História Infantilism - Jikook - ABO - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Abo, Alfa, Betas, Jikook, Jimin Bottom, Ômegas
Visualizações 78
Palavras 1.023
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Lemon, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Favoritem ! Comentem! Compartilhe!

Capítulo 11 - 11


Fanfic / Fanfiction Infantilism - Jikook - ABO - Capítulo 11 - 11

Me sigam no insta: @rukayu_fujoshi

Escute uma música triste quando for ler, esse capítulo fez eu chorar.

Não custa nada comentar né?

Jungkook:

Sai de casa e deixei Jimin sozinho, sei que foi irresponsável da minha parte mas tae deve estar com ele agora. Aquele conversar que eu tive com meu amigo beta me afetou, ele sabia do ocorrido com minha ex namorada e falecida, sim ela morreu e a culpa foi minha, eu sai da casa dos meus pais muito cedo e indo trabalhar todo dia de manhã e a tarde eu estudava para a faculdade, fiquei nisso até eu esquecer dela, indo em baladas e transando com várias ômega. Então ele, ele apareceu na minha vida, aquele ômega baixinho e com roupas Lolita e seu cheiro doce de morango, ah ele fez eu mudar de dia pra noite, jimin, eu não queria me deixar levar mas foi difícil não notar aquele loirinho indo atrás de mim, foi inútil tentar gritar e ficar bravo com ele.

Eu estava indo para um lugar distante agora, longe do ômega, longe do meu amigo, longe do jin, loge te todos e indo ver ela. Indo ao lugar onde ela estava, com uma rosa em mãos chegando naquele lugar escuro que mesmo com a luz do sol o lugar se mantia breu.

Cheguei no lugar e meu corpo se arrepiou como nunca, senti o ar pesar, fui até o porteiro e fiz um sinal que ia entrar, o velho beta fez sim com a cabeça e abriu o portão fazendo um barulho ao abrir aquele portão desgastado e preto. Soltei o ar pela boca e fui encontrar a sepultura da minha ex, ela era uma menina Alegre, uma beta, ela não era uma ômega. Eu amava ela de um jeito forte que chega a ser estranho, sabe como pode ser estranho, por que ela era minha irmã, sim, irmã da mesma mãe e pai. Eu sabia que era errado, mas eu sentia tanta coisa por ela, uma forma que não era amor de irmão, queria seus beijos e carinhos. Eu sei que é estranho, porém ela era a única pessoa que me fazia Feliz, mas uma noite ela me levou para sair e nessa noite nos fizemos amor, foi incrível e assustador. Saímos do hotel e no fim daquela noite tinha algo dizendo não deixe ela sozinha, mas eu não dei bola e quando fui comprar algo para nois dois comer ela avia sofrido um assistente de carro. Pensei que ela podia viver mas ela morreu na hora do atropelamento, eu tinha desmaiado e tinha ido para o hospital com ela.

Eu jeon jungkook amei minha irmã como nunca antes até achar Park jimin, estou aqui para falar com ela e dizer como eu sinto muito e quero dizer a ela a quem meu coração pertence.

Já estava de frente para o túmulo dela, olhei e vi seu nome foi o suficiente para meus olhos já estarem cheios de lágrimas e cair de joelhos no gramado escuro sem vida. Me curvei diante dela e pondo meus braços cruzados e meu rosto em cima dos mesmos e me colocando a chorar.

- me desculpe-

Dizia com a voz fraca.

- me perdoa maninha-

- eu não queria-

- desculpa-

Chorou dessa vez com um gemido de dor.

Eu não queria que ela morrece, eu não queria me apaixonar por ela, Eu não queria, eu não....

♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡

Autora:

Depois de um tempo chorando jeon estava estava deitado sobre a grama morta, olhos vermelhos e molhados por conta das lágrimas, rosto com lágrimas secas e sua boca entre aberta para o ar sair pois seus nariz se mantia trancando.

Pensamentos da sua irmã vieram em sua cabeça, cada momento com a beta veio fazendo ele sorrir minino e fechar os olhos aproveitando aquilo entre e tanto se pondo a chorar de novo. Jeon então levantou ficando de joelhos de frente para a sepultura da garota.

- Oi amor, sabe eu conheci um menino-

Ele diz com a voz trêmula.

- Ele é tão doce e inocente assim como você era-

Ele deu um tempo antes de proseguir.

- ah ele é um ômega, mas mana ele não me pertence-

- sabe o qual o problema?-

Riu fraco.

- eu não fui um homem o suficientes para segura-lo-

Os olhos do Alfa voltaram a se banhar.

- e sabe o engraçado disso?-

Ele riu fungando o nariz.

- Ele é igual a você, ele eu não posso ter, não posso tocar, ele não é meu assim como você-

Disse chorando, deixando as lágrimas grossas dominar seus rosto.

Jeon ainda tinha o sorriso no rosto mas a cada lágrima que decía seu sorriso ia diminuindo junto se tornando em um rosto triste e sem vida.

- o nome dele é Park jimin-

Ele disse tentando segurar sua voz de choro.

- Ele é especial por ter infantilismo, isso é ruim nonna?-

Pergunta olhando para a sepultura.

- eu queria ele pra mim, mas ele já é de outro, vai ser de outro...-

Jeon nesse exato momento parou.

- vai ser...-

Repetiu.

Olhou abrindo um sorriso enorme para a sepultura, ele deu um beijo na rosa que estava em mãos e depositou de frente para a sepultura da irmã.

- Obrigado nonna!-

Diz Feliz.

Jeon correu do lugar, jimin ainda não era de yoongi, Jimin nem sabia de yoongi, espera, ele gritou com o pequeno. Pegou seu celular do bolso e vendo que tinha deixado no modo silencioso e viu muitas mensagens, do tae, omma do Jin e uma do Jimin. Seu coração se desperou correu para o carro e dando partida no mesmo. Já era noite e a estrada estava fazia, apenas o farol do Alfa era visto na enorme estrada, jeon estava quase afundando seu pé no acelerador e quando viu um caminhão a sua frente.

♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡

Tae:

O ômega não parava de perguntar do Alfa,  eu avia mandado várias mensagens e nada, estava com o ômega na sala e o mesmo se encolhido com suas pernas presas ao abraço.

- jimin, jungkook deve ter apenas ficado bravo, ele é muito ciumento só isso-

Diz tentando acalmar o pequeno.

- jimin esta com uma dorzinha aqui-

Apontou para o propio peito.

Desviei meus olhos para a TV e vi algo assustador que fez eu gritar.

- o que foi tae?-

Pergunta assustado.

- não olhei para a tv-

Tae disse com a voz trêmula.


♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡



Notas Finais


Então meu povo 🐙 foi isso

Espero que tenham

gostado desse capítulo.

comentem ❤👀

Aqui em baixo o

que você gostou e

não gostou da fic,

Beijos 😙😙

pra vocês logo trago

mais.

Desculpe se ficou curto demais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...