1. Spirit Fanfics >
  2. INDOMÁVEL: Oscar Diaz >
  3. .IX. - Segredos de família 0.2

História INDOMÁVEL: Oscar Diaz - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


:):

Capítulo 9 - .IX. - Segredos de família 0.2


pov: Ariane

Saímos com o carro e eu só conseguia sentir o cheiro marcante que o perfume do Oscar exalava, fui obrigada a sentar na frente ao lado do Oscar e o César foi atrás olhando o mapa:

- Não vamos precisar disso. - O Oscar diz depois de um tempo. - Conheço essas ruas como a palma da minha mão.

- Ui. - eu falo zombando do Oscar que me joga um de seus olhares penetrantes.

(...)

E ele realmente conhecia aquela cidade como a palma da mão, logo estávamos no lugar exato que era conhecido por ser difícil de achar, era um  antigo "museu", mas lá não era muito visitado por que: quem queria ver um museu sobre gangues não é mesmo.

Oscar foi na frente e logo sumiu entre as prateleiras e eu e o César fomos procurar coisas sobre os Los Buenos.

(...)

Depois de um longo tempo e a falta de disposição da adolescente gótica que era para ser a recepcionista, conseguimos achar três grandes livros onde tinham anotações sobre os Los Buenos, eu logo paguei o que tinha os nomes dos principais integrantes e seu sucessores, essa informação estava lá pois a polícia e quase todos achavam que os Los Buenos tinham sido mortos.

Passamos cerca de uma hora olhando os livros quando por acaso eu encontro o nome:

lider atual: el Brabo 

sucessor: Ciak Mameni 

Fiquei olhando por alguns instantes, e aquele era o apelido do meu pai!

- César - eu falo ainda perplexa- Olha esse nome Ciak Mameni, parece familiar?

- Mameni não é seu sobrenome? - ele diz me olhando com cara de confuso.

- Sim! E Ciak é o apelido do meu pai! - eu falo. - o nome dele é Carlos sim, mas eu me cansei das vezes em que vi meu avô chama-lo de Ciak, meus tios também o chamam de Ciak, não pode ser coincidência.

- Mas... isso significa que seu pai era líder dos Los Buenos? Mas como ele está vivo?

- O que vocês descobriram? - o Oscar aparece finalmente após escutar a gente falando alto.

Contamos a história para o Oscar, já que ele já sabia de todo o nosso plano, e ao contrário do que eu pensei ele não ficou surpreso nem nada, apenas acariciou seu bigode e suspirou, pegou um cigarro e acendeu:

- Ei você não pode fumar aqui! - a recepcionista diz, mas depois que o Oscar virou para ela e passou a mão na tatuagem de lágrima que ele tinha no rosto ela se calou e saiu correndo.





Notas Finais


espero que estajam gostando


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...