História Insanity or Love? - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bipolaridade, Esquizofrenia, Jikook, Jimin!bottom, Jungkook!top, Koomin, Manicómio, Namjin, Taegi, Taehyung!top, Yoongi!bottom
Visualizações 84
Palavras 1.202
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Fluffy, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Conhecendo Jimin


                   Jungkook Pov

Pela manhã acordei o mais cedo possível para não me atrasar no meu primeiro dia. Nem tomei café da manhã de tanta pressa que eu estava. Ainda bem que eu tenho meu próprio carro, assim poderia chegar mais rápido no instituto. Não vou mentir, eu estava ansioso. Não esperava que iria ser o escolhido, sempre fui uma pessoa azarada. 

Willbrook era um lugar enorme, acho que iria me perder facilmente aqui. Fui direto para a sala do diretor sendo acompanhado pela recepcionista. A mulher me mandou entrar e assim fiz, a sala era bem organizada cheia de prateleiras. Me sentei de frente para o Homem alto e estiloso cumprimentando o mesmo. 

— Prazer, sou Jeon Jungkook! — Apertei a mão do mais velho 

— Kim Namjoon, é um prazer tê-ló aqui. — sorriu — Quero lhe entregar seu jaleco. — estendeu a vestimenta branca, estava gravado o meu nome no peito. Dei um sorriso largo, vestindo o jaleco. Ficou perfeito! O mais velho me deu permissão de sair do escritório para explorar o hospital. Soube que aqui tinha três Alas. 

Ala A, abrigava pacientes com doenças fáceis de se resolver e de tratar. Como ansiedade. Ala B abrigava pessoas instáveis,  com bipolaridade, depressão, autistas. Já Ala C, os pacientes eram um pouco agitados e difícil de lidar. Como Psicopatia, sociopatia, esquizofrenia. 

Me encontrei com Taehyung vestido com seu jaleco no campus do hospital, onde os pacientes costumavam a caminhar. Alguns estavam acompanhados com enfermeiras e outros estavam conversando com outro paciente. O clima não estava nem tão frio, nem tão quente. Estava fresco! É relaxante. 

— Prazer, como você já sabe sou Taehyung — sorriu quadrado 

— Prazer, você é o famoso aluno que matava aula na faculdade. — falei brincalhão 

— Eu mesmo! — riu — Já andei por todos os lugares e já conheci tudo. Só falta encontrar meu paciente. Quero falar com ele. — olhou aos arredores. 

 — Como você quer encontra-ló se nem o viu ainda? — franzi o cenho, esse cara é maluco. Vimos um cara baixinho e branquelo se aproximar de nós dois com uma manta nas mãos. Ele sorria animadamente. 

— Oi, vocês são os novos psiquiatras né?! — questionou 

— Sim, Sou Taehyung e esse é Jungkook. Qual é o seu nome? 

— Sou Yoongi, você é meu novo psiquiatra. — respondeu sem tirar o sorriso do rosto. 

— Acho que você não precisa procura-ló, Taehyung! — cutuquei o mais alto. 

— Vocês são bonitos! — elogiou o branquelo. 

— Obrigado! Você sabe onde está Park Jimin? — perguntei, Yoongi olhou para os lados apontando para um garoto de cabelos rosados que estava debaixo da árvore com uma flor na mão. O mais baixo nos puxou andando em direção ao garoto que estava distraído olhando para a flor. Ele brincava com as pétalas brancas com os dedos. As vezes ele sorria. O tal Jimin não percebeu a nossa presença. 

— Hey, Mochi! Seu psiquiatra chegou! — Yoongi sentou ao lado do garoto alisando suas madeixas. Jimin nem se mexeu, continuou a brincar com a flor. Me agachei ficando da altura do mais novo. Chamando a atenção do mesmo. 

— Olá, meu nome é Jungkook! Você é Jimin não é?! — falei calmamente, ele me encarou tombando a cabeça para o lado curioso. Era fofo! Simplesmente ele sorriu pra mim assentindo. — Por que está aqui sozinho? 

