História Insanity-JIKOOK (HOT) - Capítulo 6


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 131
Palavras 1.098
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Survival, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


B
O
A

L
E
I
T
U
R
A❤❤

Capítulo 6 - Você me fez começar


Fanfic / Fanfiction Insanity-JIKOOK (HOT) - Capítulo 6 - Você me fez começar

P.o.v's Jungkook


--Vejo que gostaram de minha fazenda!Até mesmo você não é Jimin?--disse o diretor


--Oh claro!Poderia me levar até a casa?--oque ele estava pensando?!--Gostaria de beber água--abriu um sorriso psicopata...


O diretor não respondeu...Apenas virou como quem quisesse que Jimin o seguisse e assim ele fez.


--Jimin...--disse baixo porém ele não pode ouvir...


Em poucos instantes vi o mais velho sumir de minha visão.


(...)


Eu não poderia deixar Jimin ficar sozinho por muito tempo,não com aquele homem.


E o por quê?Pois eu comecei a me importar com ele.Quero sempre o seu bem e me dói pensar naquele homem o tocando...


Sendo assim deixei a cachoeira e fui em direção a casa do diretor,a porta estava aberta o que facilitou a minha entrada.


Ao entrar vi Jimin ensanguentado parado na cozinha e tinha o diretor caido a seus pés.


Eu simplismente não acretidava no que estava vendo.


No que estava acontecendo em minha frente.


Não tive tempo de me comunicar com Jimin e nem mesmo pensar muito e absorver o assunto no momento.


Pois em poucos infantes chegaram varios enfermeiros e sedaram Jimin o colocando em uma maca,porém ele mantinha seu sorriso psicopata cravado no rosto....Mas com um olhar triste e vazio.


Também socorreram o diretor que estava ferido e eu sem opções voltei para o restante do grupo.Sabia que apartir dali teria de seguir o acampamento sozinho,Jimin voltaria para a Lennox.


Passei o restante da tarde sentado em uma pedra,na mesma que instantes antes havia sido o início de uma curta alegria para mim e para Jimin...


Voltei para o acampamento e fui direto para a barraca,onde logo adormeci,sozinho pela primeira vez dentro de meses.



Jimin P.o.v's


Os calmantes já estavam fazendo efeito, o lugar escuro estava me sufocando. Era como se não fosse conseguir sobreviver, tudo que vinha a minha mente era a expressão de JungKook. Minha visão ficou escura e não senti mais nada.


Acordei já dentro da sala de isolamento, a enfermeira me olhava com desprezo, jogou os remédios em minha frente e andou até a porta. 


-- Nos vemos no próximo mês, Jimin. Eu te vejo, o diretor vem te visitar, bom descanso querido. -- Disse dando um sorriso cínico.


Ela trancou a porta, abraço minhas pernas começando a chorar. Queria sair dalí, tudo iria piorar com ele. Eu já tinha tentando fazer aquilo antes.


Já deveria ser a noite, escutei a risada do garoto em minha cabeça, o sorriso parecido com um de coelho.


Puro, inocente. Eu não poderia matar aquilo, mesmo que eu quisesse tirar cada resquício de pureza e inocência e fazer ele sentir o que passei eu não conseguia. 


A noite se seguiu fria e solitária, com lapsos de memória da minha infância, do meu eu puro. Por favor, me devolva isso. Devolva o meu eu puro.


(...)


Se passou uma semana, podia escutar as vozes das pessoas e as vezes a risada de Jungkook juntamente com a de seus amigos, Hoseok e Namjoon. Elas me confortavam, saber que ele estava bem me dava uma pequena paz.


O diretor não tinha vindo ainda, deveria estar se recuperando. Aqui era apenas uma refeição por dia e dois copos de água, um pela manhã e outro a noite. Era escuro e frio, mas eu estava em paz.


Mas isso não durou muito, no outro dia acordei inteiramente dolorido e despido. Eu tinha me dopado e ele fez enquanto eu dormia. Meus olhos se encheram de lágrimas, e então eu chorei mais uma vez.


