História Inocente amor ♡. - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Apolo, Hyoga de Cisne, Ikki de Fênix, Personagens Originais, Saori Kido (Athena), Seiya de Pégaso, Shiryu de Dragão (Shiryu de Libra), Shun de Andrômeda, Shunrei
Tags Romance, Saori, Seiya, Universo Paralelo
Visualizações 146
Palavras 2.000
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi otakus ! To escrevendo hoje pois amanha nao vai dar para escrever , entao ai vai a continuaçao , bjs e boa leitura !!!

Capítulo 23 - Veneno , amor e aceitaçao parte 2


Fanfic / Fanfiction Inocente amor ♡. - Capítulo 23 - Veneno , amor e aceitaçao parte 2

Na cozinha Nyx e Eros conversavam preocupados com a saori , quando inesperadamente Psiquie acorda e vai ate eles , mesmo imprecionada Nyx conta tudo o que aconteceu a Psiquie , que apenas da um sorriso e diz .

- voces nao estao nem um pouco confiantes neles nao e ? - Psiquie fala se sendando na cadeira .

- Nos confiamos neles , so que isso . . . isso e uma situaçao totalmente diferente - Nyx fala preocupadamente .

- mesmo que ele a ame muito e quase impossivel anular o veneno da rosa vermelha - Eros fala sem esperança .

- viu ? Voce falou QUASE impossivel , nao e impossivel , tando eu quando voces teveriam saber bem , o cavaleiro matador de deuses tem um poder que poucos deuses possuem e ele tem o amor mais forte que o do proprio cupido , ele vai resistir e anular o veneno - Psiquie fala totalmente confiante .

- nisso voce tem razao meu bem , mas nao teve ninguem que suportasse e anulasse o veneno da rosa vermelha , ja testei ate em alguns deuses e nenhum conseguiu suportar - Eros fala ainda pessimista .

- mesmo nao querendo acretidar que ele podera fazer isso , sera bom se tivermos pelo menos um minimo de confiança neles - Nyx fala tentando se manter calma .

- isso mesmo , devemos acretidar neles , afinal eles acretidam na gente - Psiquie fala firmimente  .

No quarto seiya se sentia queimar por tentro , sua mente estava quase toda intorbecida , quase nao conseguia pensar em algo , seu corpo ja nao se mexia por sua propria vontade , o medo começa a o consumir , assim que sente a presença de sua saori , ja sabe o que iria acontece e por isso teme por sua amada  , com muito esforço conseguiu falar em um sussuro seu nome , quando ela começa a se aproximar ele deseja desesperadamente tomar o controle de seu corpo para nao fazer nenhum mal a ela , no entando seus esforços nao foram o suficiente naquele momento , isso o fazia se desesperar cada fez mais .

Quando saori chega ao lado da cama ela ve um seiya de olhos fechados e expresao dolorosa , inocentemente ela coloca a mao na testa dele para ver se nao estava com vebre , no entando essa aproximaçao faz com que o corpo do seiya a agarre fortemente a colocando sobre si , saori entao se assusta .

- s-seiya o-que voce esta fazendo ? - saori pergunta com medo da resposta , no entando nada sai da boca do cavaleiro .

Seiya entao a puxa mais para si , nesse momento ela implora para que ela a solte , mas novamente nao obtem nenhuma resposta , seu coraçao acelera de medo e entao começa a tremer , seiya a puxa para um beijo forçado que quase a deixa sem ar , nesse momento ele rola na cama fazendo ela ficar por baixo , saori ja chorava e implorava para que ele parase , mas o seu amado seiya ja nao estava controlando seu corpo , no entando ao ouvir a voz de sua amada em desespero e ao ver as lagrimas que ele havia feito ela derramar , seiya começa a chorar e com muito esforço de sua parte por causa do veneno da rosa vermelha ele sai de cima dela e se afasta o maiximo possivel .

