História Indomável (Imagine jimin BTS) - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~Raisa1988

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Cavalos, Fazenda, Peões, Segredos, Vaquejada
Visualizações 11
Palavras 659
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Óia Amorzinhos mas um capítulo pra vcs espero que gostem

Capítulo 2 - Mal entendido


Minha linda você não deveria ter dançado tanto durante a noite. Olho para Ionná uma das empregadas mas velhas da fazenda de meu pai, minha mãe preta que sempre me protegeu e cuidou de me depois da morte da minha mãe.

-Ionná para mim foi ótimo que meros inchaços na perna, faz com tanta felicidade que sentir em estar no meu lugar novamente .

- Esta bem filha, venha até sua cama que farei uma massagem, até porque precisamos cuidar do futuro vencedor e vaqueiro está na minha frente. Rimos com o seu comentário e logo recebi os cuidados em minhas pernas.

-Filha, você viu o senhor park?

-Está falando do loiro egoísta?

-Filha não o chama assim, ele é o mais rico dentre todos os fazendeiro da região e é um rapaz muito bonito e educado, graças a ele muitas pessoas tem moradias hoje querida.

-Ionná o que adianta você ser um bom homem para a sociedade se você não um bom amigo para o seus animais? Vamos parar de falar dele, preciso me preocupar para ganhar uma vaquejada .

Minha perna já não estava mas inchadas e agradeci muito a ionná por isso, fui escondida para o estábulos olhei minha linda alice , nome que dei a meu cavalo puro sangue e a selei e fui rumo ao centro do rodeio onde aconteceria a semi final onde correria com alguns fazendeiros muito famosos na região, eu estava um pouco com medo de não ganhar e de meu pai descobrisse meu desface. Eu queria muito pode ganhar, para poder disfarçadamente e comprar uns pedaço de terra de meu pai que ele queria vender ,eu vi que perto tinha muitas crianças que deveria estar na escola e se eu ganhar poderia ajudar meu pai ao mesmo tempo ajudaria aquela crianças.

Na semi final eu e mas outros três cavaleiros passamos para a final olhava ao redor sempre para que a pessoas mas próximas não me reconhecesse de mim

Meu pai já estava pra lá de desconfiado e uma hora ou outra olhava para me mas sempre desviava seus olhares para olhar o loiro que parecia ser até seu filho de tantos elogios que um dava o outro. Logo foi anunciado que começaria a corrida fina, me preparei novamente e fui para a pista de partida, soltei um sorrisinho ladino ao perceber que ao meu lado se encontrava o senhor park arrogante. Nus entre olhamos e me encarou mas alguns minutos e arqueou uma das sobrancelhas e cheguei até a se aproximar um pouco seu cavalo, no intuito de tirar dele me abaixei e desejei a aleci boa sorte para nós. E o locutor logo deu iniciou e logo depois o som do berrante iniciando a corrida, olhei para o lado e não havia ninguém perto o park estava a minha frente, com mas alguns galopes rápidos da alice o alcancei. Gritos eufóricos se rodeavam de me, questão de segundo ganhei para o park minha felicidade era enorme que quase retirei o chapéu, me contive a ultima coisa que eu queria era ser desclassificada.

-Parabéns!

Olho para o dono da voz rouca e bem de longe sexy para me.

-você fez uma ótima corrida.

Olhei ao meu redor e todos nus olhavam alguns senhoras casadas que ficavam sem ar por causa do loiro . Ignoro sua presença e monto em meu cavalo, mas por algo ou alguém alice se assusta e me derruba não protegi meu corpo a penas segurei meu chapéu para não cair. O park correu até mim para ajudar e solto um sorriso.

-Como podes ser tão bom corredor se não segura em seu próprio cavalo.

Sentir escorrer sangue de uma parte a baixo do meu peito que eu tinha machucado a areia ao cair sobre uma pedra. Olhei o loiro que me olhava curioso.

-Seu filho de uma******foi você que assustou minha alice.

“Os maiores enigmas do universo se esconde dentro de cada um de nós”


Notas Finais


😍😍😅


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...