História Innocence - Shawn Mendes - Capítulo 33


Escrita por:

Postado
Categorias Magcon, Shawn Mendes
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack and Jack, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Jacob Whitesides, Kian Lawley, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Escola, Hot, Magcon, Mensagens, Shawn Mendes
Visualizações 219
Palavras 960
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 33 - 3.3


Pov's Brooke

Shawn levou minha blusa e a jogou no chão, levei minhas mãos pro seu cabelo antes de o beijar, enquanto elas faziam um carinho na sua cabeça

Sua mão foi pro meu rosto no mesmo momento que a minha desceu para sua calça jeans, com minha respiração ofegante eu separei nossos lábios e abaixei minha cabeça tirando seu cinto rapidamente

- está tão rápida porque? - perguntou ele acaricinho meu cabelo enquanto eu continuava de cabeça abaixada terminando de tirar seu cinto

- porque eu não sei se aguento esperar mais...- falei sorrindo quando tirei seu cinto o jogando no chão

- acho que isso é bom, não? - perguntou o moreno sorrindo e eu só o encarava fazendo o mesmo

- você não imagina o quanto - disse juntando nossos lábios novamente

Sua mão foi para minha blusa a tirando rapidamente, me fazendo ficar só de saia e roupa intima

- e seu o seu pai chegar aqui? - perguntou ele segurando a minha mão quando eu ia abaixar sua calça jeans

- ele deve estar muito ocupado em uma reunião, Shawnie - falei sorrindo e terminei de abaixar sua calça com sua ajuda

- tudo bem então - disse ele segurando minha cintura e me tirando na mesa

Ele beijou meu pescoço e logo beijou meus seios por cima do sutiã, olhei seu corpo e sorri ao ver que o mesmo estava só de cueca

- o que foi? - perguntou ele sorrindo corado, Deus me livra desses pensamentos impuros

- você tá um puta de um gostoso sabia? - fiz uma cara de maliciosa e ele riu

- e você tá bem tarada sabia? - perguntou ele é eu ri tirando meu tênis

- sempre fui - falei na defensiva e foi a vez dele rir

- você não existe garota...- disse Shawn é eu neguei sorrindo

- na verdade eu existo sim...- falei beijando seu peito

- vamos logo com isso...- falou Shawn sorrindo para mim

Sua mão desceu minha saia e a tirou, ele beijou meu maxilar, meus seios e novamente meu pescoço entre-carlando em morder e chupar ele

Shawn me virou rápido e me prensou na mesa

- nouza Shawn - falei surpresa e ele riu

Senti sua mão no fecho do sutiã e logo ele estava solto, tirei ele pela frente e o joguei no sofá

As mãos do Mendes massageavam meus seios e rodava o bico dele com os dedos, senhor é que dedos. Imagina isso em outro lugar?

Chorei, e não foi pelos olhos

Sua cintura se colou na minha e pude sentir seu membro se enrijecer com o contato

Oh my goodness!

- você pode ir logo com isso? Porque eu tô meio que...digamos, super interessada em ficar no controle - disse ainda escoras na mesa, escutei sua risada e logo senti ele se afastar

Vi pela minha visão periferia sua cueca ir para o chão, sorri com isso

Minha calcinha desceu e logo senti suas mãos gelidas na minha cintura novamente, seu membro passou pela minha intimidade é eu arfei de imediato

- Shawn...por favor...- falei com a respiração entre-cortada

Mesmo de costas senti ele sorrir

A cabeça do seu membro tocou minha intimidade é logo senti ela entrar na mesma

- Oh Shawn...- gemi quando movimentos lentos foram iniciados pelo moreno de pele clara

Ouvi seus suspiros fracos e vacilantes, igual seus gemidos. 

- mas rápido...- falei agarrando a borda da mesa

Suas estocadas se aprofundaram e logo elas tocaram alguns pontos sensíveis meus, gemi com as estocadas fundas do garoto e senti alguns pingos de suor no meu rosto

Ele levou uma mão para meu clitóris, o estimulando. 

Quem é você é o que fez com o Raul?

Era só isso que eu pensei naquele momento, além de pensar também em como aqueles dedos trabalhavam bem

Sh-awn...eu to...quase - disse ofegante soltando um gemido em seguida

- eu também...- falou ele do mesmo jeito  o que eu. Suas estocadas aumentaram na intensidade, me fazendo chegar ao clímax junto dele.

Minhas pernas ficaram bambas é eu cairia no mesmo momento se não fosse pelo Shawn que me segurou pela cintura

- vem - falou ele me levando pro sofá, nos deixamos nele é eu coloquei minha cabeça no seu peito

- eu estou com sono...- falei bocejando cansada

- acho que seria melhor nos irmos para nossa casa, vai que seu pai chega aqui? - perguntou ele nervoso, ri pensando no meu pai vendo isso, com certeza teria um ataque cardíaco e outro de ciúmes

- ele no máximo ia te bater - falei calma mas estava morrendo de rir por dentro

- no máximo ata - falou ele indignado

- vamos para minha casa, lá a gente dorme - disse me levantando só sofá e caçando minhas roupas as colocando

- ok - disse ele fazendo o memso que eu

Assim que terminei de calçar meu tênis e arrumar meu cabelo, eu e Shawn saímos da sala após ajeitar ela

- pai? - chamei meu velho quando cheguei na recepção e vi ele falando com Kat

- Oi filha, onde vocês estavam? - perguntou meu pai é eu tentei não rir

- na sala de música, eu estava tocando piano e Shawn violão - falei sorrindo e ele concordou, ufa senhor - eu vou para casa com Shawn, você pode levar meu carro depois? - perguntei e meu pai assentiu

- Ross leva - falou Paul é eu sorri concordando - tchau filha - disse ele me abraçando e assim que Shawn seu tchau pro meu pai eu sai da gravadora com o garoto ao meu lado

- cade seu carro? - perguntei procurando pelo conversível preto do moreno

- alí - apontou para o carro, andamos até o Jeep e entramos nele - não sei como consegue mentir tão rápido - falou Shawn é eu ri

- por que você não sabia no quanto eu estava nervosa - falei rindo e ele sorriu mostrando seus dentro incrívelmente brancos

Um dos melhores sorrisos que já recebi para falar a verdade.

•••


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...