História Indecisive ( Imagine Twice) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jihyo, Jungyeon, Mina, Momo, Nayeon, Sana, Tzuyu
Visualizações 259
Palavras 4.285
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Fluffy, Hentai, Orange, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi, tudo bom?
Um capítulo maroto pra vocês rs.
Boa leitura.

Capítulo 7 - Indo com calma, ou tentando.


Pov. Tzuyu

Eu não gosto de deixar a (s/n) sozinha com outras garotas, ainda mais com as meninas aqui, eu sei que todas aqui estão tendo sentimentos por ela e por isso é questão de tempo para alguma delas tentarem alguma coisa.

Vamos Chewy - (S/n) me chamou para irmos deixar Sana.

(S/n) me pediu para ir deixar Sana, juntamente com ela, pois ela não conhece muito bem a cidade e tem muita facilidade para se perder.

Não hesitei quando ela pediu, em pensar que ela estaria em um carro sozinha com a tal Sana... não gosto nem de pensar.

Estou pronta, vamos - Sana falou após descer as escadas.

Ela segurava uma mochila não muito grande, acho que era da (s/n).

Me levantei do sofá que estava sentada e segui para a porta, (s/n) e Sana seguiram atrás de mim.

Entrei no carro e coloquei a chave na entrada, Sana se sentou atrás de mim no banco traseiro.

(S/n) estava arrodeando o carro, a garota abriu a porta e iria se sentar ao meu lado no banco do passageiro.

Senta aqui comigo (s/a) - Sana pediu assim que (s/n) iria sentar.

A mais nova sorriu e fechou a porta seguindo para o banco de trás, a garota se sentou ao lado de Sana.

Dei partida no carro e pisei meu pé no acelerador assim que as garotas colocaram seus cintos de segurança.

Durante o trajeto eu olhava para as garotas conversando atrás de mim, Sana sempre passando a mão na perna da (s/n).

Tenho que admitir que eu não estava gostando, (s/n) sorria tímida quando a garota passava seus finos dedos por sua coxa.

Depois eu te devolvo sua mochila - Sana falou olhando a menor.

Quando a gente se ver de novo você me devolve - (S/n) falou sorrindo para a garota.

_Depois eu te devolvo suas roupas também.

Não se preocupe com isso - (S/n) falou gentil.

Sana mostrou um sorriso tímido.

Olhei para (s/n) ainda pelo retrovisor, ela é tão bonita, seus olhos me fazem entrar em outro universo, quando nossos olhares se batem eu quase não consigo resisti-la.

Por quê estou falando isso?! Eu pareço apaixonada... não, não estou, essas coisas não acontecem comigo, não mesmo.

Vamos sair qualquer dia desses - Ouvi Sana dizer.

Aham, a gente vê algum dia depois - (S/n) falou, meu coração chegou a doer.

Eu não posso afastar (s/n) de todas as garotas, tenho que aceitar que ela sempre vai estar com alguem.

Vamos também Tzuyu - (S/n) falou fazendo com que eu saísse de meus pensamentos.

Vi Sana mostrar uma leve  expressão de raiva/tristesa quando a menor me chamou.

Pra onde? - Perguntei fingindo não ter ouvido a conversa das duas.

Eu não sei, vocês conhecem a cidade melhor do que eu - Falou sorrindo.

Podemos ir para um pequeno barzinho, não é muito longe da minha casa - Sana nos propôs.

Me parece bom - Falei.

Eu gostei - (S/n) falou.

Então está marcado - Sana falou sorrindo.

Pode ser sexta - (S/n) falou alternando seu olhar entre eu e Sana.

É, sexta eu posso ir - Sana falou.

Pode ser, sábado eu e (S/n) não temos aula, então podemos ir tranquilas - Falei olhando para a estrada.

Então vai ser sexta - (S/n) falou sorrindo.

Sana e eu assentimos.

Demorou alguns pequenos minutos e logo chegamos a casa de Sana.

