História Independent of All - Kim Jongin - Capítulo 15


Escrita por:

Visualizações 28
Palavras 1.139
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Policial, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


cor guyssss voltei
boa leitura ♡

Capítulo 15 - Fifteen


Fanfic / Fanfiction Independent of All - Kim Jongin - Capítulo 15 - Fifteen

"Espera ai, me explica isso direito. Você quebrou o pé secando o cabelo?"- Pergunto para Kimmy que estava deitada na cama.

"Eu estava secando o cabelo, e estava sobre um banquinho pois não alcançava o espelho."- Ela iria continuar mas Yuna a impede.

"Eu sei que você é baixa mas, você consegue se ver no espelho."- Yuna desmente Kimmy.

"Não, minha antiga colega de quarto era bem alta e ela mudou o espelho colocando mais para cima e eu não consigo mais me ver, então coloquei fiquei sobre o banquinho, mas quando fui descer aconteceu isso."- Ela diz fazendo uma careta e apontando para o pé coberto com a tala hospitalar.

"Está doendo?"- Yuna pergunta se referindo ao motivo da careta.

"Só está coçando."- Ela diz se ajeitando na cama da enfermaria. -"Mas então Min, e o apartamento?"- Ela pergunta.

"Eu comprei e ele é lindo, vou chamar vocês para passarem uns dias lá."- Digo sorrindo e sou retribuida, antes que Yuna pudesse comentar algo, é impedida.

"Kimmy fiquei sabendo, você está bem?"- O professor de dança entra seguido de Kai com uma cara nada boa.

"Eu estou bem sim."- Ela diz tentando parecer o mais convincente possível.

"Está sim, apenas com a perna quebrada."- Kai diz em um tom de deboche.

"O que você está fazendo aqui?"- Yuna pergunta fazendo cara de não muitos amigos.

"Querendo ou não, sou a dupla dela na aula de dança e quero saber o que vai acontecer enquanto ela estiver machucada."- Ele da uma pausa e percebe que estou ali, se aproxima e deposita um beijo em minha bochecha. -"Oi MinHa."- Ele sorri e logo se afasta.

"Nessas condições está bem óbvio que não vai poder dançar."- O professor diz passando as mãos no cabelo, Kimmy se ajeita mais na cama e me ofereço para ajuda-lá.

"Quer que eu-"-

"Sim! Mas é claro MinHa, que bom que se ofereceu antes que eu pedisse."- O professor diz me abraçando fortemente.

"Mas a Kimmy, eu ia..."- Antes que eu terminasse ele novamente me impede.

"Muito obrigada mesmo, agora Kai."- Ele se solta e olha para o mesmo. -"Sua dupla é a MinHa a partir de agora. Boa sorte, agora devo voltar a dar aula, boa recuperação Kimmy."- E logo sai da sala.

"Chen estava te procurando."- Kai diz para Yuna e a mesma bufa.

"O que ele quer?"- Ela pergunta revirando os olhos.

"Não sei, mas tem algo a ver com a dança."- Ele diz e Yuna se levanta arrumando a roupa.

"Vou ver o que ele quer."- Ela se aproxima de Kimmy que estava apenas observando tudo. -"E você, venho te buscar de noite."- E a beija na testa. -"Min, qualquer coisa me ligue ok?"- Afirmo com a cabeça e ela me abraça e em seguida deixa a sala.

"Quer começar a ensaiar hoje?"- Kai pergunta passando a mão sobre o cabelo.

"Por mim tudo bem."- Me aproximo e dou um beijo em Kimmy. -"Se cuida ok?"- Ela sorri e faz que sim com a cabeça e então eu e Kai saimos para fora de sala.

"Vamos para a sala de dança no segundo andar do prédio 2, esse horário não está tendo aula lá"- Ele diz andando na frente, não digo nada. Era estranho estar ao lado de Kai sabendo que qualquer coisa que eu soltar sem querer, pode acabar com a minha vida.

"Está muito quieta, o que houve?"- Kai começa a puxar assunto no caminho para o prédio.

"Estou normal."- Digo olhando para os lados.

