1. Spirit Fanfics >
  2. INDOMITUS; interativa >
  3. 0.0 - revelabit (aviso prazo)

História INDOMITUS; interativa - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


» Embora eu tenha sumido (o que não é surpresa para ninguém), ainda não desisti dessa fanfic.

» Resolvi por fim estabelecer um prazo, sendo assim nossa data de entrega final de fichas é para 20 de Junho, podendo ser prorrogado.

Capítulo 4 - 0.0 - revelabit (aviso prazo)


Oito escolas. Com gotas de suor espalhadas pelo rosto, Shacklebolt encarava a capa do jornal a sua frente. Não conseguia entender como o Conselho Mundial de Magia havia permitido a criação daquele projeto. Se o Torneio Tribruxo era perigoso, não conseguia deixar de pensar em como seria o grande Jogo dos Feiticeiros, ou melhor dizendo, o Torneio Internacional dos Bruxos.

Dezesseis jovens viajariam pelo mundo, descobririam segredos das mais destacadas escolas bruxas do mundo, enfrentariam criaturas que não conheciam e desvendariam enigmas. Teriam uma supervisão de adultos para acidentes graves – e a possível morte –, mas quem poderia garantir a real segurança? Ele sabia o quão longe os jovens poderiam chegar, principalmente quando no final, apenas o que fosse digno, receberia o título de Bruxo dos Bruxos. Isso além de uma fortuna e uma porção de outras coisas.

No entanto, algo afligia o homem negro em seu escritório no ministério da magia britânico. Havia trevas espalhadas pelo mundo, muito mais do que se podia imaginar, e ele sabia que alguém deveria estar manipulando aquele jogo para distrair a população bruxa enquanto o maior dos problemas estava se erguendo em silêncio.

— Há veneno em meu chá. — Deduziu tremulo com a xicara nas mãos. — Há veneno em meu corpo.

Kingsley levantou-se com urgência, mas seu corpo tinha dificuldades de obedecer aos comandos. Cambaleou de um lado para o outro como um bêbado. Empurrou seu corpo contra a porta e tentou abri-la. Estava trancada e sua varinha não estava em seu bolso. Tossiu e choramingou. Sangue escorreu por sua boca. Era um homem morto e não conseguia ver com clareza quem estava em seu escritório.

— Sinto muito em fazer isso, Ministro. — Uma voz sussurrou na escuridão do cômodo. — Você sabia de coisas que não deveria saber e nós sabemos que dois só podem guardar um segredo quando o outro está morto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...