História Infantilism - Jikook - ABO - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Abo, Alfa, Betas, Jikook, Jimin Bottom, Ômegas
Visualizações 557
Palavras 1.091
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fluffy, Lemon, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Favoritem! Comentem! Compartilhe!

Capítulo 15 - 15


Fanfic / Fanfiction Infantilism - Jikook - ABO - Capítulo 15 - 15

Tae/

algumas horas antes;

Eu e jimin já aviamos chegado no hospital, jimin foi logo socorrido. Eu fui depois, quebrei um braço e tive dois cortes na testa, nada de mais e alguns roxos pelo corpo. Digamos que eu estava "bem" mais eu sabia que yoongi não avia feito por mau, era seu lobo interior reagindo, eu tenho certeza.

Ainda na maca uma médica entrou na sala e verificou meu soro para ver se estava tudo normal.

- Seu amigo já recebeu visitas!-

Diz com um sorriso enorme.

Olhei para ela confuso.

- Quem? -

- Jungkook!-

Arregalo um pouco os olhos e fico boqui a berto.

- espera, jimin esta no cio e se jeon chegar perto dele ele vai...-

Fala preocupado mais é logo interrompido.

- sim, por isso colocamos em uma sala afastada de todos. Não se preocupe ele está em boas mãos!-

Ela diz tranquila

Aceno com a cabeça e solto todo ar dos meus pulmões, não estava preocupado de jeon machucar Jimin,  mais sim se ele quebrar a cama do hospital.

A médica sai, olho em volta, silêncio, me levantei com dificuldades e quando encostei meus pés, naquele chão gelado, uma descarga elétrica correu pelo meu corpo.

Abri a porta e coloquei a cabeça pra fora, nada, não tinha ninguém é aproveitei pra sair. Droga eu não sabia o quarto deles, li algumas placas de direção e vou até a atendente do hospital. Olhei para mim mesmo e vi as roupas de paciente, suspiro e vou até a mesma com passos firmes.

- Boa noite!-

Salda Alegre.

A médica de olhos verdes e de cabelos ondulados sorri para mim.

- Boa noite senhor, em que posso ajudar?-

Ela fala no mesmo tom que tae usou.

- eu queria saber onde fica o quarto de Park jimin!?-

Pergunta calmo.

A ruiva digita algo no seu computador e depois me olha.

- Ah sim, esse quarto não está disponível para visitas!-

Fala seria.

Respiro fundo.

- ao menos me diga o quarto, amanhã de manhã eu vou visitar ele, ele é meu amigo.-

Diz com uma voz chorosa.

Acho que ela não resistiu aos meus encantos e abriu um botão da sua roupa mostrando seu decote.

- mais é claro ele está no andar 10.-

Ela responde com uma voz manhosa.

Pelo seu jeitinho ela deve ser uma ômega, sorri quadrado e fiz um sinal com a cabeça e sai de perto dela.

Agora eu tenho que achar um elevador, quando girei os calcanhar me dei de cara com uma mulher e um jin hyung preocupado. Ele me viu e veio na minha direção me abraçando forte.

- desculpa, me desculpa tae.-

Ele diz com a voz embargada.

Beijei seu ombro.

- tudo bem, ele não fez por mau, eu sei que não!-

Diz tentando não trasparecer sua tristeza.

Ouvi um grito feminino, e vi aquela mulher que chegou com jin hyung grudada nos cabelos da ruiva.

Olhei para jin preocupado e ele e um policial separou as duas.

- Chega de causar problemas por aqui! Já não basta os pacientes?!-

Diz o prateado fardado com a voz de alfa.

Me aproximei pois sua voz

Fez os três encolherem. Fui até jin hyung e coloquei minha mão em seu ombro.

- tudo bem jin?-

Pergunta.

Eu não faço idéia do que está acontecendo aqui, o policial só faltou engolir jin com os olhos que segurava a ruiva ainda.

- j-jin? Seok Kim jin?-

Pergunta nervoso.

Todo mundo se calou, isso tá muito estranho.

- vocês se conhecem jin?-

Pergunta depois de um tempo de silêncio.

Todos olharam em minha direção.