"Não está não, normalmente quando está com suas amigas está maiz animada."- Após isso começo a tentar formular alguma desculpa, mas nenhuma vem em mente. -"Ainda não temos muita intimidade né?"- Ele diz parando ao meu lado. -"Vamos beber algo e depois vamos ensaiar ok?"- Ele pergunta animado.

"Vamos!"- Dou um sorriso fraco e o mesmo pega em meu pulso me levando a direção contrária do prédio, logo nos aproximamos da lanchonete e pedimos 2 sucos de laranja, pegamos e nos sentamos em um dos banquinhos que haviam por lá.

"Dança a quanto tempo?"- Dessa vez eu estava puxando assunto.

"Antes mesmo de entrar aqui na faculdade, ainda era criança e parei, voltei a dançar agora que estou na faculdade."- Ele da uma pausa e encara o nada. -"E você, toca piano a quanto tempo?"- Ele pergunta dando um gole no suco.

"Comecei com 5 anos de idade."- Antes dele perguntar o porque, invento uma desculpa. -"Meu avô gostava bastante de músicas clássicas e ele tinha um piano."- Digo.

"Entendo."- Um silêncio reinou ali, ninguém falava nada, os dois estavam mentindo. -"E como é sua família?"- Ele me encara, prestando atenção no que eu iria dizer.

"Minha mãe tocava piano no Brasil, e meu pai..."- Dou uma pausa e encaro o nada. -"Ele faleceu em um acidente de carro."- Volto a olhar para Kai que já não estava mais com o olhar em mim.

"Minha mãe também morreu em um acidente de carro, mas não foi bem um acidente..."- Ele diz e para no mesmo instante, mas sem mostrar alguma reação, ele continua. -"E meu pai trabalha em uma empresa de carros"

"Essa conversa está muito triste, vamos falar sobre outra coisa."- Digo enclinando o corpo e batendo meu ombro contra o do garoto que parecia um pouco pra baixo, mesmo ele sendo um "inimigo" pra mim, no racha, na faculdade Kai podia ser um bom amigo.

"Ok ok."- Ele diz, finalmente, sorrindo. -"Vamos para os questionários."- O maior diz sorrindo sapeca.

-Questionários? -

"Sim."- Ele se vira para mim. -"Qual sua cor preferida?"- E depois dessa pergunta, veio mais outra, e outra e outra. Ficamos ali até anoitecer e esquecer que tinhamos que ensaiar.

[...]

"Agora já era."- Digo me virando na direção contraria da porta do prédio, onde havia aulas de dança, que estava fechada por causa do horário.

"MinHa!"- Ouço a voz de Kai me seguir e o mesmo parar em minha frente. -"Vai na festa amanhã?"- Ele diz e me lembro da festa que haverá na faculdade.

"Vou sim."- Sorri. -"E você?"- Pergunto observando-o.

"Eu também, mas MinHa..."- Ele da uma pausa. -"Quer que eu te busque?"- Ele pergunta com as bochechas um pouco coradas, sorrio com o ato.

"Se não for incômodo."- Desvio meu olhar do seu já sentindo minhas bochechas começarem a esquentar.

"Ótimo!"' O olho, ele estava sorrindo, jamais veria isso no racha. -"Passo aqui as oito ok?"- Ele pergunta e eu assinto, ficamos segundos sem falar nada até que o vejo com os braços abertos em minha frente.

"O que foi?"- Pergunto dando risada.

"Só queria sentir o vento."- Solto novamente uma risada e percebo sua intenção, vou até Kai e o abraço, sendo retribuída na mesma intensidade, minhas mãos acariciam seus ombros enquanto seus braços estavam rodeando minha cintura e me abraçando forte, depois de um tempo nos soltamos e o maior deixa um beijo em minha testa.

"Nos vemos amanhã Min."- Sorri e então vejo-o virar de costas e sair da faculdade, e eu estava ali com um sorriso bobo no rosto, mas eu estava me sentindo bem, muito bem.


~♡~



Notas Finais


hsuahsuahsus me digam o que acharam da fanfic pleasee ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...