História INSIDE - Capítulo 2


Escrita por: e Toxigwrl

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Comedia, Drama, Hentai, Hot, Policial, Romance, Suspense
Visualizações 5
Palavras 2.791
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Self Inserction, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Pág 2 - Um pouco de proximidade


Fanfic / Fanfiction INSIDE - Capítulo 2 - Pág 2 - Um pouco de proximidade


P.O.V  Jungkook
[21:16]
No momento em que recebi o convite para participar da confraternização, meus pensamentos não me deixaram relaxar. Minha pele coçava, estar indo em um ambiente completamente desconhecido não era muito do meu feitio, mas a ideia de rever amigos que já não encontrava a algum tempo me animava e admito que a presença de uma pessoa em especial também colaborava para meu nervosismo.


- Você por acaso conhece o anfitrião? - Yoongi que estava no banco do carona de olhos fechados, pergunta de supetão

- Não, acredito que ele nos chamou por educação... - respondi torcendo o pescoço de ansiedade 

- Então, estamos indo para um lugar onde você nem conhece as pessoas? é isso? - murmura

- Acredito que vai ser ótimo, o Taehyung e o Jimin estarão lá, eu comentei com você que não os via a um bom tempo - disfarço

- Com certeza é só por causa deles que você insistiu tanto pra eu te acompanhar, seu erro é ainda me subestimar maknae. - Yoongi diz soltando um sorriso sarcástico, ainda de olhos fechados

- E a perita do outro dia? ela vai estar lá também, Certo? Samantha... quantas vezes eu tive que ouvir esse nome desde a ultima vez que você a viu mesmo em maknae? - ele diz debochado e risonho 

- Acho que chegamos Hyung - digo ignorando os comentários de Yoongi ao estacionar o carro

- Lugar um tanto... espirituoso. - Yoongi diz sorrindo ao sair do carro, analisando o local 

- Acho que são eles ali a frente, não é? parece que todos já chegaram - ligo o alarme do carro enquanto observo os rostos a alguns metros a frente

- Nossa, eu jurava que eram todos do grupo de circo do Hoseok - ele diz andando na frente

- È, eles são do grupo. - digo ignorando o senso de humor sarcástico de Yoongi - provavelmente estão a nossa espera

- Me sinto até importante - comenta colocando as mãos nos bolsos, seguido de um andar pomposo


Nos aproximando das pessoas presentes, Jimin já vem em minha direção me recebendo com um aperto de mão e um grande sorriso nos olhos, acompanhado de Taehyung que não perde tempo em me puxar para o abraço, ambos muito empolgados com minha presença. Os apresento a Yoongi, que mesmo receoso tenta se enturmar, Hoseok também logo vem nos recebendo com muito entusiasmo junto de uma moça de pele bronzeada e cabelos enrolados que exibia um sorriso e olhar curioso.


- Jungkook certo? - ela diz sem tirar o sorriso do rosto - ouvi falar sobre você, juro que só coisas boas! - ela brinca

- Mas... em que situação exatamente? - senti meu rosto queimando de nervosismo

- Humm... Ayira Lavoie, Samantha Lavoie - ela diz em tom de charada - essa você não esperava né? - termina dando uma risadinha peculiar, me deixando confuso

- Yoongi ? Obrigada por vir, acredito que vai se divertir - ela sorri e cumprimenta o hyung que pela primeira vez parece tímido

- Eu que agradeço, se não fosse isso, eu estaria tentando dormir - ele a encara sorrindo

- Fico aliviada por te tirar do seu momento de descanso então - ela diz se distraindo com um rapaz alto de ótima aparência que estava a alguns metros de distância do grupo falando ao telefone e já se aproximava vindo de imediato até nós.

- Vocês são os investigadores que tornam nossa vida mais fácil ? - ele diz simpático ao apertar minha mão e em seguida a de Yoongi - Prazer. Kim Namjoon - logo já entrelaça seus dedos nas mãos de Ayira

 
Alguns minutos depois, ainda permanecíamos ali a espera da única pessoa que faltava, até que Ayira se vira e vai apressada até um carro que acabara de parar ali em frente.


