História Innocent man ( Imagine Vkook) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bts, Jungkook, Kim Taehyung
Visualizações 49
Palavras 554
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 5 - Capítulo 5


Taehyung já estava com raiva de tanto eu insistir para ele contar,ele acabou desistindo. 

- Ok.- Taehyung suspirou pesadamente e me olhou,seu olhar emitia tristeza e ódio.- O Hoseok era o meu ex namorado.- Arregalei os olhos após ele dizer isso.

- E por que você tem tanta raiva dele?

- Ele mentiu para mim e me traiu,duas vezes.- Concordei com  a cabeça e olhei para Taehyung e vi como o assunto mexia com ele.

- Bom,podemos ir embora? Já está tarde.- Taehyung concorda e entramos no carro. O caminho todo foi silencioso e um tanto constrangedor.

Taehyung me deixou em casa. Estávamos parados em frente a mesma,um silêncio dominava o local,não sabíamos oque falar.

- Tchau Jungkook, até amanhã. 

- Até. 


                                P. O. V Taehyung 

Entrei dentro do meu carro e esperei Jungkook entrar em sua casa. Encostei minha cabeça no volante e suspirei pesado.

- Desculpa não te falar a verdade Jungkook. Preciso te deixar fora disso.- Liguei meu carro e dei partida seguindo para a minha casa.

Acordei e já ia dar sete horas,Merda estava atrasado para o Colégio. Me arrumei e desci para comer alguma coisa.

- Está atrasado.- Disse meu pai tomando o seu café. 

- Eu sei.

- Não acha que está muito ignorante para o meu gosto?- Disse meu pai pegando em meu braço com força. - Será que você não está merecendo uma punição. - Sussurrou em meu ouvido.

- Oque você acha da mamãe saber oque você faz com o filho dela?- O enfrentei. 

- Você não irá dizer nada meu doce menino.- Acariciou o meu rosto.- Porque se não eu conto para a sua mamãe oque  o filhinho dela faz durante a noite.

- Eu não faço mais.

- E você acha que sua mãe irá acreditar em quem?- Perguntou enquanto beijava o meu pescoço. 

Jack não era exatamente meu pai biológico e sim o meu padrasto. Minha mãe se casou com ele quando eu tinha cinco anos. Quando eu tinha quatorze anos ele começou a me olhar com desejo. No dia do meu aniversário de quinze anos, enquanto eu fingia dormir,ele entrou em meu quarto e ficou passando a mão em mim. No começo eu até gostava,mas depois vi que aquilo era errado. Perdi minha virgindade com ele,e até hoje ele continua tentando transar comigo.

- Me solta!- Saí de seus braços e corri porta a fora,mas antes o ouvi falar.

- Espere por hoje a noite!

Balancei a cabeça e corri em direção a escola,queria ver Jungkook, sua inocência e pureza fazia eu me sentir menos sujo. Cheguei na entrada do Colégio e notei que Jungkook estava rodeado de garotos. "Merda".


                             P. O. V Jungkook 

Entrei no Colégio e fiquei perto de uma árvore lendo meus livros de ficção científica. Três garotos chegaram,olhei para cima e notei que um deles era Hoseok.

- Olá kookie.- Disse dando aquele sorriso de orelha a orelha.

- Oi.

- Cadê o Taehyung? - Perguntou olhando para os lados.

- Ele ainda não chegou.

- Que bom,preciso falar com você. - Antes de conseguir falar algo,Hoseok me pegou pela gola da camiseta e me olhou com ódio. - Escute oque irei te falar. Fique longe de Taehyung, ele é meu e demais ninguém. 

- Eu pensava que você não gostava mais dele.- Eu queria morrer mesmo.

- Porque?- Me olhou confuso.

- Você traiu ele.- O enfrentei.

- Foi isso que ele falou?- Riu.- Ele mentiu pra você Jungkook...


Notas Finais


Espero que gostem! Comentem e favoritem se estiverem gostando!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...