— Eles mandaram — respondeu, me deixando confuso. — Eles disseram que vão me pegar. 

— Quem? 

— Os monstros, eles estão rindo! Não gostam de mim. — afirmou um pouco desesperado. Isso já é efeito dos delírios. Como uma pessoa tal bonita pode ter essa doença? Que mal esse garoto fez? Taehyung e Yoongi me deixou a sós com o menino. Me sentei ao seu lado alisando seu rosto. — Moço, você parece com um coelhinho. 

— Pareço? — assentiu — e você parece um bolinho de arroz. Cadê a sua família? Eles veem te visitar? 

— Eles me abandonaram— mudou sua expressão alegre para triste, parecia que queria chorar. Melhor eu mudar de assunto. Só que eu não sabia o que falar. — Moço, você vai ficar cuidando de mim o tempo todo? 

— Vou sim, anjo! Todos dias estarei aqui. — comentei — Vou ser seu amigo! 

— Então não vou ficar sozinho. — bateu palminhas. — Os monstros não gostaram de você, eles disseram que você é mal e que deve morrer. Mas eu não acredito neles. 

— Ok... — cocei a nuca, estou um um pouco confuso. 

— Jimin, você está aí. Que garoto fujão — Um mulher loira apareceu correndo colocando as mãos no joelho para recuperar o fôlego — Oh, você é o Jungkook acertei? — riu — Sou Hyuna, cuidadora do Jimin. 

— Prazer, hyuna! Eu estava conversando com Jimin. — afirmei 

— Jimin, você não está assustando o doutor com suas histórias, está? — arqueou uma das sobrancelhas 

— Não, Noona! Você não acredita em mim, mas eu tenho certeza que os agentes secretos estão escondidos. Eles irão nos levar. — cruzou os braços fazendo biquinho 

—  Eu acredito em você pequeno — riu baixo — Vamos voltar para o seu dormitório. Já está tendo uma crise de novo. Vou lhe da seu remédio. — ajudou o rosado a levantar. — Diga Tchau ao Jungkook. — Jimin ficou em silêncio olhando para o nada. Acenei com as mãos fazendo sinal para Hyuna se retirar. Cuidar de Jimin iria ser mais difícil do que eu pensei. Preciso estuda-ló mais. 

                    Taehyung Pov

Yoongi tinha me levado até seu quarto, era bem arrumadinho. O braquelo conversa muito. E não parava de me elogiar, eu já estava acanhado. Parecia que o mesmo era normal. Ele agia com naturalidade. Não tinha nada de estranho. Pelo menos escolhi uma pessoa menos complicada. 

— Então Yoongi, você tem vinte quatro né?! Você é meu Hyung! — sorri largo 

— Que legal, você parece ser aqueles caras preguiçosos. 

— Como é?! — arregalei os olhos — Que mentira Yoongi. Eu sou um cara responsável. 

— Até parece... Você é bem alto, parece um poste. — gargalhou — Aposto que o pau é pequeno. 

— Meu pau é de vinte e quatro centímetros pra você ficar sabendo. Sou bom de cama. — falei indignado, esse Yoongi quer zombar de mim. Mas não vou deixar. — Você é Gay? 

— Com certeza querido, você é cego? — bufou — E você? Queima rosca também? — imediatamente eu corei. Que tipo de pergunta é essa? 

— Quem queima a rosca é você, eu não... Só como as roscas. 

— Acho bom, a gente vai se divertir muito TaeTae. — me abraçou, fiquei confuso agora. Que tipo de diversão? — Você cheira bem. 

— Você também — comentei, eu estava adorando o abraço. O que não esperava era que o mais velho fosse me da um selinho. Que tarado. — Que é isso? 

— Um selinho — deu de ombros 

— Porra, Yoongi! Eu sou seu médico sabia? Me respeite. 

— E daí?! Eu sou seu Hyung — rebateu — Ei Tae! 

— O que foi criatura? — suspirei cansado 

— Vamos Transar? 

— É O QUE? — arregalei os olhos 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...