- Só eu que acho engraçado e bonitinho? - Jimin comenta rindo, (eye smile) ao olhar a cena em conjunto com os outros presentes


Me viro e vejo Ayira debruçada sobre a janela do carro e logo a abrindo, gesticulando algo pra Samantha que já saía parecendo reclamar sobre algo com sua irmã, devo admitir que não consegui recuar o olhar


- Porque elas estão demorando? - Tae sussurra 

- Meninas, vocês precisam de um tapete vermelho? - Hoseok fala risonho

 
Naquele momento tive vontade de fotografa-la, seus cabelo escuros e seus olhos realmente me atraiam de uma forma inquietante, eu sei que soa clichê, mas não sei como controlar ou evitar. Tento desviar meus pensamentos e negar o nervosismo já aparente em minhas mãos suadas.
 
 Após alguns minutos depois da chegada de Samantha, nos dirigimos para dentro, onde pude conhecer Seokjin pessoalmente, os demais o cumprimentavam de forma descontraída e percebi que todos ali eram muito íntimos uns dos outros, o que fez eu e Yoongi nos sentirmos um pouco deslocados no início. 
Hoseok logo nos apresenta a sala de estar, que por sinal era muito aconchegante e insiste para que nos sintamos a vontade em sua casa, Ayira e Samantha seguiram para a cozinha junto de Hoseok, oferecendo ajuda a Jin que estava cozinhando com entusiasmo desde que chegara. Jimin e Tae sentaram-se em poltronas próximas ao sofá onde estavámos sentados, eu, Yoongi e Namjoon


- Eu entendi errado ou elas são irmãs mesmo ? - Yoongi sussurra na intenção de que só eu ouvisse

- Eu também não acreditei - Namjoon responde descontraído - Eu já conhecia a Ayia a alguns anos, da faculdade, mas nunca tinha visto as duas juntas antes. - ele conta rindo da situação - Um dia precisei subir até o apartamento delas pra esperar a Ayia e a Sam se apresentou...  Não sabia onde enfiar a cara quando as vi gargalhando da minha feição, foi realmente hilário

- A família delas é uma mistura, parece que a mãe é de origem européia e o pai brasileiro - Jimin diz complementando a fala de Namjoon

- Europa e brasil... gostei. - Yoongi se surpreende 

- É... mas nunca vimos os pais delas - Tae diz simpático 

- E ai, como vão as investigações ? - Hoseok pergunta ao vir da cozinha servindo bebidas 

- Nada fácil... - digo bebendo um gole de cerveja 

- Ainda estamos trabalhando em ambos os casos, porém não tem aparecido nenhuma pista, nenhum caminho para seguirmos - Yoongi responde desanimado

- Tem um momento nas investigações que é como se tivéssemos que contar com a sorte - digo olhando para meu copo - mas ainda sim, estamos fazendo o possível, acreditamos que os casos tenham ligação um com o outro, pelo intervalo de tempo dos desaparecimentos.

- Então, existe mesmo a possibilidade de homicídio como andam dizendo? - Jin pergunta vindo da cozinha, colocando um descanso de panelas e pratos na mesa ao centro 

- É... com o nosso tempo de experiência, raramente nesses casos a vítima é encontrada viva. E não temos indícios de suicídio também - Yoongi responde explicativo

- O que os faz pensar que o autor de ambos os desaparecimentos seja a mesma pessoa? porque, ainda não encontraram nenhum corpo - Jin continua com curiosidade sobre o assunto 

- Nos objetos das vítimas e amostras que Samantha levou para analisarmos no laboratório não haviam digitais de suspeitos ou rastros de sangue da vítima - Jimin completa

- Na verdade, - digo inseguro, em resposta a Jin, sentindo seus olhos em mim - não passa de um pressentimento nosso. Mesmo as coisas estando um pouco escuras agora, acredito que vamos achar as respostas, é só uma questão de tempo

- É... devemos admitir que a aflição tem tomado conta da gente, eu mal consigo dormir - Yoongi diz, passando as mãos pelos ombros - Mais uma vez, obrigada por nos convidar Hoseok, não vejo momento melhor pra distrair a mente 

- Oh, vocês fazem parte do nosso grupo agora, conto com vocês nos próximos. - Hoseok responde sorrindo - Vou ver se as moças precisam de algo...


