História Independent of All - Kim Jongin - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Tags Baekhyun, Carros, Chanyeol, Chen, Exo, Hetero, Hot, Ilusion, Imagine, Jongdae, Jongin, Junmyeon, Kai, Kpop, Kyungsoo, Lay, Minseok, Racha, Sehun, Suho, Xiumin, Yixing
Visualizações 57
Palavras 1.192
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Harem, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


voltei guyssss
boa leitura ♡

Capítulo 17 - Seventeen


Fanfic / Fanfiction Independent of All - Kim Jongin - Capítulo 17 - Seventeen

"Com licença.."- Digo entrando na sala da diretora, vejo uma garota de costas com o cabelo na cor azul, bem bonito.

"Que bom que veio MinHa."- A diretora se levanta e a garota faz o mesmo se virando em minha direção, ela era um pouco mais alta e poucos traços coreanos. -"Essa é Sook, ela veio do Brasil e ainda não sabe muito da língua, por favor a ajude com isso."- A diretora diz amigavelmente, a garota faz uma pequena reverência à ela e vem em minha direção, saio da sala e a garota logo em seguida.

"Então você também é do Brasil?"- Pergunto puxando um assunto enquanto saimos daquele prédio.

"Pois é, a diretora insistiu para que eu andasse com você pois também é Brasileira."- Ela diz rindo. -"Nasci no Brasil e com 8 anos vim para a Coreia, mas com 14 voltei para o Brasil e agora estou aqui."- Ela diz em um tom baixo, parecia triste.

"Veio a pouco tempo?"- Pergunto novamente puxando assunto enquanto íamos para o dormitório.

"Mais especificadamente ontem, é a minha segunda vez na Coreia, na primeira vez aconteceu muita coisa e tive que voltar para o Brasil."- Ela diz olhando para os lados, as pessoas nos encaravam fixamente e só agora que eu percebi que estávamos falando em português.

"Entendi, o Brasil continua a mesma coisa?"- Falo, agora em coreano, a garota de cabelos azuis faz que sim com a cabeça, parecia estar pensando em algo.

"Meu quarto é aqui."- Ela diz apontando para a porta de número 27.

"Ah o meu é 63, mas vou me mudar hoje."- Digo e fica um silêncio chato entre nós, odeio começar amizades novas.

"Bom, até outro dia."- E então Sook entra em seu quarto e vou em direção ao meu.

" 'Opa'"- Yuna diz quando entro no quarto.

"O que é isso? Sabe o que significa?"- Pergunto rindo e sentando em minha cama.

"Não, mas nós falavamos muito isso anos atrás."- Em seguida ouço um barulho na porta do banheiro, e logo uma Kimmy saindo dali.

"Oi Min."- Kimmy diz se apoiando em Yuna e vindo até minha cama. -"Então, como é a garota?"- A menor se senta ao meu lado.

"É meio brasileira meio coreana, o nome dela é Sook e tem os cabelos azuis."- Imediatamente Yuna me olha assustada, mas eu continuei sem entender o motivo.

"Cabelos azuis, ela deve ser legal."- Kimmy diz se ajeitando na cama com a ajuda de Yuna.

"Ela é legal só pelo cabelo?"- Yuna se afasta e se senta na ponta da cama.

"Sim, ela tem bom gosto azul é uma cor bonita."- Ela da uma pausa e me olha. -"Por que não pinta o cabelo de azul também Min?"- Ela pergunta fazendo eu e Yuna nos encarar.

"Já tive o cabelo azul, mas prefiro o roxo."- Digo sorrindo, Kimmy faz uma cara pensativa e faz que sim com a cabeça. -"Yuna do meu coração."- Me aproximo da mesma fazendo uma voz manhosa.

"Não tenho dinheiro."-

"Credo."- Me afasto novamente. -"Iria pedir o carro emprestado novamente, vou levar algumas roupas hoje."- Digo pegando algumas caixas e colocando uma sobre a outra.

"Tudo bem, MinHa amanhã é domingo não beba muito hoje porque tem "aquilo" amanhã."- Só faltava Yuna escrever racha na testa de tão óbvio que estava.

"Gente, vou andar de muletas a partir de amanhã ok?"- Kimmy entrou na conversa mas sem tirar os olhos do celular.

