História HIATUS Innocent and Shy - JK (BTS) and You - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 338
Palavras 1.534
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


lançando capítulo na madrugada pq sim KKKK

Capítulo 9 - Black eyes


Fanfic / Fanfiction HIATUS Innocent and Shy - JK (BTS) and You - Capítulo 9 - Black eyes

AUTORA ON

Após a noite quente com Yoongi, na manhã seguinte, S/N tomava café com o resto do grupo, obviamente, ela andava, mas com um certo desconforto, coisa que passaria rapidamente. Como nós conhecemos eles muito bem, claro que eles haviam zoado ela, graças aos barulhos da noite passada.

-Ok, chega de pertubar a coitada. Qual vai ser a programação de hoje?- Jimin diz após engolir um saboroso pedaço do bolo de morango.

-Nós podíamos ir para o letreiro de Hollywood- Taehyung diz animado.

-Com certeza!! Eu super apoio!- S/N se pronuncia- sempre foi meu sonho ir pra lá!

-Se nossa garota, quer, vamos fazer, afinal, estamos aqui por ela- Jin diz de forma meiga fazendo a garota sorrir.

- Obrigada, oppa!- ela diz e todos se derretem com sua fofura.

QUEBRA DE TEMPO

Após o café da manhã, eles foram cada um para seu quarto para fazer o que queriam, após isso, foram almoçar. A cozinheira da casa havia feito um super banquete para eles, boquiabertos, eles se sentaram alí e comeram, os homens ficaram impressionados com a capacidade de S/N para comer, ela come muito e continua do mesmo jeito, Jungkook fez o mesmo. Obviamente, Hoseok estava fazendo graça para todo mundo rir, foi bem divertido.

Após o almoço, todos foram se arrumar, S/N colocou uma saia xadrez preta com uma correntinha do lado, uma blusa cinza escura com desenhos que havia "roubado" do Jungkook, ou seja, era enorme nela, e por baixo, uma blusa de manga com listras preta e vermelha, ela também usava uma meia arrastão junto de um coturno sem salto. Como os meninos estavam demorando, ela resolveu esperar no carro, sentou se em um dos bancos e ficou mexendo no celular, logo, a garota escuta a porta da van se mexendo, alguém tinha chegado.

JUNGKOOK ON

Abri a porta da van e me deparo com a S/N me observando, ela estava no banco do fundo, o Sol invadia a janela fazendo uma bela iluminação sobre a mesma, contrastando com suas roupas escuras, ela se assemelhava a um anjo perdido, com a alma aflita e o coração cheio de machucados e amor, sua bondade era grande demais para podermos entender e sua capacidade estava além do que podíamos imaginar.

Fecho a porta do carro e caminho até ela, suas orbes inocentes me encaravam de forma curiosa e fofa, sento me ao seu lado, reparo em seus fones de ouvido e digo:

-O que está ouvindo?- ela retira o fone de um dos lados colocando em mim, dessa forma, nossos corpos estavam mais perto.

-Daddy Issues, do The Neighbourhood, eu gosto de ouvir essa música pois ela me lembra você- o inglês da música era básico e a pronúncia era clara, eu pudia entender perfeitamente, chego mais perto dela e olho profundamente em seus olhos.

“I tried to write your name in the rain

But the rain never came

So I made with the sun

The shame, always comes at the worst time

Ask me what I'm thinking about

I'll tell you that I'm thinking about

Whatever you're thinking about

Tell me something that I'll forget

And you might have to tell me again

It's crazy what you'll do for fame

Go ahead and cry little girl

Nobody does it like you do

I know how much it matters to you

I know that you got daddy issues

And if you were my little girl

I'd do whatever I could do

I'd run away and hide with you

I love that you got daddy issues”

(“Eu tentei escrever o seu nome na chuva

Mas a chuva nunca veio

Então, eu fiz isso com o sol

A sombra sempre vem nos piores momentos

Você me pergunta no que estou pensando

Eu te direi que estou pensando em

O que quer que seja que você está pensando

Me diga algo que eu vou esquecer

E você tenha que me contar de novo

É uma loucura o que você faz por um amigo

Vá em frente e chore, garotinha

Ninguém faz isso como você faz

Eu sei o quanto isso importa para você

Eu sei que você tem problemas com seu pai

Se você fosse minha garotinha

Eu faria tudo o que pudesse

Eu fugiria e me esconderia com você

Eu amo que você tenha problemas com seu pai”)

Desci meu olhar de suas orbes para sua boca, seus lábios se encontravam entreabertos, desço meus olhos pelo seu corpo e chego até suas mãos, elas estavam apoiadas na saia sob o celular, notei que ela tremia então segurei suas mãos.

- Você me ama? Você sente algo? O que passa nessa sua cabecinha? Como você se sente?- pergunto susurrando de forma melancólica e angustiada, ela se arrepia, fecha os olhos respirando fundo e me olhando novamente.

