1. Spirit Fanfics >
  2. Insano >
  3. Uma adaptação mal feita

História Insano - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Fiz correndo pq tá na hora de dormir -eu realmente esperava que ele estivesse maior, mas é a vida

Capítulo 4 - Uma adaptação mal feita


Depois que a adrenalina passou eu pude prestar atenção nos meus machucados. Eles não doíam, mas estavam ali, eu não conseguia senti-los, mas eu conseguia vê-los

Toga disse que não sabia o que tinha acontecido, disse que quando eu estava dormindo de repente uma luz branca apareceu em volta do meu corpo e foi ficando preta com o passar do tempo, quando ela desapareceu ela tinha subido em cima de mim para me ver de perto achando que eu tinha acordado e que aquilo era uma quirk minha

Mas não era

Lembrando agora, a cena foi até engraçada, mas naquela hora eu estava tão apavorado!



Abri os olhos e tinha uma garota em cima de mim

Seus cabelos eram loiros quase brancos, seus olhos amarelos se destacavam em sua pele, que era quase tão pálida quanto a de uma vampira, o que me fez duvidar da sua identidade, e seus dentes caninos afiados não me ajudavam

Ah! Qual é, eu não vou morrer me perguntando se ela é uma vampira ou não!

Quando o choque passou foi instantâneo:

De algum modo que apenas a adrenalina conseguiria explicar, eu saltei para trás batendo minha cabeça na parede

Senti uma pontada na parte de trás, mas isso não me incomodou, repito: adrenalina

A loira me lançou um olhar mais intenso e com curiosidade, seu sorriso se alargou ainda mais - se é que isso era possível



Naquela hora eu já estava prestes a ter um colapso, foi quando eu desmaiei de novo -nunca fui corajoso como meu...... Eu era mais como minha mãe, dramática e medrosa, mas ela tinha algo que eu obviamente não tinha, e não, não era a bondade no coração, era a inteligência - Não acadêmica, ela era inteligente de natureza, pensava rápido, era observadora e sempre tinha mais de um plano, e isso era o que eu não tinha no momento

Depois de alguns surtos e muitas perguntas nós fomos parar ali, eu estava tomando um chá de hortelã para acalmar - eu sei, o certo seria a camomila, mas ela me fazia ficar com sono e parecendo com um bêbado 

Eu não contei a ela que a minha "cura parcial" não era minha quirk - ela apelidou assim, pois eu não sentia a dor, mas não tinha me curado por completo, o que me fez ter várias teorias

Provavelmente aquilo tinha sido a quirk de alguém, eu não era trouxa o suficiente para acreditar em deuses ou milagres, para mim era apenas uma quirk mal manuseada

Fiquei curioso para saber como ela funcionava

Minha atenção é voltada para a loira que falava animadamente sobre o cara que ela matou

Ela disse que ele era um traficante de mulheres, a história de como ela conseguiu mata-lo era interessante, mas ela fazia muita bagunça - ela gostava de sangue, fazer o que?

- Ne, Tamakiiii~

- Hm?

- Como você veio parar aqui?

Eu travei, não confiava na loira o suficiente para lhe contar algo, afinal ela poderia ultilizar isso contra mim mais tarde, porém parecia que eu tinha esquecido desse detalhe já que eu ainda meio hesitante lhe respondi

Contei sobre a minha vida, ocultando o máximo de detalhes e mudando alguns fatos,  fora parecido com a "adaptação" dos filmes de Percy Jackson

- E bem.... Ai eu desmaiei e quando acordei você estava em cima de mim

- Hm...

Quando eu pensei que ela iria se calar, a surpresa veio com um desperdício de chá

- Ne, ne! Você é gay né?

Acabei cuspindo o pouco do chá que ainda estava na minha boca e comecei a tossir desesperadamente enquanto buscava por ar

A bonita apenas ficou me olhando, aparentemente esperando uma resposta

Quando finalmente consegui me acalmar eu não soube o que lhe responder, afinal.... O que eu sou? Tipo.... Nunca parei para pensar sobre isso

- Não sei, mas definitivamente não sou hetero

- Ne, meu gaydar nunca erra, eu sou lésbica assexual!

- Tenho dó de quem for namorar você

Ele me olhou irritada e inflou suas bochechas, mas logo sua expressão relaxou

- Eh.... Você ta certo

Ela abriu um sorriso que não me tranquilizou nem um pouco, não sabia se eu sentia medo dela ou se saia correndo agora mesmo

No final eu acabei decidindo o menos sensato: eu continuei ali


Notas Finais


Capítulo pequenininho pq eu tava estudando japonês e perdi a hora,_, foi mal gente


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...