História Meu Tesouro - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias EXO, Kim So-hyun
Personagens D.O
Tags Drama, Ficção, Mistério, Realidade, Romance
Visualizações 19
Palavras 1.118
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey! Faz tempo que não escrevo, então desculpe por qualquer erro hahaha
Espero que gostem, e não sou super fã do Kyungsoo, então não apelem pela personalidade, apenas criei uma personalidade que poderia se encaixar na história ;)

Capítulo 1 - Início


Fanfic / Fanfiction Meu Tesouro - Capítulo 1 - Início


SooHyun tinha apenas cinco anos quando um acidente afetou sua vida de uma maneira dolorosa, tinha chego numa nova escola, todos diferentes, e claro SooHyun era aquela criança que brincava na caixinha de areia sozinha,  enquanto as outras crianças brincavam entre elas. Até que um menino de cabelos negros e olhos tão enormes , mas carinhosos, abriu um pequeno sorriso e se juntou com SooHyun.
- Posso brincar com você? –Ele senta perto dela. SooHyun ficou animada e sorriu. Eles brincaram juntos, até que Soohyun foi até o balançador e o menino também foi e ele começou a empurra-la.
- Mais alto! –SooHyun sorria ao ver o lindo céu.
- Estou tentando. –Ele tentava empurrar com mais força. Mas quando a empurrou com todas as suas forças, SooHyun caiu do balançador, o menino ficou surpreso e com medo, as crianças viram e foram correndo contar para a professora, o menino com medo de levar uma bronca, ele se escondeu deixando SooHyun chorando, com seus joelhos ralados, e a cabeça doendo.
- Me desculpe. –O menino repetia para si mesmo, escondido no escorregador. Naquele dia SooHyun tinha medo de se aproximar dos meninos, com medo de se machucar, o único que ela confiou não foi pelo menos dar um apoio moral. O menino não apareceu mais na escola, disseram que ele foi transferido, SooHyun tentava superar seu trauma. Todo dia esperava que o menino aparecesse e pedisse desculpas pelo acontecido, mas nunca aconteceu.
Aos 14 anos, pensava que tinha superado tudo aquilo, e estava até gostando de um rapaz daquela escola, mas a dor física que ela só sentia dos meninos, se tornou uma dor sentimental também, ao descobrir que o rapaz não gostava dela, e mostrou a carta que ela tinha demorado meses para escrever, todos riram da cara dela, a vergonha, raiva, aquele sentimento de sumir, SooHyun sentiu tudo isso. Chegando ao ponto de mudar de escola. No ensino médio, ela ainda tentou dar uma chance para os rapazes, mas sem resultado.
- Você é muito fria. Quero uma namorada mais afetuosa. –Um deles comentou.
- Parece que você não dá espaço para eu entrar na sua vida. –O outro comentou.
- Tem certeza que sentimos o mesmo um pelo outro?
- Você não merece meu amor.
Todas aqueles términos, abalou cada vez mais SooHyun, ela tentava dar um voto de confiança mas aquele medo de se machucar, era maior do que o sentimento que ela tinha pelos rapazes.
Mas e o menino que a tinha abandonado? O que aconteceu com ele?
Bem, primeiro seu nome é Kyungsoo, digamos que sua família ficava sempre de mudanças, por causa do trabalho do pai, ou devo dizer, era só ele e o pai. A mãe do Kyungsoo faleceu de câncer naquele mês que ele teve o contato com a SooHyun, ele sempre vivia sozinho, nunca teve tempo de fazer amizades, afinal estava sempre mudando, e naquela escola ele tentou fazer amizade, tanto que a SooHyun foi a primeira, ou devo dizer a ultima. Ele queria ter pedido desculpas, mas sua mãe havia falecido bem no dia do acidente, e o pai dele decidiu sair daquela cidade e ficar uns seis meses numa cidade de interior. Kyungsoo sem ao menos saber o nome da garota, partiu. No ensino médio, foi estudar no exterior, teve algumas amizades mas nenhuma tão profunda. Voltou para Coreia, e quando se instala na casa, recebe uma mensagem da escola que tinha acontecido aquele acidente, ia ter uma reunião dos alunos daquela série. Kyungsoo suspira.
