor pra lembrar de você, basta não se afastar de mim. Eu não quero...esquecer você. 

Aquelas palavras foram o suficiente pra fazer o coração do garoto acelerar, ela queria sua amizade a ponto de querer passar tanto tempo com ele? 

-Certo, última pergunta. 

-Ok. 

Disse encostada nas costas dele quase desmaiando.  

-Por que nunca me olha nos olhos. 

Aquilo estava o incomodando o suficiente pra que perguntasse. 

-por que...

Foi fechando os olhos aos poucos mas se esforçou pra responder.

-Seus olhos fazem meu coração acelerar. 

Disse antes de dormir e sorriu. O garoto a olhou surpreso com o coração batendo rápido e a cor vermelha predominava em seu rosto. 

Em tão pouco tempo, ela haveria tido um efeito tão grande nele.


Notas Finais


Até a próxima minna
Comentem por favor
Até


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...