História InCapaz De Amar - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Got7
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Kai, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé
Tags Chaekook, Rosekook
Visualizações 16
Palavras 2.503
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


BOA LEITURA💖

Capítulo 3 - Garoto Idiota


Fanfic / Fanfiction InCapaz De Amar - Capítulo 3 - Garoto Idiota

[Domingo_22:00]

Hoje já é domingo e amanhã, infelizmente, tenho aula... Vou ter que olhar na cara de todas aquelas pessoas, todos aqueles alunos, vou ter que olhar na cara do Jeon... Na sua maravilhosa face que parece que foi esculpida por mãos de um renomado escultor, sua pele que foge dos pradões coreanos, mas ainda é tão linda, tão perfeita e...

Aish! Novamente estou pensando nele, qual é meu problema?

Já são dez horas da noite e eu estou preparando algumas coisas para nosso trabalho da oficina de artes do colégio, amanhã eu e as meninas vamos fazer uma pequena performance da música "So hot" do grupo Wonder Girls. Estou ansiosa!

Agora já são onze horas, eu já acabei de arrumar tudo para amanhã e agora estou indo dormir

Escovo meus dentes, faço uma trança de lado no meu cabelo, para que ele não fique parecendo um ninho amanhã de manhã, escovo meus dentes e vou para a minha cama, já vestida com meu pijama e enfio debaixo da coberta da minha cama, me cobrindo até meu pescoço logo fechando meus olhos

[Segunda-feira_5:40]

Acordo com as vibrações do meu celular, indicando que já estava na hora de levantar. Ainda sim, fico deitada, ainda tenho muito tempo...

Gosto de acordar mais cedo apenas para ficar mais tempo deitada, no meio silêncio

Já são quase sete horas, já vou sair de casa, já tranquei as portas e janelas

Pego minha mochila, a coloco em minhas costas e saio pela porta principal, logo a trancando e indo em direção à escola em passos não muito lentos e nem muito rápidos

[Escola_6:55]

Acabo de chegar na escola e já vou procurar meus amigos, daqui a poucos minutos, as meninas e eu iremos fazer a apresentação, me sinto nervosa e envergonhada por ter que dançar na frente de todos os alunos do segundo e terceiro ano e algumas crianças que vão estar por perto

O sinal bateu, os alunos que vão ver as apresentações já foram direto para o pátio, sentando-se em alguns bancos de madeira que tinham lá e outros no setavam-se no chão, os alunos que iam se apresentar, se sentaram ao lado do palco

Logo, os professores da oficina de artes, sobem no palco para começar as apresentações

Professora- Bom dia, alunos! -todos os alunos presentes respondem um ''Bom dia", em uníssono- Bom, hoje vamos começar as apresentações dos grupos ou solos!

Professor- Antes de tudo, eu já quero parabenizar a todos que estão fazendo isso e dizer que, espero que essa seja uma competição saudável! -diz o professor sorridente-

Professora- Antes de chamar o primeiro grupo, queria dizer que eu adorei os nomes que vocês deram aos grupos! São tão criativos! -diz a professora com seu belo e contagiante sorriso no rosto- Agora, sem mais delongas, o primeiro grupo! BlackPink, composto pelas alunas do terceiro ano A, Chaeyoung, Lalisa, Jennie e JiSoo, com a música So Hot, Wonder girls

Ótimo, nós faremos a primeira apresentação... Já estamos arrumadas e com os microfones, que algum inspetor nos deram, nas mãos, subimos no palco, nos colocamos em nossos lugares e esperamos as luzes serem apagadas e a música começou a tocar

~Sempre que eu ando pelas ruas

Garotos olham para trás

Com toda a atenção que eu sinto nas minhas costas

O que eu devo fazer?

Eu sou tão quente, eu sou tão bonita

Eu sou tão chique, eu sou tão atraente

Eu sou tão legal, eu sou tão linda

Eu sou tão, tão, tão quente, quente

Após o final da música, saímos do mini palco da escola e nos sentamos em nossos lugares

As apresentações seguiram, grupo após grupo, todas estavam incríveis e agora está na hora do último grupo, estou ansiosa para saber qual é

Professora- Agora, vamos ver a última apresentação do grupo B7, composto, também, por alunos do terceiro ano A, SeokJin, Yoongi, Hoseok, Namjoon, Jimin, Taehyung e Jungguk, que vão apresentar a música Rainism

Eles sobem no palco e logo as luzes são apagadas, ficando acesas apenas as luzes que ficam em cima do palco, logo a música começa a tocar

[...]

