História Inocente prazer-Delena - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias The Vampire Diaries
Personagens Andie Star, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Elena Gilbert, Isobel Flemming, John Gilbert II, Klaus Mikaelson
Tags Candice Accola, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Delena, Drama, Elena Gilbert, Esquizofrenia, Estrupo, Ian Somerhalder, Inocencia, Joseph Morgan, Klaus Mikaelson, Nian, Nina Dobrev, Psicopata, Romance, Sadomasoquismo, Sexo, The Vampire Diaries, Tortura, Violencia
Visualizações 112
Palavras 1.559
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Mistério, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oieeeeeee meus amores. Eu tinha falado que iria postar no sábado anterior, mas eu havia perdido o capítulo e tive que escrever de novo. Aí eu achei melhor postar hoje (sábado), espero que não tenha problema. Mas vou tentar postar segunda ou terça, ou até mesmo domingo, mas tudo depende se eu vou ter tempo para postar. Pelo menos, eu tenho os 10 próximos capítulos prontos, e vou contar uma coisa para vcs, vem coisa nova por aí em! Bjsss

Capítulo 12 - O N Z E- "Então faça! "


Fanfic / Fanfiction Inocente prazer-Delena - Capítulo 12 - O N Z E- "Então faça! "

As pessoas falavam auto em volta, o relógio estava marcando 21:02, a música estava ecoando por todos os lados ao som de Bon Jovi-It's my life uma música antiga;de uma banda antiga; mas muito boa! As risadas das pessoas eram forçadas ou descontroladas, os copos vazios ficavam cheios novamente a medida que as garçonetes passavam. Olhares se cruazavam a todo momento,principalmente, na mesa N22, onde se encontravam o grupo de "amigos"-Klaus, Caroline, Damon e Elena-. A cada medida que eles se olhavam o clima ficava estranho, até Caroline se levantar com o intuito de ir até o balcão onde se encontrava os belos rapazes que flertera com elas.

A mente da morena se questionava se iria ou não, ela já estava duvidando se iria mesmo ir com o olhar assassino de Damon nela. A garota estava ficando com a pele arrepiada e os lábios secos, e para poder se dar coregem, ela segurou a barra do vestido azul. E respirando fundo, se pediu desculpas mentalmente e rezou pedindo que aquilo não passasse de uma simples bebida.

-Vamos Elena?-Caroline perguntou tentando não olhar para o loiro que a encarava de uma forma um pouco decepcionado.

A loira também estava com um breve receio de ir, pois estava com medo de Klaus ficar totalmente irritado e acabar com tudo que havia entre eles. Mesmo não deixando transparecer muito, Caroline amava tanto aquele bendito Mikaelson que roubara seu ccoração ainda na adolescência. Mas ela teve que lembrar do momento que ligou para ele e Camille O'connel atendeu, a tornando mais confiante de si mesma.

Elena se levantou sem ter contato visual com ninguém, apenas com o chão. A loira sorriu para ela de um jeito encorajador.  Estava evidente que Elena estava bastante nervosa, qualquer um perceberia, ainda mais para quem não sabia que ela tinha um "caso" com um homem 12 anos mais velho que ela, todos pensaria que seria a primeira vez que alguém se interessaria por ela. Por mais que fosse errado Elena e Damon ter momentos não um tanto íntimos, ela não queria nenhum outro homem, além do bendito empresário com um belo sorriso, um belo par de olhos magníficos e super sexy. 

As duas mantiveram os rostos serenos e sem nenhuma preocupação, mas não era assim que elas estavam interiormente. Os passos foram curtos e breves até as duas chegarem até os dois rapazes. E naquele momento, elas podem ver o quão eles eram lindo. Um loiro de olhos verdes e um moreno de olhos castanhos.

-Prazer Caroline Forbes-A loiro abriu um sorriso enorme e brilhante, a pele estava até mais brilhante.

