História Inexpressive.(ABO) - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Abo, Jikook, Namjin, Taeseok
Visualizações 50
Palavras 1.403
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


E olha quem demorou mais uma veeez!! Euzinhaaa, isso mesmo.

Triste eu estou por isso, tive problemas com minha net , me descupem.

Desculpa qualquer erro. Amo vocês e eh isto.❤

Boa leitura!

Capítulo 11 - Uma condição.


Fanfic / Fanfiction Inexpressive.(ABO) - Capítulo 11 - Uma condição.

-Hyung! Você ainda ta aqui?- Fiquei surpreso com o ômega mais velho parado na entrada do prédio. 

-Como se eu fosse deixar aqui só.- Soou mal humorado. 

 -Mas eu falei que vocês poderiam trancar, eu tenho a chave.-Balancei a chave em uma das mãos.

 -Você nem mesmo voltou pra casa , não tinha necessidade disso.-Indagou furioso. 

 -Sabe muito bem o porque, não quero discutir sobre isso.-Caminhei para entrar no edifício mas o mais velho entrou em minha frente.

 -Ta na hora de você superar isso Jeon,  já fazem cinco anos.- O encarei ainda mais furioso. 

 -Isso não tem nada a ver com você!- Se espantou. 

 -Por quê?  Porque não sou seu irmão de sangue?- Questionou chateado.

 -Não tire  palavras da minha boca!-  Me afastei passando a mão sobre o cabelo. 

 -Podemos não ter um laço sanguíneo mas fomos criados juntos, e como um irmão mais velho eu aconselho você a se responsabilizar pelos seus atos. Tenho certeza que nem mesmo usou um preservativo na hora. 

 - Merda!  Não me diga que o.... 

 - Não, ele não está!  Naquele dia que o deixou lá em casa eu fiquei muito preocupado dele acabar se deixando  levar  por alguém,  então o mediquei.-Suspirou.- Diferente de você ele tava fora de si Jeon, você poderia ter se segurado. 

 -Você o escutou aquele dia,  não foi? Ele me amarrou. Tudo bem que no começo eu fui forçado,  mas ele me provocou até que eu perdesse totalmente o controle, afinal eu sou um alfa hyung! 

 -Pra quem não se interessava por ele, isso é de se admirar.- Ironizou. 

-Aquela ocasião não tem nada a ver com a situação atual,  estamos falando de um ômega em seu heat provocando um alfa até ele ceder, o que não quer dizer que tenho interesse nele.- Desviei o olhar. 

 -Pra mim já deu, você tem razão mesmo, não tem que se responsabilizar por nada. Já foi o tempo em que Jeon Jungkook pensava mais nas pessoas do que em si mesmo.- Saiu do caminho, se movimentando para fora do local parando do meu lado. -Eu preciso resolver algo... só deixe que ele fique aí até mais tarde,  eu volto pra buscá-lo.- E então partiu. 

 Fiquei ali por mais alguns minutinhos e então segui para dentro. Tudo estava um total silêncio,  subi para procurar o mais novo quando o encontrei sentado no chão de cabeça baixa enquanto apertava seu abdómen. A porta estava aberta ,entrei devagar e ele se assustou ao me perceber ali, seus olhos estavam inchados. 

 -Jungkook é... eu.. O Jin hyung saiu mas acho que ele não vai demorar, ele não quis deixar aqui só então dormimos aqui.- Sorriu forçado.- Vou preparar algo pra você comer antes que eu vá.

 -Jimin!- Segurei em seu braço antes que saísse.- Preciso conversar com você.-Parou e então se virou de frente para mim.- Eu não deveria ter ficado com você aquele dia, mas eu fiquei..

 -Não precisa se preocupar hyung,  a culpa foi minha então..- Interrompeu.

 -Deixa eu terminar! Eu também tive culpa então tenho que me responsabilizar, irei te ajudar com seu cio.- Vi seus olhos  brilharem.- Com uma condição, não deve se apegar a mim.- Concotdou esperançoso.

 "Que reação é essa?" Foi o que pensei no momento até que o menor me surpreendeu com um abraço.

 -Obrigado Jungkookie!!- Indagou sapeca.

 -Espera, agora a pouco... aquilo foi encenação?- O encarei.

 Pirralho!

 -Sou um ótimo ator né?- Me empurrou na cama subindo encima de mim, esfregando sua farta bunda sobre meu membro, ambos cobertos.- Agora você tem que cuidar de mim.

 -Espera, você não ia fazer algo para mim? -Segurei em sua cintura,  tentando impedir seus movimentos.-Cuido de você mais tarde. 

 -Você é mal kookie! Não sabe o quanto te esperei ontem,  não conseguia me aliviar sem você.- Pronunciou manhoso. Então a campainha tocou.

 -Melhor eu ir atender.- O empurrei pro lado me levantando para receber a tal pessoa. 

 Percebi que se tratava de Tae. Então me ajeitei notando em mim o início de uma ereção. Não podia deixar que ele percebesse, abri a porta já caminhando para cozinha ficando de trás da ilha central que ali tinha. O mesmo entendendo a situação me seguiu sentando-se em uma das cadeiras que só tinham do outro lado. Um erro, pois não percebi o perigo tão próximo à mim.

