História Inevitável - Larry Stylinson - Capítulo 29


Escrita por:

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Larry, Niall, Ziam
Visualizações 281
Palavras 2.021
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 29 - Juntando os cacos


                         Harry

- Estamos prontos pra ir quando você quiser Harry. - Liam diz, ele me olha da porta do quarto.

-  Só mais um pouco. - Falo.

- Você não comeu nada o dia todo. - Niall diz.

- Eu não consigo comer. Tem um nó enorme na minha garganta. - Falo 

- Você precisa comer. A Lou Não iria gostar de ter ver assim. -  Niall diz.

- Ela perdeu o direito de dizer alguma coisa. - Falo, Niall e Liam  deitam na cama de frente pra mim. Liam enchuga minhas lágrimas.

- Hazza. - Niall diz.

- Eu nem tive tempo de dizer que amava ela. - Sussurro.

-  ela sabia e ela te amava também. - Niall diz.

- Eu sei. Esta doendo tanto. A Lou, nossa Lou, ela se foi. - minha visão fica embaçada devido às lágrimas, Liam me abraça enquanto choravamos juntos a dor da perda da nossa melhor amiga.

- Meninos o corpo está a caminho nos precisamos ir. - Zayn diz.

Nós nos levantamos e saímos de braços dados um dando força ao outro, o caminho ate o cemitério fui curto e silencioso. Não tinha o que falar não tinha palavras pra descrever a dor desse momento.

Desço do carro e vejo a família do Louis toda ali, abraço um por um e quando foi a vez dele dou apenas um aceno, seguindo pra dentro do cemitério.

Paro pra da uma abraço na mãe da Lou, sinto ela me apertar forte.

- Esta doendo tanto Hazza. - Ela diz no meu ouvido. 

- Eu sinto muito, eu sinto por não esta la. Eu sinto por não ter feito nada. - Falo, ela nega.

- Ela amava vocês. - Ela diz, Liam confirma. Entro abraçado com ela, varias pessoas da familia vem falar com nós, Niall esta com a Familia do Louis e o Liam esta com o Zayn, me encosto na parede, fecho meus olhos. 

 E então o caixão chega e eu não imaginava que podia doer ainda mais do que já esta doendo, mais vendo ela ali tão linda, parecendo que esta dormindo, minhas pernas fraquejaram e eu agradeço por alguém ter me segurado firme.

- Não, não por que, por que Lou, por que você fez isso. me dá força, me dá forças, minha irmã. - Liam fala, ele se aproxima do caixão, Zayn tenta acalma-lo.

Não tem uma pessoa nesse lugar que não esteja chorando a partida dela daquela que sempre foi tão boa com todo mundo.

Viro de costas evitando olhar pro caixão é doloroso demais, Louis me abraça e mexe no meu cabelo, me deixando chorar, me deixando molhar sua camisa.

Nos dois estamos chorando, um tentando consolar o outro, os meninos se aproxima, nos abraçamos.

                          ➖➖➖➖

Eu me sinto anestesiado, não sinto fome, dor ou tristeza. Não sinto nada. Apenas um vazio que não pode ser preenchido. depois de deixa minha melhor amiga naquela cova fui trazido pra casa da Jay onde estou agora, deitado em uma cama enquanto alguém fala comigo mas eu não entendo o que falam e ela repete.

 Me fazendo presta atenção, acho que ela quer que eu coma mas eu não consigo fazer o que ela me pede. Porque a dor é tão grande machuca tanto que está me sufocando.

                          Louis

Já faz uma semana que a Lou morreu desde então estou na casa dos meus pais tentando ajudar eles.

Harry,  Liam  e Niall foram trazidos pra ca minha mãe não achou bom os deixar sozinhos. Eu nunca imaginei ver o Harry assim apenas existindo seus olhos estão fundos e escuros pela falta de sono e o excesso de choro.

Ele está funcionando no piloto automático comendo quando mandamos e tomando banho quando minha mãe e eu o ajudamos. Essa situação não pode continuar assim  mais ele não reage, ele não que ajuda, está pouco a pouco se entregando e eu sei disso por que já estive ali no fundo do poço onde nada e nem ninguém importa mais, nem você mesmo.

Me dói tanto ver ele assim deitado na cama em posição fetal enquanto se balança.