- Será que devo ir? – Ele joga o celular na cama, e tira suas roupas da mala.
SooHyun recebe a mensagem também.
- Que baboseira é essa? –Ela comenta após tirar uma xicara de café da mesa, sim, ela está trabalhando numa cafeteria. – Mas será interessante encontrar o rapaz que partiu meu coração? –Ela tira onda consigo mesma. – Só tive decepção naquela escola.
No dia do encontro Kyungsoo usou uma camisa branca, calça social e um sapato tênis.
- Está muito elegante? –Ele se olha para o espelho. – Deixa quieto, depois disso vou ver se fui aprovado no trabalho.
SooHyun usa um vestido azul escuro rodado e um tênis branco.
- Acho que está bom. –Ela passa um gloss nos lábios.
Na escola, todos estavam conversando e reconhecendo um ao outro, SooHyun chegou bem discreta, até que o Baekhyun( o menino que a caçoou, com a carta) aparece do seu lado, e estica o braço no seu ombro.
- SooHyun-nah! –Ele sorri.
- Baekhyun? –Ela leva um susto. Na hora ela chuta sua canela. –Bom te ver também. –Ele estava massageando sua canela.
-Yah! Precisava disso tudo?-Ele vai atrás dela.
- Agora estamos quites. –Ela comenta enquanto pega um pouco de comida.
- Mas, então, como que vai a sua vida?
- Bem, trabalho numa cafeteria, e vou começar a estudar Letras. Você ?
- Ah estou trabalhando para o meu pai, sabe como é que é, preciso tomar conta da herança..-SooHyun não dá muita bola, e se afasta.
- Yah! Não pode me deixar falando sozinho, é falta de educação.
- Desculpe, ainda continuo sendo aquela menina chata. –Ela dá um sorriso falso. Ele revira os olhos, se afastando. Ela dá uma olhada no pessoal, todos com sua panelinha, ela fica um pouco triste, pois não tinha ninguém para conversar, então interrompida com uma ligação do trabalho.
–Droga. –SooHyun vai embora da reunião, e corre para seu trabalho.
Kyungsoo fica sem jeito afinal todos tinham a quem conversar, só ele que não. Mas Baekhyun aparece.
- Oh, quem é você?
- Kyungsoo. –Ele responde.
- Ah, foi você que ficou pouco tempo certo?
- Sim. –Ele olha ao redor.
- Mas o que você esteve fazendo?
- Estava estudando nos EUA, e acabei de voltar.
- Uau, que chique, deve ter sido muito bom certo? Viu muitas meninas bonitas lá? –Kyungsoo ia comentar algo, mas seu celular toca. Era do trabalho, dizendo que ele foi aprovado, e que ele começaria hoje.
Kyungsoo ficou contente e foi para seu novo trabalho. Era numa cafeteria, sempre que esteve nos EUA, amava ir nelas, para sentir o cheiro de café, bolos, cookies, e uma música de jazz suave. Era tudo que ele almejava, além da faculdade.
Chegando ao local de trabalho, ele se depara com SooHyun.
- Boa tarde, sou Kyungsoo, sou o novo garçom. –Ele se curva educadamente.
- Sou SooHyun. –Ela comenta. –Então é você que vai me ajudar? –Ela sorri.
- Ne. –Ele fica um pouco acanhado com o sorriso, suas bochechas ficaram um pouco vermelhas.
- Ah que bom. Então podemos começar? –Ela entrega um avental a ele, e toca na máquina de café. – Espero que sejamos bons amigos.
 


Notas Finais


Deixe algum comentário se gostou ou não gostou ><' (quem sabe me inspire mais para postar mais um capítulo)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...