1. Spirit Fanfics >
  2. Indestrutível É Ter Você! >
  3. Será

História Indestrutível É Ter Você! - Capítulo 23


Escrita por: YunaLee21

Notas do Autor


Boa leitura!!! 📚😘

Capítulo 23 - Será


Fanfic / Fanfiction Indestrutível É Ter Você! - Capítulo 23 - Será

Será?

Despertei sentindo o cheiro doce dos cabelos da Melissa, abri os olhos vendo a claridade lá de fora que invadia o quarto timidamente. Cocei os olhos que estava meio grudado e parei o olhar sobre a Melissa do meu lado que dormia tranquilamente como um anjo travesso.

Sorrir lembrando da primeira vez que nós encontramos, eu sei que eu era um dom Juan nato como se diziam; mas nunca forcei uma garota fazer nada contra a vontade e muito menos ataquei elas no primeiro segundo agindo como um tarado. Mas não sei o que aconteceu aquele dia, não entendo porque agir daquele jeito porque eu desejei tocar os seus lábios como se eu tivesse muita saudades se era a primeira vez que nós encontramos.

Toquei seu rosto tirando alguns fios de cabelo que cobria sua bochecha, ela resmungou fazendo biquinho apertando os olhos e se achegou mais em mim me abraçando deitando sua cabeça sobre o meu braço. Sorrir correspondendo o abraço e dei um beijo na sua cabeça deitando novamente me entregando ao sono novamente.

Parado na faixa de pedestre eu via a Melissa do outro lado que assim que me viu sorriu animada acenando as duas mãos. Sorrir de volta me sentindo completamente apaixonado, ela estava linda mas linda do que todos os dias, o céu limpo sobre a nossa cabeça parecia tão feliz quanto nós. Enquanto eu esperava o sinal fecha para mim atravessar olhei para o buquê de flores na minha mão e sorrir e o som de freada de carro me chamou atenção. Tudo aconteceu de modo rápido quando eu vi Melissa já estava jogada no chão coberta de sangue enquanto as pessoas olhava e ninguém fazia nada. Deixei o buquê cair no chão correndo ao seu encontro ao vê-la desfalecida no chão eu chorei gritando não pedindo socorro, mas ninguém parecia me ouvir.

De modo súbito abrir meus olhos sentando na cama, olhei para o lado e Melissa sentou do meu lado com o resto sonolento perguntando se eu estava bem. Sem pensar puxei ela em um abraço apertado, meu coração ainda estava acelerado, eu apertava seu corpo contra o meu aliviado que tudo tinha sido apenas um sonho.

— Shiiiiu, já passou foi tudo um sonho! Sua voz meio rouca e baixa soou nos meus ouvidos enquanto dava leve palmadas nas minhas costas.

— Me desculpa, não queria te assustar! Me afasto encontrando o seu rosto inchado na minha frente e ela sorriu tímida desviando o rosto.

— Ai não me olha assim, eu estou feia! Sorrir vendo seu jeito tímido querendo fugir dos meus braços.

— Você está linda, quero viver momentos assim pelo o resto da minha vida! Digo segurando o seu rosto lhe dando um beijo em seus lábios ela arregalou os olhos me empurrando.

— Não faz isso Jungkook, eu nem escovei os dentes! Seu rosto estava vermelho lhe deixando tão fofa.

— Não me importo! Digo segurando sua mão e ela puxa.

— Pois eu sim, aí que vergonha! Ela foi se levantar e a parei fazendo ela senta novamente na cama e lhe abracei apoiando meu queixo no meu ombro.

— Não tenha vergonha de mim meu amor, eu te amo, amo tudo em você e esses detalhes fazem parte da vida de um casal! Quando a gente casar você não vai despertar todos os dias com os cabelos penteados e maquiada, mas sempre vai ser linda! Ao me ouvir ela se virou me olhando.