"Ok, vai querer ajuda?"- Yuna pergunta olhando para a menor.

"Não precisa, o empregado do meu pai vai vir trazer aqui."- Kimmy diz, coloco a última caixa no chão e olho para Yuna.

"Pode ser?"- Pergunto me referindo ao carro.

"Pega."- Yuna se estica e pega a chave que estava sobre a mesinha e joga em minha direção. -"Quero meu carro intacto ouviu Kim MinHa?"- Yuna da uma piscada para mim.

"Com licença, a corredora aqui é quem?"- Digo sem pensar e vejo Kimmy nos olhar de rabo de olho. -"Mas então, vou levar lá e depois eu volto para Kai vir me buscar."- Digo abrindo a porta.

"Kai?"- As duas dizem em uníssono mas, com intenções diferentes.

"Sim, ele se ofereceu pra me levar então aceitei."- Digo dando de ombros, pego 3 caixas e saio do quarto. Agora imaginem, uma garota toda desastrada, segurando 3 caixas de uma vez sem ver para onde está indo, era eu.

"Quer uma ajuda?"- Ouço vozes familiares.

"Chanyeol e..."- Encaro o garoto baixinho de cabelos pretos. -"D.O!"- Digo e vejo o mais velho sorrir.

"Para onde está indo?"- Chanyeol pergunta pegando duas das caixas em minhas mãos.

"Vou me mudar e pretendo fazer isso entre hoje e amanhã."- D.O pega a outra caixa e vamos em direção ao carro.

"Onde vai morar?"- Mostro o papel com o endereço maracado e D.O parece estranhar um pouco. -"Mas ai..."- Antes que D.O terminasse Chanyeol o interrompe.

"Esse é o carro, certo?"- Faço que sim com a cabeça e abro a porta para que eles colocassem as caixas lá dentro. -"Estou devendo uma pra vocês."- Digo sorrindo e sendo retribuída.

"Então...Até mais tarde?"- Chanyeol começa a se afastar junto com D.O.

"Até."- Aceno para os dois e entro no carro, começo a dirigir e pensar sobre a festa até que meu celular toca, espero me aproximar mais do prédio e entrar no estacionamento, enquanto procurava uma vaga atendo o celular.

"Alô?"

"MinHa? Oi é o Kai"


"Kai? como conseguiu meu número?"



"Isso não vem ao caso agora, tem como você passar na minha casa para irmos juntos à festa?"



"Ah por mim tudo bem, me passa o endereço"


"Te mando por mensagem, até de noite"


Desligo o celular e o carro, pego as caixas e vou em direção ao elevador e o chamo, olho rapidamente no relógio para ver as horas, já eram seis da tarde, não daria tempo de voltar para a faculdade. Enquanto o elevador subia arrumava as caixas onde parecia ficar mais pesada a cada andar. Saio do elevador dando de cara com o corredor, nunca havia reparado mas na parede tinha alguns  quadros com paisagens bem bonitas. Destranco a porta com dificuldade e entro colocando as caixas no chão, em seguida sinto meu celular vibrar, não dou atenção pois devia ser Kai mandando o endereço, então começo a tirar meus pertences da caixa e arrumar pela casa.


•ㅅ•


"Acabei."- Digo me jogando no sofá, metade das minhas coisas estavam no apartamento já, falatava apenas coisas da faculdade, ligo a televisão e começo a passar os canais até perceber a hora.


19:27


Dou um pulo do sofá e vou direto para o banho, tomo um banho rápido "poxa nem pude aproveitar meu primeiro banho no apartamento novo" Saio do banho e coloco meu vestido preto com meu salto preto e vermelho e arrumo minha bolsa, meu celular tocava desesperadamente mas, não lembrava onde ele estava e o som era abafado, mas consegui achá-lo entre algumas almofadas, estava saindo do apartamento quando meu celular toca.


"Kai?"


"Oi Min, não saia da faculdade vou conseguir te buscar"



Eu já estava do lado de fora do apartamento e fiquei ali parada sem saber o que fazer.


"Mas eu já estava saindo..."


"Eu também"



Minha atenção se desliga da chamada e foca na porta que havia a alguns metros de distância da minha, ela se abre e revela um garoto ali...


-Kai...?



Notas Finais


heueheuehue me digam o q acharan plss ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...