Quer que eu te acompanhe até a porta? - (S/n) perguntou assim que parei o carro.

Quero sim - Sana falou tirando seu cinto e logo abrindo sua porta.

Eu vou esperar você aqui (s/a) - Falei enquanto a menor tirava o cinto.

Ok Tzuyu - (S/n) falou enquanto saia do carro.

Tchau Tzuyu - Sana falou me olhando pela janela.

Tchau Sana - Falei sorrindo calmo.

Já volto - (S/n) falou sorrindo e olhando para mim.

Assenti e vi as duas seguirem para a porta da casa de Sana, encostei minha cabeça no banco e suspirei ao lembrar do olhar da garota.

Pov. (S/n)

Quer entrar? - Sana me perguntou assim que abriu a porta de sua casa.

Não obrigada, Tzuyu está esperando - Falei sorrindo gentil.

Tem certeza? - Sana me olhou malicioso.

Entendi aonde ela queria chegar.

Por quê quer que eu entre? - Perguntei a olhando.

Por quê? - Sana falou olhando pra mim.

Porquê eu gosto de você - Sorriu e mordeu o lábio me olhando.

Sorri e olhei para trás, vi Tzuyu nos encarar.

_Não vou deixar Tzuyu aqui fora sozinha.

Aish - Sana murmurou olhando para baixo.

Olhei para Tzuyu novamente de canto de olho, a garota estava pegando algo no porta luvas.

Entra rapidinho - Sana falou levantando sua cabeça.

Pensei se deveria ou não entrar, eu sabia o que Sana queria. Após pensar um pouco eu decidi que era melhor eu entrar logo.

_Está bem.

Sana entrou e logo eu entrei atrás dela, deixou a porta aberta e seguiu para a cozinha.

Sana - A chamei no caminho para a cozinha.

Oi - Sana parou e se virou para mim.

Sem demora e enrolação não cessei os meu passos, continuei andando em direção da garota e agarrei seus lábios, Sana pareceu ter ficado levemente surpresa mas correspondeu ao beijo.

Coloquei minha mão em seu pescoço e Sana colocou suas mãos em minha cintura, a garota pediu passagem com a língua e logo cedi, senti a garota apertar minha cintura e puxar meu corpo para mais perto de si.

Senti a língua da garota explorar minha boca, Sana arrastou suas mãos para as costas de minha cintura e entrelaçou seus dedos.

Ao final do beijo mordi o lábio da garota e o puxei, assim que o soltei sorri e a olhei.

_Posso ir agora?

Agora pode - Sana me olhou e sorriu.

A garota me deu um selinho de 2 segundos e soltou minha cintura.

Me virei de costas para Sana e segui para a porta, a garota ficou me olhando enquanto eu andava.

Assim que sai de sua casa, fechei a porta sem pressa e sorri a olhando até a porta fechar.

A garota parecia avoada, sorria me olhando.

Mas, eu não era menina sem atitude?!

Demorei? - Falei assim que entrei no carro.

Me sentei ao lado de Tzuyu.

Não muito - A garota falou e deu partida no carro.

Tentei parecer tranquila, não queria que Tzuyu soubesse que eu e Sana havíamos acabado de nos beijar.

É um pouco estranho ficar sozinha com Tzuyu, isso me lembra o dia que ficamos sozinhas em casa. Eu não consigo saber o que Tzuyu pensa a respeito disso, ela não tocou no assunto, eu queria perguntar algo, eu devo?

No que está pensando? - Tzuyu perguntou me olhando.

Em nada, nada de mais - Falei a olhando.

Nada de mais - Tzuyu falou olhando para a estrada.

Tzuyu chega a ser tão misteriosa quanto Chaeyoung, as duas me deixam com muitas duvidas, é tão difícil decifra-las, apesar de eu ter uma pequena ideia formada sobre Tzuyu.

Por quê está me olhando assim? - Tzuyu perguntou sorrindo, alternou seu olhar entre eu e a estrada.