— Pensando bem precisamos fazer outro contrato! Franzi a sobrancelha sem entender e ela riu passando as pontas dos dedos no meu rosto.

— Contrato para que? Ao me ouvir ela rir mexendo a cabeça.

— Um contrato aonde você diz que nunca vai me deixa, mesmo quando eu estiver velha talvez gorda com ruguinhas feias você vai seguir me amando! Sorrir tocando o contorno do seu rosto levando seus fios para trás da orelha.

— Não preciso fazer um contrato desses, eu sempre vou te amar, mesmo que vire uma velhinha gorda rabugenta você seguirá sendo minha lindinha! Ao me ouvir ela morde os lábios e me abraça.

— Ai Jungkook, não é justo você ficar me iludindo assim, eu nunca mais vou saber viver sem você! Ela diz me abraçando e rir.

— Isso é bom, assim você nunca vai me abandonar! Ao me ouvir ela se afasta me olhando.

— É lógico que eu nunca vou te abandonar, você é o amor da minha vida! Ela sorrir amável tocando o meu rosto e dou um selinho e ela se afasta saindo da cama.

— Mas nada de beijos com bafinho! Rir ao ouvi-la e quando fui segura-la ela correu para o banheiro  rindo alto e fui atrás.

— E essas escovas? Ela pergunta ao ver uma escova de dente rosa junto com a minha e sorrir.

— Bom achei que um dia você ia precisar! Ao me ouvir ela mexe a cabeça segurando o riso.

— Jungkook você é tão safadinho! Ela diz rindo e rir coçando o cabelo bagunçado.

— Pensando bem acho que você deveria trazer algumas coisas sua para ficar aqui! Limpo a garganta antes de falar e ela me olha desconfiada.

— Você está me convidando para viver com você? Ela pergunta com a boca cheio de creme dental e rir pegando minha escova.

— Queria casar primeiro, mas se você quiser não vai ser uma má ideia! Digo sarcástico e ela rir prestando atenção nas minhas coisas de higiene pessoal sobre a pia de negrito.

— Bom acho melhor a gente não apresar as coisas! Que isso barbeador, você usa isso? Ela me olha surpresa.

— De vez enquanto, sabe quando surge uns pelinhos aqui outro lá! Ao me ouvir ela rir tocando o meu rosto.

— Jungkook deixa eu fazer sua barba? Ela me pergunta com olhar pidão.

— A-a-a agora? Mas não tem nada! Digo meio sem graça por eu não ter barba como outros rapazes.

— Não tem problema, nos fingi que tem, eu sempre tive curiosidade! Ela diz toda animada.

— Ah não é melhor não! Digo tirando o pote de espuma da sua mão.

— Ah vai Jungkook deixa, por favor eu não te machucar eu juro! Tentei manter sério, mas com a cara fofa que ela estava fazendo não aguentei.

— Tudo, mas não vai contar isso para ninguém! Ao me ouvir ela concorda no mesmo instante sorrindo.

— Tá me explica como faz! Ela diz amarrando o cabelo em um coque prendendo com uma caneta que nem sei o que estava fazendo no banheiro e dobrar a manga da minha camisa social que ela estava vestindo.

Sentei na beira da banheira explicando como ela deveria fazer, ela me olhava atentamente concordando com tudo que eu estava dizendo. E como uma criança que estava pronta para fazer arte encheu a mão de espuma passando no meu rosto. Ela estava concentrada tendo o maior cuidado com o barbeador, era pra mim estar nervoso afinal é raridade eu usar essas coisas mas gosto de ter. Ela sorria mordendo o os lábios deslizando o aparelho com todo cuidado, sorrir nunca pensei que um dia eu iria fazer isso.

Meu coração ficou inquieto no peito enquanto eu observava cada detalhe do seu rosto que estava tão perto do meu. A claridade do sol que entrava pela janela tocava o seu rosto deixando ela mais linda, lembrei do sonho e meu coração doeu isso seria apenas um sonho ou um aviso.