Após o final da última apresentação, que estava simplesmente perfeita, todos dançavam bem e em sincronia, o sinal toca, indicando o início do recreio

Em apenas cinco minutos de recreio as meninas me deixaram sozinha para irem ficar o recreio com seus "amigos", estou aqui sozinha, enquanto vejo alguns adolescentes desse colégio, que eu nem sei se posso chamar de homens ou até meninos, me olharem como se eu fosse um presa fácil. Como eu não quero ficar aqui nesse inferno, tento que aturar esse tipo de coisa, vou ir para um lugar que muitos alunos não sabem onde é e os que sabem, não costumam ir lá

A cobertura do colégio!

Pego apenas uma latinha de coca para que eu possa ter algo para comer, passo por meio de alguns alunos que insistem em olhar para minha saia do uniforme enquanto corro

Como eu odeio homens!

Chego na escadaria, tem poucos alunos aqui, a maioria são homens, ou casais que pretendem ter uma boa foda em quanto a aula vai passando, mas os homens que estão sozinhos, continuam persistentes na ideia de dar em cima de mim, achando que vão ter alguma "chance" comigo

- Gostosa! -diz um cara um pouco mais alto que eu enquanto seu amigo se aproxima de mim, junto à ele-

- Não sabia que você dançava assim, tão bem, Linda -o outro diz colocando a mão em meu rosto, passando seu dedão por meu lábio inferior, que é levemente mais carnudo que o de cima-

Logo bato em sua mão com certa força, fazendo ele tira-lá de meu rosto

- Não seja assim, prometo que você irá se divertir... Por que não tenta algo diferente com nós dois? -diz o primeiro menino, que me chamou de "Gostosa" a pouco tempo, vindo pra cima de mim-

- Não, muito obrigada, mas tenho coisa melhor para fazer do que transar com dois babacas, agora, com licença -saio de lá deixando os dois meninos perplexos com minha resposta-

Logo, volto em direção para meu rumo original, logo na cobertura

Assim que entro pela porta de ferro, levemente enferrujada e entro no local e vejo eles lá, os sete meninos que infernizam a minha estão aqui

Eu deveria sair?

Não... Não vou sair dessa vez, se eles estiverem incomodados, eles que saiam

Passo reto por eles, os ignorando completamente e sigo em direção à um canto mais afastado deles, apenas esperando eles virem me "expulsar" daqui

Passou-se alguns minutos com eles cochichando e olhando para mim, estou impressionada que eles só estejam vindo pedir para eu sair agora. Olho nos olhos de Jeon, que era o menino que estava à frente dos outros, me encarando também

Jungguk- Hey, Chae! -o mesmo diz debochando de mim, relembrando um apelido que somente ele usava comigo- Você não quer sair daqui, não?

-Não! E não quero... -falo com uma voz irritante e manhosa, com um certo tom de deboche- Gukkie -falo seu apelido com certa ironia, o deixando claramente irritado- Ah! O Gukkie ficou bravinho, foi? -pergunto fazendo uma voz de bebê, para irritá-lo-

Jungguk- Eu tenho certeza de que você quer sair! -ele diz serrando os dentes e olhando nos meus olhos, enquanto seus amigos continuam atrás dele-

- E o que você vai fazer para me tirar daqui? -me levanto, ficando cara a cara com o maior- Vai me bater? Ou vai se fazer de boa pessoa, me beijar e nunca mais olhar na minha cara de novo? -ele abre a boca, mas nada sai, parece que ele ficou sem palavras ou argumentos-

Talvez eu realmente devesse sair...

