História Indomitable - Imagine Jimin - (BTS) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Imagine, Imkristy, Indomável, Jimin, Você
Visualizações 18
Palavras 1.204
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Lírica, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa
Leitura

Capítulo 3 - "Estou comprometido..."


Sunwoo On
- Cris vá ao riacho!-faço sinais para a mais nova que sorri e assente-E vê se ache sua irmã _______!
 Ela assente e sai de casa, levando Xoxo com a mesma. Começo a preparar o pequeno caldo, quando ouço uma voz
 - Velho maldito, apareça!
 Sao da cabana, encontrando aquele maldito num cavalo e segurando uma corda que estava presa a uma vaca.
 - Está aqui. E vê se o alimenta velho Sunwoo, para ela não morrer.-José falava e a raiva subia-Do jeito que você e sua familia são pobres e sujos, duvido que essa vaca sobreviva até uma semana.
 José jogou a corda ao chão e calvagou para longe.
 - Vá embora e não volte mais seu maldito, não precisamos de nada!-grito tentando correr, mas caio ao chão.
 (...)
 Estava a andar pela vila, na intenção de comprar algo para alimentar direitos minhas netas, eu ainda tinha na cabeça, o por que daquele Park querer ajudar e ser tão generoso assim conosco.
 - Olha se não é o velho Sunwoo.-vi Elisabete parar em minha frente.
 Ela era tipo a mulher de José e sempre aotrmentava minha neta mais velha.
 - O que você quer Elisabete?-perguntei sem paciencia.
 - Soube que a sua querida e amada ______ está se vendendo por mismeras comidas, para poder alimentar o avôzinho velho e a irmãzinha muda e surda.-Elisabete começou a grita-A NETA DESSE HOMEM ESTÁ SEDUZINDO E INDO PARA A CAMA COM O IRMÃO DO DONO DA FAZENDA PARK, PARA NÃO PASSAR NECESSIDADES.-ela parou de falar por uns minutos, enquanto todos olhavam para mim então a mulher olhou novamente para mim-Mais não me adimira, que aquela selvagem e bruta seja uma qualquer.
 - Limpe minha boca sua megerá para falar de minha neta!-digo irritado-Minha filha nunca pediu nada e muito menos se vende para alguém por comida ou qualquer outra coisa. Park Jimin apenas a ajudou.
 - AH CLARO POR QUE SUA NETA COSTUMAVA IR ROUBAR PARA SUSTENTAR VOCêS NÃO É MESMO?-ela gritou novamente.
 - Minha neta nunca precisou de nada disso.-digo-Ela não é uma qualquer igual as que seu querido José se deita toda noite, enquanto você está dormindo em sua cama pensando que ele te ama.-digo isso e me viro saindo dali irritado voltando para minha cabana.
 Mas eu sabia que aqueles burburinhos não iriam acabar por ali.
 
 Cris On
 Eu caminhava pela mata com Xoxo, que se encontrava emm meu pescoço e eu ria. Procurava ______, mas sabia que a mesma se encontrava na fazenda Park.
 Estava próxima ao riacho quando senti alguém me empurrando.
 Me virei rapidamente e vi José, ele me segurou firme  eo desespero tomou conta de mim, começei a me debater e ele me segurava mais forte ainda, machucando meus braços e pulsos.
 Sem escolhas lhe chutei e me levantei pegando Xoxo e correndo para longe. Tentava ir para a cabana, mas estava dificil. Corri o mais rapido que pude até acabar trombando com alguém que caiu ao mesmo tempo que eu.
 Assim que olhei a pessoa, me levantei correndo e a abracei.

