1. Spirit Fanfics >
  2. Inside X-men >
  3. Alunas

História Inside X-men - Capítulo 64


Escrita por:


Capítulo 64 - Alunas


Então era finalmente o primeiro dia de aula.


E os dias da primeira semana de aula foram se passando.


Na quarta-feira, minha turma teve aula pela primeira vez com aquela mulher que veio outro dia, falar com o professor Xavier.


É Emily o nome dela, eu acho...


- Bom dia classe! - ela disse animada ao entrar no laboratório de química. - Meu nome é Emily Campbell, e eu vou lecionar química pra vocês o ano todo.


- Ainda bem! - Kurt disse, em tom de que estava afim dela.


Todos rimos. Ela sorriu simpaticamente.


Legal, ela parece gentil. Até entrou na brincadeira.


- Então.. vocês são terceiro ano, têm muitas coisas pra aprender. Vamos começar..


Então a aula começou.


XXX


A aula acabou. Saímos da sala, eu, Tempestade, Kurt e um amigo dele, juntos.


- Minha nossa, ela é linda, vocês viram?


- Aham Kurt. A sala inteira viu. E também ouviu, quando você mostrou logo que acha ela linda, falando "ainda bem". - eu disse, e todos nós rimos.


- Eu sou um cara sincero, oras.


- É o engraçadinho da turma.. - eu disse. 


- Seu namorado é o engraçadão..


- Olha.. - eu disse, mas fui interrompida, com a presença do Peter, que chegou de repente.


- Falando de mim? - ele passou o braço em volta do meu pescoço, apoiando no meu ombro. Eu entrelacei minha mão na dele.


- É Peter, Kurt tava falando de você!


- Sério Kurt? Falando bem, né?


- Sim, claro. Falei que você é o engraçadão.


- Eu sou um cara que tem um bom senso de humor.


- Não, tipo palhaço mesmo. - Kurt disse.


- Olha avatar! - ele repreendeu Kurt, zoando ele.


- Cala a boca surfista prateado.


- Smurf.


- Filho da lua.


Eu só fazia rir. E os outros colegas também.


- Pensei que ia falar outra coisa, Kurt.. - Tempestade disse rindo.


E então nós fomos conversando, e zoando pelos corredores. Era hora do almoço.


XXX


Logo a primeira semana de aula passou.


No sábado, teria uma festa de apresentação, no Instituto mesmo.


Vão participar alunos e professores, todas as pessoas do Instituto Xavier. 


XXX


Me arrumei, e cheguei no salão principal. 


Eu vesti um vestido vermelho, que ia até um pouco acima dos joelhos. Sandálias marrom não muito escuro, com franjas no calcanhar, que fazia combinar com qualquer roupa. O cabelo eu preferi deixar liso e comum, apenas bem penteado.


Escutei alguém bater na porta do quarto.


- Quem é? - perguntei.


- O namorado mais lindo e legal do mundo.


Eu ri. Sabia que era o Peter.


- Quem? - fingi não entender.


- Como assim quem? - ele abriu uma fresta da porta, aparecendo só parte dele. Eu ri.


- Idiota. Sei que é você.


- Ah bom.. - ela fingiu respirar aliviado.


- É claro. Convencido assim, só podia ser você.


- Nossa! - ele disse. Eu ri, e dei um selinho nele. - Meu Deus! Como você está linda! - ele disse me olhando inteira.


Eu sorri um pouco tímida.


- Obrigada!


Olhei ele de cima a baixo. Ele estava com uma camisa branca sem estampa, e a jaqueta prata mais escura por cima. E a melhor calça dele, a preta de couro. E tênis pretos, estilo bota.


- Peter.. você está tão.. Peter. - eu ri.


- Eu sei. Isso que é um elogio hein!


Eu ri.


- Só faltou a camisa de rock.


- É, hoje não coloquei. Tinha que estar um pouco mais social.


- Ah, entendi.


- Vamos? - ele perguntou.


- Espera só um pouco Peter, me espera no corredor, eu já estou indo. - comecei a falar um pouco mais baixo - eu convenci a Vampira à ir na festa hoje, foi difícil mas consegui. Mas agora vou esperar ela sair, e ir com a gente, pra eu ter certeza de que ela vai. 


- Entendi. Tá, vou esperar. - ele me deu um beijo no rosto, carinhoso, e saiu.


- Vampira? - eu disse na porta do banheiro fechada.


- Que? - ela respondeu.


- Ta pronta?


- To quase.


