História Infatuation - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Grey's Anatomy
Personagens Addison Montgomery-Shepherd, April Kepner, Arizona Robbins, Calliope "Callie" Torres, Meredith Grey, Personagens Originais, Sophia Robin Sloan Torres, Zola Grey Shepherd
Tags Calzona, Grey's Anatomy, Lesbian
Visualizações 90
Palavras 1.445
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olha quem está de volta?!!!! Gente, eu tive alguns dias conturbados e não pude manter uma atualização regular. Perdoem o capítulo pequeno, em breve teremos novidades na fic. Tenham uma boa leitura e não esqueçam de dizer o que estão achando, ok?

Capítulo 8 - I love you to the moon and back


Fanfic / Fanfiction Infatuation - Capítulo 8 - I love you to the moon and back

Dias depois e a viagem de Callie havia chego e Arizona não se sentia nada animada em ver sua mulher ir naquela viagem. "Sua mulher" poder dizer isso novamente era muito satisfatório, tinha certeza de que amaria Callie o resto de toda sua vida. 

Estava deitada de lado com a cabeça apoiada em sua mão e velando o sono de Callie. Sentia seu peito aquecer ao contemplar a imagem daquela latina maravilhosa em um sono tão sereno. Tinham ido dormir tarde pelo simples fato de que Arizona queria passar o máximo de tempo possível com Callie antes que ela entrasse naquele bendito avião para NY. Sabia que precisava se levantar, mas parecia tão tentador ficar ali mais alguns minutinhos. 

Depois de algum tempo se levanta com cuidado e vai até a cozinha preparar um belo café da manhã para Callie e ela, já que Sofia havia dormido na casa de Mer e a essa hora deveria estar na escola. Vestindo apenas uma calcinha e seu robe desceu e começou a preparar suas famosas panquecas com calda de cholate, um café quentinho, e alguns ovos com baicon. Ao terminar de preparar o café, colocou tudo em uma bandeja e subiu para levar o café até Callie. 

Quando chegou no quarto se  depara com a latina totalmente esparramada na cama e o lençol que agora só cobria suas pernas devido a ela ter se revirado na cama. Parou por um instante tendo vislumbre do corpo nu e logo após deu a volta na cama parando ao lado de Callie e colocando a bandeja no criado mudo, retira seu robe e lentamente se senta na lombar da latina e vai se abaixando até chegar ao seu ouvido. 

Acorde, mi amor! - sussurrou no ouvido da latina e deixou um beijo em sua nuca. 

Hum... - esse foi o máximo que conseguiu obter de Callie. 

Vamos lá Calliope, eu fiz o nosso café da manhã - ainda sussurrando desliza seus dedos pelo braço da latina. 

5 minutos, amor. - tentou se virar mas o corpo de Arizona a impediu. 

Nem meio, Calliope. Anda lenvante-se. - disse ao se levantar e ficar em pé para pegar a bandeja. 

Ok ok, você venceu. - lenvanta se sentando na cama e logo em seguida Arizona apoia a bandeja em suas pernas - Isso cheira tão bem Arizona. 

Que bom, pois foi tudo feito com muito amor pra você. - deixa um beijo na ponta do nariz de Callie. 

Hum, está tão romântica hoje... - segura o queixo de Arizona antes que ela se afaste e lhe da um selinho. 

Ei, eu sou romântica sempre. - diz com falsa indignação e se põe a comer juntamente com Callie. 

Depois de um café da manhã regado a muitos beijos e carinhos, ambas tomaram um banho e se arrumaram pois iriam buscar Sofia na escola e iriam para o shopping almoçar para finalmente deixar Callie no aeroporto. Era uma sexta-feira  e o tempo estava bom demais para ser verdade, já que em Seattle vivia chovendo.  

Vamos Sofia! - chama a menina pela quarta vez - Eu disse que passar em casa seria uma má  ideia Calliope. - suspira frustrada com a demora de sua filha. 

Não seria justo nós estarmos tão arrumadas, e a nossa filha com aquele uniforme. - abraça Arizona de lado e deixa-lhe um beijo na testa. - Viu, ela já está aqui. - sorri para a filha que vem correndo na direção de ambas. 

Desculpe a demora mamãe, é que eu não estava encontrando minha bolsa. - sorri sem jeito e Arizona assente já totalmente derretida pela filha. Era incrível como Sofia sabia contornar as coisas com Arizona e apenas com um sorriso. 

Ela tem o seu sorriso - sussurro no ouvido de Arizona e vejo seu lindo sorriso aumentar ainda mais. 