 

 _______ On
 Cris me abraçou desesperada e não queria me soltar por nada.
 - O que ela tem?-Jungkook que estava ao meu lado perguntou.
 - Eu não sei!-digo-Mas deve ter sido algo grave. Ei Cris!-a chamei fazendo sinais e a mesma me olhou, ainda assustada-Vamos voltar para a cabana ok?-ela assentiu.
 Encontrei Jungkook calvagando pela mata e de boa educação ele resolveu me acompanhar. Cris estava agarrada a mim , enquanto eu carregava Xoxo no meu colo e Jungkook puxava seu cavalo, carregando a sacola com a comida.
 Depois de uns minutos, chegamos a cabana, Cris entrou correndo na mesma, meu avô estava a tirar leite da vaca e sorri, ao ver que Jimin cumpriu com o que prometeu.
 -  Olá senhor Sunwoo!-Jungkook fez referência ao mais velho.
 - Olá jovem Jeon, como estás?-Meu avô se levantou com difucldade e comprimentou devidamente Jungkook que sorriu.
 - Estou graças a Deus, mas agora eu preciso ir.-Jeon fe referencia e eu me aproximei de si enquanto caminhava até seu cavalo.-até mais _______ e se cuida okay?-ele me abraçou.
 - Até Kookie e se cuida você.-sorri vendo meu amigo montar em seu cavalo e partir.
 Me virei e vi que meu avô se encontrava atrás de mim.
- O que houve com Cris?-ele perguntou e eu suspirei dando de ombros-Ela está bem assustada.
 - Realmente, mas eu não sei vovô.-digo suspirando-Encontrei Cris desesperada enquanto voltava para casa acompanhada de Jungkook, la estava tão assustada que nem quis se soltar de mim, a volta para cá ela grudou em mim. Mas agora vou tentar não deixa-la sair da cabana e nem para muito longe sozinha.
 - Isso é o melhor minha neta.-meu avô disse então, olhei a vaca.
 - Pelo visto Jimin cumpriu o trato e madou trazer a vaca leitera para nós não é mesmo vovô?-sorri alisando ma mecha de meu cabelo, enquanto meu avô cruzou os braços e fechou a cara-O que?
 - Fui até a vila e falaram coisas horriveis de você minha neta.-ele começou a dizer-Estão dizendo todos que você é uma qualquer que está seduzindo e se deitando com o Jimin por comida.
 - Mas o senhro sabe que isso não é verdade vovô.-digo-Eu nunca fazeria isso!!!
 - Eu sei disso minha neta, ams essses rumores irão se espalhar cada vez mais e eu não quero que pense nada disso de minha neta.-ele dizia todo sério querendo despejar algo-Então tomei uma decisão.
 - O que?-perguntei com receio.
 - Você está proibida de ir ou se aproximar da fazenda Park, não quer que traga mais nem uma migalha de lá.-ele diz sério e antes de eu falasse algo ele prosseguiu-E também está proibida de ter qualquer tipo de contato com Park Jimin.
 - Mas vovô!-tento dizer algo.
 - Mais nada está decidid.-ele diz me dando as costas.
 Bufei alto, jogando a cabeça para trás, indo a passos pesados para a cabana, assim que entrei, vi Xoxo no meu colchão, enquanto Cris dormia tranquilamente. Suspirei e me sentei no colchão, pegando meu macaquinho e o colocando no colo.
 - Ah Xoxo, agora relamente eu estou lascada.-digo-Será que eu conseguirei ficar sem ver Jimin?-suspirei me jogando no pequeno colchão.
 
 Park Jimin On
 1 semana depois...
 - Mas Soomin é uma ótima moça Jimin.-Jaehoo me perseguia enquanto eu caminhava até a sala.
 - E o dinheiro dela também não é mesmo Jaehoo?-ironitizei me virando para meu irmão-Eu já disse e repito irei vender minha parte da fazenda e voltar para a capital.
 - Metade da fazenda ta hipotecada e é a sua parte.-foi tipo um tapa na cara o que meu irmão acabou de dizer.
 - COMO OUSOU ESOCNDER ISSO DE MIM JAEHOO!?-gritei.
 - O que houve, porque essa gritaria?-Jiyeon apareceu junto de Elisabete.
 - EU NÃO VOU ME CASAR COM SOOMIN.-grito em alto bom som.
 - Mas porque cunhado?-Jiyeon pergunto.-Soomin é uma boa moça, de uma boa familia.
 - Eu já estou comprometido.-digo a primeira coisa que vem em minha cabeça-Eu amo a mulher que escolhi para mim.
 Assim que disse isso sai de casa e fui ao estábulo, pedindo para Jungkook celar meu cavalo.
 - Ah pequena ______, sei que irei me arrepender de fazer isso...


Notas Finais


O que acharam?
Bjs
Fuiii


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...