- Então tá, vou ficar te esperando aqui.


- Hum.. acho melhor você ir..


- Porque?


- Eu.. eu vou daqui a pouco.. pode ir na frente..


- Ah não Vampira. Você não vai me enganar. Vou ficar te esperando aqui a noite inteira se for preciso.


Demorou alguns segundos, sem que ela não dissesse nada. Eu já ia falar, quando escutei a porta do banheiro abrindo, e Vampira saiu, suspirando insatisfeita. Olhei pra ela, que estava com uma calça jeans escura, e uma blusa de moletom grande.


- O que? Você tem certeza que ta arrumada?


- Eu não quero ir Paulline..


- Você ta muito enganada se acha que eu vou pra festa e vou deixar você aqui sozinha e triste, e que vou ficar bem tranquila lá em baixo, aproveitando a festa. - me levantei, e abri o guarda roupa dela.


- Ei! O que você tá fazendo?


- Você deve ter pelo menos um vestido.


- Paulline!


Ignorei a repreensão dela, inconformada, e comecei a procurar um vestido entre os cabides. Mas não achei nenhum.


- Não é possível Vampira! Nenhum vestido! - fui até meu guarda roupa, e comecei a procurar um vestido pra ela.


Achei um vestido preto básico e uma jaqueta jeans pra ela, e ela colocou as luvas pretas dela. Colocou também uma sapatilha preta com salto.


Joguei o cabelo dela pro lado esquerdo. Ela ficou muito bonita.


- Pronto! Agora sim.


- Tem certeza?


- Claro! Vem, o Bobby vai ficar de queixo caído.


Saí puxando ela pelo braço.


- Meu Deus, pensei que vocês estavam se arrumando pra nossa festa de formatura.. - Peter disse.


- Vamos Peter, se não a gente se atrasa demais! - eu disse puxando ele pela mão.


Nós fomos pra festa.


XXX


Chegamos na sala principal, descendo a escada maior do Instituto. Vampira estava constrangida. A sala estava cheia de gente.


Chegamos perto de nossa turma.


Kurt, Ororo, Jean, Scott e Jubillee.


- Oi galera! - eu disse chegando.


- Oi!


Então todos nos cumprimentamos.


- Cadê o Bobby? - Vampira perguntou.


Olhei em volta e vi Bobby, conversando com Kitty, o que me fez desmanchar meu sorriso. No mesmo segundo em que Vampira perguntou dele, ele olhou em nossa direção, e nos viu. Então falou alguma coisa pra Kitty, e veio até nós.


- Oi linda. - ele disse, dando um beijo bem rápido no rosto da Vampira. Ele demorou alguns segundos, mas percebeu a roupa dela. - Você está muito bonita Vampira. 


- Obrigada. - Vampira deu um meio sorriso.


Logan arrancaria um sorriso muito maior dela, eu acho.


Olhei em volta, avistando todas as pessoas da festa.


Então vi o professor, falando com a professora nova de química, a.. Emily.


E sinceramente os dois parecem que são amigos há muito tempo. São muito próximos. Nunca vi o professor tão próximo de nenhuma professora, assim. De nenhuma mulher, pra falar a verdade, só a Raven, um pouco a Moira na época do Apocalypse, e fora elas.. eu. Mas enfim, talvez o professor esteja conhecendo ela melhor.


