1. Spirit Fanfics >
  2. Incerteza - Jikook >
  3. Conversa Noturna (Com HOT)

História Incerteza - Jikook - Capítulo 21


Escrita por:


Notas do Autor


Gente desculpem
O HOT ta uma B O S T A
Quando tiver o próximo eu vou fazer bonitinho ta? (Spoiler: Jungkook Bottom)
Espero que... Gostem?

E amei os comentários do último capítulo! Amo ler comentários :3
Beijos e corações, podem ler agora

Capítulo 21 - Conversa Noturna (Com HOT)


Fanfic / Fanfiction Incerteza - Jikook - Capítulo 21 - Conversa Noturna (Com HOT)

Jimin voltou para a festa enquanto limpava o rosto com um pedaço de papel toalha. Quando saiu do quarto, algumas pessoas gritaram, fazendo todos gritarem também, olhando para ele. Jimin ficou sem entender e apenas foi procurar seus amigos.

-- Ae, cara! - parabenizou Nanjoon quando o viu.

-- Por que? O que está acontecendo? - ele estava confuso.

-- Estamos em uma festa onde a maioria das pessoas estão bêbadas, quem sai da festa pra um quarto é claro que é por que transou - Nanjoon riu e Jimin corou. Será que eles realmente sabiam o que ele tinha feito?

Logo Jungkook saiu do quarto e todos gritaram e aplaudiram novamente enquanto ele ria. Jimin pensou "ou eles não sabem que foi comigo, ou eles sabem e não ligam", então resolveu relevar e continuar aproveitando a festa.

A música estava bastante animada e todos dançavam igual doidos, e até Jimin se soltou um pouco e estava dançando também. Ele perdeu a conta de quantas vezes alguém sarrou nele "sem querer". Quando começou a se cançar foi para um canto, procurando uma bebida que não tivesse álcool.

-- Cansou também? - Jieun se aproximou de Jimin com um copo de champanhe e o entregou.

-- Sim - ele riu fraco e olhou o copo - Eu não bebo, obrigado.

-- É sem álcool - ela sorriu e Jimin pegou o copo, dando um gole - O que está achando?

-- Muito bom, eu nunca tinha ido em uma festa assim - Jimin se encostou na mesa, e Jieun fez o mesmo - Desde quando está aqui?

-- Faz três dias, vou embora amanhã - ela olhou Jungkook dançar ao longe - Você vai dormir aqui de sábado pra domingo também?

-- Não... Sei - respondeu sincero ao pensar na possibilidade. Seria bom dormir lá sem mais ninguém presente.

-- Eu acho que você deveria - ela o olhou - Sei lá, vocês podem ver filmes e transar.

A menina riu e acabou sua bebida, logo depois voltou para o meio das pessoas, sem deixar a possibilidade de Jimin dizer algo.

A festa durou até duas horas da manhã, e então, ao invés de parabéns, todos tacaram ovo, farinha e água em Jungkook, lhe desejando parabéns. Quando todos foram embora, Jungkook ainda estava imundo.

-- Meu Deus, Jungkook, vai tomar banho - pediu Taehyung rindo enquanto tampava o nariz.

-- Poxa, me dá um abraço - riu Jungkook correndo atrás dele enquanto Taehyun corria de Jungkook.

-- Sai de mim! - disse rindo enquanto corria.

-- Vai tomar banho logo - Jieun riu - A gente te ajuda aqui em baixo.

Jungkook concordou e foi se lavar, enquanto todos tentavam limpar a sala. Eles estavam cantando músicas de amor juntos e sorrindo quando Jungkook desceu para ajudar. Depois de mais ou menos meia hora eles conseguiram deixar a casa com cara de casa novamente.

-- Amanhã limpamos o resto, galera - disse Jungkook e todos foram para o seu quarto.

-- Hoje foi massa - disse Hoseok se deitando no colchão que fora preparado para ele.

-- Conseguiu pegar alguém? - perguntou Tae se sentando no seu próprio.

-- Claro! - Hoseok riu - Rosé o nome dela.

-- Legal - assentiu Jieun - Eu fiquei mais na minha, mas gostei bastante, ainda bem que deu pra vir.

-- Vamos continuar com aquele grupo - sugeriu Yugyeom de seu colchão - O dos íntimos, aí a gente conversa.