Assim como? - Falei ao perceber que a olhava.

Não sei, como se quisesse saber o que estou pensando - Falou parando o carro no sinal vermelho.

_Eu bem que gostaria de saber o que você está pensando.

Por quê? - Falou me encarando.

Eu não sei, acredito que você não tem muitas dúvidas sobre mim, eu queria não ter dúvidas sobre você - Falei.

Você tem dúvidas sobre mim? - Tzuyu perguntou rindo.

Tenho, isso é injusto - Falei fazendo um pequeno aegyo.

Não é não, e para de ser boba - Tzuyu falou e apertou minha bochecha.

Eu não sou boba - Falei parecendo estar brava.

É sim, sua boba - Falou apertando mais minha bochecha.

Ai, para Chewy - Falei rindo.

Implore misericórdia - Falou apertando as duas bochechas.

Não, não vou implorar nada - Falei tentando tirar suas mãos de meu rosto.

Não vai? Isso pede punição - Falou um pouco mais séria.

_Então vai, me pune.

Assim que eu falei isso, Tzuyu ficou mais séria, a garota me olhou e fixou seus olhos aos meus.

Alguns carros atrás de nós começaram a buzinar, o sinal havia sido aberto.

Tzuyu voltou sua atenção a pista, a garota ficou um pouco mais séria, eu não sabia o que dizer. O que eu falei demais?!

Ela parecia pensar em algo.

No que está pensando? - Perguntei assim como a garota havia perguntado antes.

Tzuyu olhou pra mim e sorriu, parecia ter saído de seus pensamentos profundos.

Que horas vamos sair na sexta? - Tzuyu perguntou olhando para a pista.

20 horas? - Perguntei a olhando.

Pode ser - Falou me olhando rápido.

Demoramos mais alguns minutos rápidos e logo chegamos em casa.

Tzuyu e eu saímos do carro e logo seguimos para a porta, Tzuyu a abriu e me deixou passar, logo a garota entrou atrás de mim.

Com fome? - Tzuyu me perguntou seguindo para a cozinha.

Não muito - Falei a olhando

Tzuyu começou a tirar sua jaqueta de couro, a garota usava uma blusa preta por baixo, ela olhou pra mim e sorriu assim que tirou a jaqueta.

Engoli em seco.

Acho que estou com calor - Falei a olhando.

Quer que eu te molhe? - Perguntou se aproximando mais de mim.

A olhei estática.

Vocês chegaram - Momo falou chegando na cozinha.

Chegamos agora - Tzuyu falou normalmente.

É, che... chegamos agora - Falei tentando me acalmar.

Eu vim pegar algo para comer - Momo falou abrindo a geladeira.

Eu vou... vou tomar um banho - Falei.

Tzuyu me olhou e sorriu de canto de boca.

Quer ajuda para banhar? - Momo perguntou depois de ter fechado a geladeira.

Tzuyu a olhou com um olhar fuzilador.

Sorri nervosa.

_Não precisa Momo, obrigada.

Momo sorriu e se aproximou mais de mim.

Que fofa, ela tá ficando vermelha - Momo falou e apertou fraco minha bochecha.

Sorri tímida.

Momo saiu e subiu as escadas segurando uma garrafa de suco na mão.

Eu... eu vou banhar - Falei e subi as escadas deixando Tzuyu sozinha.

Entrei no meu quarto e fechei a porta, tirei minha roupa e entrei no banheiro apenas de roupas intimas, as tirei no banheiro e abri a torneira da banheira.

Esperei a banheira encher e logo entrei na mesma pronta para tomar um banho relaxante.

Eu já havia banhado hoje, mas como eu sai e falei que iria banhar para fugir da vergonha com Tzuyu, eu terei que banhar de novo.

Comecei a cantar algumas musicas.

Logo após terminar de cantar one in a milion do girl group da nação... esqueci o nome do grupo. Parei para pensar um pouco.

O que eu vou fazer com Sana? Tudo bem, eu gosto de beija-la, eu gosto dela, mas isso não quer dizer que temos uma relação.