Ela tem mesmo. Nossa filha é tão linda Calliope - deixa um beijo rápido nos labios da latina e se direciona a porta pela qual sofia já havia saído. - Vamos por que nossa filha já está no carro. 

Mamãe, será que eu poderia ter aquele jogo novo?! - Sofia se direciona a Arizona que estava ao lado de Callie enquanto a morena mantinha-se focada a estrada. 

Desde que seja um jogo só, você pode sim. - sorriu para a menina que só naquele ultimo mês já havia obtido três jogos através de Alex que cismava em mimar sua "sobrinha". 

Ok mamãe, um jogo. - sorriu satisfeita e voltou a cantarolar uma das músicas do cd favorito de sua mama. 

Sofia, você sabe que eu viajarei hoje, não é  mesmo? - Callie se vira para a menina que estava focada em comer o que havia em seu prato e mal havia trocado palavras com as mães.  

Sim, mama. - levanta o olhar para Callie e sorri. - Isso aqui está realmente muito bom. 

Então  eu espero que você se comporte muito bem com a sua mae durante esses dias que passarei fora, ok? - sorri para a menina. 

Eu sou uma boa menina, não  é  mesmo mamãe? - direciona seu olhar para Arizona que lhe olha com todo o amor possível.  

É claro, você é a minha menina de ouro. - Arizona passa a mão pelos fios negros de Sofia e lhe deixa um beijo na bochecha. 

Após a pequena conversa no almoço elas se direcionam até a loja de jogos, para que Sofia pudesse obter o seu tão almejado jogo. Sofia era uma menina muito eclética, gostava de fazer ballet, mas também  não dispensava as aulas de futebol no final de semana. Foram poucas as vezes também que viu sua filha realmente entretetida com alguma boneca. Sofia amava seus ursinhos de pelúcia, principalmente um pinguim que havia lhe dado quando era apenas um bebê, ela não se desgrudava nunca dele. A filha havia lhe pedido um cachorro e ela estava considerando a ideia, mas teria de conversar com Callie antes. 

Hum, temos que ter uma conversa quando você estiver de volta, a cerca de um pedido de Sofia. - disse enquanto a filha se perdia entre as fileiras da loja para procurar o jogo. 

É algo grave? - sentiu o corpo da morena tencionar ao seu lado. 

Não, é  apenas um pedido dela que eu gostaria de cumprir, por que não vejo mal algum. - sorriu a fim de tranquilizar a morena. 

Oh, tudo bem então.  - deixa um selinho demorado nos lábios de Arizona. - E lá  vem ela. - fiz ao ver Sofia ir ao seu encontro saltitante ao achar o jogo. 

Algumas horas depois estavam as três  no aeroporto de frente ao portão de embarque de Callie. Arizona tinha lágrimas nos olhos, enquanto Sofia olhava os aviões do lado de fora totalmente desatenta ao inferno interior de sua mãe.  

Promete que vai me ligar todos os dias? - envolve o pescoço da morena com seus braços. 

Eu prometo, amor. - sorri e lhe beija a ponta do nariz. 

Eu vou sentir sua falta amor. - choraminga enterrando o rosto na curva do pescoço da latina. - Promete pra mim que vai se comportar. 

Eu também vou sentir tanta saudade - a beija com tamanho desejo, logo Arizona sente a lingua da latina passear por seus lábios e abre sua boca permitindo que a mesma aprofunde aquele beijo. Suas linguas batalhando e as mãos de Callie percorrendo a lateral de seu corpo, eram uma combinação perfeita para ela. - Eu vou me comportar e em poucos dias eu estarei de volta para você  e nossa família. - diz ao quebrar o beijo. 

Tudo bem, acho que você pode ir agora. - diz ainda agarrada ao pescoço da latina. 

Bom, não vejo como posso fazer isso com você agarrada a mim. - sua risada é abafada devido ao rosto estar no pescoço de Arizona para gravar ainda mais aquele cheiro que peetencia a sua amada. 

Ah, me desculpe. - sorri sem graça e se afasta da morena.- Eu te amo, ok? Te amo até a lua. 

E de volta... - Callie completa e lhe deixa um selinho demorado nos lábios da loira. 

Ei Sofia venha se despedir. - se abaixa com os braços abertos para receber sua filha. - Eu te amo, ok? - beija suas bochechas - se comporte e seja uma boa menina para sua mãe.  

Ok, mamãe e tenha uma boa viagem. - após um ultimo abraço se aproxima de Arizona que a abraça de lado como pode, para ver Callie ir embora. 

Bom, acho que agora é  hora de nós irmos para casa, ok? - deixa um beijo na cabeça na menina que lhe da uma confirmação  muda e ambas seguem para casa. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...