1. Spirit Fanfics >
  2. Inevitável >
  3. Capítulo II

História Inevitável - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Olha só quem voltou????
Gente eu sei que a @Say-A surtou betando esse capítulo.
Amore te amo, obrigada pelo apoio e por entrar de cabeça em tudo que eu levo até você.

Capítulo 3 - Capítulo II


Hinata encarou seu reflexo no espelho imaginando se a roupa estava de acordo com o cargo que lhe era oferecido. Ao seu ver não precisava se arrumar muito, o único homem para quem ela já teve vontade de arrumar o cabelo ou as vestes estava agora nos braços de outra. 

Ela não tinha raiva dele, muito menos dela, Sakura sempre foi uma boa amiga, só que Naruto sempre seria apaixonado por ela, isso nunca ia mudar. 

Desceu para tomar seu café antes de sair e encontrou o pai sentado à mesa tomando uma xícara de chá. 

- Ohayo, Otou-san. 

- Ohayo, Hinata, onde vai tão cedo? – o Hyuuga a olhou por cima da xícara.

- Não tive tempo de conversar ontem, mas Kakashi-sama me pediu para ajudar enquanto Shikamaru-san reconstrói seu clã. 

Pegou um rolinho de canela e levou até a boca, ouvindo os passos rápidos de Hanabi na escada. 

- Hina Nee-chan, onde vai? 

- Vou ajudar o Hokage. 

- Hun, eu daria um olho pra ficar presa com o Kakashi o dia todo. 

- Hanabi! – O pai pigarreou e a morena saiu saltitando com um rolinho na mão. 

Hinata sorriu envergonhada e voltou a comer. 

- Hinata, precisamos conversar filha. 

- Sobre o que seria?

- O Conselho está me pressionando, sobre um casamento, querem escolher seu noivo. 

- Mas isso não é justo. 

- Eu sei, por isso estou te dizendo, tem um mês para apresentar seu escolhido.  

- Certo, obrigada Otou-san, agora vou indo. 

Hinata fez uma breve reverência para o pai antes de sair de casa com aquelas palavras na cabeça. Ela imaginava que agora que a guerra havia terminado ela teria alguma chance de conquistar Naruto e que ele lutaria por ela.

Perdida em seus próprios pensamentos ela nem notou que ao chegar em frente ao prédio do Hokage o loiro de lindos olhos azuis estava chegando também. 

- Ah Hina-chan! - O loiro correu até ela abraçando a morena que sentiu o rosto todo queimando.

- N-Naruto-san? 

Ele estranhou as palavras de Hinata, a voz ainda era doce e gentil, mas as palavras pareciam frias. Espantou esse pensamento a observando entrar no prédio. 

- Ei, Hinata! Espera, o que veio fazer aqui? 

- Estou no lugar do Shikamaru-san, para ele se dedicar ao seu clã.

- Que legal, então vamos trabalhar juntos por um tempo. 

Ele sorriu largamente levando uma das mãos até a nuca, como sempre fez e sempre deixou Hinata boba. 

Ela só assentiu com a cabeça e voltou a andar até a sala de Kakashi, onde ao entrar não encontrou ninguém. 

- Aquele velhote, reclama que eu me atraso mas ele é igualzinho. 

Naruto cerrou os olhos ao ver a sala vazia e cruzou os braços antes de se encostar na porta, que se abriu derrubando o loiro no chão. 

- Então estão aqui? Naruto, tenho uma missão diplomática para você. 

O loiro bufou desgostoso, não era fã desse tipo de missão, mas como Hokage em treinamento precisava ir. 

- Hinata, por favor, sente-se aqui ao meu lado, já vou te passar os papéis que você deve organizar e preencher certo. 

- Hai. 

Ela se moveu até a cadeira ao lado da de Kakashi e esperou que o mesmo desse as instruções para o loiro barulhento.

Logo depois que Naruto saiu da sala Kakashi veio se sentar ao seu lado, tirou a capa de Hokage e colocou sobre a cadeira e Hinata pôde perceber o cheiro de limão e hibisco que ele tinha. Era um homem muito bonito mesmo, além de muito cheiroso. 

Ela correu os olhos até os fios cinza que percebeu estarem um pouco molhados e sorriu a perceber que talvez aquele fosse o motivo de seu atraso. 

- Muito bem, vamos começar? 

Ele olhou para ela e Hinata teve quase certeza de que ele estava sorrindo. Kakashi começou a lhe explicar para que servia cada pilha de papel e como deveria ser preenchida. 

Hinata era ágil, inteligente e ele sabia que ela iria pegar o jeito rápido, assim que terminou de explicar, passou a se concentrar em seus próprios papéis que Shikamaru havia adiantado no dia anterior. 

Vez ou outra ele se pegava olhando de canto para a morena, ela era realmente muito linda. Se lembrou que logo após a guerra ela veio o procurar e que ele quase não a reconheceu. Ela havia crescido e se tornado uma bela kunoichi. 

¥¥¥¥

Naruto correu até seu apartamento para pegar umas roupas e avistou Sakura no meio do caminho. 

- Ei Sakura-chan, onde está indo? 

- Você sabe muito bem, Naruto. 

Ela ficou vermelha e parou de andar. 

- Certo, gomen. 

- Você já falou com a Hinata? 

- Não, tive a oportunidade hoje, já que ela está trabalhando com o Hokage mas o velhote me mandou em uma missão. 

