1. Spirit Fanfics >
  2. Inefável >
  3. Pretinha

História Inefável - Capítulo 36


Escrita por: melcampbell

Capítulo 36 - Pretinha


Fanfic / Fanfiction Inefável - Capítulo 36 - Pretinha

- Instagram On - 


louisebascher: ❤️


- Instagram Off - 


- Neymar Narrando - 


Eu tinha noção que a Lara reagiria mal ao descobrir o que o Thiago fez, ele era o melhor amigo dela, acho que o sentimento deles é tipo de irmão mesmo. Ela chorou muito e no rosto não estava estampado ódio ou raiva, o que seria melhor até, estava estampado a decepção que ela teve com alguém que ela admirava. 


- Ele perdeu a noção não é possível - falou irritada ao ouvir o áudio que o Thiago tinha me mandando 


- Eu sabia que essa história não iria acabe bem, algo me dizia que ia dar merda - Marquinhos suspirou e a Lara fungou 


- Poderia acabar de qualquer forma mas não dessa, o Thiago tinha a obrigação de assumir a filha. Que tipo de homem ele é? - perguntou mas era claro que ela não queria uma resposta - Eu vou em Londres da na cara do Thiago 


- Não faz nada por enquanto, Larinha - pedi e ela me olhou incrédula - Deixa eu conversar com a Louise primeiro? Preciso deixar ela por dentro do assunto 


- Você tem razão - respirou fundo - Mas quando eu me encontrar com o Thiago sei nem o que eu faço 


- Pois eu te conheço e imagino exatamente o que vai acontecer - Marquinhos falou olhando pra ela 


- Não vamos impedir - brinquei e ela riu sem humor 


- Elas precisam de algo? - perguntou de repente 


- Elas estão bem - falei sincero e sorri - A Louise não quis entrar na justiça pra pedir pensão e eu até acho que ela deveria 


- Eu entendo ela - falou pensativa - É obrigação dele mas ela deve estar pensando na filha, deve ter medo dele querer guarda, nem que seja pra perturba-la 


- Tem gente que é capaz mesmo - Marquinhos falou e eu concordei com a cabeça 


- E eu tenho medo da louca da Belle tentar algo com a Maya - falei e ela Lara negou com a cabeça 


- Ela não fa- começou a falar mas ficou quieta - Eu ia dizer que ela não seria capaz de algo assim, porém nunca imaginei que o Thiago seria capaz disso 


- Infelizmente aconteceu - falei e ela passou a mão no rosto 


Depois que a Lara e o Marquinhos foram embora eu decidi ir até a casa da Louise, assim que cheguei dei de cara com a amiga dela que estava toda arrumada e estranhei pela hora. Ela se despediu e eu fui até o quarto da Louise, bati na porta e quando entrei ela estava deitada com a Maya. 


- Oi - chamei atenção delas e a Maya logo procurou a minha voz 


- Oi - sorriu de lado e tirei o tênis, me aproximei da cama e me sentei na beirada 


- Vem cá, pretinha - falei sorrindo e pegando ela no colo - Sua mãe e essa mania de fantasiar você 


- Fica quietinho - Louise resmungou e eu ri, beijei o rosto da Maya e me deitei na cama, ela logo se jogou em cima de mim e eu entendi o que ela queria 


- Acostumou, né? - falei e deitei a mesma por cima de mim 


- Eu disse, né? Ela vai crescendo e não pede a mania disso - Louise falou e eu fiquei passando a mão pelo cabelo dela 


- Tem problema não - falei sorrindo - Gostou do ct?


