História Infantilism - Jikook - ABO - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Abo, Alfa, Betas, Jikook, Jimin Bottom, Ômegas
Visualizações 78
Palavras 1.417
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Lemon, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Favoritem! Comentem! Compartilhe!

Capítulo 13 - 13


Fanfic / Fanfiction Infantilism - Jikook - ABO - Capítulo 13 - 13

[N/A: contém lemon 18]

parte 1

Jungkook:

Recebi outra ligação quando estava já a caminho da casa dos Park dizendo que eu tinha que ir direto para o hospital. Eu estava assustado com medo, medo de perder outra pessoa por minha culpa de tala deixado sozinha novamente.

Estacionei o carro de frente na frente do hospital não ligando que avia vagas de estacionamento ao lado eu só queria ver ele.

Adentrei o hospital e logo duas infermeiras vieram na minha direção.

- aconteceu algo com o senhor?-

Pergunta simpática.

Nego com a cabeça e olho em volta.

- Onde está Park jimin?-

Ele não contendo o a preocupação na voz.

Eu já estava prestes a chorar se não fosse a voz da infermeira.

- senhor Park esta na sala dormindo...-

Ela diz calma.

- e eu posso saber o que o senhor é dele?-

A mais baixinha pergunta calma.

Soltei um suspiro de alívio,

Olhava em volta ainda, onde está taehyung?

- Jungkook, namorado dele-

Fala resooso.

- Más ele esta muito machucado...-

Ela fala desanimada.

Virei brusco até olhar para a mulher um pouco mais alta que eu.

- c-como?-

Diz com raiva.

Eu não acredito que min yoongi bateu no meu ômega.

- não física, bem é física mais não ematomas e sim por o mesmo estar no cio-

Explicou seria.

Arregalei os olhos, estou em choque, jimin estava precisando se saciar e eu tenho certeza que ele não compreede nada do que está acontecendo.

- como ele chegou aqui, digo seu estado físico tinha algum machucado?-

Pergunta já um pouco mais calmo.

Ela me olhou e fez um sinal com a mão para mim segui-la, entramos no elevador e ela não disse nada. Apenas segui olhando para seus saltos brancos que fazia um som que chegava a ser incomodativo.

- aquí.-

Ela diz neutra.

Ela apontou para uma sala.

- Ele está aí? -

Pergunta já nervoso.

Era uma sala muito afastada de todos os quartos, o Cheiro do ômega me veio como eu tapa na cara e meu lobo logo se acendeu dentro de mim.

A infermeira parecia estar nervosa, olhei pra ela e vi que a mesma prendia a respiração.

- eu posso entrar? -

Pergunta aflito.

Ela me olhou seria.

- não o machuque!-

Ela diz alterada.

Ela saiu andando em passos rápidos, olhei para a porta e respirei fundo e logo o cheiro do ômega adentrou minhas narinas. Apertei minhas mãos e por fim abri a porta brusco, eu não consiguia me controlar mais.

Olhei em volta e meus olhos caíram nos olhinhos assustados de Jimin, meu coração se quebrou na hora.

- k-kookie..-

Chamou sôfrego.

Fechei a porta atrás de mim e fui em passos largos até chegar perto o suficiente para o abraça-lo.

- jimin o que aconteceu? Você está bem? Me perdoa eu nunca mais te deixo sozinho...-

Dizia firme más sua voz vacilou.

Jimin estava tremendo em meus braços, senti suas lágrimas em meu ombro esquerdo e eu não estava nem aguentando segurar as minhas, desabei.

- me desculpa pequeno...-

Diz com a voz trêmula.

Jimin não dizia nada ele apenas chorava e me abraçava mais forte. Meu lobo interior parecia se acalmar com ele por perto.

Ficamos assim por longos minutos até Jimin gemer de dor.

- kook...d-doi...-

Diz dengoso.

Me afastei um pouco dele e olhei para seus olhinhos brilhando por conta das lágrimas, beijei suas bochechas e a cada toque o corpo do pequeno reagia. Fui deitando seu corpo pequeno na maca assim distribuído muitos beijinhos por toda sua face fazendo o mesmo rir um pouco.

- Jungkookie...-

Chamou cheio de dengo.

Olhei para ele e vi que o loirinho apontava com seu dedinho indicador para seus lábios carnudos e rosados. Mordi meus lábios e olhei para seus olhos.

- Você confia em mim?-

Pergunta calmo e serio.

- sim jungkook...-

Ele fala gentil.

Então eu me prendi em seus lábios, jimin gemeu, estava sendo uma tortura isso. Sua língua pequena se predia com a minha me deixando louco e soltando suspiros pelo canto da boca. Chupei sua língua e o mesmo afundou seus dedos em meus ombros, mordi deixando meus dentes deslizar demoradamente até soltalos e por fim finalizei com um selinho.

Puxei jimin para meu colo e colando suas pernas em volta da minha cintura e deitando com o mesmo por cima de mim.

- não fuja...Por favor..-

Diz com a voz embargada de rouquidão.