-- Achei uma boa ideia - concordou Hoseok - Aí a gente troca alguns memes sei lá.

-- Acho legal - assentiu Taehyung - E agora Jungkook está com 18 anos! Só falta mais um pra ser realmente de maior não é mesmo?

-- Não vai fazer diferença - Jungkook riu fraco e deu de ombros - Não faço nenhuma questão.

-- Quando eu for de maior vou fazer um monte de coisa - disse Hoseok, com o olhar perdido, pensando no que vai fazer.

-- Quando eu fiz 19 anos eu bebi igual doido - Yugyeom pareceu se lembrar do dia.

-- Quantos anos você tem? - perguntou Jimin um pouco de repente - Que mal lhe pergunte.

-- Tenho 20 - Yugyeom o olhou tranquilo - Depois de 6 meses com 19 anos eu me mudei, queria minha independência logo.

-- O Yug é um ser livre - Jungkook riu.

Eles ficaram conversando sobre várias coisas, cada um fazendo perguntas diferentes.

-- E quais são os fetiches de vocês? - Yugyeom perguntou após uma pequena conversa sobre camisinha e Jimin corou, o fazendo esconder o rosto entre as pernas.

-- Eu tenho com beijo com mordida - respondeu Tae tranquilo - e Também com fita liga.

-- Eu tenho um fetiche estranho com sussurros, aqueles bem sujos sabe? - Hoseok riu enquanto imaginava.

-- Eu gosto de fantasias, pelo o incrível que pareça - disse Jieun e riu - Alguns acham estranho.

-- Não existe fetiche estranho, existe fetiche desconhecido - Yugyeom riu - Eu por exemplo tenho com axilas.

-- Sério? - Hoseok o olhou e ele assentiu - Qual sua sexualidade? Se você quiser falar, claro...

-- Que isso - Yugyeom riu, fazendo um gesto para que ele ficasse tranquilo. Pelo jeito, Yugyeom era muito mente aberta - Eu sou panssexual.

-- Que legal! - exclamou Hoseok sorrindo. Parecia que ele queria falar mais coisa, mas não falou.

-- Meus fetiches agora - Jungkook se ajeitou - Eu tenho naquela farda da escola que nossa... E descobri recentemente que tenho em adrenalina de ser pego.

Jungkook encarou Jimin, o que o fez corar. As vezes a excitação e o desejo fazem você dizer coisas que nunca diria se estivesse normal.

-- Sua vez, Jimin! - Taehyung o olhou - Todos falaram, falta você!

-- O que? - ele se assustou de leve, pois achou que ninguém o perceberia ali, mas óbvio que Tae queria que ele passasse vergonha - Eu...

-- Aqui é todo mundo amigo, Jimin - disse Hoseok ao olha-lo - pode falar.

-- Bem - Jimin pensou em algo para falar - Eu fantasio punições.

-- Nossa, é uma delícia - arfou Yugyeom - Se ainda não fizeram experimentem! É ótimo!

-- Eu vou guardar a dica - disse Taehyung - quem sabe uma... Uma menina que eu pegue não goste ne?

Pouco a pouco, todos começaram a dormir. Jimin era o único acordado e estava mexendo no celular, quando sentiu um pé em seu ombro.

-- Jungkook - ele cochichou e o olhou, mirando o celular nele para enxerga-lo - Você não tava dormindo?

-- Não - Jungkook riu como se Jimin fosse uma criança inocente e se levantou - Vem cá comigo.

Jungkook desceu e Jimin estranhou, mas mesmo assim se levantou e foi atrás, fechando a porta com cuidado após sair.

-- O que foi? - perguntou baixo indo até ele.

Jungkook se virou rápido e segurou o pescoço de Jimin, assim como fez no primeiro dia em sua casa: Apenas com uma mão e de uma forma excitante.

-- Como ousa, Jimin? - perguntou baixo e sexy - Como ousa me deixar tão necessitado daquele jeito?

-- Você gostou? - Jimin sorriu provocativo.

-- Me chamando de safado... - Jungkook estalou a língua enquanto balançava a cabeça - tic, tic... Isso não foi nada legal.

-- É mesmo? - Jimin riu fraco - E o que você vai fazer? Acordar todos enquanto me pune?

-- Isso vai depender de você - Jungkook retirou a camisa do menor e colocou ele sentado na mesa, estimulando seus mamilos com os dedos.

