História Inside Out-Jenlisa - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Black Pink
Personagens Jennie, Lisa
Tags Blackpink, Chaesoo, Chaeyoung, Drama, Girlxgirl, Jenlisa
Visualizações 43
Palavras 911
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hola seres desconhecidos☆

Capítulo 4 - Anjo Flamejante


Fanfic / Fanfiction Inside Out-Jenlisa - Capítulo 4 - Anjo Flamejante

"O que posso dizer? Talvez um,wow... Ou melhor,WOW!"

Lalisa,a ruivinha chorona que eu havia conhecido no metrô,está mesmo dançando em um palco de boate,chamando toda a atenção do público?

"Estou chocada aqui na boate."

Os movimentos que ela faz encaixam perfeitamente no ritmo animado da canção,além da beleza própria que a garota possui,esses fatores contribuem para que eu,e mais da metade das pessoas,fiquem extremamente vidradas na performance.

"Foco,Jennie,foco."

Atravesso a pista de dança e me direciono até o barman que sorria desnecessariamente.

Ele paira o olhar sobre mim e sorri ainda mais.

Leio seu crachá e solto uma gargalhada inevitável.

Bambam

"

das

biritas"

- O que deseja? - Ele pergunta apoiando os braços no balcão enquanto me observa sentar-me no banco.

- Lisa... - Suspiro finalmente conseguindo sentar ali - Eu tô lisa. (KKKKK, Soltem risadas pocs)

Ele ri e pega um copo depositando ali um líquido vermelho: - É por conta da casa.

- Eu vou dirigir,seu irresponsável - digo pegando o copo e bebendo o líquido de uma vez - Eita,porra...

"Má ideia. O que diabos é isso? Baba de Dragão?"

- Vem cá,não que eu esteja interessada,mas quem é a dançarina? - Aponto discretamente ao palco sem tirar os olhos da figura simpática.

- Srta. Manoban. A melhor dançarina de toda Seul. - O garoto fala com os olhinhos brilhando de orgulho e enche novamente meu copo vazio.

Pela primeira vez,não tenho o que falar,minha boca está fechada,todavia minha cabeça está a pior bagunça,como um congestionamento de pensamentos barulhentos.

"Lisa é uma dançarina de boate."

"Lisa,a garotinha de aparência dócil está rebolando de uma forma irresistível."

"Ela escondera aquilo de mim."

"Mas eu também não contei que sou policial."

"Eu estou aqui para investigar,e consequentemente,fechar o estabelecimento,se achar algo errado. É o meu trabalho."

"Ainda não posso acreditar,será que eu bebi antes de entrar na boate? Teria aceito os tais salgadinhos do tal Jimin?"

"Qual será o verdadeiro nome de Bambam das biritas?"

- Moça? - O garoto me dá um beliscão no braço e eu desperto atordoada com o toque brusco - Você está bem? Parece a Raven quando está tendo uma visão.

- Eu acabei de ter uma visão - Estendo o copo na direção do castanho e pisco - Nela você estava pagando outra bebida pra mim.

Bambam ri,mas aceita o copo indo a procura de um líquido azul que pousava na estante atrás do balcão.

- Kunpimook - Uma voz firme e melódica soa perto de mim,e eu olho sorrateiramente pro lado podendo ver então,a figura afável e sorridente com cabelos de tonalidades vermelhas - Eu preciso de álcool pra afogar as mágoas.

Ela parece não notar minha presença,então apenas abaixo a cabeça e finjo estar interessada na superfície gélida do balcão.

- Paciência,aqui não é nenhum barzinho de esquina,e eu sou só um - Bambam deposita meu copo no balcão de frente à mim e vira-se na direção de Lisa - Arrasou amiga!

Aproveito que ambos estão em uma conversa cheia de concentração e rapidamente bebo o conteúdo que havia em meu copo sentindo o mesmo queimar à medida que ia descendo pelo sistema digestório. Então saio de fininho à procura de um banheiro.

Toda a tensão e a surpresa em relação à Lalisa fazem meu estômago revirar e minha cabeça girar feito um carrossel desenfreado.

"Embarque nesse carrosel"

Após esbarrar em algumas pessoas,eu finalmente encontro o banheiro e sentindo meu estômago revirar como nunca,deixo todo o meu jantar sair feito cachoeira.

- Ew... Você vomitou na minha roupa! - Um garoto de cabelos loiros rosna furioso e eu esfrego bem os olhos caindo em gargalhadas descompassadas - Tá louca,garota?

"Eu achei que ele era o vaso sanitário."

- Você já ouviu falar na invasão dos unicórnios? - Me aproximo ficando totalmente séria e sussurro quase gritando: - É segredo de estado,a Coréia do Norte não pode saber.

"Eu tô brisada,o que será que aconteceu? E eu quero os salgadinhos de Jimin."

- Jennie? - Alguém me segura pelo braço,esse alguém não é Lalisa. É Bambam. Desgraçado - Venha,você precisa ir para casa.

- Não! Você é um aliado dos unicórnios,cínico! - Tento fugir mas ele me leva à força até o banco de antes - Vai me dar mais poção mágica?

- Caramba,eu não imaginei que ela ficaria bêbada tão facilmente - O garoto está falando com alguém,que certamente não sou eu -, foram somente três doses!

- Três doses das mais fortes,Bambam. Mas tudo bem,eu levo ela pra casa.

"Um anjo de cabeça flamejante!"

- Eu estou tendo uma visão - Apoio os dedos indicadores na testa e faço uma careta - O anjo irá me salvar da invasão.

Ouço uma risada contagiante soar vinda da boca avermelhada do anjo e começo a chorar.

"Ela é tão bonita,eu tô triste."

- Vamos embora.

Antes que eu me recuse a sair,a figura angelical puxa levemente meu braço me conduzindo até à saída.

Aproveito e admiro seu rosto bem desenhado pelos deuses.

"Tão... Tão... Tão... Admirável."

- Eu preciso que me dê as chaves do carro,então eu te levarei pra casa.

- Tá legal - Suspiro dramaticamente - Só limpe os pés antes de entrar.

Ela ri agradavelmente e pega as chaves do meu carro,mas antes de entrar e se posicionar no banco do motorista,dá a volta juntamente à mim e me ajeita no banco do carona.

Eu quero chorar novamente.

- Você está sentindo alguma coisa ruim? - Deixo minha cabeça pender para o lado onde ela está,e a fito - A bebida era a mais forte do bar.

Por um momento esqueço de respondê-la,esqueço de chorar,quase esqueço até mesmo de respirar,o sono me pega repentinamente e eu fecho os olhos sentindo uma leve brisa chocar-se contra meu rosto.

- Boa noite,Anjo flamejante.

Lisa ri e eu apago de uma vez.


Notas Finais


CARALHO, MAIS DE 100 VISUALIZAÇÕES. Eu tô feliz pra porra. Foi muito rápido♡ amo vcs.
Xau seres desconhecidos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...