1. Spirit Fanfics >
  2. Inebriante ( ABO ) BTS - MIN YOONGI >
  3. "Seu quarto"

História Inebriante ( ABO ) BTS - MIN YOONGI - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Buenas leituras 🤍🤍🤍

Capítulo 2 - "Seu quarto"





Ao decorrer da cerimônia matrimonial , minha mente se ocupa com pensamentos, minha respiração se torna mais difícil , a ansiedade me toma por completa. Mal consigo olhar direito para o mesmo que está ao meu lado, seu cheiro amadeirado e marcante me inebria.

cerimonialista- senhorita? - o cerimonialista chama minha atenção , me fazendo o encarar confusa - assine aqui por favor.. - diz me entregando uma caneta

Sn- a-ah sim - sorrio sem graça , assino e por vez o alfa ao meu lado assina em seguida.

~•••~


Assim que a cerimônia terminou , não consegui falar com "meu marido" , pois Jisoo e onma vieram até mim, me puxando de volta para o casarão fazendo-me trocar de roupa.

Jisoo- Toma! - diz me entregando uma lingerie na cor vinho , me fazendo corar violentamente - e isto também- me entrega um vestido não muito curto .

Sn- Vocês duas ... - paro pra pensar um pouco - vocês duas compraram isto aqui quando?! - pergunto inconformada , pelo que me lembro , não havíamos ido em uma loja que vendia esse tipo de peça íntima.

S/m- pedimos pela internet , já que você dá piti em tudo e não gosta de coisas assim - fala apontando para peça íntima que eu ainda segurava.

Jisoo- ande logo sn e vista-se

Assim que a mais velha manda, entro no banheiro e me troco. Saio de lá e seguimos de volta para o campo.

Sn- onma? - cutuco a mesma

S/m- hum?

Sn- qual o nome dele?

S/m- aish sn ! - me olha feio - você estava aonde com a cabeça? O cerimonialista disse o nome dele , você não ouviu?

Sn- desculpa, estava longe...

S/m- o nome dele é min Yoongi

Yon- Boa noite senhora e senhorita sn... - seu olhar se aprofunda sobre os meus , seu semblante sério me faz tremer um pouco .

S/m - Boa noite senhor Min - a felicidade estampada na cara de mamãe me diz que há algo por trás disso - sn? - me olha , fazendo-me perceber que ainda não o cumprimentei.

Sn- Boa noite... - fito o rapaz rapidamente e tento olhar para qualquer lugar ou coisa . Ouço sua risada nasal .

Yon- Temos que ir... - o olho rapidamente me perguntando WHAT? , ainda deve ser 20h da noite eee-e eu não acho que estou preparada para uma lua de mel. - está corada minha esposa?

Agora que eu devo estar parecendo um pimentão , pressiono meus lábios um contra o outro em nervosismo.

Sn- ani , não é que... - as palavras parecem sumir de minha boca - é que... - só responde sn! Só responde! - não está cedo demais? - pergunto receosa

Yon- Concordo, porém iremos para minha casa ou melhor nossa casa , e fica á duas horas de distância daqui .

Sn- entendo...





~•••~



22:17 p.m

Acordo num susto quando ouço a buzina do carro , olho em volta e estamos de frente para um enorme portão que por dentro consigo ver uma enorme casa.

Yon- acordou - diz bebendo um pouco de água, eu suponho - achei que deveria te carregar até o seu quarto..- comenta num tom zombeteiro?

Espera ... Ele disse o meu quarto? Ah está certo agora o que é dele é meu e o que é meu é dele , aigoo.


O automóvel adentra a residência , desço do carro junto ao Min e subimos a escadaria que leva a uma enorme porta , ele digita a senha e entramos na enorme casa .

Sn- uau - era simplesmente perfeita

Yon- gostou? - diz retirando seu paletó e o jogando no sofá

Sn- é lindo - falo colocando minha bolsa sobre o sofá

Yon- vem - sigo o mesmo até o andar de cima dando visão de dois corredores com várias portas - o corredor esquerdo é aonde fica o meu quarto e o da direita é aonde fica o seu

Sn- como? - minha mente se confude ao ouvir com o que ele diz

Yon- disse que iremos dormir separados , não é porque temos que nos casar de acordo com leis que devemos ser como marido e mulher .

Até que faz um pouco de sentido eu acho , minha está ainda confusa , seria estranho eu ficar com uma pessoa que nem conheço .

Sn- sei... Acho que devo lhe agradecer

Yon- Pelo o que? - se encosta numa pequena cômoda

Sn- Por me d- antes que eu terminasse de falar ele me interrompe

Yon- Como você chegou agora irei ditar as regras - regras , como assim regras? - Você irá dormir no seu quarto e eu no meu , não me incomode ou me perturbe , estou sendo até bonzinho com você , mas porque irei receber visitas e não venha quando não chamada , não chegue perto do meu quarto sem a minha permissão . Não me desobedeça em hipótese alguma , sou o dominador e você é quem é a submissa - submissa? Ele está levando a esse ponto? - de resto falarei assim quando eu estiver com tempo , agora vá para o seu quarto dormir , pois como eu disse terei visitas.

Meu coração se aperta um pouco , em pensar que criei expectativas de que o conhecer por ele ser jovem não faz tanta diferença assim como aqueles velhos babões , a igualdade está na ruindade , a diferença na idade.

Assim sigo rumo ao "meu" quarto e fecho a porta atrás de mim me sentando no chão, encosto minha cabeça a porta e fecho os olhos por um tempo.

Melhor eu ir dormir , mas antes vou tomar um banho. Pego minhas roupas que há dentro de um guarda roupa e adentro a suíte no quarto.

Tomo meu banho e ajeito a cama para poder dormir, uma sede invade minha garganta e resolvo ir tomar um pouco de água. Abro vagarosamente a porta de meu quarto e olho mais a frente , tudo quieto , ando pelos corredores e sinto um cheiro desconhecido , um cheiro feminino eu diria , assim que chego perto das escadas vejo a cena que mais me choca.





















Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...