Jimin assente e dessa vez ele tomou meus lábios, levei minhas mãos indo para sua cintura e a apertando fazendo Jimin rebolar em cima de mim. Arfei entre seus beijos tímidos.

Eu estava indo a loucura, levei minha mão até seu shorts e fazendo o mesmo deslizar por suas coxas. Jimin suspirou aliviado. O ômega parecia com pressa e o mesmo tirou seus shorts o tocando longe, sorri com seu ato e o mesmo estava vermelho de vergonha.

- você quer mesmo jimin?-

Pergunta com a voz rouca.

Ouvi seu gemido dengoso e isso fez eu atirar a cabeça para atrás.

- kook-ah sim, jimin quer!-

Ele diz mais manhoso parecendo um gato.

O loirinho praticamente Gemeu.

- kook tira essa camisa...-

Pediu carinhoso.

O mesmo se afastou um pouco, ficando sentado em cima da minha ereção dura e sensível. Mordi o lábio e fiz o que o ômega pediu. Eu fui para o quinto botão e jimin começou a rebolar em cima de mim fazendo eu delilarar.

- ah jimin...-

Fala rouco.

Arranquei a camisa social fora e agarrei as pernas grossas de Jimin. Jimin se deitou sobre mim e o mesmo com suas mãos pequenas foram pra minha calça, sorri com aquilo e aproveitei para agarrar as nádegas fardas e carnudas do ômega, ele Gemeu em resposta e eu mantive minhas mãos ali até ouvir o barulho do zíper. Em menos de dois segundos eu troquei as posições. Eu estava tão exitado e apressado que não notei que jimin avia ficado assustando.

- desculpa jiminie...-

Pediu carinhoso.

- Só faz com calma kookie...-

Ele diz gentil.

Eu sorri por inteiro, beijei a boca do ômega com carinho e fui descendo deixando Beijos castos em sua bochecha até chegar no seu pescoço, mas, parei assim que vi uma marca roxa que eu não avia notado deste o início. Apertei os olhos e beijei como se fosse a coisa mais frágil do mundo, que de serta forma era, por que era Park Jimin.

- kook-ah!-

Gemeu manhoso.

Dei uma mordida de leve em seus pescoço e lambi logo em seguida sentindo seu gosto doce de morango, jimin era um morango por inteiro, e eu amava o sabor morango.

Tirei seu moletom e o joguei longe, abaixei até ficar com meus lábios em cima do seu peitoral não tão definido. Olhei para cima e vi os olhinhos em um pedido sôfrego para que eu o tocasse. Sorri e continuei o que fazia.

Beijei sei mamilo rosado e logo recebi seus gemidos manhosos, levei minha língua em volta de seu mamilo e vendo que o mesmo ficou durinho na hora, chupei e vi como Jimin se arrepiou. Continuei com aquilo em seus dois mamilos fazendo meu pequeno ômega delilarar, eu podia estar com meu membro apertado pela cueca mais eu faria tudo para sua primeira vez ser especial. Levei minha mão até sua calsinha, senti seu membro dar espasmos com meus toque, ele estava tão sensível, tão fofo, tão entregue a mim.

Levei meus lábios agora juntos ao seu e beijei ele agora de uma forma mais possessiva e nessecitada.

Jimin retribuía do mesmo jeito, agora suas mãos estavam em volta do meus pescoço o puxando mais para ele, minha mão apertou seu pênis por baixo do tecido fino da calsinha e foi o suficiente para o ômega estremecer.

Puxei sua calsinha para baixo com calma sem separar dos seus beijos, jimin me apertou mais em seus braços e eu abri meus olhos para o encarar. E foi abrir meus olhos que eu vi suas bochechas em um tom avermelhado e seus lábios tão bem desenhados e inchados mais vermelhos ainda, seus olhos quase semisserrados e isso foi o ponto final para o meu delírio. Tirei sua calsinha deixando apenas ela em uma perna, beijei seu peitoral e fui até seus pescoço e beijando e chupando o mesmo.

- Kookie-ah...m-mais...-

Pediu sôfrego.

Eu não estava mais nem me importando se aquilo era um hospital eu só queria tomar jimin ali e faze-lo meu somente meu.

Me afastei dele e tirei minhas calças, voltei pra cima do pequeno e parei um pouco para admira-lo.

Olhei para sua face vermelho e seus cabelos loiros bagunçandos, dessi meu olhar e vi seu peitoral que subia e dessia rápido e por fim seu membro com a cabeça rosada. Com certeza eu tinha um ômega perfeito, não só na aparência e sim também como sua personalidade. Sorri apaixonado para o ômega que tampa seu rosto com as mãozinhas pequenas e gordinhas.

- lindo!-

Diz carinhoso.

Vi seu sorriso e me aproximei novamente de seus lábios o beijando.

- Eu te amo, jimin.-

Diz confiante e apaixonado.


♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡



Notas Finais


Então meu povo 🐙 foi isso

Espero que tenham

gostado desse capítulo.

comentem ❤👀

Aqui em baixo o

que você gostou e

não gostou da fic,

Beijos 😙😙

pra vocês logo trago

mais.

Desculpe se ficou curto demais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...