 Assim que Hoseok se levanta, seu celular toca e ele desvia o caminho da cozinha para o corredor e Jin se levanta para ajudar Ayira e Samantha que vinham trazendo os aperitivos 


- Eu acho meio difícil ter alguém aqui que não goste de mariscos - Samantha diz empolgada para todos ao colocar um risoto de frutos do mar na mesinha que se encontrava no centro da sala 

- Oh, parece realmente gostoso Hyung - Hoseok diz para Jin, voltando para a sala

- Ligação do jornal Hobi? - Jin pergunta descontraído 

- Não, apenas minha irmã, ela me liga todos os dias para enviar notícias da Coréia. - comenta sorrindo, guardando o celular no bolso


*Observo Taehyung encarando Samantha de forma incomum.*


- Toda a sua família mora na Coréia Hoseok? - Jimin pergunta simpático ao pegar um prato

- Sim, minha irmã, meu pai, meus avós, toda a família, eu fui o único que me interessei em vir para o exterior 

- E a sua mãe? - Jimin indaga timidamente

- Eu não a conheci muito bem - Hoseok muda sua feição, parecendo desconfortável - ela foi embora quando eu era bem novo, não ouvimos mais falar sobre ela, foram tempos difíceis, principalmente para o meu pai. Mas nos viramos bem. - ele conclui abrindo um sorriso forçado 

- Eu te compreendo Hyung - Tae diz sério - também não cresci com minha mãe, como alguns aqui já sabem.

- Oh, o que houve Taehyung ? - Hoseok pergunta preocupado

- Pode se dizer que não é assunto para essa noite - Tae responde sorrindo - Vamos comer!

- Me desculpe pela pergunta - Jimin diz constrangido - eu não fazia ideia...

- Não, não se incomode com isso - Hoseok diz dando um tapinha na perna de Jimin na tentativa de levantar o astral


Começamos a nos servir e conversar sobre todo tipo de coisa, aproveitei o momento para me reaproximar de Tae e Jimin e incluir Yoongi que estava um pouco quieto demais. Falamos sobre os anos dos quais eu e Tae não estivemos em contato, pois ele se mudou depois do ensino médio, o que enfraqueceu a amizade que tínhamos durante a adolescência e aumentou minha proximidade com Jimin, que na época ainda era meu vizinho.
Nas muitas horas seguintes, todos já estavam bastante entrosados. Yoongi se encontrava próximo a porta de entrada conversando e bebendo com Namjoon, Samantha se aproximara de nós e se enturmava, sendo discreta ao brincar com Jimin e Tae, mesmo tendo uma boa intimidade com ambos, enquanto Ayira, Jin e Hoseok riam ao olhar fotos das reuniões passadas.


-Sam, você lembra desse dia? - Ayira diz em tom de gargalhada, chamando a atenção de Samantha que estava imersa em uma conversa sobre musica comigo e os outros

- Todo mundo lembra, Jin bêbado no karaokê... ainda bem que eu estava lá pra fotografar - ela responde divertidamente 


*Em seguida Jin recebe uma mensagem e levanta se esticando*


- Infelizmente preciso ir pessoal, minha namorada esta me requisitando em casa - Jin diz mostrando o celular - e acho que perdemos a noção do tempo também, está muito tarde

- Ta gostando da vida a dois Hyung ? - Hoseok pergunta com sorriso malicioso 

- Nada a reclamar e nada de detalhes, estou um pouco alterado - Jin gargalha pegando seu casaco e se despedindo de todos

*Logo os outros começam a juntar suas coisas para irem também*

- Está na nossa hora Nam... - Ayira toca em seu ombro falando de forma suave

- Cade a chave do carro? - Namjoon indaga procurando em seus bolsos 

- Você acha que eu vou arriscar minha vida deixando você dirigir desse jeito? - Ela tira as chaves do bolso de seu casaco, mostrando a Namjoon

- Eu posso dirigir! Estou sóbrio - ele afirma sério

- Estou vendo... Sam, hoje você dorme sozinha. -  brinca falando alto para sua irmã que mal ouve ao colocar as chaves de volta no bolso - Até logo pessoal. - Namjoon entrelaça suas mãos nas de Ayira e acena

- Jimin, você pode ficar mais um pouco para resolvermos aquela questão do apartamento ? Falamos no telefone essa semana... - Hoseok indaga 

- Oh, claro! Mas o Taehyung está de carona comigo... - Jimin diz preocupado

- Eu vou com a Sam, não se preocupe, moramos no mesmo bairro, fica até mais fácil. - Tae diz tranquilo - Pode ser Sam? 