Saori o olha ainda tremendo de medo e com lagrimas nos olhos , seiya se esforça para falar algo mas ao mesmo tempo que lutava contra seu corpo envenenado uma dor alucinande percorria cada parte de seu corpo , mas nada se comparava a dor que ele sentia ao ver que quase fez algo terrivel com sua amada saori .

- m-m-me d-de-descul- pa e-eu n-ao q-que-ria fa-fa-fazer isso - seiya fala com muita dificuldade .

 Saori paralisa , ela nao consegue pensar em nada para falar para ele , no entando seu corpo nao parava de tremer , sendada na cama ela se encolhe e chora mais sem conseguir controlar as lagrimas ou os soluços infoluntarios , seiya que por causa do veneno sentia uma grande dor , se esforça para andar ate o banheiro , quando chega la ele se tranca e joga a chave por baixo da porta que acaba indo para em baixo da cama em que a saori se encontrava chorando .

Horas se passaram , os deuses ja tinham ido dormir , saori ainda estava acordada e ouvia os murmurios de dor que seiya produzia , quando ela finalmente consegue parar de chorar chama Eros , mas ele nao aparece , seu coraçao doia , ela estava assustada e confusa , nao sabia o que fazer e por isso se sentia inutil . 

- voce vai ficar assim ? Totalmente assustada ? Enquando o seiya morre de dor trancado no banheiro para de prodejer de si mesmo ? - uma voz se faz presente no quarto , essa voz a saori reconhecia bem , era a sua propria voz , assustada ela se levanda e procura pelo quarto quem poderia estar a imitando .

No entando nao havia ninguem , ainda mais assustada ela volta para a cama , mas quando passa em frete ao espelho a voz se manivesta novamente .

- garota tola ! Deve ser por causa do seu corpo bonito que ele goste um pouco de voce - saori ve seu reflexo a falar e se mecher sem que ela mesma tenha feito nada .

- quem e voce ? - mesmo assustada saori pergunta para o seu reflexo .

- bem , eu sou a deusa Atena , que infelismente esta trancada nesse maltido colar , finalmente descobri que posso usar espelhos para me comunicar , bem conveniente nao e ? - o reflexo fala de forma um pouco ironica .

- o que quis dizer com " ele deve te amar por causa do seu corpo bonito " ? - saori pergunta confusa ao olhar pro espelho .

- simples , voce e so uma garota mimada que nao serve para nada , sem mim voce nao teria o conhecimento nem para respirar , alem de ser mimada e burra e arrogante , que so sabe fazer mal ao pobre do seiya - o reflexo ainda com uma voz em tom superior e arrogante fala com despreso .

- por que esta dissendo essas coisas para mim ? - saori fala totalnente magoada .

- pelo simples motivo de que se voce nao tivesse a mim nunca conquistaria o coraçao dele , nuncaaa !!!! - o reflexo fala irritado .

- como assim ? - saori fala confusa e se sentindo pior por achar que tudo o que seu reflexo fala e verdade .

- pense bem , ele te odiava , te despresava , te achava irritande e mimada , um certo dia ele te salva e por causa de um pedido do falecido mitsu masa kito voce começa a agir de forma diferente , mais doce , genti , altoritaria e decidida , entao eu pergunto como um homen nao se apaixonaria ? Por minha causa voce e rica , por minha causa voce tem ele , mas e so ele pressiçar de voce que voce grita , chora e se faz de vitima !!! Se encherga , voce nao e nada sem mim e jamais o tera sem mim - o reflexo fala totalnente irritado , mas o que nao esperava era que saori iria quebrar o espelo usando a escova de cabelos com cabo de prata .

- ele so ta te usando para me ter de volta , mas voce pode tentar ser como eu , no fim ele vai implorar para voce desaparecer kkkkk - o reflexo volta ao normal depois desas ultimas palavras .

Os cacos do espelho refletiam a luz suave da lua , novamente ela chora , quando se ve refletida em um dos pedaços do espelho fala para si mesma .