Eu estou tentando me manter na "linha" e ir com calma com as garotas, eu estou indo com calma, ou estou tentando, mas parece impossível com elas, são todas tão interessantes.

Tzuyu está me deixando ainda mais curiosa com seus pequenos mistérios. Ela não demonstra muito oque sente e eu não a entendo, isso me deixa levemente frustrada.

Depois de pensar mais um pouco e cantar mais algumas musicas optei por terminar meu banho.

Sai do banheiro com a toalha enrolada em meu corpo, abri as portas do guarda-roupas e peguei uma moletom cinza juntamente de um short jeans preto.

Abri a primeira gaveta do guarda-roupas e peguei lá minhas roupas intimas, as vesti com calma.

Logo depois vesti o moletom e por ultimo o short.

Me deitei na cama com o meu celular e comecei a responder algumas mensagens.

Respondi mensagens dos meus pais, das minhas irmãs e de alguns amigos, Jefferson realmente quer que eu leve um coreano para ele.

Comecei a responder algumas mensagens de Nayeon, ela parece sentir minha falta, assim como eu também sinto falta dela.

_Acho que vou ligar para ela.

Apertei o botão de chamada e esperei a garota me atender.

Levou alguns segundos e ela logo me atendeu.

_Alô? Oi amo... (s/n).

_Oi Nayeon, tudo bem?

_Estou bem, na verdade eu estava dormindo.

_Ahh é, eu me esqueci que ai já é noite.

Você é muito esquecida - Falou rindo sonolenta.

_Nem tanto.

_É sim.

_Eu não me esqueci de você.

_É sério isso?! Vai me dar tiro 1 hora da manhã?

Não consegui evitar - Falei sorrindo.

Eu... eu sinto sua falta - Nayeon falou com a voz arrastada.

_Eu também sinto a sua Nayeon.

Estou com saudades de te beijar - Nayeon falou com um pequeno riso no final.

É disso que sente falta em mim? - Perguntei fingindo estar brava.

Também, você beija muito bem - Falou e pude ouvir sua voz maliciosa.

Acho melhor você voltar a dormir, você está levando essa conversa pra outro rumo - Falei rindo.

_Desculpa, não consegui evitar, minha mente é muito maliciosa.

_Eu sei que é.

_Eu sei que você sabe.

_Tá bom, volta a dormir, não quero atrapalhar seu sono.

Eu não quero dormir, quero falar com você - Falou com a voz arrastada.

_A gente conversa depois, você está morrendo de sono.

_Não estou.

_Vou fingir que acredito.

_É verdade.

Fiquei sem falar nada por no máximo 5 segundos e logo chamei Nayeon.

_Nayeon?

A garota não disse nada.

Sabia que ela estava caindo de sono.

_Dorme bem Nayeon, beijos.

É estranho não dizer um "te amo" no final da frase, nós namoramos por pouco mais de um ano.

Finalizei a chamada e desliguei a tela do meu celular, me virei de barriga para cima na cama e fitei o teto.

(S/n) - Ouvi Mina bater na porta e me chamar, estava fitando o teto a alguns minutos.

Pode entrar - Falei me sentando.

Oi - Mina falou entrando e fechando a porta.

_Olá.

Fazendo o que? - Mina perguntou se sentando na cama.

Estava apenas deitada - Falei a olhando.

Deitar é bom - Mina falou sorrindo.

É mesmo, vou voltar a me deitar então - Falei e me deitei novamente na cama.

Não vai me convidar? - Mina falou fazendo biquinho.

Deita comigo penguin - Falei.

Mina sorriu e se deitou ao meu lado.

Você quer ir no meu curso essa semana? - Mina perguntou me olhando.

Quero - Falei fitando seus olhos.

O que vamos fazer lá? - Perguntei.

_Jogar um pouco, eu posso te ensinar a editar alguma coisa se você quiser, e vou te mostrar um pouco da empresa.

