História "Insira seu título aqui..." - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Anko Mitarashi, Araya, Areia de Ferro (Satetsu), Ashura Ootsutsuki, Asuma Sarutobi, Baki, Boruto Uzumaki, Butsuma Senju, Chiyo, Chomaru Akimichi, Chouchou Akimichi, Chouji Akimichi, Choumei, Chouza Akimichi, Dan Kato, Danzou Shimura, Darui, Deidara, , Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Guren, Gyuuki, Haku, Han, Hana Inuzuka, Hanabi Hyuuga, Hashirama Senju, Hidan, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Hiruzen Sarutobi, Hizashi Hyuuga, Homura Mitokado, Hotaru Katsuragi (Hotaru Tsuchigumo), Hyuuga Hiashi, Ibiki Morino, Inari, Indra Otsutsuki, Ino Yamanaka, Inochi Yamanaka, Inojin Yamanaka, Iruka Umino, Isobu, Itachi Uchiha, Itama Senju, Izumi Uchiha, Izuna Uchiha, Jiraiya, Jiroubou, Juugo, Kabuto, Kagami Uchiha, Kagura, Kaguya Ootsutsuki, Kakashi Hatake, Kakuzu, Kankuro, Karin, Karui, Karura, Kawaki, Kawarama Senju, Kiba Inuzuka, Kidoumaru, Killer Bee, Kimimaru, Kin Tsuchi, Kisame Hoshigaki, Kizashi Haruno, Ko Hyuga, Koharu Utatane, Kokuou, Konan, Konohamaru, Kurama (Kyuubi), Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Maito Gai, Manda, Mangetsu Houzuki, Matatabi, Matsuri, Mebuki Haruno, Mei, Menma Uzumaki, Metal Lee, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Mirai Sarutobi, Mito Uzumaki, Mitsuki, Moegi, Morino Idate, Muta Aburame, Muu, Nagato, Naruto Uzumaki, Nawaki Senju, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Omoi, Oonoki, Orochimaru, Pain, Pakura, Pein, Personagens Originais, Ranmaru, Rikudou Sennin, Rin Nohara, Rock Lee, Roshi, Sai, Saiken, Sakon & Ukon, Sakumo Hatake, Sakura Haruno, Samui, Sarada Uchiha, Sari, Sasori, Sasuke Sarutobi, Sasuke Uchiha, Shibi Aburame, Shikadai Nara, Shikaku Nara, Shikamaru Nara, Shin Uchiha, Shinki, Shino Aburame, Shion, Shisui Uchiha, Shizuka, Shizune, Shukaku, Son Gokuu, Sora Uchiha, Suigetsu Hozuki, Tajima Uchiha, Tamaki, Tarui, Tayuya, Temari, TenTen Mitsashi, Tobirama Senju, Toneri Otsutsuki, Torifu Akimichi, Toroi (Genin), Torune Aburame, Touka Senju, Tsume Inuzuka, Tsunade Senju, Udon, Utakata, Waraji, Yagura, Yahiko, Yakumo Kurama, Yamashiro Aoba, Yamato, Yashamaru, Yodo, Yondaime Kazekage, Yugao Uzuki, Yugito Nii, Yukata, Yurui, Yuukimaru, Zabuza Momochi, Zetsu, Zouri
Tags Lemon, Narusasu, Naruto, Neko, Sasuke, Yaoi
Visualizações 111
Palavras 2.208
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoas, demorei sim pra publicar o próximo capítulo. Mas não me estuprem... Tá aí ele e TENTAREI publicar o outro mais cedo. Enfim, aproveitem aí esta coisa.

Capítulo 3 - Capítulo 2 - Uma babá um tanto rosada.


Os dias se passaram, Sasuke estava se acomodando com o novo local e com o seu novo quarto - que era para ser o quarto de hóspedes, pois o loiro não havia planejado um local para alguém além dele dormir. Naruto já havia arrumado tudo em seu novo apartamento, estava tudo como ele queria, totalmente único. O loiro ficou preocupado com seu Neko e tentou fazer de tudo para animá-lo e recompensá-lo pelo ocorrido com a Hinata. E por falar nela, no mesmo dia da mordida, com ajuda do amigo, ela foi até um hospital mais próximo para fazer um curativo em seu braço e checar se o mesmo não havia infeccionado. Naruto a deixou em casa e, após uma semana desde o ocorrido, não se ouviu falar mais dela, o que alegrava o pequeno moreno.