-  Oi Hazza, vim te ajudar a tomar banho. - Ele olha pra mim, os olhos sem vida, e distantes como se ele estivesse a milhares de quilômetros. - como você está hoje?

-  bem. - Ele sussura, o ajudo se levantar e o levo pro banheiro onde tiro sua roupa, ele entra na banheira e me deixa lava seu corpo e seus cabelos enquanto ele continua olhando pro nada.

Perde a Lou o quebrou, o destruiu e não sei se ele conseguira se reerguer.

Termino de levar o cabelo dele e ajudo sair do banheiro, levando ele pro quarto. O ajudo se secar e vestir uma roupa limpa.

- você que descer pra comer alguma coisa? - Pergunto mesmo sabendo da resposta.

- Quero. - sorrio, por ele querer sair do quarto pela primeira vez em dias.

Nos descemos, minha mãe vem em nossa direção e abraça Harry, o levando com ela pra cozinha.

- o que você acha? - Zayn diz.

- não sei. Ele está tão distante ainda. Como Liam está? - Pergunto.

-  um pouco melhor que o Harry mas ainda chora derrepente e acorda gritando o nome da Lou na maioria das noites. - ele diz.

- você falou com a doutora Bárbara? - Pergunto.

-  sim ela estará aqui amanhã pra uma seção com eles.  Mas enquanto isso não tem muito o que nos fazermos a não ser mostrar a eles que estamos ali pra ajuda-los. - Zayn diz.

Niall entra na sala e nos encara. Dos três ele é o que esta se segurando mais, apesar que eu acho que é apenas fachada.

- voce esta bem? - Pergunto, ele confirma. Liam entra na sala procurando Zayn com os olhos.

- vem cá Babe. - Zayn diz, Ele vem até ele o Zayn e o abraça.

- como esta Liam? - Pergunto.

- Estou mal, sei que isso nunca vai passar. Mas tenho que aprender a conviver com isso. Ainda está doendo muito. - Ele diz.

- O jantar está na mesa. Vamos comer crianças. - Minha mãe diz.

Sigo Zayn, Niall e Liam, Harry está sentado ao lado da Lottie, Niall senta ao lado dele. Minha mãe nos serve. Vejo o Joaquim pedir colo pra o Harry, ele o pega.

- Amor deixa o Harry comer. - Falo.

- Esta tudo bem. - Harry diz. - Obrigado. - ele diz quando minha mãe o serve, de onde estou posso ve-lo revirando a comida dele enquanto observa o Joaquim comer.

- E o Bear Zayn? - Lottie diz.

- Esta dormindo. - Zayn diz.

- Você não tem dado muita atenção a ele. - Fizzy diz. - Aí. O que? - Fizzy olha pra minha mãe.

- Ele está dando a atenção necessária. - Minha mãe diz.

- Mas a gente que esta cuidado dele desde... - Fizzy diz, ela faz uma careta. - Aí casete para de chuta minha perna.

- Então usa a boca apenas pra comer idiota. - Ele diz, fazendo ela se tocar.

- Desculpa eu não quis falar isso. - ela diz.

Depois que jantamos Harry pede licença e sobe pra o quarto, levo o Joaquim pra escovar os dentes e subo com ele, o coloco na cama e o vejo engatiar pra onde o Harry esta, ele deita do lado do Harry e o abraça.

- Tio posso dormi aqui? - Joaquim pergunta, Harry confirma, nesses últimos dias o Joaquim é o unico que consegue faze-lo sorrir.

- Eu vou esta no outro quarto se vocês precisarem. - Falo, Harry me encara e confirma.

                          Harry 

Eu não tenho mais vontade e nem força para viver, só que eu sou covarde pra tirar minha própria vida não vou negar que já pensei nisso mas simplesmente não posso. Meu Deus o que leva uma pessoa a tomar uma atitude extrema dessas, são tantas perguntas sem respostas que ninguém mais irar responder, ninguém mas irá me ouvir e me abraça me fazendo sentir seguro e isso está doendo tanto, escuto a porta do quarto abri, vejo o Liam e o Niall parados na porta.

-  Podemos? - Niall pergunta, enchugo minhas lagrimas, abro espaço pra eles deitarem do meu lado. - como você está? - Niall pergunta, a jeito o Joaquim na cama.

-  Bem. - Falo.