Gostei, acho que vai ser legal - Falei virando meu corpo para Mina.

Que tal quinta ou sexta? - Mina propôs.

Sexta não, porque eu e a Tzuyu vamos sair com a Sana - Falei e vi Mina virar seu rosto para cima, fitou o teto.

Vamos com a gente - A chamei.

Não, vocês já combinaram só vocês 3 - Mina falou, ela parecia incomodada.

Mas eu quero você lá - Falei a abraçando e deitando minha cabeça em seu ombro.

Mina sorriu e mordeu o lábio sem desfazer o sorriso.

Mas... - Ela estava começando a falar quando eu a impedi.

Mas nada, você vai e pronto - Falei levantando meu rosto a encarando.

Mina me olhou e sorriu tímida.

Está bem, eu vou - Falou.

Sorri e tirei minha mão de sua cintura, me afastei e voltei ao meu lugar.

Então pode ser quinta - Falei virando meu rosto para a garota.

O que? - Mina falou virando seu rosto pra mim.

O curso - Falei sorrindo.

Ahh é, pode ser - Falou sorrindo de forma calma.

Me virei para Mina novamente, a morena também se virou para mim, a garota colocou sua mão em meu cabelo e começou a acaricia-lo.

Você sente saudades do Brasil? - Mina perguntou fazendo cafuné em meu cabelo.

_Sinto, sinto saudades da minha família, e dos meus amigos.

Como é lá? - Mina perguntou me olhando.

_É bem legal, espero que um dia você conheça.

Você me deixaria ficar na sua casa? - Mina perguntou me fitando.

Claro - Falei sorrindo calma.

Então está marcado, você vai me levar para o Brasil - Mina falou sorrindo.

Ok então - Falei a olhando.

Mina continuava a fazer cafuné em meus cabelos, eu já estava sonolenta, estava começando a cair no sono.

Mina começou a passar a mão em meu rosto, arrastou seu polegar pela minha bochecha, sorri calma e meus olhos começaram a pesar, fui os fechando e logo acabei adormecendo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Acordei já não vendo Mina ao meu lado, me sentei calmamente e olhei para a janela tentando identificar se já estava tarde.

Parece que já são 18 horas - Falei olhando o dia escurecer.

Peguei meu celular ao meu lado e apertei o botão de ligar. São 17:52.

Me levantei com calma e fui no banheiro lavar o meu rosto, apertei a torneira e a água começou a jorrar, enchi minhas mãos e logo despejei a água em meu rosto, assim que o lavei peguei a toalha de rosto e o sequei.

Segui para o quarto e logo fui para a porta para sair, a abri e desci as escadas levemente sonolenta.

Ela acordou - Jihyo falou assim que cheguei na sala.

Todas estavam assistindo, senti o cheiro de comida no fogo, acho que elas estavam esperando a mesma ficar pronta.

Acordei - Falei com a voz baixa.

Mina estava sentada sozinha no sofá da esquerda, me sentei ao lado da garota e a olhei.

Você dormiu bastante - Mina falou me olhando.

Foi? - Falei sorrindo.

Aham - Balançou a cabeça positivamente.

Que sono - Falei apoiando minha cabeça no ombro de Mina.

Mina sorriu e colocou a mão em minha coxa, a acariciou suavemente.

Abri meus olhos e vi um olhar não muito agradável de Jihyo, na verdade, nenhuma garotas estavam com um olhar muito amigável.

Eu vou... vou beber água - Falei me afastando de Mina.

Ok - Mina falou com sua voz calma.

Segui para a cozinha vendo as garotas mostrarem uma expressão mais relaxada. Não entendi.

Peguei um copo assim que cheguei na cozinha, peguei uma garrafa de água na geladeira e despejei a água da mesma no copo.

Vi Dahyun vindo em minha direção, ela me olhava e sorria sem mostrar os dentes.

Oi tofu - Falei assim que a garota chegou na cozinha.

Oi (s/a) - Dahyun respondeu me vendo beber a água.