- mimada , irritande e inutil , como voce se apaixonou por alguem assim ? Talvez ela tenha razao , eu nao sou nada , meu cabelo esta todo bacunçado , meus olhos vermelhos de tanto chorar , minha pele ainda esta com as marcas das maos do homem que amo , mas por que ? Por que sou tao inutil para voce ? - saori fala para si mesma em sussuros , sua aparencia era lamentavel , o vestido que usava estava rascado por causa do seiya , o espelho que a pouco tempo ja foi algo que ela gostava de olhar agora estava em pedaços espalhados pelo quarto .

Sentada encostada na beira da cama ela ja nao tinha mais vondade de chorar , ela ja nao tinha vondade de.mais nada , sendada la ela ainda ouvia os gemidos de dor de seu amado e lembrava de tudo quando era criança , ela nao teria feito nada se nao tivesse aquela lembrança que a muito tempo nao lembrava , uma promesa a faz se levantar teterminada a nao deixar seu amado morrer , desesperada procura a chave do banheiro que seiya tinha jogado por de baixo da porta .

Quando encontra raptamente ela abre a porta e se depara com um seiya caido no chao todo sujo , assim que ele a ve se assusta e com muito esforço pede para que ela saia de la e o deixe trancado sozinho , mas saori se nega , com dificuldade ela o arrasta ate a cama e faz o que tinha prometido a anos atras quando era criança .

- s-saori . . . n-nao nao faza isso , nao quero te ma-machucar - seiya fala sentindo muita dor por estar se segurando para nao agarra-la naquele exato momento .

- esta tudo bem , desculpa , eu fui egoista , so me importei comigo mesma , se quiser me odiar depois disso , fique a fontade , mas se eu nao fizer voce vai morrer - saori fala preocupada e decidida .

- nao queria que a nossa a primeira vez fosse assim - seiya fala docemente segurando o rosto da saori .

-Tem certeza que voce quer isso ? - seiya pergunta preocupado .

- eu sempre desejei que fosse com voce todas as minhas primeiras vezes - saori fala com um sorriso no rosto .

- voce esta tremendo . . . ta tudo bem mesmo ? - seiya pergunta ao ver as maos de sua amada tremerem .

- hum . . . so to um pouco nervosa , eu nunca - saori e interrompida por um beijo .

- nao presisa ficar assim , nao farei nada se voce nao quiser - seiya fala a beijando e sentindo menos dor .

- eu confio em voce seiya , te amo . . . agora serei so sua  - com apenas essa frase saori cora e faz o coraçao de seiya acelera a ponto dele ter que se esforça para nao a agarrar ela com força e a possui la naquele momento , mas nao o varia dessa forma desesperada que sentia fontade , para nao a machucar  , com muito esforço ele a beija docemente desejando ficar com ela em seus braços para sempre , com o sentimento de amor misturado com paixao que transpordava dos coraçoes de ambos , se entregaram um ao outro de corpo e alma .

Nesse momento sem ninguem perceber uma pessoa que estava observando os dois de longe todo esse tempo  some no ar misteriosamente com um sorriso vitorioso no rosto .

Enquanto isso no quarto de Eros e Psiquie , ambos ouviam as ultmas palavras de saori para seiya andes deles se entregarem a enorme paixao que os consumia desde eras mitologicas . 

- eu disse que iria ficar tudo bem - Psiquie fala sorrindo para o marido .

- nunca mais duvido de voce - Eros fala beijando apaixonadamente sua deusa e fazendo uma barreira no quarto da saori para que nao podessem ouvir nenhum som produzido no quarto .


Notas Finais


Oi gente !!! Essa e minha primeira fanfic entao nao irei colicar os momentos mais adultos , talvez em umaoutra fanfic , mas nao nessa , obrigado por tudo e pricipalmente pelo apoio , bjs e ate o proximo captulo .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...