- a-acho que sim...-

Ele diz envergonhado.

Suspiro e vejo que as duas ômegas já estavam bufando de raiva.

- já deu né, podem soltar elas agora.-

Falo calmo.

Os dois as soltaram e a ruiva foi para a bancada de novo, a outra foi na direção de jin ficando no seu lado e pegando em sua mão. Tá isso está muito esquisito, vi o policial travar o maxilar e olhar com desgosto pra cima da mulher.

- acabei por aqui, tenham uma boa noite!-

Ele diz sério e frio.

- espera!-

Jin fala agitado.

Clima estranho, espera, eu tô segurando vela? É isso mesmo?

- Sua mulher não está com tanta paciência, sugiro que a atenda primeiro!-

Ele diz dando um ênfase na parte da "sua mulher"

Olho para jin confuso.

- Ela é sua mulher?-

Pergunta curioso.

Jin pareceu sair do transe dos olhos do policial.

- que? não! Ela é Park minha amiga, mãe do Jimin! -

Ele fala alterado.

E pelas falas de jin o policial pareceu aliviado.

- e você quem é?-

Pergunta gentil.

A tal Park Pergunta se direcionando a mim.

- Kim taehyung, amigo do jin, jungkook e bem do seu filho!-

Diz sorridente.

Ela pareceu satisfeita e eu olhei para o policial a nossa frente.

- e você?-

Aponta para o policial fardado.

Ele olhou para jin hyung, nossa que tensão deu naquela hora.

- Kim Namjoon! -

Ele diz sério e educado.

Acinto com a cabeça e volto minha direção para os dois do meu lado.

- estão procurando jimin e jungkook?-

Pergunta aos dois.

- sim!-

Os dois respondem em uni só.

♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡

Jin;

Fomos para casa depois de um tempo, sem jimin e jungkook apenas eu, Park e tae. Os médicos acharam melhor deixarem eles descansaram e que amanhã de manhã eles dois fossem liberados, meu sobrinho foi preso por tentar abusar do Jimin, é difícil acreditar, não tanto, mas infelizmente ele está preso. Park esta brava com jungkook, por ser um irresponsável de deixar jimin sozinho, mas, jeon não sabia que yoongi ia estar lá. E para a noite fechar com chave de ouro Kim Namjoon aparece no hospital, ele me disse que era policial, mas nunca o vi de uniforme e Deus ele fica tão lindo. Eu mandei uma mensagem para outro dia nois possamos se encontrar e ele adorou a idéia.

Agora aqui na casa dos Park, tae e Park brigavam pelo controle da TV,  parecia duas crianças.

- eu quero ver meus coreanos!-

Diz bufando.

- que eu saiba a casa é minha e a tv também mocinho!!-

Fala debochada.

Chego na sala e suspiro cruzando os braços.

- o que está acontecendo aqui?!-

Pergunta alterado.

Os dois se lançaram um olhar mortal.

- Ele/Ela não quer me deixar ver TV!-

Os dois falaram ao mesmo tempo.

Franzi o senho e peguei o controle de cima do sófa.

- o que você quer ver taetae?-

Diz calmo.

- Meus ídolos coreanos!-

Fala de uma maneira fofa.

Afirmo para o mesmo e sorri.

- você Park? -

Pergunta.

- culinária japonesa!-

Ela fala confiante.

Sorri para a mesma e desliguei a tv.

- Eii!!-

Os dois gritam.

Tirei as pilha do mesmo e as coloquei no meu bolso.

- vocês dois viram a hora? Então vamos dormir, agora!-

Diz autoritário.

Tae ia abrir a boca mais nada falou e abaixou a cabeça, era tão bom se sentir o alfa. Tae foi para o quarto de hóspedes que era o quarto do jungkook e Park foi para o seu. Seguí os dois logo atrás e fui para o quarto do Jimin.


♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡☆♡




Notas Finais


Então meu povo 🐙 foi isso

Espero que tenham

gostado desse capítulo.

comentem ❤👀

Aqui em baixo o

que você gostou e

não gostou da fic,

Beijos 😙😙

pra vocês logo trago

mais.

Desculpe se ficou curto demais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...