História Indomável como o mar. - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alastor Moody, Alice Longbottom, Alvo Dumbledore, Andromeda Tonks, Angelina Johnson, Antíoco Peverell, Antonin Dolohov, Argo Filch, Arthur Weasley, Astoria Greengrass, Augusta Longbottom, Bellatrix Lestrange, Blásio Zabini, Carlinhos Weasley, Cassandra Trelawney, Cedrico Diggory, Cho Chang, Colin Creevey, Dolores Umbridge, Draco Malfoy, Duda Dursley, Fleur Delacour, Franco Longbottom, Fred Weasley, Gina Weasley, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Jorge Weasley, Kingsley Shacklebolt, Lilá Brown, Lílian Evans, Lucius Malfoy, Luna Lovegood, Merlin, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Mundungo Fletcher, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Nymphadora Tonks, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Regulus Black, Remo Lupin, Rita Skeeter, Rolf Scamander, Ronald Weasley, Rúbeo Hagrid, Severo Snape, Sibila Trelawney, Simas Finnigan, Sirius Black, Ted Lupin, Tiago Potter, Tom Riddle Jr., Zacharias Smith
Tags Harmione, Harry Potter, Romione, Sereias
Visualizações 18
Palavras 812
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente, peço mil desculpas pela demora, mas esse capítulo foi realmente um pouco difícil de ser feito e eu fiquei bem ocupada nesses últimos dias.
Espero que gostem.

Capítulo 16 - Capítulo 16 - Cadê o Harry?










Existem lendas que dizem que quando uma sereia se apaixona por alguém, ela irá protegê-lo à qualquer custo. 

Harry contou uma dessas lendas para Hermione, mas ela não acreditou, por mais que tivesse certeza de que ama Harry, ela nunca acreditaria que uma sereia pudesse se sacrificar por um humano, afinal, é normal que uma sereia se importe apenas com ela mesma.

Mas quando Hermione viu um do Povo do Mar enforcando Harry, algo ferveu em seu ser e ela só queria protegê-lo.

As garras das duas sereias restantes, já que uma estava morta, não lhe causavam mais dor, ela só queria matar aquele que estava fazendo mal para Harry.

Hermione fincou suas unhas na barriga de uma das sereias e lhançou-a contra a outra, fazendo com que ambas caíssem na mesa no centro da sala, as estacas de madeira quebradas e estranhamente afiadas perfuraram o corpo das duas, fazendo com que sangue escorresse por seus corpos, fazendo com que ambas gritassem de dor.

Ela andou de maneira vagorosa até o tritão, que ainda parecia tentar sufocar ainda mais Harry, não se importando com as pegadas de sangue que seus pés deixavam no piso de madeira.

Hermione cravou suas garras na parte de trás do pescoço dele, fazendo com que ele urrasse de dor e sangue escorresse por seus dedos.

Hermione era mais forte do que ele, disso não tinha dúvidas

Ela o afastou de Harry e avançou nele, que a olhava de maneira assustada, como se não esperasse aquilo dela.

Ele estava sentado em sua frente.

_Ertan mistick.

Tenha misericórdia, foi o que ele disse, com os olhos suplicantes e cheios de medo.

Hermione se abaixou um pouco, apenas o bastante para que seus rostos ficassem da mesma altura.

Hermione o analisou atentamente, ela estava no comando.

_Não. - ela disse, antes de fincar suas unhas no pescoço do jovem tritão.

Sangue jorrou por toda sua roupa e sujou grande parte do chão, mas ela não ligou, apenas observou o olhar vago do jovem tritão de olhos vermelhos, que encaravam seus pés. O corpo já sem vida.

Não sentiu prazer ao fazer isso, nunca gostou de matar, nem quando caçava, mas aquilo foi necessário, eles iriam matá-la se ela não tivesse feito isso.

Ela se virou na direção de Harry e se ajoelhou ao seu lado. O coração de Harry ainda estava batendo, ele ainda estava respirando, Harry está vivo, apenas desacordado. Ela não se surpreendeu com isso, Harry é forte, mesmo contra um tritão.

Hermione afastou um pouco o cabelo de Harry, que cobriu um pouco seu rosto, para que ela pudesse vê-lo melhor, e acabou manchando a testa de Harry com sangue.

O celular na mão de Harry começou a tocar. Harry ensinou Hermione a mexer no aparelho, por isso ela não teve dificuldade em aceitar a ligação de Tiago.

_Tiago. - Hermione falou, um pouco ofegante, ao aproximar o aparelho de seu ouvido.

_Hermione? - a voz de Tiago parecia confusa, porém calma - Cadê o Harry?

_Eles acharam Hermione. - ela falou - Três mulheres dois homens, estão mortos, Harry matou um, quase foi morto por outro. - lagrimas silenciosas começaram a escorrer pelos olhos de Hermione até a ponta de seu queixo, para então cairem no chão - Tiago desculpa Hermione. Hermione não queria isso... - Hermione fungou alto e soltou um gritinho abafado - Hermione não queria que Harry machucado. - um soluço baixo escapou de sua garganta.

_Hermione, não saia daí, fique ao lado de Harry. - Tiago falou em um tom autoritário - Estarei aí em um minuto, Alita e Jason também estarão logo aí.

Tiago encerrou a ligação e Hermione colocou o aparelho no chão, bem ao seu lado, enquanto fitava o rosto de Harry, que tinha um arranhão pequeno na bochecha esquerda, porém era superficial, não escorria sangue dele.

_Hermione ama Harry. - a garota sussurrou, enquanto acariciava a bochecha do rapaz, fazendo o mesmo abrir os olhos devagar.

O rapaz demorou um pouco para se acostumar com a luz da cozinha, a falta de seus óculos não ajudava nem um pouco.

Ele olhou para a garota de cabelos cacheados, que o encarava com um sorriso suave.

Os cabelos de Hermione estavam tão bagunçados que a garota parecia ter saído de um furacão e o sangue em seu rosto, mãos e braços fez com que ele ficasse preocupado de repente.

Ela estava machucada?

Quem tinha machucado ela?

Hermione se inclionou sobre o corpo de Harry e o abraçou com força, deixando que suas lágrimas rolassem livres por seu rosto.

Harry afagou os cabelos de Hermione, sem entender o que estava acontecendo, sem entender porque a garota estava chorando, sem entender por que ele estava chorando.

A garota agarrou a camiseta de Harry com força, apertando seu corpo contra o dela.

Hermione não iria perder Harry.

Harry não iria perder Hermione.

Iram lutar um pelo outro.
















Notas Finais


Bem, espero que tenham gostado e me desculpem pelo cap curto e por tê-los feito esperar tanto tempo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...