-Liam e Aaron-Disse o homem de cabelos castanhos com um belo sorriso enquanto analisava dos pés a cabeça a garota tímida- E você, morena?-Estalou a língua ao dizer o apelido que ele acabará de dar para a garota.

-Elena Gilbert...-Suas bochechas obteram uma cor mais avermelhada a denunciando estar um tanto envergonhada.

-Gilbert?-Aaron, o loiro, se pronunciou com um certo interesse. A pequena Gilbert concordou com a cabeça um pouco sem entender- É uma enorme satisfação conhecer uma Gilbert!-Sorriu para a garota que ainda não entendia.

-É sobrinha de Jhon Gilbert? -Perguntou Liam ainda olhando para a garota que ficou mais ruborizada ainda.

-Não, sou filha dele-Mordeu a pontinha dos lábios ao perceber que Caroline apontava para Liam com a cabeça, dizendo apenas com o olhar que ele estava interessada nela.

-Filha?-Aaron arqueou a sobrancelha trocando um olhar breve com o amigo-Eu pensei que a filha dele tinha uns 5 anos de idade!-Afirmou levemente com a cabeça.

-Que eu saiba Elena tem 16 anos, não 5-Uma voz auta e com uma pontinha de sarcasmo surgiu atrás da morena que estremeceu ao sentir o calor do corpo atrás de si.

Virando o corpo, a Gilbert quase pulou de susto ao ver o homem de olhos azuis claros com um belo sorriso malicioso no rosto. No começo Elena não entendeu,mas ao olhar como eles estavam, com os corpos quase colados, ela quase tomou mais de seus sustos e deu apenas dois passos curtos para trás ficando um pouquinho longe do Salvatore.

-Eu pensei que você era mais velha!-Liam disse encarando Damon que estava com um olhar debochado.

-Pensou errado...-Damon olhava para o cara com os punhos cerrados e a testa franzida, por algum motivo desconhecido, ele estava querendo socar a cara daquele sujeito.

-O que vocês-a loira se pronunciou com um certo deboche na voz, apontando para Klaus e Damon-estão fazendo aqui?-Arqueou a sobrancelha cruzando os braços-Que eu saiba não chamamos vocês aqui!-Sua voz tinha uma leve irritação. Qualquer um se irritaria se seu ex-caso se intrometesse na sua futura Transa.

-Sabe-Klaus começou com um sorriso sem mostrar os dentes que deixava ele super lindo, o que irritou bastante a Forbes-qualquer cara não iria gostar que sua "namorada" desse mole para outro cara-Ficou sério de um instante para outro ,assustanto um pouco Caroline.

-Não sabia que elas tinham namorados- Aaron encarou as garotas um pouco chateado com a "novidade".

-E não tenho-Caroline foi mais rápida que qualquer um ali. Ela olhou para Klaus soltando fogo como fosse um verdadeiro dragão, ela queria enforca-lo ali de tanta raiva que sentia-Aquele é meu primo-Apontou discretamente para Damon que ainda estava com os punhos cerrados-E o outro é um babaca qualquer-Revirou os olhos ao apontar para o Klaus.

-Que pena que a morena namora.-Liam disse piscando para Elena que abaixou a cabeça com um pequeno sorriso no rosto enquanto corava.

Damon encarou Liam pelo gesto abusivo dele com a sua garota, faltava pouco para ele se descontrolar e fazer um belo de um estrago no rostinho do outro. O cara só queria irrita-lo mesmo, só poderia ser isso.

-Eu..Não tenho...namorado-As palavras pareciam intaladas na garganta de Elena ao lembrar dos poucos momentos que teve com Damon. O que eles têm não se classifica nem como um caso, muito menos um namoro.

-Acho que eu tenho uma chance ainda-Sorrindo, o homem dos olhos castanhos ainda flertava com Elena e de relance, olhou para o Salvatore que suspirava tentando se conter.