Ainda com sono? - Dahyun perguntou me olhando.

Não muito - Falei olhando para a garota.

Acho que você não vai dormir mais agora - Dahyun falou sorrindo.

Vou ficar acordada sozinha - Falei fazendo biquinho.

Eu fico acordada com você - Dahyun falou chegando um pouco mais perto de mim.

Fica mesmo? - Falei a olhando como cachorrinho pedindo comida para o dono.

Claro que sim - Apertou sem força minha bochecha.

Sorri para a garota.

Dahyun sorriu e fitou meus olhos, ela os fitou por alguns segundos, mas logo começou a descer seu olhar, fitou meus lábios enquanto mantinha a mão em meu rosto.

Dahyun mordeu o próprio lábio enquanto olhava para minha boca, parecia se recordar de quando nos beijamos.

A garota voltou a olhar para os meus olhos, sorri tímida, senti minhas bochechas começarem a avermelhar, Dahyun sorriu tímida e olhou para o lado parecendo estar com vergonha de olhar em meus olhos.

Eu vou... vou guardar a garrafa de água - Falei e Dahyun tirou sua mão de meu rosto.

Guardei a garrafa e vi as outras garotas se levantando e vindo para a cozinha.

Vamos jantar - Momo falou alto.

Sorri com a empolgação da garota.

Momo gosta mais de comida do que de humanos - Jeongyeon falou rindo.

Não é verdade - Momo falou.

É sim - Jeongyeon falou assim que chegaram a cozinha.

Eu gosto da (s/a) e a (s/a) é humana - Momo falou se aproximando de mim.

Sorri com vergonha.

Jeongyeon apenas olhou a cena.

Você é uma humana não é (s/a)? - Momo perguntou me abraçando.

Não, eu sou uma alienígena - Falei brincando.

Você é uma alienígena muito bonita - Momo falou aproximando mais seu rosto do meu, apertou um pouco mais seus braços em meus ombros.

Tá bom, vamos comer né - Chaeyoung falou um pouco alto.

Vamos - Momo falou e me soltou.

Olhei para o lado e vi que Dahyun estava olhando para baixo.

Vamos jantar Tofu - Falei e segurei sua mão.

Puxei a garota para seguirmos para a mesa e vi a mesma sorrir me olhando.

Me sentei a mesa assim que soltei a mão de Dahyun, a mesma se sentou ao meu lado e do outro lado estava Tzuyu.

Comecei a comer tranquilamente assim que coloquei a comida em meu prato.

Dahyun não parecia tão incomodada por eu estar sentada ao lado de Tzuyu, quando estávamos na lanchonete ela parecia desconfortável.

Amanhã nós vamos para a academia, não esquece - Tzuyu falou virando seu rosto pra mim.

Ahh é, pode deixar - Falei olhando a garota.

Tzuyu e eu fomos me colocar na academia na semana, antes do halloween, ficamos no mesmo dia, vamos toda segunda, eu fiquei com um pequeno desconforto quando Tzuyu quis me colocar no mesmo dia que ela, mas acho que não vai ser ruim.

Vocês vão para a academia juntas? - Mina perguntou alternando seu olhar entre eu e Tzuyu.

Sim - Tzuyu falou e eu confirmei afirmando com a cabeça.

Ahh, que legal - Mina falou e sorriu fraco.

Olhei para a garota sem entender o olhar desanimado.

 

 

__________**********___________

 

 

Esse filme está me dando mais sono que a voz da Mina - Jeongyeon falou reclamando.

Sorri pelo que a garota disse.

Verdade, que filme chato - Chaeyoung falou concordando com Jeongyeon.

Nós estávamos assistindo filmes a pelo menos meia hora, todas estávamos na sala, e de 5 em 5 minutos alguma das garotas reclamava do filme.

O filme não é tão ruim assim - Jihyo falou, a garota só disse isso porquê foi ela quem o colocou.

É sim - Chaeyoung falou olhando a mais velha.