- Sasuke! - O chamou vendo-o dar atenção a uma bolinha de lã que havia comprado apenas para ele brincar. Sasuke levantou as orelhas finas o ouvindo e correu em direção do Uzumaki, dando em seguida um pulo em cima de si, o fazendo rir. - Sasu, você é um brincalhão. - Fez um longo carinho na cabeça do moreno que ronronou sorrindo. Naruto sorriu ao ver seu Neko jogando todo seu peso contra ele e aproveitando todo o carinho que poderia facilmente fazê-lo dormir. Em meio aquela diversão carinhosa, o loiro logo se lembrou de algo que teria que dizer ao seu pequeno antes que fosse tarde. - Hey, Suke - Parou o carinho maravilhoso e o moreno, com preguiça, abriu apenas um olho sonolento, e fez um resmungo misturado de sermão, por ter parado com as carícias, e de dúvida. - Temos que conversar... - Suspirou Naruto fazendo Sasuke se sentar no sofá e vendo-o esfregar os olhos sonolentos para tentar escutar o que seu dono iria dizer. - Bem, não sei se havia contado, mas logo começarei a fazer minha faculdade de engenharia... E também voltarei a trabalhar logo... - Sasuke, ainda com a mente lenta, não estava entendendo muito bem onde o loiro queria chegar e, aparentemente, Naruto notava isto. - Bem, chegando direto ao ponto. Agora que não moro mais com os meus pais, não tem mais quem cuidar de você enquanto trabalho e agora com a faculdade, passarei muito mais tempo fora. - Sasuke logo despertou da pior maneira possível. Já havia se acostumado com seu dono fora enquanto trabalhava, pois sempre ficava com Minato, que lembrava muito o seu dono, que brincava com ele até o jovem Uzumaki chegar. Mas agora eles estavam à quilômetros da casa dele e com certeza o loiro não iria o deixar ir todo dia até lá. Resumindo o pensamento do moreno: Teria que ficar sozinho naquela imensa casa.

- Naru! Não quero ficar sozinho! - Falou desesperado abraçando forte seu dono, quase deixando lágrimas caírem. - Por favor, não me deixa sozinho aqui. - Não aguentou se segurar mais e logo se desmanchou em lágrimas. Naruto ficou dolorido com aquela cena triste e logo tentou se explicar.

- Calma Sasu... Você não vai ficar sozinho. - Fez um carinho fraco na cabeça do seu triste Neko que o olhou com lágrimas ainda em seu rosto pálido e com seus os olhos ônix totalmente vermelhos. - Eu perguntei a minha amiga se ela poderia cuidar de você enquanto vou ao trabalho e a faculdade. E imagine, ela concordou. - O loiro sorriu limpando as lágrimas daquele pequeno rosto. Sasuke ficou preocupado, estava com medo de que está amiga fosse a tal Hinata. Não queria vê-la novamente em anos, na realidade, na vida.

- Q-quem é? - Falou gaguejando e quase voltando a chorar sentindo que a vilã da história iria voltar a cena.

- Não se preocupe, meu pequeno, é a Sakura. Aquela garota que tem cabelos curtos cor-de-rosa e olhos verdes. - Sasuke nunca havia tido interação com ela, apenas via seu loiro conversar com a tal e se recordou de que a garota fez um carinho em si em algum momento. Não teve muitas conclusões sobre ela, mas ainda assim estava com medo. - Amanhã bem cedo terei que ir trabalhar e talvez chegarei só a noite por causa da faculdade. Neste período, você ficará com ela. - Acariciou tentando reconfortar seu pequeno Neko sensível que ainda não aceitava o fato de ter que ficar com alguém que mal conhecia.