- Gostei sim - se deitou de lado - Não imaginava que tinha traidor lá 


- Traidor? - perguntei confuso 


- Sim, ele é bonito mas é traidor - falou me olhando 


- Não tô entendendo - falei e ela revirou os olhos 


- Icardi - falou e eu ri fraco 


- Quem falou? - perguntei curioso 


- Uma mulher que estava lá esperando o marido, ela disse que não gostava de futebol mas o destino fez a mesma casar com um jogador - contou e eu imaginei que fosse a Lara 


- O destino adora brincar com as pessoas - ri - Ah, e o Icardi é legal 


- Cuidado com chifre - falou rindo 


- Palhaça - neguei com a cabeça rindo 


- Louise Narrando - 


A Maya completou 10 meses hoje e como a Rafaella e a dona Nadine estavam por aqui decidiram fazer um bolinho para comemorar, dessa vez até o Davi veio e estava doido com a Maya. O Júnior me perturbou tanto que eu decidi morar com ele, os currículos que eu mandei não serviram de nada e antes que eu fosse expulsa do meu apartamento aceitei. 


- Você não pode dar uma bolsa da Louis Vuitton pra uma criança - falei olhando para o Júnior já que ele apareceu com uma mini bolsa da marca pra Maya 


- A minha conta bancaria diz o contrário - falou e eu bufei irritada 


- Não sei o que faço contigo - resmunguei e ele riu 


- Só me ame - falou rindo e se sentou na cama - Ano que vem teremos Copa América 


- E o que é isso? - perguntei confusa 


- Sabe a Eurocopa? - perguntou e eu assenti - É tipo isso porém com as seleções do nosso continente 


- Entendi - balancei a cabeça - E o que tem? 


- É óbvio que eu serei convocado - falou e eu ri baixo pelo jeito que ele falou - E eu tenho quase 100% de certeza que o Thiago também será 


- Eu não tô entendendo - falei confusa - Não enrola 


- Existe chances de vocês se esbarrem - falou direto e eu arregalei os olhos - E tem mais uma coisa 


- Que coisa? - perguntei receosa 


- A Lara descobriu tudo - falou baixo - Ela ficou bem mexida com a história e queria confrontar o Thiago mas eu pedi um tempo pra te contar porém com a Copa América será impossível segurar-la, ela vai matar o Thiago na primeira oportunidade 


- Eu não quero problemas - suspirei - Pelo que você fala ele é muito amigo dela, né? E se ele se irritar por ela descobrir e descontar na Maya 


- Ele não é tão baixo assim - falou me olhando - Acho que não, né? E a Lara não deixaria ele fazer nada 


- Tomara - falei baixinho e encerrando o assunto no momento em que o Davi entrou no quarto, ele estava com a Maya no colo 


- A tia Rafa é louca, papai - falou e se sentou no tapete com a Maya - Tive que salvar a Maya 


- O que ela fez? - Júnior perguntou curioso 


- Vestindo um monte de roupa na Maya - falou e a minha filha começou a engatinhar pelo tapete - Ela não estava gostando 


- Ela tem essa menina - Júnior riu baixo 


- Depois vamos jogar, papai? Ganhei do Jota - falou e a Maya tentou ficar em apoiando nas pernas do Júnior 


- Pa - bateu na perna do Júnior sorrindo - Papa - eu arregalei os olhos e ficou um silêncio no quarto 


- É dindo, filha - corrigi e peguei ela no colo, beijei o rosto dela e a mesma riu


- Pa-papa - tentou repetir e riu como se achasse a coisa mais engraçada do mundo, ela chamou o Júnior com a mão e ele estava petrificado 


- Responde - Davi se levantou e bateu levemente na cabeça do pai - Vai deixar a menina falando sozinha? 


- Minha pretinha - Júnior falou rindo - O papai meio que infartou mas está tudo bem - pegou a Maya no colo e ela gargalhou já que ele jogou ela para o alto 


- Júnior - arregalei os olhos - Não acostuma 


- Vamos jogar que a sua mãe não entende nada - ele falou olhando para a Maya e se levantou saindo do quarto


- O seu pai é louco - falei e ele riu 


- Eu gosto de ter irmão - deu de ombros - Ainda mais sendo bonita 


- Davi - repreendi e ele riu 



Notas Finais


Já sabem, né? Comentem muito!!!

ps: no louisebascher tem vídeos fofos da Maya.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...