Olhei pra eles outra vez. O professor estava me olhando, então nós nos olhamos por alguns dois segundos. Eu sorri de lado, era apenas aqueles olhares que você olha pra uma pessoa que conhece e por coincidência ela está olhando pra você. Ele sorriu também e desviou o olhar, falando alguma coisa, provavelmente para a professora de química.


~~~~


~POV. Emily~


Optei por vestir um vestido azul forte. Fiz algumas ondas no meu cabelo, deixando ele solto, só prendendo os lados dele para trás, mas deixando a franja lateral. E coloquei uma sandália de salto não tão alto, prata.


Cheguei no Instituto, já tinha bastante pessoas na sala principal.


Tantas lembranças da minha festa de formatura..


- Emily.. - Escutei a voz de Charles, e então vi ele vindo de encontro a mim.


- Oi Charles.. - eu disse sorrindo, assim como ele estava.


Ele deu um beijo no meu rosto.


- Você está linda.. - ele disse me olhando dos pés à cabeça.


- Obrigada. - olhei para ele de cima a baixo também. Ele estava vestindo um terno básico, com uma gravata azul, que ressaltava os olhos dele. O cabelo estava bem arrumado. - Você continua um lorde! Está muito bonito..


- Obrigado. - ele disse sorrindo. - Vem, vamos falar com o Hank, e algumas pessoas da festa..


Eu fui com ele.


Nós falamos com algumas pessoas. E então depois, ficamos encostados perto do balcão onde estavam as bebidas (nenhuma alcoólica), e ficamos conversando.


- E o Logan Charles? Foi o único que não vimos.


- Então.. ele foi embora.. é uma longa história.


- Como assim?


- Ele não disse o porque. Só disse que precisava ir. E você sabe, eu dou a liberdade de ir e vir pra quem está aqui. Eu não posso impedir ninguém, principalmente o Logan.


- É, ele sempre foi independente. Mas que estranho, ele ir assim. Justo agora que voltei, não vou rever ele. Que pena. Ele continua sendo o treinador exigente porém "tô nem aí" ? - eu disse rindo ao lembrar.


- Sim, ele continuava sendo. - Charles disse rindo também. - Não mudou nada, não só na aparência, que ele quase não envelhece.


Nós rimos, e então fez-se uma pausa. Eu olhei em volta.


- Isso me faz lembrar.. - eu olhei pra ele - a minha festa de formatura.. Você lembra?


- Claro.. - ele ficou me olhando.


Sei o que significava, do que ele lembrava daquele dia.


Fiquei um pouco sem jeito. Dei uma risadinha tímida.


- O que tem feito desde que se formou? - ele perguntou.


- Tantas coisas..


- Me conte. Foi muito difícil se formar em química? Passou por algum problema com seus poderes?


- Bem, teve vezes em que fiquei muito estressada e já quis largar tudo. Mas isso não durava mais do que um minuto. Já tive dúvidas se ia conseguir me formar, e se me formasse em química, no que isso ia dar. Infelizmente eu não posso ter visões sobre eu mesma, e me ver de fora. E é difícil interpretar quando é que é uma visão pra mim, de uma pessoa falando comigo. Você já sabe, nem sei porque estou repetindo..


- Ah, mas é bom saber se mudou algo ou não.


- Problemas com os poderes eu não tive, ainda bem. Nunca mais tive uma crise de visões.. e devo isso a você. Muito obrigada Charles..


- Não precisa agradecer Emily. Eu faria de tudo pra te ajudar.. - eu olhei pra ele sorrindo, então ele logo quebrou o silêncio - e teve mais novidades? Você.. se casou?


Eu ri.


- Não Charles. Eu pensaria várias vezes antes de tomar uma decisão dessa. 


- Ah, entendi..


- E nesses últimos tempos, me comprometi apenas com meu trabalho. Então faz muito tempo que.. não sei o que é um "relacionamento" - sinalizei aspas com as mãos.


- Ah sim..


Eu sorri. Sei que se ele perguntou, deve ser por algum motivo.


- E você Charles? Deve ter uma família já, não é?


- Nenhuma além dessa.. os alunos do Instituto Xavier.


- Algumas coisas não mudam né?


- Pois é..


- Mas você deve ter várias no seu pé, não?


Ele riu.


- Até parece..


- Sério? Essas mulheres de Westchester, precisam de óculos.. - Ele me olhou, e sorriu meio sem graça. - Não é possivel. Mais nenhuma aluna apaixonada? - ele tossiu, engasgando com a bebida. Olhei pra ele sem entender. - Tudo bem? - tentei ajudar ele.


- Tudo.. tudo..


- Hum, então.. se tossiu assim, é porque tem, não?


- É, não. Não tem nenhuma agora..


- Então antes teve?


- Além de você Emily?


Eu sorri sem graça.


- Um professor como você Charles.. é fácil as alunas não prestarem atenção só na matéria..


- Emily.. por favor..


- Mas você sabe que é verdade Charles.. 


- Infelizmente elas.. vem e vão, não é Emily? - Eu desviei o olhar, desmanchando o sorriso devagar. - Então talvez eu não seja tão bom.. pra fazer elas ficarem..


- Elas.. eu não fui a única então?


Ele desviou o olhar pra algum lugar, não sei se foi pra alguém, demorando alguns segundos pra me responder. Ele disse sorrindo, parecendo querer disfarçar:


- Vamos falar de outra coisa Emily..


- Ok, então.. porque você não me conta essa história de explosão do Apocalypse? - foi o único assunto que me lembrei. 


- Ta.. foi assim... - ele começou a me contar. 


~~~~



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...