1. Spirit Fanfics >
  2. Incerteza no Amor. >
  3. Quantas surpresas.

História Incerteza no Amor. - Capítulo 20



Notas do Autor


GENTEEEE! Como vão?

Por favor não critiquem minha bipolaridade mas, graças a nossa coautora eu consegui mais algumas inspirações, então a fic ainda não acabou.
Agradeçam a ela depois e...

Boa leitura;3

Capítulo 20 - Quantas surpresas.


Fanfic / Fanfiction Incerteza no Amor. - Capítulo 20 - Quantas surpresas.

Pov Kirishima.


Eu ganhei um viagem de aniversário do Bakugo, nós vamos sair hoje. Estou arrumando nossas malas enquanto ele ta tomando banho. 


Ele sai do banheiro com a toalha enrolada na cintura. Pega uma calça jeans branca, uma camiseta preta com uma caveira desenhada e um tênis preto. Passa um perfume importado que ele sempre usa em ocasiões especiais.


--Hmm. E pra que esse perfume aí hein? Não é um exagero?

--Não já que é pra você. *ele se aproxima com um sorriso e me da um selinho abro um sorriso também*

--Então vamos logo! A gente não pode se atrasar! Anda katchaaannn!

--Calma porra. Parece uma criança. Desde sempre neh.


Fomos de carro até o aeroporto. quando entramos no avião, eu fiquei muito nervoso já que nunca tinha viajado de avião antes.


Quando o avião começa a ser ligado, eu gelo e só consigo segurar no pulso do Katchan.


--Hm? Você nunca voou de avião?

--Huh.. Nunca... 

--Relaxa. Você só vai assustar um pouco quando levantar voo e quando for pousar.


Quando o avião começou a decolar travei, só consegui apertar o pulso do Katchan.


Depois de alguns segundos, o avião ficou normal, a sensação de estar no ar era estranha, mas até que não me imcomodava. 


--Ai... *Bakugo falou enquanto massageava seu pulso* Tava com medo mesmo hein? kkk

--D-desculpa.


Viajaríamos pra vários lugares como... Alasca, México, Paris e por último pra praia. Não sei pra qual lugar eu estava mais animado pra visitar. 


O primeiro lugar que iríamos é pro Alasca. Eu durmi na viagem mas ficamos algumas horas no avião, até chegarmos.


(N/A: eu sei que do Japão pro Alasca não são apenas algumas horas, mas coloquei pra facilitar a história)


Chegamos e logo colocamos nossos casacos já que lá é bem frio. Fomos pro hotel onde ficaríamos durante dois dias, a é não falei mas vamos ficar dois dias em cada lugar. No total vamos ficar uma semana.


--Vamos! Eu tava pensando em a gente subir a montanha. E talvez a gente dessa ela por esqui.

--AHH! Mas... Eu não sei esquiar... Só sei na teoria. Nunca tentei.

--É bem fácil. Eu te ajudo quando a gente chegar lá. Mas pra isso temos que ir neh. Anda merda. Tem horário de almoço lá. Vamo merda! 

--Ai nossa, calma. Credo a bomba vai estourar. Eu hein. Vamos então.


Chegamos no pé da montanha onde iríamos começar a subir. O Bakugo adora fazer escalada, não me pergunte o porque. Fomos subindo e, depois de muito tempo finalmente chegamos no topo da montanha. 


Sentamos um pouco para descançar e Katchan começou a me explicar o básico de como se esquia.


--Você vai inclinar um pouco o corpo pra frente, não demais. Fica preparado pra usar o bastão quando for virar ou algo do tipo. *ele explico bastante coisa e então a gente foi pra berada da montanha começar a descer. 

--Err... E-eu não sei não... Eu não apredi ainda e se der merda no meio do capinho hein?

--Larga de ser medroso porra. Vem logo. *ele fala isso, e começa a descer*


Como eu não poderia descer de outro jeito, fui antrás de Katchan. Sinceramente, quase morri, não por acisente ou coisa parecida mas sim de medo. 


Até que não foi tão difícil era so desviar de alguns obstáculos que tinha no caminho, mas a maior parte era linha reta então facilitou bastante.


Quando cheguei no pé da montanha denovo, Katchan estava me sperando.


--Puxa. Já acabou? Demoramos tanto tempo subindo pra descer rápido assim? Que sem graça.

--Quer ir denovo então?

--Eu não hein. Credo, se é doido? *ele começou a rir de mim enquanto voltávamos pro hotel pra almoçarmos. 


No outro dia, foi basicamente turismo passeamos em alguns lugares próximos e observamos o por do sol. De cima da montanha, ele era lindo, tanto o por do sol, quanto Bakugo. 


--Obrigado. *beijo ele e ficamos abraçados por um tempo*


Como já estava ficando tarde voltamos pra durmir e, como no outro dia iríamos pro México já arrumamos nossas malas pra facilitar.


Quebra de tempo.


Estamos no avião, já chegando no México. Acho que quem mais tá animado com isso é o Bakugo já que, as comidas mexicanas são as mais apimentadas. Ele com certeza vai se empanturrar de tanto comer.


Quando o avião já tava pousando ,e sim eu me acostumei já, ele não ficava quieto com a perna.


--Você tá ancioso mesmo pra comer hein?

