1. Spirit Fanfics >
  2. Insegurança >
  3. Capítulo único

História Insegurança - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Sim, é um desabafo besta, ignore

Capítulo 1 - Capítulo único


Eu sempre invejei tudo, eu sempre evitei socializar, eu sempre fui muito orgulhosa, eu sempre fui muito medrosa e eu nunca consegui falar em público. Parece besta, mas isso atrapalha tanto na minha vida e sei que logo atrapalhará no meu futuro.


Eu sempre quis cantar, eu AMO cantar, mas sempre invejei minhas amigas por cantarem tão bem. 


Eu, atualmente, queria muito aprender a dançar, mas não consigo tomar iniciativa pois não me sinto o suficiente para tal.


Eu sempre quis desenhar, mas é tão difícil admirar seus desenhos quando se tem duas amigas que desenham estúpidamente bem com você. 


Eu sempre quis poder ajudar os outros, mas sei que não sou capaz e posso piorar as coisas.


Eu sempre quis conseguir socializar, mas é tão difícil quando seu corpo treme, sua mente da branco e a única coisa que consegue fazer é chorar. É tão embaraçoso. 


Eu sempre quis ser o orgulho dos meus pais, mas como se eu não consigo ser o quê eles queriam? 


Eu gosto muito de escrever, mas é tão ruim quando você sente que sua escrita está um lixo e então eu desisto.


Eu sempre fingi gostar de irritar os outros, mas nunca gostei de verdade. Sempre consegui ser irritante o bastante para os remédios de anti-stress de minha mãe não adiantarem e ela explodir de raiva. Talvez seja meu único dom.


Eu sempre quis admitir algo com certeza, mas como se só êxito e sempre dizer um “provavelmente”, “talvez” ou “acho”?


Eu sempre quis poder me sentir bem comigo mesma, mas é tão difícil quando o mundo todo é melhor que você e isso te faz sentir inferiorizada, mas nunca diz nada com medo de magoar os outros.


Eu sempre evitei fazer o mínimo de movimento possível, quando parada, em público, pois tenho medo de chamar atenção. Talvez seja por isso que não consigo entrar em um escola de dança. 


Eu sempre quis ser uma pessoa educada, mas admito ser apenas uma trouxa boba que faz qualquer coisa pelos desconhecidos. Se estiver ao meu alcançe, claro.


Eu queria poder dizer que estou bem comigo mesma, mas nem eu sei mais, eu nunca sei de nada, pois, no fim das contas, era tudo insegurança.


Notas Finais


Pq tu leu?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...