História Infinity - Jin - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jung Hoseok (J-Hope), Kim Seokjin (Jin), Min Yoongi (Suga), Personagens Originais
Tags Drama
Visualizações 9
Palavras 1.481
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii Meus Fantasiosos. 🌸

QUE INTRO FOI AQUELA???? Ficou I N C R Í V E L!!!


Espero q gostem!
Boa leitura!
Leiam as notas finais, por favor.

Capítulo 1 - 001 - Notícias!


17/05

A lua refletindo nos olhos de Eubin dando um contraste tão incrível aos olhos de Jin. Com um sorriso singelo, ele à encarava intensamente.

- Você é tão linda, quanto meu prato cheio de comida. - Tentou recitar um poema.

- Bobo! - Eubin olhou para Jin e começou a rir.

Eles estão comemorando quatro anos de casados, em uma ilha paradisíaca nas Ilhas Maldivas.

A lua cheia no horizonte, deixava o clima romântico, as ondas do mar iam e vinham calmamente, o céu bastante estrelado com a brisa fresca.

Eles se sentaram em cima de uma tanga vermelha com flores brancas na areia fina, clara. Ao fundo está a casa com a faixada de vidro, ao lado da casa têm algumas árvores.

De mãos dadas em silêncio ambos encaravam as estrelas.

Quando uma estrela cadente passou.

- Olha! - Apontou Eubin para a estrela que passava. - Faz um pedido, rápido. - Sorriu eufórica.

Jin fechou os olhos e fez o pedido.

- Fez?! - Perguntou-a para ele.

- Sim. 

- O que você pediu?! - Perguntou se virando para o marido de pernas cruzadas, já Jin fitava o horizonte abraçando suas pernas cruzadas.

- Segredo. - Riu, ela revirou os olhos. - Você pediu alguma coisa?! 

- Aham. - Balançou a cabeça.

- Me conta. - Mandou sério.

- É segredo. - Usou a palavra do marido contra ele.

- Besta. - Deu a língua feito uma criança.

Eubin levantou, parou em frente ao marido e foi desabotoando vagarosamente e de uma forma sensual, a camiseta branca dele que ela usava.

Ela passou a língua entre os lábios e arqueou a sobrancelha, Jin prestava atenção, totalmente fascinado.

Ficou somente de calcinha e foi em direção ao mar.

Assim que chegou na parte molhada da areia, se virou na direção do marido e tirou a calcinha de renda na cor coral e fez um sinal com a mão chamando Jin.

- Vem! - Falou alto e entrou na água salgada e morna do mar.

Foi caminhando até que parou em uma parte onde seus seios ficaram submersos com a água.

De costas para Jin, Eubin reparava a lua cheia, bastante iluminada com um sorriso.

Jin tirou sua bermuda jeans e a camiseta com listras na horizontal na cor azul marinho, aproveitou e tirou a cueca.

Foi em direção da esposa, entrou na água e caminhou para perto da mulher, logo que chegou perto da mesma, abraçou-a por trás passando suas mãos pela cintura de Eubin e encostando sua cabeça no ombro direito dela.

Jin é bem maior que Eubin, então a água ficou abaixo de seu peitoral.

Eles estão aproveitando o silêncio, com os corpos juntos, dando uma certa segurança para ambos.

O mais alto começou a beijar o pescoço de Eubin, para ajudar ela tombou a cabeça, deixando-o no controle.

Ele passou a língua da clavatura até perto do ouvido dela e mordeu a parte de baixo de orelha, ela arfou.

As mãos de Jin foi subindo para os seios dela, logo que chegou ele começou a massagea-los. Enquanto fazia isso, maltratava o pescoço dela com chupões e mordidas.

Por querer mais contato, Eubin se virou e enlaçou as suas pernas na cintura de Jin, sua boca pequena e um pouco carnuda foi de encontro com os lábios grossos deles.

Fecharam os olhos, cada um explorava a boca um do outro com calmaria e lentidão, no final do beijo, Eubin mordiscou o lábio inferior do marido e puxou.

Se encararam intensamente.

Eubin foi descendo os beijos até o pescoço dele, beijou-o e deixou uma marca roxa de chupão.

A ereção de Jin já era nítida, com uma certa pressa, ele saiu do mar com a esposa no colo.

Iam aos beijos.

Já na areia, Jin deitou a esposa na tanga, suas intimidades se friccionaram fazendo-os arfarem.

Jin desceu os beijos molhados para os seios, sugavam-os e mordiscava-os com maestria.

Eubin gemia baixinho.

Ele começou a traçar um caminho imaginário de beijos até sua intimidade, umedecida tanto pela água, quanto pelo o lubrificante natural dela.

Após chegar no lugar que tanto desejava, pôs uma perna da esposa em seu ombro.

Com o polegar começou a friccionar o clitóris dela.

- Aaah... - Gemeu após sentir o dedo gélido do marido em sua intimidade.

Sem mais delongas, Jin passou a língua por toda a extensão, fazendo movimentos acelerados de vai e vem, circulando e dando uma certa prioridade ao clitóris.

Eubin gemia e se contorcia extasiada.

Jin introduziu dois dedos em sua entrega, ele ía rápido.

As pernas de Eubin começaram a ficar bambas, devido aos espasmos do seu primeiro orgasmo.

Com um gemido arrastado, avisou seu limite suas costas arqueram.

Ela soltou seu líquido quente, Jin limpou.

Seokjin começou a se masturbar com rapidez, na tentativa de se aliviar.