--Lógico! Eu adoro comida apimentada, e você sabe. Mas que porra! Abre a porta logo pra gente descer!


Depois de muito xingamentos do Balugo com pressa. Descemos e fomos pro hotem onde ficaríamos. Nem me atrevi a me atrasar, já que como na outra viagem ele quase me esgano. Nessa ele explode minha cabeça de tanta pressa.


Fomos pra uma feira gastronômica que tinha alí perto. Bakugo já até sabia o que ele queria comer.


--Eu vou querer comer... Guacamole, Chilli con Carne, enchillada, tacos, burrito e nachos... Acho que esses são os que eu mais tenho vontade...

--Puxa... Você consegue comer tudo iss... Esquece. Eu sei que consegue. 


Fomos primeiro nos tacos, achei bem saboroso. E depois no nachos e burrito. O Guacamole e o Chilli comemos de noite. 


No outro dia, ficamos explorando a cidade, vendo seus pontos turísticos e coisa e tal. Eu queria mesmo, era ir pra Paris. Principalmente por ser a cidade do amor! Queria que a gente tivesse um momento só nosso.


Quebra de tempo.


Em Paris também foi muito legal. Eu e Katchan ficamos andando na cidade. Paris é mesmo linda. Até mais do que nos filmes. 


Ele comprou um cadeado pra gente poder colocar naquela ponte lá. Achei isso muito fofo da parte dele.


O último lugar que faltava pra gente era a praia. Eu gosto de lugares quentes então, também queria muito ir pra lá. Chegamos lá e, eu percebi que o hotel que a gente ia ficar era bem maior que os outros. Como se fosse pra um grupo de pessoas sabe. Mas eu não falei nada.


Quando a gente entrou no nosso apartamento, vi que todos os nossos amigos estavam lá. 


--Ah... Oi gente! 

--Ou Kiri! *Mina diz*

--O-oque que vocês tão fazendo aqui hein?

--Ah. É que o Bakugo pediu pra gente vir. Na verdade, ninguém sabe o porque. Então... Você vai falar oque foi? *Kaminari diz virando-se a Katchan*

--Ainda não, pikachu. Mais tarde todo mundo vai saber. Agora... Vamo pra praia não?


Todos fomos pra praia e fizemos bastante coisa. Jogamos vôlei, nadamos, conversamos bastante também.


Ficamos lá praticamente o dia inteiro até que o sol começou a se por. Katchan resolveu voltar ao apartamento.


--Hm? Onde você vai?

--Buscar uma coisa. Já volto. 


Depois que ele saiu, todos ficaram me encarando como se estivessem esperando alguma coisa de mim. Deu até medo.


--Então... Enquanto a gente espera o Balugo voltar *porque eles esperaríam o Bakugo...?* conta pra gente como que foi a viagem de vocês hein? *Mina diz pra puxar um assunto*

--Ah! Na verdade, foram várias viagens. A gente foi pro Alasca, depois pro México, pra Paris e agora pra praia.

--Caramba... Como que vocês conversaram com as pessoas lá? *Kaminari disse intrigado*

--Na verdade, o Bakugo tava usando um aplicativo lá. Nem um de nós dois sabemos falar linguas estrangeiras assim. Eu hein.


Depois de conversarmos um pouco sobre minhas viagens com o Bakugo ele voltou, com as mãos pra trás.


--Que que você tem ai hein? *falo tentando espiar oque ele tentava esconder*

--Levanta. *ele estende a mão, pra eu me levantar*


Todo mundo concentrou em mim. Que que deu neles hein..O que eles tão...


--Kirishima... *ele se ajoelha*casa comigo?


Todo mundo começa a gritar mesmo antes de eu responder. Não consigo segurar e escorrem algumas lágrimas de meu rosto. Até que Bakugo se levanta e eu escoro em seu ombro.


--Claro seu idiota.

--Nossa, e eu que sou o grosso neh. kkk. *ele fala enquanto coloca o anel no meu dedo*


Depois disso, eu fiquei tão feliz que, não consegui parar de sorrir. Tava muito emocionado com aquilo. E depois que fui parar pra pensar, todo mundo já devia saber disso.


--Vocês todos já sabiam disso neh?

--Aham. Mas... Como você sabe? *Mina fala*

--Desconfiei quando você disse pra gente esperar o Bakugo. Se ele não fosse buscar nada que vocês soubessem, ninguém ia querer esperar ele. Mas eu não sabia o porque. E adorei saber. *escorei no Bakugo que estava sentado ao meu lado*


Na praia, o plano era ficar só um dia, então no outro dia, já voltamos pra casa.


No avião.


--Hm. Saudade da nossa casinha.

--A gente ja ta chegando. O que você achou hein cabelo estranho?

--Do que você tá falando? As viagens eu amei e, o pedido foi perfeito. *digo olhando pra aliança que ele me deu*

--Que bom que gosto. *ele diz escorando sua cabeça na minha*


Pelo jeito ele tava com sono porque, durmiu quase na mesma hora. Ele é tão fofo durmindo... Aiii.... To muito feliz com isso....




Notas Finais


Ou, se alguém aí tiver alguma ideia pra fic, mandai.

Ajudas são muito bem vindas.

Espero que estejam gostando!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...