- Yah! Quer saber, não sou obrigada a perder meu tempo com gente que não me interessa -saio de lá com pressa-

Jungguk on

[Domingo_22:00]

Hoje é domingo e amanhã, infelizmente, é segunda e eu vou ter que ir para aquela escola. Sinceramente, eu iria faltar, mas tenho que fazer una apresentação para ganhar nota na oficina de artes, os meninos e eu iremos fazer um cover, acho que posso chamar assim, da música "Rainism". Acho que estou ansioso

Já são 23:15, ainda estou sem sono, mas infelizmente tenho que me forçar a dormir, ou vou acabar perdendo hora...

Não seria uma má ideia, mas não posso deixar os meninos na mão

Me deito na minha cama, logo me enfiando debaixo da coberta, me viro e fico tentando dormir

Já são meia noite e eu nem pisquei os olhos direito, pensamentos que não me deixam dormir rondam minha cabeça, me deixando sem sono

Desde sexta-feira, não consigo parar de pensar nela, em Chaeyoung. Desde sexta, não tenho conseguido dormir e nem pensar direito, só consigo pensar no homem horrível, tolo, idiota que fui, eu fui um completo babaca... Agi como um monstro pra ela

Mas, desde quando me importo?

Ela não pareceu se importar comigo quando vim para Seul, eu gostava dela, gostava para caralho dela... Mas nunca tive coragem para me declarar, sempre tive medo de ser rejeitado por ela ou algo do tipo. Quando vim para Seul, mantivemos contato no primeiro mês, mas depois se tornou difícil pela nossa distância e a escola que eram em horários diferente. Após um ano aqui, tive certeza que havia a esquecido por completo, mas com dois anos morando na minha cidade atual, ela também veio para Seul e, para meu azar ou sorte, entrou na mesma escola que a minha e aquela certeza de que tinha esquecido ela se foi, transformando-se numa dúvida:

"Será que aquele sentimento antigo de amor voltou?"

Na época com certeza disse para mim mesmo que "Não" que não estava com aquele sentimento de paixonite, nem que poderia sentir as famosas borboletas no estômago toma vez que ela olha para mim, toda vez que um sorriso se faz presente no seus lábios ou com o simples ato de ela prender seu cabelo. Mas agora, não saberia o que responder caso me perguntassem se eu goto dela...

Odeio esse sentimento que muitos chamam de "amor", me sinto confuso, um simples olhar dela me deixa envergonhado, apaixonado, mas eu ainda tenho a mesma atitude daquele menino de 12, ou seja, nenhuma, fico apenas escondendo meu amor de todos

Eu só faço merda!

E até hoje não sei o porquê eu implico tanto com ela, talvez seja pelo fato de eu não poder ter ela em meus braços e fazê-lá feliz, talvez pelo fato de que eu não possa protegê-la, da mesma forma que uma mamãe urso protege seu filhote, essa com certeza é uma péssima atitude

Um idiota, é isso que eu sou, um garoto idiota

Sinto minhas pálpebras começarem a pesar, forçando meus olhos a se fecharem

[Segunda-feira_6:00]

Acordo no mesmo horário de sempre com meu celular vibrando, indicando que é hora de ir para a escola

[Escola_6:50]

Chego na escola junto com meus amigos, para ficarmos andando por aí e jogando conversa fora até o sinal bater

O sinal bateu, os alunos que vão ver as apresentações já foram direto para o pátio, sentando-se em alguns bancos de madeira que tinham lá e outros no setavam-se no chão, os alunos que iam se apresentar, se sentaram ao lado do palco

Logo, os professores da oficina de artes, sobem no palco para começar as apresentações

Professora- Bom dia, alunos! -todos os alunos presentes respondem um ''Bom dia", em uníssono- Bom, hoje vamos começar as apresentações dos grupos ou solos!

Professor- Antes de tudo, eu já quero parabenizar a todos que estão fazendo isso e dizer que, espero que essa seja uma competição saudável!

