História Ink's Harem - Capítulo 6


Escrita por: ~

Visualizações 59
Palavras 1.353
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Harem, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Capítulo não revisado.

Capítulo 6 - Here - Ink x Blueberry


Fanfic / Fanfiction Ink's Harem - Capítulo 6 - Here - Ink x Blueberry

<Humantale>

Blueberry, o garoto fofinho da escola que todos querem ter por perto.

Além de ele ser meigo e fofinho, sua presença é agradável e é tão puro quanto um bebê, não é pra menos que ele é um garoto tão popular.

Mas por mais que ele tenha várias pessoas a sua volta e amigos valiosos, ele nunca achou um alguém especial, não que ele esteja interessado.

Convenhamos, ele possivelmente nem sabe o que é beijar na boca.

Ele se sente sozinho mesmo que tudo e todos digam o contrário, isso é um problema que ele viu como sem solução, isso estava a começar a afetar sua personalidade e auto estima.

Ele procurou ajuda profissional, e uma de suas conversas com um médico foi o que mais o ajudou.

"Então, você se sente sozinho ao entorno de outras pessoas? Intrigante." O doutor psicológico disse.

"Teria algum remédio ou tratamento para resolver isso? Eu não gosto de preocupar meus amigos com essas coisas." Blueberry comentou para o médico a sua frente.

"Bem, tem uma solução, bem infantil, mas pode funcionar." Disse o médico virando a cabeça para o menor.

"Estou ouvindo!" Blue deu um pequeno sorriso ao pensar em resolver esse problema.

"Um amigo imaginário parece uma boa jogada, o que acha?" O médico abaixou seus óculos para encarar Blueberry nos olhos.

"Como exatamente isso vai me ajudar?" Perguntou confuso.

"Na teoria, ter alguém que te conhece tão bem quanto você mesmo pode resolver isso, acho que tentar não custa nada." Respondeu o mais velho.

"Minha criatividade não é tão ampla assim..." O de cabelos platinados abaixou a cabeça.

"Sem problemas, um amigo meu psicólogo fez um esboço de um amigo imaginário que o ajudou a superar seus problemas, é só um esboço como eu disse, mas pode te dar uma base em no que pensar." Entregou o papel para Blue.

Ao olhar para o papel, tinha um menino desenhado nele, ele não tinha nenhum detalhe específico em geral, era sem vida. Mas Blueberry já tinha algo em mente.

"Obrigado, espero que funcione." Disse descendo da cadeira e indo em direção a porta.

--

Se passou cerca de cinco dias.

Blue estava tentando completar o esboço, até agora o garoto que antes era sem cores e detalhes tem um cachecol e roupas bem detalhadas, uma blusa azul bebê na cintura e uma mancha de tinta na bochecha.

Ele não desenhava muito bem, mas se conseguia diferenciar as coisas no desenho.

O pequenino resolveu ir dormir, amanhã pensaria mais em seu novo "Amigo imaginário".

~~

Acordou animado, era o último dia de aula do ano, sem mais tortura para ele!

Blueberry tomou seu café e arrumou tudo para ir para a escola, teve um último dia de despedidas e felicidades e foi andando para casa.

Abriu a porta de casa e entrou, assim que esteve dentro trancou a porta e guardou as chaves, subiu ao seu quarto e se sentou em sua cama.

'Ótima hora para fazer o plano do amigo imaginário funcionar.'

Logo se concentrou, tentando fazer o personagem se tornar real por meio de seu cérebro.

Abriu os olhos depois de força-los e esperou, até ver uma silhueta sentada no carpete do chão de seu quarto.

"Hmm?" Blue virou a cabeça confuso.

"Ah, olá! Me chamo Ink, seu novo melhor amigo." O garoto disse sorrindo.

"Funcionou!" Blueberry comemorou.

"Obrigado por me tirar do imenso braco...Err?" Ink perguntou ainda sorrindo.

"Blueberry, pode me chamar de Blue" Se apresentou se sentando em frente ao garoto fictício.

"E o que exatamente é o 'imenso branco'?" Blueberry perguntou confuso.

"O papel onde eu estava, heh, como eu já  disse, me chamo Ink e sou seu novo melhor amigo." Ink piscou para o outro.

"Ink? Você quer dizer que... Você se chama tinta?" Blue fez uma careta com o nome estranho.

"E você se chama mirtilo." Touché.

"Hehe, ok, você venceu." Blue solutou uma risada.

"O que você gosta de fazer?" Perguntou Blueberry.

"Não sei. O que VOCÊ gosta de fazer?" inclinou a cabeça para frente assim que fez a pergunta.

"Huh, jogar alguns jogos... Ficar com meus amigos e dormir." Disse simplista.

"Então já estamos fazer uma coisa." Ink concluiu.

"Qual?" Blue perguntou inocentemente.

"Dormindo." Ink falou sarcástico.

"Uhhh" Blue ficou sem resposta.

"Ink dois, Blue zero." Ink riu.

"Vejo que você é o cara das piadas..." O de roupas azuis comentou sem graça.

"É, pode-se dizer que sim." Ink deu de ombros.

"Então o--" Blue foi interrompido pela porta que foi aberta.

"Maninho, eu vou sair com Mettaton, seja bom, ok?" Papyrus disse e Blue fez que sim com a cabeça, então a porta foi fechada.

Blue olhou em volta mas não viu Ink, se sentiu confuso e solitário novamente.

"I-Ink?" Chamou o pequenino.

"Aqui." A voz do outro ecoou pelo quarto, o menor olhou para a direção de onde a voz vinha, era de trás de sua escrivaninha com o computador.

