1. Spirit Fanfics >
  2. INDOMÁVEL: Oscar Diaz >
  3. .X. - Minnesota

História INDOMÁVEL: Oscar Diaz - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


:):

Capítulo 10 - .X. - Minnesota


pov: Ariane

Sai do museu perplexa por descobrir que meu pai era sucessor de um dos grandes líderes da gangue, na época em que o documento foi feito ele tinha por volta de 5 anos de idade, e já com pouca idade ele recebeu seu apelido e sua posição, mas agora me restava saber como meu pai ainda estava vivo sendo que eles mataram todos os Los Buenos sem piedade.

Saímos com o carro do Oscar e eu tinha feito algumas cópias das páginas para estudarmos depois com o resto do grupo:

- Então você é descendente de um Bueno. - O Oscar disse olhando para mim. - Pensei que já estavam todos mortos mas vejamos o que tem aqui. - ele diz em tom sarcástico. - O sumisso de todos foi bem suspeito eu sabia que tinha algo aí.

- Verdade, todos contavam a mesma história mas tinha que ter algo que mostrasse que a história da polícia não estava certa. - O César diz terminando a nossa conversa.

(...)

Ah, caro leitor, com certeza eu ia querer conversar com meu pai sobre isso mas hoje não, ele faria muitas perguntas, então simplesmente fui pro meu quarto tomar um banho.

Eu ainda sentia o olhar do Oscar sobre mim, o jeito que ele intimidou aquela recepcionista foi um tanto estranho saber que as pessoas tinham tanto medo dele assim, mas eu não sentia isso, eu não sentia medo dele.

Enquanto tomava banho me lembrei que todos os Buenos tinham a tatuagem de três triângulos e então meu pai deveria ter uma também, mas eu precisaria saber aonde, li em alguns documentos que estavam no museu, que essa tatuagem era feita num lugar de fácil acesso caso precisassem identificar a pessoa, mas não era num lugar a mostra para que a associação com a gangue não interferisse nos outros negócios, já que, como eu já disse, a maioria dos Buenos eram homens importantes e muito ricos.

(...)

Quando desci para a conzinha percebi que meus pais conversavam com o Oscar na sala:

- Olá - eu falei - O que ele está fazendo aqui? - eu pergunto a minha mãe que tinha se distanciado  um pouco.

- Nada, ele só veio  conversar conosco para saber se  estamos bem e se seus homens estão trabalhando bem, ele é muito organizado com suas coisas para um chefe de gangue. - minha mãe diz suspirando e depois vai para a conzinha.

- Aliás. - ela fala voltando um tempo depois. - eu e seu pai vamos para Minnesota ver como sua irmã está... e ele vai vir aqui algumas vezes ver como você está... vamos passar uma semana lá.

(...)





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...