Esses dois, estão sorridentes demais, com certeza saíram de uma boa foda, esse sorriso os entrega, seus cabelos estão bagunçados e eles claramente estão nervosos, esses dois, vivem assim, parece que não vem para esse inferno para trabalhar, vem para literalmente se foderem

Professora- Antes de chamar o primeiro grupo, queria dizer que eu adorei os nomes que vocês deram aos grupos! São tão criativos! -diz a professora com seu belo sorriso pós-foda no rosto- Agora, sem mais delongas, o primeiro grupo! BlackPink, composto pelas alunas do terceiro ano A, Chaeyoung, Lalisa, Jennie e JiSoo, com a música So Hot, Wonder girls

A primeira apresentação... O que dizer sobre ela, estava simplesmente incrível, Chaeyoung, estava linda enquanto dançava e cantava, se eu pudesse a filmaria, mas infelizmente não pude

Foram muitas apresentações, grupo após grupo, todas bem bonitas, bem ensaiadas, mas nenhuma se comparou com a primeira

Professora- Agora, vamos ver a última apresentação do grupo B7, composto, também, por alunos do terceiro ano A, SeokJin, Yoongi, Hoseok, Namjoon, Jimin, Taehyung e Jungguk, que vão apresentar a música Rainism

Nós subimos no mini palco e as luzes se apagaram e ficaram apenas algumas voltadas para o palco

~Eu serei um menino mau, eu tenho que ser um garoto mau

Eu serei um garoto muito mau, eu tenho que ser um garoto mau

Eu serei um menino mau, eu tenho que ser um garoto muito mau

Eu serei um garoto muito mau, eu tenho que ser um garoto mau

Olhe nos meus olhos

Como você se sente quando eu faço esse barulho?

Mesmo se você tentar evitar ainda vai sentir o meu Rainism

Eu vou lhe fazer o rainism, o rainism

Agora você esta totalmente entregue a mim

Agora eu vou ser um louco , muito louco agora

Agora você não consegue sair dele

[...]

A apresentação acabou, ouvimos alguns aplausos e saímos do mini palco

Logo após o final da nossa apresentação o sinal bateu e nós, eu e os meninos, não estamos com fome, por isso iremos para a cobertura do colégio

[...]

Após algum tempo na cobertura do colégio, Chaeyoung entra pela porta meio enferrujada e passa reto por nós, se sentando num canto qualquer como se não estivéssemos ali. Andamos até ela e eu fui à frente, logo chamando sua atenção

Olha o que eu estou fazendo de novo... É automático

-Hey Chae! -digo "debochando" dela- Você não quer sair daqui não?

Chaeyoung- Não! Eu não quero...-ela diz com uma voz manhosa e debochada- Gukkie! -ela diz debochando totalmente de mim, relembrando um apelido que somente ela usava, me deixando visivelmente bravo, mas só por fora, acho que no fundo, gostei dela ter me chamado assim- Ah! O Gukkie ficou bravinho, foi? -ela faz uma voz de bebê para me irritar-

Ela fica fofa assim, debochando de mim

-Eu tenho certeza de que você quer sair! -digo serrando os dentes, enquanto os meninos nos observam de trás-

Chaeyoung- E você vai fazer o que para me tirar daqui? -ela diz se levantando, ficando cara a cara comigo, sinto que posso ficar corado a qualquer momento-Vai me bater? Ou vai se fazer de boa pessoa, me beijar e nunca mais olhar na minha cara de novo? -abro minha boca, mas nada sai, ela realmente me deixou sem argumento algum, me deixou sem ar e com o batimentos cardíacos acelerados também- Yah! Quer saber, não sou obrigada a perder meu tempo com gente que não me interessa

Ela finamente deixa o local correndo

Yoongi- Wow, temos que admitir... Ela tem muita atitude -diz meu hyung enquanto eu continuo parado ali, tentando recuperar meu ar que ainda parecia faltar- Mas como assim, beijar ela de novo, Gukkie? -o mais velho pergunta debochado-

- Isso não interessa! Ah... Vocês vão na festa do Kai? -mudo de assunto-

SeokJin- Sim, nós já combinamos que vamos ir na festa do Jeongin!

Ficamos o recreio todo assim, conversando sobre coisas aleatórias e toda vez que eles tentavam tocar no assunto de Chaeyoung, eu mudava


Notas Finais


Gostou? Espero que sim!
Esse foi o capítulo, eu demorei um pouco para postar mas ele ficou bem grande!!
Me desculpe qualquer erro, sim?

Me sigam lá: @JujubinhaCrazy
Converse comigo, eu não mordo:
https://curiouscat.me/JujubinhaCrazy


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...