- Claro, eu te deixo lá, sem problemas. - Samantha diz de bom grado


 Todos se despedem do lado de fora da casa, assim que Tae entra no carro de Sam, ela volta em minha direção, enquanto estou indo com Yoongi para meu carro. Yoongi continua andando buscando nos dar mais privacidade.


- Tudo certo para o fim de semana então? - ela pergunta com uma voz simpática,olhando diretamente para meus olhos

- ... Nosso encontro certo? Sim, tudo certo - digo sorrindo timidamente, passando a mão no pescoço - Porque? você quer cancelar? - meu nervosismo volta a aparecer

- Não! De jeito nenhum -  responde rindo, notando meu estado - nos vemos logo então 


 Ela se aproxima para um abraço enquanto eu estendo a mão para cumprimentá-la, tornando a situação cômica e constrangedora, ambos rimos e ela sai em direção a seu carro, enquanto eu ando em direção a Yoongi que já estava gargalhando dentro do carro ao ver a cena. 


- Você tem certeza que ela está interessada em você também Maknae? - Yoongi gargalha - Que cena foi aquela? Ponto alto da minha noite! 

- Você só ta piorando a situação Hyung - digo envergonhado 

- Achei que você soubesse que é meu objetivo - ele diz óbvio.


P.O.V  Samantha

Tae e eu fomos o caminho todo conversando e ouvindo jazz no carro, tínhamos gostos parecidos e isso facilitava nossa amizade.


- Você acredita que eu tenho o Vinil do álbum Albert's House? - digo empolgada 

- O que você quer por ele? -  Tae diz sério com um ar cômico

- Nem adianta, posso no máximo te emprestar, só pra sentir o gostinho - brinco

- Oh, sério? - ele diz surpreso

- Claro, a gente passa lá em casa agora e pega, é bem rápido

- Você merece um beijo Sam! - ele diz empolgado em tom de brincadeira

- Até parece em Tae.


Assim que chegamos em meu apartamento, subimos de imediato. Tiro meu sobretudo e o coloco no braço do sofá, indo em direção a estante que se encontrava em meu quarto, enquanto Tae esperava na sala, observo que ele varria o lugar com curiosidade e parecia pensativo de repente.


- Todo seu - digo lhe entregando o vinil - apenas por um tempo em.

- Pode deixar - ele sorri de cabeça baixa analisando o álbum 


Nos dirigimos para a porta de entrada e ao nos despedirmos, Tae me encara por um minuto e eu o encaro de volta, criando uma tensão que nunca tínhamos tido até então.
Em questão de segundos, me vi em um beijo intenso e desesperador com Taehyung, ele agarrava minha cintura com força enquanto me guiava em direção ao aparador do apartamento, localizado em frente a porta, onde ele me levantava apertando minhas coxas que se fechavam em volta de seu corpo, sentia-me queimar e meu corpo pedia por mais. Sentia suas mãos firmes levantando meu vestido preto até a altura da barriga e tocando a área em volta de minha intimidade enquanto beijava meu pescoço ofegante e abaixava as alças, eu já tirava sua camisa de dentro da calça e tocava seu abdômen indo em direção a seu membro excitado por cima da roupa, minha mão esquerda segurava firme em seus cabelos, Tae começa a beijar o colo de meus seios com a língua e descendo na intenção de tirar a parte de cima da peça de roupa que eu usava, com a respiração forte, ao beijar sua nuca, sussurro em seu ouvido arfando, com um susto de sanidade - Tae... a gente precisa parar.


- Você não quer parar, eu posso ver que não - ele responde safado com a voz rouca, beijando e mordendo minha boca enquanto segurava firme em meu quadril exposto 


Eu realmente não queria parar, mas precisava. - Para... você sabe que eu tenho razão. Para. - digo de forma mais firme, acordando de meu surto e pensando mais racionalmente.
Ele se afasta com relutância, passando as mãos em seu rosto e respirando fundo, logo levanta o olhar sério e confuso, nos encaramos por alguns segundos em silêncio e naquele momento recebo um alerta de mensagem em meu celular. 


- Encontraram um corpo. - digo quebrando o silêncio. 


Fim da Pág 2. 
 


Notas Finais


Desculpem a demora pra postar :x
Esperamos que acompanhem os próximos capítulos!

Favorite, deixe seu comentário e compartilhe se gostar da história ;*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...