- Eu te amo, até demais, e isso me causa um leve desespero, ter você tão perto, é estranho, você tem um poder enorme sobre mim, e eu não sei como. Na minha cabeça, passam diversas coisas, formas de me matar, como me declarar, milhares mesmo...- uma lágrima corre por sua bochecha- eu só... estou desesperada, cansada, com medo, mas... o pior de tudo, é aqui- ela coloca sua mão destra em seu peito, indicando o coração- estou angustiada, um sentimento estranho invade meu coração toda vez que olho para você ou fico muito perto, diga-me, o que você faz comigo?

- Eu juro que sinto o mesmo, nós temos algum tipo de ligação, e... eu não faço nada, eu iria te perguntar isso mas...- antes mesmo de terminar a frase, ela me puxa para um beijo, eu coloco minhas mãos em sua cintura de forma possessiva e a puxo mais pra perto ainda, levo sua mão até meu peitoral, ela se surpreende ao notar o quão acelerado estava meu coração.

Ela chegava cada vez mais perto, como um ímã, logoz já estava no meu colo, a música tocava de forma lenta, parecia a cena de um filme.

O ar falta e finalizarmos o beijo, ofegante, ela me olha, parecia olhar minha alma, ela sorri, o sorriso mais sincero e belo que já vi em toda minha vida.

- Isso foi profundo- ela diz rindo voltando para seu lugar, eu rio em resposta, logo, ouvimos a porta da van se abrindo, eram os meninos.

- Ai que bom que ela é pura, tava com medo de entrar aqui e achar esses dois transando- Hoseok diz sem vergonha nenhuma fazendo todos rirem, obviamente, deixando a menina corada.

QUEBRA DE TEMPO

AUTORA ON

Após uma tarde no letreiro de Hollywood, com direito a fotos, vídeos, brincadeiras, música, dança, jogos entre outras coisas, eles resolvem voltar para casa, ao chegar em casa, fazem o que Namjoon havia pedido, um jantar mais caseiro comendo lamen, S/N havia adorado a ideia.

Todos estavam comendo na mesa até que...

S/N ON

Sinto uma mão grande em minha coxa, era Jeon, sua mão vai lentamente até minha intimidade ainda coberta por minha roupa, eu me arrepio e me contorço de leve.

- S/N?- Taehyung me chama.

- O-oi...- digo tentando não gemer com os movimentos alí.

- O que foi?- Namjoon se pronuncia.

- N-nada... [respira fundo com dificuldade]

- Oxe, o que foi, menina?- Diz Hoseok de forma levemente engraçada.

- É, qual o problema?- Jungkook pergunta rindo de forma pertubada.

Eu olho para Jeon incrédula, como alguém podia ser tão sonso?! Ele apenas riu da minha cara e retirou a mão dalí.

- Deixa quieto, isso é coisa deles dois- Jin disse rindo e Yoongi nos olha sorrindo malicioso, eu cubro o rosto envergonhada e volto a comer minha comida.

QUEBRA DE TEMPO

Após jantarmos, nós resolvemos que eu iria dormir com Jungkook, todos já haviam feito suas feições maliciosas, frustrada, vou até meu quarto e coloco um kigurumi do Cooky, vou até o quarto de Jungkook e bato na porta, ele diz "entre" e assim faço.

Seu quarto estava iluminado apenas com a luz da lua e das estrelas que chegavam pela enorme porta de vidro da sacada, foco meu olhar em Jeon, ele estava com seus longos cabelos no rosto, um expressão sexy, lábios entreabertos, sem camisa, apenas uma calça moletom preta.

- Vem aqui, baby- o homem diz isso com a voz arastada, rouca, sexy e mais grossa que o normal, me arrepio e fecho a porta atrás de mim, caminho calmamente até sua cama e sento o olhando.

Ele me puxa, deitei bem colada a ele, Jungkook me abraçou fortemente, como se pudesse me proteger de todo o mal do mundo, o mesmo fazia um cafuné na minha cabeça e eu apenas o abraçava como uma criancinha com medo.

 - "Go ahead and cry little girl, nobody does it like you do, I know how much it matters to you, I know that you got daddy issues, and if you were my little girl, I'do whatever I could do, i'd run away and hide with you, I love that you got daddy issues"- ele cantou o refrão da música que eu havia lhe mostrado mais cedo, aquilo havia sido reconfortante.

Ele me olha profundamente e me puxa para um beijo, nos beijávamos desesperadamente, queríamos o máximo de contato possível, ainda como um ímã, ele me coloca por cima, passa a mão sob meu corpo, chega em minha bunda e as aperta com força, rebolo automaticamente com seu ato...

“Take my hands now, you are the cause of my euphoria”

~ Euphoria, Jungkook (BTS)



Notas Finais


gente, eu tô animadassa, hein? KKKK
.
.
Características da S/N:
https://www.spiritfanfiction.com/historia/caracteristicas-da-sn-17525879


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...