Então vai dormir - Jihyo falou segurando a bacia de pipoca.

Eu vou mesmo - Chaeyoung falou e se levantou do sofá.

A pequena subiu as escadas e foi para o seu quarto, pude a ouvir trancar a porta.

Essa Chaeyoung - Jihyo falou comendo a pipoca.

Eu já estava me acostumando com as pequenas briguinhas das garotas, chega a ser até engraçado. No outro dia elas já estão se abraçando.

Na verdade acho que também já vou dormir, amanhã é dia de acordar cedo - Mina falou se levantando do sofá.

Deu um beijo de boa noite em cada uma de nós e subiu as escadas com as mãos no bolço de seu moletom.

Como eu estou com sono e o filme está chato, eu também já vou - Momo falou se levantando com preguiça.

Até você achou o filme chato Momo?! - Jihyo falou olhando para a loira de pé.

Momo sorriu e não disse nada, confirmando que não gostou do filme.

Gosto disso na Momo. A loira sempre é gentil e tenta não magoar ninguem, então quando ela não quer dizer algo que possa não agradar alguem, ela não diz nada. Tão bondosa.

Vai dormir - Jihyo falou colocando pipoca na boca.

Não fica brava Jihyo - Momo falou olhando a garota sentada.

Vai dormir, vai - Jihyo falou olhando para a televisão.

Sorri olhando a cena.

Boa noite - Momo falou e abraçou Jihyo rápido, antes de quase levar um pequeno soco nas costas.

Boa noite meninas - Momo falou seguindo para a escada.

Boa noite (s/n) - Momo falou e depositou um beijo em minha bochecha.

Você ainda não foi?! - Jihyo falou erguendo o controle, demonstrando que iria joga-lo.

Já fui, já fui - Momo falou correndo para o seu quarto.

Agora eu também já vou, perdi a vontade de assistir o filme - Jihyo falou se levantando.

Depositou um beijo na bochecha das garotas e logo na minha. Me direcionou um sorriso e parecia tímida ao demonstrar o mesmo.

Sorri sem graça olhando a garota.

Boa noite - Jihyo falou pra mim e logo subiu para o seu quarto.

Quer ir para o meu quarto (s/a)? - Dahyun falou me olhando.

Olhei para Tzuyu e vi que a garota estava olhando Dahyun, parecia meio desconfortável com o pedido de garota.

Uh? - Falei colocando uma pipoca na boca.

_Eu disse pra você que ficaria acordada com você, vou cumprir com minha promessa.

Ahh é - Sorri a olhando.

Tzuyu me olhou como se não quisesse que eu fosse.

Vamos? - Dahyun falou se levantando.

Vamos - Falei sorrindo sem graça.

Me levantei para subir com Dahyun.

Boa noite Tzuyu - Dahyun falou seguindo em minha direção.

Boa noite Tzu - Falei seguindo para a direção de Tzuyu para dar-lhe um beijo.

Vi Dahyun olhar para o lado como se não quisesse ver a cena.

Beijei a bochecha da mais velha e sorri no final do beijo, Tzuyu me olhou com uma expressão séria.

Me virei de costas para Tzuyu e fui na direção de Dahyun. A garota estendeu sua mão para que subissemos de mãos dadas.

Eu também já vou deitar - Tzuyu falou ficando entre mim e Dahyun, fazendo nossas mãos se separarem.

Então vamos - Dahyun falou revirando os olhos.

Desliguei a televisão e subimos para os quartos, Tzuyu foi para o seu quarto e eu e Dahyun fomos para o dela.

Dahyun abriu sua porta e me deixou entrar, logo a garota entrou atrás de mim e fechou a porta.

_Quer fazer o que?


Notas Finais


Não era menina sem atitude?
Nayeon sente saudades.
Dubu e Mina tão amorzinhas.
Um capítulo bem tranquilinho pra vocês rs
Aqueles próximos capítulos que estão por vir cheio de impurezas rs hihi


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...