História Inexpressive.(ABO) - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Jikook, Namjin, Taeseok
Visualizações 23
Palavras 1.403
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


E olha quem demorou mais uma veeez!! Euzinhaaa, isso mesmo.

Triste eu estou por isso, tive problemas com minha net , me descupem.

Desculpa qualquer erro. Amo vocês e eh isto.❤

Boa leitura!

Capítulo 11 - Uma condição.


Fanfic / Fanfiction Inexpressive.(ABO) - Capítulo 11 - Uma condição.

-Hyung! Você ainda ta aqui?- Fiquei surpreso com o ômega mais velho parado na entrada do prédio. 

-Como se eu fosse deixar aqui só.- Soou mal humorado. 

 -Mas eu falei que vocês poderiam trancar, eu tenho a chave.-Balancei a chave em uma das mãos.

 -Você nem mesmo voltou pra casa , não tinha necessidade disso.-Indagou furioso. 

 -Sabe muito bem o porque, não quero discutir sobre isso.-Caminhei para entrar no edifício mas o mais velho entrou em minha frente.

 -Ta na hora de você superar isso Jeon,  já fazem cinco anos.- O encarei ainda mais furioso. 

 -Isso não tem nada a ver com você!- Se espantou. 

 -Por quê?  Porque não sou seu irmão de sangue?- Questionou chateado.

 -Não tire  palavras da minha boca!-  Me afastei passando a mão sobre o cabelo. 

 -Podemos não ter um laço sanguíneo mas fomos criados juntos, e como um irmão mais velho eu aconselho você a se responsabilizar pelos seus atos. Tenho certeza que nem mesmo usou um preservativo na hora. 

 - Merda!  Não me diga que o.... 

 - Não, ele não está!  Naquele dia que o deixou lá em casa eu fiquei muito preocupado dele acabar se deixando  levar  por alguém,  então o mediquei.-Suspirou.- Diferente de você ele tava fora de si Jeon, você poderia ter se segurado. 

 -Você o escutou aquele dia,  não foi? Ele me amarrou. Tudo bem que no começo eu fui forçado,  mas ele me provocou até que eu perdesse totalmente o controle, afinal eu sou um alfa hyung! 

 -Pra quem não se interessava por ele, isso é de se admirar.- Ironizou. 

-Aquela ocasião não tem nada a ver com a situação atual,  estamos falando de um ômega em seu heat provocando um alfa até ele ceder, o que não quer dizer que tenho interesse nele.- Desviei o olhar. 

 -Pra mim já deu, você tem razão mesmo, não tem que se responsabilizar por nada. Já foi o tempo em que Jeon Jungkook pensava mais nas pessoas do que em si mesmo.- Saiu do caminho, se movimentando para fora do local parando do meu lado. -Eu preciso resolver algo... só deixe que ele fique aí até mais tarde,  eu volto pra buscá-lo.- E então partiu. 

 Fiquei ali por mais alguns minutinhos e então segui para dentro. Tudo estava um total silêncio,  subi para procurar o mais novo quando o encontrei sentado no chão de cabeça baixa enquanto apertava seu abdómen. A porta estava aberta ,entrei devagar e ele se assustou ao me perceber ali, seus olhos estavam inchados. 

 -Jungkook é... eu.. O Jin hyung saiu mas acho que ele não vai demorar, ele não quis deixar aqui só então dormimos aqui.- Sorriu forçado.- Vou preparar algo pra você comer antes que eu vá.

 -Jimin!- Segurei em seu braço antes que saísse.- Preciso conversar com você.-Parou e então se virou de frente para mim.- Eu não deveria ter ficado com você aquele dia, mas eu fiquei..

 -Não precisa se preocupar hyung,  a culpa foi minha então..- Interrompeu.

 -Deixa eu terminar! Eu também tive culpa então tenho que me responsabilizar, irei te ajudar com seu cio.- Vi seus olhos  brilharem.- Com uma condição, não deve se apegar a mim.- Concotdou esperançoso.

 "Que reação é essa?" Foi o que pensei no momento até que o menor me surpreendeu com um abraço.

 -Obrigado Jungkookie!!- Indagou sapeca.

 -Espera, agora a pouco... aquilo foi encenação?- O encarei.

 Pirralho!

 -Sou um ótimo ator né?- Me empurrou na cama subindo encima de mim, esfregando sua farta bunda sobre meu membro, ambos cobertos.- Agora você tem que cuidar de mim.

 -Espera, você não ia fazer algo para mim? -Segurei em sua cintura,  tentando impedir seus movimentos.-Cuido de você mais tarde. 

 -Você é mal kookie! Não sabe o quanto te esperei ontem,  não conseguia me aliviar sem você.- Pronunciou manhoso. Então a campainha tocou.

 -Melhor eu ir atender.- O empurrei pro lado me levantando para receber a tal pessoa. 

 Percebi que se tratava de Tae. Então me ajeitei notando em mim o início de uma ereção. Não podia deixar que ele percebesse, abri a porta já caminhando para cozinha ficando de trás da ilha central que ali tinha. O mesmo entendendo a situação me seguiu sentando-se em uma das cadeiras que só tinham do outro lado. Um erro, pois não percebi o perigo tão próximo à mim.