 -Bom dia Jeon!  Eu sei que é dia de folga hoje mas eu precisava passar aqui, tenho algo importante pra tratar.- Parecia cansado.

 -Bom dia! Parece que alguém anda se divertindo nas noitadas sem mim.- Provoquei.

 -Cala boca! Não vim pra falar sobre isso. Sorri, sua expressão era fofa e ao mesmo tempo engraçada quando emburrado. 

 -Então,  o que me trás a honra de sua visi...- Me assustei sentindo algo apalpar meu membro, olhei brevemente percebendo o mais novo ali, ajoelhado. 

-O que foi? Algum problema? - Perguntou curioso, se levantando devagar para observar o outro lado quando coloquei meu braços sobre a estreita ilha, quase beijando o beta que logo corou, se afastando rapidamente.- Aqui, sobre isso que eu queria falar.- Colocou uma pasta sobre o lugar. 

-Essas são todas as solicitações dos ... clientes?- Suspirei,  o menor começou a desabotoar minha calça,  abaixou a box e então começou a bombear lentamente meu membro exposto. 

 -Sim.- Me olhou curioso. Tentei me endireitar.- Como você pode ver são muitas, precisamos contratar mais pessoas porque não vamos conseguir só nós dois. Esse é o preço por ser um profissional de sucesso. 

-Profissionais...- O corrigi. -Isso é graças a nossa equipe.- Foi aí que soltei um gemido baixo, quando o ômega começou a lamber minha glande.

 -Você ta bem mesmo?- Estalei a língua fingindo uma careta. 

 -Estou, só bati meu pé.- Menti olhando para baixo, observando Jimin me provocar com olhos pidões.- Vou  pensar sobre, conversamos sobre isso amanhã. 

 -Ok então. Bom, eu não pude deixar de notar que você ta com um cheiro diferente, desde ontem. Parece que tem ômega na parada!! To certo? - Ao escuta-lo, Jimin se engasgou então tive que tossir na mesma hora para disfarçar.- Então eu to certo mesmo em senhor Jeon- Brincou.

 -Não é nada disso, deve ser o cheiro do Jimin.- Arregalou os olhos. 

-Aquele Jimin daquele dia? Então vocês estão.. 

 -Já falei que não,  ele veio aqui mais cedo com o Jin.- Menti.

 -Mas eu me lembro muito bem,  ele não tinha um cheiro tão doce  assim, não me diga que ele ta no...- Meu celular toca. 

 Desligo vendo não ser alguém de importância. Tae aguardou então observando minha expressão ao não atender o celular e se levantou.

 -Eu já vou indo. Não precisa me buscar amanhã,  acho que vou mais cedo.-Informou se retirando.-Bye bye Hyung.

 Assim que fechou a porta atrás de si puxei o ômega para cima. 

 -O que você pensa que ta fazendo? -O pressionei contra o balcão.- Você quase me fez beijar o Tae. 

 -Isso não pode acontecer kookie! Nem mesmo eu , você nunca beijou, isso não vale.-Fez bico. 

 -Jimin eu já te falei.. 

 -Eu sei, não me apegar a você! Mas o que tem demais em um beijo? 

-Esquece.- Comecei a abotoar minha calça.

 -Ta bom ta bom! Sem beijo. Só continua de onde a gente parou.-Tirou minhas mãos do zíper da calça. 

 -Não to mais no clima Jimin!-Desviei o olhar. 

-Não é o que parece.-Voltou a apalpar meu membro.

 Nem mesmo o deixei continuar, o coloquei nos ombros o levando seu quarto. O joguei na cama puxando sua calça junto a box. Sem preliminares, comecei a masturba- lo, vendo o menor se contorcer. Chupei três dos meus dedos e segundos depois os inseri em sua entranda vendo o menor gemer enquanto agarrava os lençóis da cama. 

 -Aaah....NN.. Jung..kookie eu não..- E com mais algumas investidas em seu ponto sensível o menor se desfez em minha mão, sujando aeu abdómen. Retirei meus dedos me levantando para me limpar.

 -E você? -Perguntou ainda ofegante.- Deixa eu te ajudar... 

 -Não precisa, eu cuido disso sozinho. Melhor tomar um banho.- Recolhi suas roupas no chão.- Vou pedir algo pra comer, você pode durmir se quiser.- Me retirei fechando a porta atrás de mim. 

 Desci para a cozinha com a intenção de ligar para uma pizzaria mas antes de pegar no telefone, uma mensagem foi reproduzida na secretária eletrónica. Era Jisoo. 

 -Oii Jeon, boa noite! Eu..- Suspirou.- preciso de um favor. Preciso que você me ajude a marcar um encontro com Jin e Jimin, juntos. Coisa boa não era.


Notas Finais


Espero que tenham gostado!!

Mais uma vez desculpa!!

O que será que Jeon precisa superar?

E Jisoo? Vai querer tretar mais?

Façam suas apostas!!

Até o proximo cap.
Bjocas da Sam💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...