E a outra semana seguiu assim, ele vinha quando estava dormindo ou quando estava fingindo, vinha quando estava acordado.


E então tinha chegado o dia que eu poderia sair, me doparam novamente e quando acordei já estava em minha cama. Me levantei com dificuldade, já era a noite.


Pego uma rouoa e ando até o banheiro e paro em frente ao espelho, estava mais magro que o “normal”, rosto pálido e olhos caídos, um caco. Abaixei minha cabeça sem conseguir encarar aquela imagem, lágrimas quentes vieram novamente.


Entrei em baixo do chuveiro tentando fazer com que aquela água lavasse todas as minhas dores, lavasse minha alma e tirasse aquele nojo que eu sentia. 


Após longos minutos eu sai daquele cubículo, JungKook estava sentado em sua cama. Eu nem ouvi o mesmo entrar.


Sentei em minha cama e encarei o nada, o outro me analisava parecia não acreditar que eu realmente estava daquela forma, com uma aparência quase morta. 


Sorri mesmo que ele não percebesse, ele estava bem. Parecia manter sua pureza, eu sabia que não podia, que não tinha o direito de querer ele perto. 


JungKook foi apenas um trauma, no final do ano. Provavelmente, ele estará voltando para casa. Vai voltar a frequentar sua escola e ser o garoto prodígio.


Um dia, depois da faculdade vai conhecer uma linda garota, com os mesmos ideais e então depois de alguns meses vão começar a namorar. Após o termino da faculdade eles vão morar juntos, depois de um tempo se casam. Um ano depois ela descobre que está grávida.


E um dia quando ele estiver tomando café da manhã e vendo o noticiário com sua bela esposa e lindos filhos, vai passar sobre um jovem que se matou em um hospício e ele vai se lembrar.


Sorri, me parecia ser uma ideia boa para mim.


P.o.v's Jungkook


Dentro de 2 dias o acampamento terminou.Foi extressante o fato de pensar nas torturas que Jimin estaria passando,com certeza iria ao isolamento.


Voltamos para a Instituição Lennox e tudo voltou ao normal,exerto o vazio em meu quarto,e em meu peito.


Eram poucas as risadas que ei conseguia dar quando estava com o pessoal durante esse periodo,ele me fazia falta só pelo fato de não estar perto.


Mas um dia o vazio em meu quarto foi preenchido novamente.


Após umq longa e chata rotina assim como todos os outros dias segui para meu quarto e ao abrir a porta pude escutar o chuveiro ligado indicando que um alguém estaria usando-o,provavelmente Jimin.


Deitei em minha cama e aguardei ele sair do banheiro por um tempo,agoniado.


Mexia em meus dedos e minhas pernas o tempo todo,queria ver se ele estava bem, queria ver se ele poderia sorrir,sentir seu cheiro e te-lo perto de mim


Após alguns minutos Jimin finalmente saiu do banheiro e fiquei chocado ao ver seu estado após o isolamento.


Ele se encontrava magro,muito magro.Tinha olheiras e olhos caidos e...hematomas...hematomas por todo o corpo


Ele se sentou em sua cama pensativo olhando para um ponto aleatório do quarto,e eu desacreditado de seu estado.


--Jimin...Ta tudo bem?


Ele se levantou e veio em minha direção me abraçando forte,e eu ainda surpreso retribui,da mesma forma.


Seu cheiro...Como precisava senti-lo.


--Jimin...Ta tudo bem?


Ele se levantou e veio em minha direção me abraçando forte,e eu ainda surpreso retribui,da mesma forma.


Seu cheiro...Como precisava senti-lo.


--Eu senti tanta a sua falta Jungkook...--repentinamente Jimin seprou o abraço me beijando.....Eu retribui.



Continua...


Notas Finais


Bom, esperamos que tenham gostado. Nos vemos no sábado

❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...