 -Bom dia Jeon!  Eu sei que é dia de folga hoje mas eu precisava passar aqui, tenho algo importante pra tratar.- Parecia cansado.

 -Bom dia! Parece que alguém anda se divertindo nas noitadas sem mim.- Provoquei.

 -Cala boca! Não vim pra falar sobre isso. Sorri, sua expressão era fofa e ao mesmo tempo engraçada quando emburrado. 

 -Então,  o que me trás a honra de sua visi...- Me assustei sentindo algo apalpar meu membro, olhei brevemente percebendo o mais novo ali, ajoelhado. 

-O que foi? Algum problema? - Perguntou curioso, se levantando devagar para observar o outro lado quando coloquei meu braços sobre a estreita ilha, quase beijando o beta que logo corou, se afastando rapidamente.- Aqui, sobre isso que eu queria falar.- Colocou uma pasta sobre o lugar. 

-Essas são todas as solicitações dos ... clientes?- Suspirei,  o menor começou a desabotoar minha calça,  abaixou a box e então começou a bombear lentamente meu membro exposto. 

 -Sim.- Me olhou curioso. Tentei me endireitar.- Como você pode ver são muitas, precisamos contratar mais pessoas porque não vamos conseguir só nós dois. Esse é o preço por ser um profissional de sucesso. 

-Profissionais...- O corrigi. -Isso é graças a nossa equipe.- Foi aí que soltei um gemido baixo, quando o ômega começou a lamber minha glande.

 -Você ta bem mesmo?- Estalei a língua fingindo uma careta. 

 -Estou, só bati meu pé.- Menti olhando para baixo, observando Jimin me provocar com olhos pidões.- Vou  pensar sobre, conversamos sobre isso amanhã. 

 -Ok então. Bom, eu não pude deixar de notar que você ta com um cheiro diferente, desde ontem. Parece que tem ômega na parada!! To certo? - Ao escuta-lo, Jimin se engasgou então tive que tossir na mesma hora para disfarçar.- Então eu to certo mesmo em senhor Jeon- Brincou.

 -Não é nada disso, deve ser o cheiro do Jimin.- Arregalou os olhos. 

-Aquele Jimin daquele dia? Então vocês estão.. 

 -Já falei que não,  ele veio aqui mais cedo com o Jin.- Menti.

 -Mas eu me lembro muito bem,  ele não tinha um cheiro tão doce  assim, não me diga que ele ta no...- Meu celular toca. 

 Desligo vendo não ser alguém de importância. Tae aguardou então observando minha expressão ao não atender o celular e se levantou.

 -Eu já vou indo. Não precisa me buscar amanhã,  acho que vou mais cedo.-Informou se retirando.-Bye bye Hyung.

 Assim que fechou a porta atrás de si puxei o ômega para cima. 

 -O que você pensa que ta fazendo? -O pressionei contra o balcão.- Você quase me fez beijar o Tae. 

 -Isso não pode acontecer kookie! Nem mesmo eu , você nunca beijou, isso não vale.-Fez bico. 

 -Jimin eu já te falei.. 

 -Eu sei, não me apegar a você! Mas o que tem demais em um beijo? 

-Esquece.- Comecei a abotoar minha calça.

 -Ta bom ta bom! Sem beijo. Só continua de onde a gente parou.-Tirou minhas mãos do zíper da calça. 

 -Não to mais no clima Jimin!-Desviei o olhar. 

-Não é o que parece.-Voltou a apalpar meu membro.

 Nem mesmo o deixei continuar, o coloquei nos ombros o levando seu quarto. O joguei na cama puxando sua calça junto a box. Sem preliminares, comecei a masturba- lo, vendo o menor se contorcer. Chupei três dos meus dedos e segundos depois os inseri em sua entranda vendo o menor gemer enquanto agarrava os lençóis da cama. 

 -Aaah....NN.. Jung..kookie eu não..- E com mais algumas investidas em seu ponto sensível o menor se desfez em minha mão, sujando aeu abdómen. Retirei meus dedos me levantando para me limpar.

 -E você? -Perguntou ainda ofegante.- Deixa eu te ajudar... 

 -Não precisa, eu cuido disso sozinho. Melhor tomar um banho.- Recolhi suas roupas no chão.- Vou pedir algo pra comer, você pode durmir se quiser.- Me retirei fechando a porta atrás de mim. 

 Desci para a cozinha com a intenção de ligar para uma pizzaria mas antes de pegar no telefone, uma mensagem foi reproduzida na secretária eletrónica. Era Jisoo. 

 -Oii Jeon, boa noite! Eu..- Suspirou.- preciso de um favor. Preciso que você me ajude a marcar um encontro com Jin e Jimin, juntos. Coisa boa não era.


Notas Finais


Espero que tenham gostado!!

Mais uma vez desculpa!!

O que será que Jeon precisa superar?

E Jisoo? Vai querer tretar mais?

Façam suas apostas!!

Até o proximo cap.
Bjocas da Sam💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...