Elena olhou para Damon e morreu de medo ao ver o jeito que o homem estava:Suando frio e com os punhos cerrados.Agora ela estava mais que confusa, ela não entendera mais nada naquele momento, ele não tinha motivo para ficar assim, ou tinha?

-Acho que irei no banheiro!-A adolescente negou com a cabeça se virando na direção do banheiro que ela por acaso sabia onde era.

Ela andou em passos rápidos  e largos, sua mente estava um turbilhão de coisas, ela não estava conseguindo controlar seu corpo e seus pensamentos. Tudo estava mudando ao seu redor,a imagem de Damon veio em sua mente, seu coração na hora acelerou a media de seus passos. A garota entrou no banheiro e encostou a porta, a deixando entre-aberta, ela se olhou no enorme espelho que tinha lá e abriu a torneira molhando suas mãos. 

Seus olhos foram direto na porta que estava entre-aberta e decidiu fecha-lá antes que alguém entrasse. Mas assim que tentou fechar a porta,uma mão impediu seu ato e seu corpo foi para trás com um pulo ao perceber que ele entrará, que Damon Salvatore estava lá na sua frente, trancando a porta de madeira branca.

-Não pode entrar no banheiro feminino.-A garota disse como fosse a coisa mais óbvia do mundo.

O homem arqueou a sobrancelha se virando em um impulso e encarou a garota que estava receosa com o que ele iria fazer. Ela se repreendeu mentalmente, ao ver que o Salvatore chegava perto dela. Dando dois passos pra trás,seu corpo encostou na parede fria e dura, que a arrepiara, seus lábios umideceram e seus olhos olhava para o homem que encostava seu corpo no dela. As respirações estavam aceleradas, os corpos colados e calmos, os lábios de ambos queriam se tocarem. 

-Bom saber,pequena, que você não tem namorado-Encarou os olhos chocolates da garota que estavam completamente dilatados. A garota engoliu em seco estremecendo o corpo e abrindo os lábios-Estava interessado nele, pequena?-Sua voz saiu baixa e rouca, e o apelido de Elena havia combinado tanto na voz sexy dele-Res...ponda!-Disse pausadamente encarando os lábios rosados entre-abertos dela.

-Não...-Sussurrou também encarando os lábios dele.

-Claro que não se interessou por ele-Damon molhou os lábios devagarmente-Porque ele nunca seria melhor que eu, pequena. Ninguém é melhor que eu! Ele não saberia te deixar com o corpo estremecido e arrepiado, ele não saberia como deixar você excitada sem perceber-Damon encarou os seios da garota que estavam aparentes no vestidos, estavam rígidos demais. Elena acompanhou o olhar dele e percebeu que seu corpo estava a atraindo-E ele não saberia fazer a metade das coisas que eu sei fazer.-Sussurrou tão baixo que Elena quase não pode ouvir, mesmo com a aproximidade deles-Ele não seguraria seus braços para você não atrapalhar o momento-Pegou delicadamente os braços dela e o colocou em cima da cabeça da mesma, cruzadamente-Ele não te sussurraria isso e talvez, não teria vontade de fazer o que eu quero fazer.

-O...que?-A garota disse sem ar nenhum, parecia que estava sufocada.

-Te colocar em cima daquela pia-Apontou com a cabeça para o mármore da pia-, te beijar até ficar sem fôlego e te fazer implorar por mais a cada segundo, te fazer só minha e te estimular com os dedos até você ter seu primeiro orgasmo.

-Então faça! -Elena completou fora de si.

A garota sentiu um leve incomodo entre suas pernas, ela nunca sentirá aquilo antes. E provavelmente, não estava em sã consciência para pedir tanta loucura. Mas uma coisa que ela tinha certeza; ela estava perdida!


Notas Finais


Elena safadinha! Já não tem mais controle de seu corpo perto de Damon. Já vi que isso não vai dar boa coisa. Bjssss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...