"Por que se escondeu? Só eu posso te ver." Blue perguntou confuso.

"...Heh, tem razão, força do hábito." Ink sorriu e saiu de seu esconderijo.

"Então, tenho que te ajudar com algum problema, esse é meu objetivo. Me fala aí, qual é? " Ink se sentou novamente.

"Eu me sinto muito sozinho... Mesmo não estando tecnicamente." Explicou rapidamente.

"Parece um caso de Monofobia, só que mais extremo." Ink colocou sua mão no queixo intrigado.

"Você consegue me ajudar com isso?" Perguntou Blue.

"De fato." Ink respondeu sorridente.

"Como então?" Se aproximou do maior.

"Vou fazer você não se sentir sozinho, lembre-se que eu sempre estou aqui." Ink sorriu, minimamente corado, com isso, Blue também corou.

---

Blue estava tenso, seus amigos conversavam normalmente e ele permanecia quieto, ele se sentia excluído e sozinho.

Ele olhou para o outro lado do parque e avistou Ink encostado em uma árvore, ele acenou em um gesto de 'Está tudo bem, relaxe.' E Blueberry voltou a sorrir.

--

"Hey, Blue? Pode esperar um tempo até eu e Metta voltarmos da lanchonete? Eu não quero cozinhar e a comida de lá é boa." Papy disse com seu jeito desleixado.

"S-sem problemas..." Disse hesitante.

Papyrus se despediu de seu irmão e falou que voltaria logo.

O mais novo começou a tremer, ele se sentia sozinho, seu irmão não estava aqui, nem Ink.

Ele estava perdendo sua sanidade, ele começou a chorar.

"Alguém...Por favor...Volta...Ink..." Ele disse em meio a soluços.

Ele não parou de chorar até sentir braços o envolvendo, ele ficou em choque.

Depois de uns segundos processando o ocorrido, ele abraçou de volta.

"Ink?" Perguntou com a voz ainda trêmula.

"Blue, você tá bem?" Ink nem se quer percebeu que tinha contato físico com Blueberry.

"Você...Eu consigo te tocar..." Ele falou surpreso.

"Claro que consegue! Eu não sou só um fruto da sua imaginação. Sou Ink, o experimento Vial-White, ou VW, como quiser chamar." Ink separou o abraço.

"Então você é real?" Perguntou Blue.

"'Real' entre vários aspas, mas sim. Você pode manter contato visual e físico comigo." Ink respondeu brincalhão.

"Hmmm...Você vai me ajudar a superar isso, não é?" Blue perguntou corado.

"Er, sim. Por que a pergunta?" Ink levantou uma sobrancelha.

"Você poderia...uhh..." Blue não conseguiu terminar a frase.

"Poderia o que?" Ink começou a corar também.

"Me dar um beijo?" Blueberry disse quase se arrependendo em seguida.

Essa pegou Ink de surpresa, ele não esperava Blue pedir isso para ele, muito menos assim do nada.

Ink resolveu fazer o que ele queria, se isso o fazer melhor, vale a pena.

Então iInk segurou o queixo do menor e puxou em sua direção, assim juntando os lábios dos dois, Blueberry estava fervendo de vergonha.

O beijo foi separado lentamente e Ink sorriu para Blue.

"Poderia ter pedido a qualquer hora." Ele piscou.

--

Já faziam quatro meses que Ink conheceu Blue, e incrivelmente o menor parece ter superado seus problemas, nesse momento ele estava junto de seus amigos entrando para a escola.

Ink olhou a cena e sorriu.

"Meu trabalho aqui foi feito." Ele disse dando meia volta e saindo dali.

~~

Blueberry chegou em casa depois de um dia na escola, subiu as escadas e procurou por Ink.

Nem sinal do mais alto, e isso começou a preocupa-lo.

Blue saiu de casa o mais rápido que pode e procurou por toda a cidade, não tinha nenhum rastro da existência do garoto.

Blueberry voltou para casa derrotado, se sentou no chão escorado na parede e começou a chorar.

'Não se preocupe Blue, eu ainda estou aqui, com você. Só que não pode nem me ver e nem tocar, te vejo em breve, Cutie.'

Em sua cabeça essa frase se repetiu, até ele se acalmar, ele tinha um motivo para ficar feliz.

Ele poderia ver Ink outra vez, junto dele, aqui.


Notas Finais


Como mta gente pediu, aq esta Inkberry!
Olha a horaaaa ;w; nem deu pra terminar antes :/
Dps eu add umas coisas importantes aq nessas notas finais...
Ah é, multishippers, espero que não shippem apenas Sanscest :3

*Edit do outro dia*

Eu tava precisando dormir, pqp akdkakkd
Mas postei msm assim pq sou dessas :P
Bem, o próximo shipp mto provavelmente ainda vai ser sanscest, mas quero fazer algo diferente pra n ficar cansativo de escrever e de ler, se vcs gostarem, bom. Se não gostarem...Vão se fuder.

Mentira que eu valorizo opinião dos outro, vai me xingar não kaskakskak
Eu acabei de acordar e são 7AM ainda, dá um desconto.

Semana de provas chegando e eu aq, sem fazer nada.
Mas dia 1 de Dezembro to livre já :3

Eeee eu encomendei um cosplay de Chara XD
Vai demorar 4 meses se for seguir o mesmo caminho q o do Sans levou.
Pqp meu histórico com entrega de Cosplays é triste ;-;

Eu fugi um pouco do assunto, vou parar por aq

Byee

Ass:XD


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...