Ele chutou uma pedrinha no chão, enfiando as mãos no bolso. Sakura riu do jeito dele e se aproximou beijando sua bochecha. 

- Tudo vai se resolver tá bem? 

- Certo! Até mais Sakura-chan. 

O loiro saiu correndo deixando a de cabelos cor-de-rosa sorrindo na praça, até se dar conta que precisava continuar. 

¥¥¥¥

Já havia chegado a hora do almoço e Hinata ficou extremamente e vermelha quando seu estômago a entregou. Kakashi deu uma pequena gargalhada e Hinata pensou que poderia ouvir aquele som para sempre sem se cansar. 

“O que está pensando Hinata, é só o Kakashi-sensei" 

- Hinata, gostaria de ir comigo ao Ichiraku? 

Ela se assustou a princípio com a voz rouca, tão forte e perto dela, mas acabou balançando a cabeça positivamente antes de se levantar e Kakashi começar a segui-la. 

Ele realmente nunca tinha estado tão próximo assim dela, o que não deixava de ser estranho, mesmo com sua fama crescente por toda Konoha e com o incontável número de mulheres que lhe enviavam presentes e queriam namorar com ele, estar ao lado de Hinata, inalando o perfume suave dela era diferente de tudo. 

Hinata se sentou no pequeno balcão e Kakashi ao seu lado, após pedirem ele se apoiou em seu punho e observou a garota. 

- Hinata, se não for inconveniente, quantos anos você já tem? 

- Vou fazer 19 Kakashi-sama. 

- Não precisa dessas formalidades agora Hinata, aqui não sou o Hokage, quer dizer sou mas... 

- Tudo bem! 

Hinata soltou um riso baixinho e depois voltou seus olhos para os pratos que tinham acabado de chegar. Ela começou a comer e Kakashi a observou. 

- Você não vai comer? 

- Sim, sim! 

Coçou a nunca e ela percebeu o porque da demora, não negaria que estava doida para ver o que tinha por baixo da máscara, mas antes de tudo era uma Hyuuga e seu pai havia lhe dado muita educação. 

- Eu vou me virar de costas, assim que você terminar eu me viro novamente tudo bem? 

- Hai. 

Ela se virou e esperou por ele, morrendo de curiosidade. Lembrou-se de quando era criança e todos tentaram ver o rosto dele e sorriu. As coisas com certeza eram mais simples na época, tirando a parte que o mundo shinobi estava em guerra. 

- Já terminei Hinata. 

O toque sutil da mão dele em seu ombro fez a morena corar, levando uma mecha do cabelo para trás da cabeça ela se virou vendo que ele tinha os olhos fechados, como se estivesse sorrindo. 

E depois de muito insistir ela acabou cedendo e deixando ele pagar a conta. Caminhavam lentamente pela vila e Hinata observava cada passo de Kakashi. 

- Han, Kakashi-sensei? – Ele se virou para olhar – onde estamos indo? 

Ele apenas chamou com a mão e continuou andando até chegar ao memorial de guerra, onde todos os nomes daqueles que deram sua vida pela vila estavam gravados. 

- Eu nunca vim aqui. 

- Ainda estão terminado de escrever, mas eu queria te mostrar uma coisa. 

Ele se aproximou tirando o pequeno pano que cobria um pedaço da pedra. 

“ Hyuuga Neji” 

Hinata sentiu seu coração falhar, sempre soube que o primo morreu como um herói, mas ver o nome dele na pedra deu a ela mais um motivo para lutar. 

Colocou os dedos sobre o nome e sentiu uma lágrima escorrer em seu rosto, dessa vez de orgulho e alegria. 

- Vou honrar seu sacrifício Nii-san! 

Ela limpou as lágrimas assumindo uma postura séria que Kakashi achou muito linda. 

¥¥¥

Já estava pronto para sair em missão e não encontrava Hinata em lugar nenhum, precisava mesmo falar com ela, depois da guerra muita coisa tinha acontecido e até agora o loiro não teve tempo de falar com a morena. 

Já estava no portão da vila esperando os outros que iam com ele quando viu a morena passar junto com Kakashi. 

- Ei, Hinata! – O grito fez a Hyuuga se assustar. 

- Olá Naruto-san? 

- Por que está me chamando assim? 

- Do que você está falando? 

- Deixa, eu preciso falar com você sobre...

- Se for sobre você e a Sakura, tudo bem. 

- Sakura? Hinata do que está falando?

- Ei Naruto! – Sai o gritou de longe avisando que estava na hora. 

- Hinata, vamos? 

Kakashi chamou e ela seguiu, deixando o loiro com cara de tacho, sem entender o que a morena estava dizendo. 

¥¥¥

O dia ao lado dela passava rápido, mal se deu conta de que o dia chegava ao fim. Se recostou na cadeira fechando os olhos, então ouviu o suspirar baixo da garota. 

- Está assim por causa do Naruto e da Sakura? 

- Na verdade não, mas tudo bem, não se preocupe. 

Ela foi juntar os papéis para sair quando ele tocou na sua mão, fazendo a mulher parar. 

- Me diz o que está a acontecendo, Hinata.

- Certo! – ela suspirou fundo tomando fôlego para falar. - Meu clã me deu um mês para escolher um noivo. 

Ele arregalou os olhos e segurou mais firme a mão da morena. 

- Então se case comigo. 


Notas Finais


Então meus amores eu vou postar mais cedo, juro kkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...