Foi indo vagarosamente e encaixou e sua glande inchada na entrada de Eubin.

Ele a olhava como um devorador.

Introduziu seu pênis, ela enlaçou uma das pernas na cintura dele, enquanto suas mãos foram para as costas dele.

Jin apoiou as mãos acima do ombro de Eubin na areia para poder não machuca-la e também para poder pegar mais impulso.

Com estocadas fortes, ele ía e vinha, fazendo o corpo de Eubin subir a cada estocada, a boca entre aberta dela e bem vermelha devido aos beijos, soltava gemidos.

O cabelo molhado de Jin grudava em sua testa fazendo-o ficar mais sexy.

Eubin contraiu suas paredes vaginais.

- Porra.... Aaaah Eubin.... - Gemeu arrastado, fechando os olhos para aproveitar.

Eubin Sorriu maliciosa.

Trocaram de posição, Jin se sentou na areia e Eubin ficou em cima dele com os joelhos na areia.

Eles deram as mãos e encostaram as testas, ela começou a rebolar vagarosamente, e foi intensificando os movimentos, a outra mão dela segurava o ombro de Jin e arranhava-o, já a outra mão dele apertava a cintura dela.

Os gemidos misturados com o som das ondas fazia uma trilha sonora só deles, a luz do luar sob eles fazia parecer uma cena de filme romântico.

Jin já chegava em seu orgasmo, ele gemeu e preencheu Eubin com seu líquido.

Eubin se preparava para o segundo orgasmo, após gemer mostrando sua exaustão, ela ficou em cima dele sem fazer nenhum movimento, sua cabeça estava encostada no ombro dele, e ele abraçava-a fortemente.

- Te amo. - Sussurroi Jin. 

- Também te amo. - Respondeu Eubin.

Depois que suas respirações descompassadas se cessaram, ambos deitaram lado a lado na tanga e dormiram ali mesmo.

(.....)

Dias depois.

A pequena "lua de mel" comemorando o quarto ano de casamento havia acabado, eles já haviam voltados para Seoul.

Tudo ocorria bem, Jin e Eubin haviam aberto o primeiro restaurante em Busan, da linha dos Restaurant Precius.

Segundos os críticos gastronômicos sul-coreanos "Precius" é um dos melhores restaurantes de comida coreana gourmet da Coréia do Sul.

20:00.

Eubin estava com os braços encostados no balcão de madeira escura, ela havia tirado o seu avental branco.

E ficou prestando atenção no lugar, que tem uma decoração simples perante aos outros restaurantes onde os críticos gastronômicos iam.

As paredes são nas cores caramelo em contraste com o branco, há quadros médios brancos com siglas em chinês.

As mesas e cadeiras são em madeira escura, ao fundo do balcão em que Eubin estava encostada, há uma abertura na vertical onde passa os pedidos, os garçons estão vestidos com calças sociais e camisetas brancas.

Na entrada há um pequeno balcão com uma moça que recepciona os clientes.

Eubin sentiu o cheiro de pimenta e lhe deu ânsia, correu diretamente para o banheiro e entrou em uma cabine qualquer.

Começou a vomitar, logo deu descarga, lavou a boca e apoiou as mãos na pia de parcelana branca, e encarou seu reflexo cansado no espelho.

- O que há de errado com você, Eubin?! - Se perguntou tristonha.

Há uns dias ela tem ficado com enjôos e tonturas.

.

.

.

Já estava na hora de Jin e Eubin fecharem o restaurante e ir para a casa quando.

- Amor, me ajuda aqui. - Pediu Jin carregando algumas caixas com verduras até a cozinha.

- Esperai. - Respondeu fechando o caixa.

Andou até a cozinha, logo que chegou na perto do balcão de inox onde Jin havia colocado a caixa amarela, Eubin desmaiou.

- Eubin! - Gritou assustado.

Pegou-a no colo desnorteado, mesmo sendo errado porque não se pode pegar ninguém no colo, após um desmaio.

Ele desligou as luzes um pouco desajeitado, trancou as portas e levou a esposa até o hospital com urgência.

.

.

 Eubin chegou no hospital já acordada, porém um com dor de cabeça e enjôos.

Foi encaminhada para um sala, colocaram uma agulha em sua veia, para ela tomar soro e se hidratar.

Jin ficou no quarto junto à ela com as mãos na cintura andando pra lá e pra cá, assustado.

- Calma! - Pediu Eubin com o cenho franzido. - Logo o chão mais abrir. - Debochou.

- Você está bem?! - Perguntou.

- É, estou melhor. - Sorriu, Jin foi em sua direção e sentou-se na cama e pegou na mão dela. - Fiquei com medo de algo ruim acontecesse à você. - Confessou.

- Não precisa, vou está aqui sempre. - Afirmou.

A porta foi aberta, mostrando um médico sério com uma prancheta em mãos.

- Senhora Jung Eubin. - Chamou-a. - Aqui está seus exames

- Ela está bem?! - Interrompeu Jin.

- Sim, ela é o bebê passam bem. - Avisou.


Notas Finais


Tchau. 😘

Perdoem os erros de português ou qualquer coisa.

Bom, essa fic é pra ter bastante drama.

Sobre a fic do "Laços Imperfeitos" irei atualizar assim que eu conseguir passar o que está em minha mente no papel, tenham paciência e não desista de mim.


Esse foi o capítulo de hj, espero que tenham gostado. @Fantasiosa
Têm outras histórias, dão uma passadinha lá se vcs puderem, é claro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...