— Pronto terminei não te machuquei e agora o que você passa? Voltei em mim ouvindo sua voz ela se afastou procurando a loção após barbear.

— Aqui, hum isso tem um cheiro bom! Ela diz aspirando o cheiro da loção antes de derrubar na mão e sorrindo colocou suas pequenas mãos em cada lado do meu rosto.

— Prontinho! Eu seguia parado apenas observando, ela ficou ela me olhou e piscou e sorriu como uma menina travessa erguendo um pouquinho o meu rosto.

— Beijinhos agora pode! Sorrir quando ela encostou seus lábios úmidos sobre os meus e quando foi se afasta a segurei aprofundando o beijo. Ao nos afastar meu olhar ficou preso no seu e toquei seus lábios, do seu lado meu coração fica inquieto eu fico ansioso ao mesmo tempo me sinto tão bem, ela me transmite uma paz boa.

— Jungkook eu preciso ir, minha deve estar preocupada eu nem avisei que não ia volta e ontem! Ela se afasta ouvindo o som do seu celular.

— Até parece que ela não sabe aonde você está! Digo a seguindo de volta para o quarto enquanto ela procurava o seu vestido.

— Mesmo assim eu tinha que ter avisado, afinal eu não vivo sozinha as pessoas ao meu redor também ficam preocupados comigo! Ela diz tirando minha camisa vestindo o vestido.

— Tudo bem você está certa, eu estou a tanto tempo sozinho que me esqueci como era ter uma família, mas antes vamos tomar café! Digo seguindo para a saída do quarto e ela me para me abraçando encostando o seu corpo na minha costas.

— Eu te entendo meu amor, mas agora você não está mais sozinho, tem a mim os nossos amigos e o cactozinho! Rir ao ouvi-la pra mim só o que me importa é a ela o resto é brinde que quero preservar por muito tempo.

— Eu sei é vou cuidar muito bem do meu cactozinho, mas antes tenho que te alimentar primeiro! Digo dando um leve toque no seu nariz e segui para a cozinha e seu celular voltou a tocar.

— Não meu amor é sério, o café vai ficar para próxima eu realmente preciso ir! Ela diz pegando a bolsa procurando o celular perdido entre as almofadas.

— Mas... Tudo bem eu vou te levar então! Digo procurando minha carteira é a chave.

— Não precisa Jungkook, já pedi um táxi a noite eu volto para te ajudar no resto da mudar se você quiser é claro! Ela diz sorrindo seguindo para a porta.

— Estarei te esperando então, depois eu te mando a senha da porta! Digo acompanhando ela até a porta.

— Ok, nos vemos a noite, bye! Ela me dá um beijo rápido e segui para o elevador que já estava aberto, ela ainda acenou um tchau antes da porta fechar e voltei para casa.

Ao fechar a porta atrás de mim olhei a bagunça da minha sala, eu deveria era pagar alguém para colocar tudo no lugar. Mas se Melissa diz que vai voltar para ajudar o negócio é eu esperar.

Olhei a hora e estranhei já era quase 09:00, eu já estava uma hora atrasado e o Namjoon ainda não havia me ligado. Fui procurar o meu celular e o mesmo estava desligado, fui procurar o carregador e quando consegui ligar o aparelho havia 10 ligações perdidas da minha mãe 5 do Namjoon. Só ai fui lembra que minha mãe iria chegar hoje as 07:00 da manhã e eu esqueci completamente.

Corri para o quarto me arrumar, tentei ser rápido. Quando eu já estava quase pronto a campainha tocou, pensei que fosse a Melissa talvez ela estivesse esquecido algo. Mas a pessoa do outro lado tinha presa e não tirou o dedo da campainha, eu estava com tanta presa que nem olhei na câmera abrir a porta direto e encontrei minha mãe com um olhar fulminante na minha frente que senti meu coração falhar, um misto de alegria e tristeza me tomou.