-  Pergunta idiota eu sei.  - Niall diz.

- Eu vou volta pra casa. Não quero mais incomodar. - Liam diz.

- Eu vou com vocês. Eles são ótimos mais não quero está dando trabalho. - Falo.

- O Louis não vai deixa você ir. - Niall diz.

- Ele não tem que deixar nada. E você e o Zayn? - Pergunto.

- Não tem mais  Zayn e eu. eu tô acabado Harry, destruído eu não posso arrasta ele comigo pra o lugar que eu estou agora. Não é justo com ele. Ele tem um filho e ao invés de está dando atenção a ele está aqui. - Liam diz.

- Liam vocês tem uma vida juntos, vocês tem planos juntos, eu sei que é difícil acredite em mim eu sei que esta doendo. - Niall diz. - Mas você não pode desistir de tudo. 

- Eu preciso deixa-lo. Eu preciso de um tempo pra sentir o luto. - ele diz.

- eu te entendo. Eu sei o que você esta sentindo. Vamos pra casa. Só não sei como vou entrar lá como vou olhar para aquele banheiro. - acaricio o rosto do Joaquim, ele sorri durante o sono.

- Nos vamos dar força um a outro e a Lou sempre vai esta nos nossos corações aonde quer que nos iremos. - Niall diz.

- Por que? Por que ela fez isso? Por que? - Pergunto. - toda vez que eu fecho meus olhos, vejo a imagem dela, os pulsos cortados, o sangue.  

- Eu também, eu queria saber o por que, mas são perguntas sem respostas. - Niall diz.

-  infelizmente, nos nunca iremos saber. - Liam fala.

- E a Lux? - Niall pergunta, suspiro.

- Eu não sei, ainda não tive coragem de ir la. Acho que ela vai ficar com os avós, ela esta quase tendo alta. - Falo.

- Como sera a vida dessa menina? A Lou estava tão feliz com o nascimento dela. - Niall diz.

Nos não sabíamos o que falar, então ficamos olhando pro teto em um silêncio confortavel.

- as coisas de vocês estão prontas? - Pergunto, eles confirmam, me levanto.

Guardo as poucas coisas que eu tenho na minha mochila, arrumo a cama pra que o Joaquim não caia, beijo a bochecha dele. Desço junto com Liam e Niall. A família Tomlinson  está na sala conversando e quando nos ver seus sorriso morrem.

- Meninos, achamos que vocês estavam dormindo não querem se junta a nós? - Jay pergunta.

- Não obrigado. A gente conversou e decidimos voltar pra casa. - Falo.

- O que? Não, por que vocês iriam? - Jay fala.

- Obrigado por tudo. Mas está na hora da gente ir pra casa. - Liam diz, Niall confirma.

- Babe me escuta. - Zayn diz.

- Zayn a gente já decidiu e nos ja conversamos sobre isso. - Liam diz.

- vou leva vocês. - Lottie diz.

-  Lottie  não, eles não vão. - Louis diz.

- Eu realmente agradeço por tudo o que vocês tem feito por nós, mas nós precisamos ir, nos precisamos sentir o luto, quem sabe assim vai deixar de doer e nos precisamos fazer isso sozinhos. - Falo.

- Mas vocês não estão sozinhos. - Jay diz.

- Nos sabemos, mais nos precisamos de um tempo. - Niall diz.

- tudo bem, mais voces tem que me prometer que vão se cuidar, e que vão me ligar se precisarem de alguma coisa. - Jay fala.

-  obrigado. - Falo, sinto ela me abraça forte.

- Eu sei que esta dificil e que essa dor nunca vai passar, você nao precisa passar por isso sozinho, mas respeito sua decisão. -  Jay diz, confirmo.

- Amanha passarei la, pra saber como estão. - Louis diz.

- obrigado. - Falo, nos despedimos de todos, mesmo sabendo que eles não ficaram feliz em nós ver ir pra casa, mas tínhamos que seguir e não podíamos levar a família junto com nós.

-  Babe vou dormi como você la hoje. - Zayn diz.

- Não Zayn. Você vai fica com o seu filho, Eu vou ficar bem. Amanhã a gente se fala. - Liam diz.

- Babe. - Zayn fala.

- Nos precisamos fazer isso sozinhos. - Liam diz.


Notas Finais


Ate amanhã Loves. 😙😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...