-- Jungkook - Jimin arfou sem querer com um pouco de medo e até meio curvado - Eles estão aqui na frente.

-- Eu sei - Jungkook sorriu malicioso o encarando. Direcionou seus dedos até a cordinha do moletom de Jimin e desamarrou - Agora você que vai ficar com medo, Jimin.

Jungkook abaixou um pouco sua calça, quase nada, e seu namorado sentia seu membro endurecer, sem sua voltade. Ele o pegou e começou a masturbar, em um ritmo normal.

Jimin tampou a boca segurando os gemidos, com medo de acordar alguém. Aquela sensação era tão prazerosa e lhe causava arrepios internos. Não demorou para que Jungkook parasse os movimentos e tirasse Jimin da mesa. O mesmo se encontrava totalmente submisso.

-- Aí Jungkook... - ele cochichou, olhando seu mebro rígido para fora da calça.

-- Agora você vai ver - Jungkook o virou de frente para mesa e deitou seu tronco na mesma, fazendo Jimin ficar com a bunda empinada e soltar um gemido baixo - Imagina, Jimin... Chegam aqui e você tá assim, todo submisso recebendo um castigo... Que vergonha, não?

Jimin ofegou enquanto ele abaixava suas calças, dando pequenos movimentos, quase involuntários, com as pernas por causa do desejo.

-- Não me tortura assim... - Jimin disso baixo e manhoso. Ele estava praticamente nu e Jungkook não estava nem perto disso, apenas colocou seu membro ereto para fora da calça, dando a Jimin uma maior sensação de submissão.

-- Sim, eu torturo - Jungkook cuspiu nos dedo e passou-os na entrada de Jimin, que arfou, necessitado de Jungkook - Agora sim... Cuidado pra não ser pego hem?

Jungkook segurou as mãos de Jimin atrás de si e penetrou devagar. Jimin prendeu a boca para gemer. Sentir aquele membro entrando dentro dele era a melhor sensação do mundo e Jimin tinha que controlar os gemidos.

O menor queria tampar a própria boca, mas suas mãos estavam presas, então teria de controlar tudo.

-- Vai - pediu Jungkook ao começar a estoca-lo - Não quer gemer?

Aquelas provocações eram como uma tortura para Jimin, mas ele estava amando. Jungkook começou a ir mais rápido e Jimin voltou a sentir aquele prazer sem explicação. Já fazia uma semana que não fazia nada, e isso só fez o prazer aumentar. Jungkook sorria satisfeito toda vez que Jimin segurava um gemido, mas Jungkook também se esforçava para não gemer.

-- Ai Jimin... - ele gemeu baixinho enquanto cochichava - Você é tão gostoso... Como consegue?

Jimin queria responder, mas achava que se abrisse minimamente a boca um gemido alto e fino iria sair voando de sua boca sem ele nem ver. Ele tinha uma expressão chorosa e os gemidos internos que soltava eram tanto quanto. Sentir Jungkook o estoca-lo daquela forma era algo que levava ele a deilirar.

Então, Jungkook soltou um tipo de urro interno quando ele chegou ao seu ápice, segundos depois Jimin chegou ao dele. Ele queria gemer alto, mas segurou, o que fez com que o orgasmo aumentasse, e Jimin sentiu seus olhos encherem de lágrimas ao segurar aquele gemido, tendo leves espasmos.

-- Gostoso - Jungkook deu um tapa na bunda de Jimin, que se contorceu manhoso e ofegante - Limpa isso.

Jungkook apontou o chão e Jimin o olhou, onde tinha deixado seu líquido branco cair.

Jungkook lhe deu um papel e Jimin o pegou. Ainda se encontrava nu e ofegante enquanto limpava sua sujeira, abaixado no chão, quase sem forças, totalmente entregue ao maior.

-- Pronto - disse em um sussuro cançado, jogando o papel na lixeira perto da mesa.

-- Muito bem... - Jungkook o levantou e o beijou, Jimin mal tinha cérebro para revidar como devia e o beijo ficou mal encaixado, mas de uma maneira que não era exatamente ruim.

Jungkook colocou seu membro para dentro da calça novamente, ofegante.

-- Se veste, e depois volta pro quarto - eles trocaram um selinho demorado e Jungkook foi para o quarto. Jimin nem sabia de onde ele havia tirado forças para se vestir novamente.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...