1. Spirit Fanfics >
  2. In Your Claws – Imagine Jeon Jungkook >
  3. Fears...

História In Your Claws – Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 2


Escrita por: amyyvick2007

Notas do Autor


{Tradução}<br />Fears = Receios

Capítulo 2 - Fears...


Fanfic / Fanfiction In Your Claws – Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 2 - Fears...

          (S/N) P.O.V


Começara mais um dia, e eu, como já hábito de todos os dias pela manhã, acordo com o barulho irritante vindo do despertador... Era realmente uma droga! Minha rotina não era nada interessante, era apenas acordar, fazer minhas necessidades, ir trabalhar e voltar cansada depois de longas horas atendendo clientes. Eu já estava pronta e logo fui descendo as escadas e fui ao encontro com meus avós que já estavam na cozinha tomando seu café da manhã.

— Bom dia querida, sente-se e coma conosco — a mais velha disse e logo assenti junto com um sorriso simpático.

— Bom dia vovó, a comida está com um aroma delicioso, mal vejo a hora de colocar na minha boca — eu disse, tirando uma risada fraca da mesma.

Enquanto eu estava comendo, percebi que meu avô estava muito quieto, não me deu um “bom dia” como de costume, ele nem se quer olhou para mim quando eu entrei na cozinha, minha vó estava um pouco estranha também, mas logo ignorei achando que era ‘nada demais’. Após eu me despedir dos dois, peguei um ônibus e fui direto para o meu trabalho, que no caso era uma confeitaria que não era tão conhecida na cidade. Após eu entrar no estabelecimento, encontrei minha colega de trabalho e amiga, a Wheein, que estava já atrás do balcão. 

— Oi (S/N), tudo bem? — ela perguntou sorridente.

— Oi Wheein, eu estou bem sim... Eu acho — falei em forma de sussurro a última frase, mas ainda foi audível o suficiente para ela escutar, sendo assim, me olhando de uma forma estranha

— Tem certeza que está tudo bem? Você me parece triste — ela perguntou preocupada

— Está tudo bem, não tem nada com o que se preocupar.

— Já que você diz...

O assunto se encerrou no instante, eu estava a todo momento preocupada com eles, será que estão me escondendo algo? Deixei meus pensamentos de lado na hora que um cliente entrou na confeitaria, era um rapaz bem bonito e alto, ele trajava um terno social, o que marcava seu corpo esbelto. O mesmo estava me olhando fixamente em meus olhos e eu não estava diferente. Estávamos parados por alguns segundos trocando olhares até que o mesmo começou a caminhar lentamente para minha direção. 

— Bom dia senhorita. Gostaria de apenas de uma xícara de cappuccino, por favor — ele disse enquanto estava sorrindo gentilmente para mim, e confesso que seu sorriso é muito belo e quadrado, deixando meu rosto ruborizado com uma simples ação. 

— C-claro, só um segundo senhor — Droga! Por que eu gaguejei? Agora estou me matando internamente por isso!

Logo após o seu pedido estar pronto, levei até o mesmo que estava mexendo em seu celular, ele parecia estar tão concentrado que quase não percebeu a minha presença e depois o mesmo me olhou e percebeu que eu já estava perto e deixou de lado o seu aparelho móvel e deu um breve sorriso e logo disse: 

— Parece estar muito bom, senhorita.

— Pode me chamar apenas de (S/N), não gosto de muito de formalidades — mostrei um sorriso como forma de gentileza ao maior.

— Que nome lindo, que nem a dona — Meu rosto tomou um tom bastante avermelhado e apenas abaixei a cabeça, e neste instante ouvi uma risada agradável vindo dele.

— Obrigada — sorri sem mostrar os dentes — e você? Como se chama?

— Eu sou Kim Taehyung — falou com ternura, ele era realmente muito educado — Mas me chame apenas de Taehyung. 

— É um prazer conhecê-lo, Taehyung, mas agora tenho que voltar para o meu expediente, com licença. 

A conversa teve um desfecho em seguida e fui em direção ao balcão à espera outros fregueses. Eu já estava atendendo os outros clientes, mas estaria tudo normal se não fosse pelas olhadas indiscretas que eu estava recebendo do senhor Kim, admito que eu estava bastante desconfortável com seus olhares em minha pessoa, mas apenas ignorei e continuei meu serviço. Momentos depois ele havia ido embora, e eu continuei trabalhando.

{...}

O fim do meu turno chegou e todos os meus colegas de trabalho e a minha amiga haviam ido embora e eu também estava indo ao caminho da minha casa, como eu não tenho nenhum transporte, eu demorava mais para chegar lá, e cá entre nós, é bastante perigoso você sair por aí sozinha, ainda mais quando se trata de ser uma mulher, porém eu estava “acostumada” então relevei. Durante todo o meu trajeto, eu estava me sentindo observada, era uma sensação muito ruim, e era até estranho pois eu jamais havia sentido esse tipo de pressentimento, era como se alguém estava prestes a me atacar a qualquer momento... Eu estava tão perdida em meio aos meus pensamentos com isso que eu nem percebi que já estava perto de casa, agradecia internamente por nada ter acontecido comigo, mas, de algo eu suspeito, alguma coisa está prestes a acontecer...


Continua...


Notas Finais


E esse foi um capítulo bastante demorado para escrever, mas eu me divertir muito e espero que gostem bastante! Ah, e quase eu ia me esquecendo, vocês podem fazer suas próprias características, onde ela nasceu, como ela é e seu sobrenome, pode ser inventado ou o seu sobrenome mesmo, e agora eu vou indo, até o próximo capítulo amores ☺️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...