— Jungkook eu cheguei já faz duas horas, o que você estava fazendo que não atende a porcaria do celular. Essa é minha mãe, depois de três anos quase quatro sem nos ver ela nem mesmo diz um Oie ou um abraço, sei que eu fui errado de ter esquecido mas...

— Eu acordei tarde mãe, meu celular estava sem bateria e eu nem vi! Digo fechando a porta enquanto ela olhava envolta com superioridade.

— Dormindo Jungkook, você acha que me engana eu sou sua mãe cadê ela? Ela pergunta adentrando os cômodos.

— Ela quem mãe? Eu estou sozinho! Digo a seguindo é a mesma para vendo o quarto vazio.

— Que bom, agora peguei suas coisas e vamos voltar para casa! Ela diz seria fria, fiquei um segundo olhando em seus olhos perguntando o que aconteceu com a mulher que eu amava a melhor mãe do mundo, pra onde ela foi? Do mesmo jeito que perdi meu pai, eu sinto que perdi minha mãe também.

— Se veio para isso a senhora perdeu o seu tempo, essa é minha casa e não vou a lugar nenhum! Digo voltando para a sala tentando fazer o nó na gravata.

— Então é assim, você vai deixar o idiota do seu primo tirar tudo que é seu como sua namorada, você já se esqueceu? Respirei fundo ao ouvir suas palavras sarcásticas.

— Sim, já cansei desses joguinhos e na verdade nada é meu é do meu avô e da senhora e meu avô é lúcido o bastante para decidir quem merece afinal somos uma família... antes que eu terminasse de dizer fui atingido por um tapa forte no rosto que me fez vira.

— Nunca mais diz isso, ele não merece nem um centavo tudo é seu, ele não era nem para existir! Minha pele queimou, mas não mais como a fúria e ódio nítido no seu olhar, eu não entendo porque minha mãe ficou assim.

— Trate de por um fim nessa sua brincadeira e volte para casa, eu não quero sujar minhas mãos novamente! Ela diz fria me dando as costas, não entendi.

— Novamente, o que a senhora quer dizer com isso? Ao me ouvir ela para os seus passos.

— Sou sua mãe Jungkook, nunca vou deixar ninguém te machucar ou atrapalhar o seu destino! Ao ouvi-la apertei os punhos.

— Eu não estou te entendendo, mas a senhora não precisa se preocupar com isso, porque se eu me machucar sei me curar sozinho afinal eu já fiz isso uma vez e o meu destino eu decido se vou seguir ou não! Ao me ouvir ela me olha com o olhar trêmulo, meu coração estava rápido que quase estava me entregando mostrando o quanto eu estava nervoso.

— Um dia você vai me entender! Ela aperta os punhos e segui para a saída de casa me deixando para trás encarando a porta.

Suspirei pesado sentando no sofá me sentindo cansado. Porque tinha que ser assim, porque não podia ser diferente? Porque pelo menos uma vez ela não pode agir como minha mãe aceitando minhas decisões ficando do meu lado? Porque pelo uma vez ela não pode  pergunta como eu me sinto, se estou bem? Eu não me preocupo com o dinheiro ou estatus, eu só queria ser feliz queria que tudo voltasse como antes, quando ela se preocupava comigo, quando sorria e me animava a seguir os meus sonhos. As vezes tudo que eu queria era o seu abraço conforte aonde eu me encontrava seguro, seu sorriso dócil, seus carinho!

Será que estou sendo imaturo, infantil demais de pensar e desejar essas coisas tolas como um menino carente? Será que eu estou errado e ela está certa? Será que o verdadeiro caminho é eu abrir a mão da minha felicidade, machucar as pessoas que eu me importo para satisfazer e deixar minha mãe feliz? Eu não sei, eu estou confuso e sinto que estou na beira de um precipício e com um passo em falso eu vou cair na escuridão e tenho muito medo.



Notas Finais


Obrigada por ler!! 🙆💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...