A luz daquele dia começava a sumir e uma escuridão imensa ocupava seu lugar. A noite aparecia junto as nuvens negras, que não eram tão notáveis pelo céu escuro, cheias de água, pronta para cair na cidade. Naruto e Sasuke comeram o prato favorito do loiro: Lamen. O Uzumaki era incrivelmente viciado neste macarrão instantâneo desde pequeno, se lhe dessem um estoque de Lamen poderia nunca mais comer outra coisa na vida. Já Sasuke nunca gostou tanto desta comida industrializada, sempre preferiu comidas saudáveis ou aquelas que o próprio loiro fazia, não as que já vinham praticamente prontas, porém já estava se acostumando com aquele macarrão e até começou a gostar, o que alegrava muito o loiro. Após o jantar, aproveitaram e assistiram um pouco de televisão, nada muito específico ou importante. Horas depois, as gotas de chuva começavam a cair, ora forte, ora fraca. Como sempre fazia em noites de chuva, Sasuke foi dormir junto ao seu dono. Ambos se prepararam e logo deitaram na cama apagando o único vestígio de luz que era do seu abajur. Sasuke abraçou forte seu dono e enrolou sua cauda ao redor da cintura do mesmo, apenas para deixá-lo mais próximo.

Mais um dia raiou, a chuva da noite anterior deixou toda a cidade úmida e fria. Porém estava um calor delicioso debaixo dos cobertores da cama de Naruto que já havia se levantado antes mesmo do moreno que se aconchegava na cama. Aproveitando que o pequeno dormia sorridente, se arrumou rapidamente e o levou até a casa da Sakura que ficava a poucos metros da casa dele.

Sasuke dormia tranquilamente, sentindo o edredom macio o cobrir e o manter quente. Porém algo que ele não compreendeu. Naruto nunca teve um edredom, como ele estaria em algum agora? Então abriu os olhos e se deparou com um quarto rosado e totalmente feminino. Com certeza ali não era o quarto do seu dono. Se levantou meio receoso e saiu dali com uma pulga atrás da orelha, sem entender nada até descer as escadas que levaram a uma rosada em sua cozinha, preparando algo que pensou ser o almoço. A mesma notou o pequeno moreno ali e logo deu um sorriso.

- Está com fome, Sasuke? - O Neko não entendia como ela sabia seu nome, nem como foi parar lá ou onde estava seu dono, porém queria vê-lo o mais rápido possível.

- C-cadê o N-naru? - Estava trêmulo, assustado e com medo de que aquela garota pudesse lhe fazer algum mal. Porém, Sakura não iria fazer nada além de o encher de comida. Ela se aproximou lentamente do pobre assustado que se afastou da mesma.

- Calma, Sasuke... Não vou vou te fazer nada, querido. - Ela se ajoelhou em frente a ele que ficou praticamente estático na parede. - Naruto foi trabalhar. Talvez aquele lesado tenha esquecido de dizer, mas irei cuidar de você. - Ela ri doce, porém o pequeno Neko continua inseguro. Ainda notando claramente o medo do moreno, a garota se levantou e andou até a cozinha colocando waffles quentinhos que aparentavam estarem apetitosos. - Se quiser comer, fiz um prato de waffles com calda pra você. - Ela sorri para o moreno ainda apoiado na parede e caminha até seus pratos sujos do almoço e jantar do dia anterior em sua pia. Sasuke, com seu belo olfato, sentiu o cheiro daqueles waffles ao longe, estava levemente com água na boca e sentiu até seu estômago clamar por comida. Lentamente começou a se aproximar, ainda notando a rosada. Rapidamente pegou o prato e correu até o canto da parede novamente. Sakura riu disso, ele parecia um gato indo roubar um peixe do dono. - Eu não vou te morder, Sasuke! - Ela riu novamente ainda mais com a cena. Sasuke mal se importou, só quis saber mesmo foi daqueles waffles. Estava adorando, cada pequena mordida aumentava sua saliva e apetite incessantes. Ao terminar de comer, caminhou timidamente até a rosada que continuava a lavar os pratos. Ele lentamente colocou o prato na pia e saiu dali até a sala. Sakura deu um pequeno riso e abandonou os restos dos pratos sujos para dar um pouco mais de atenção ao seu pequeno hóspede. Ambos se sentaram. Ela no sofá e ele no chão. - Então... Sasuke, por que está com tanto medo de mim? - Falava ela se aproximando do moreno. Ele pensou em continuar calado, mas discordou consigo mesmo. Talvez ela fosse uma boa pessoa... Talvez não...

- D-desculpa.... - Falo tímido e com um tom triste. Parecia sentir muito por a tratar como alguém ruim. - Só... N-não confio em muita gente... - Continuou com a timidez lamentável. Sakura logo tirou aquele sorriso de cena o olhando com um rosto mais sério, pois sabia que algo não estava certo. Era como se ela tivesse uma sangue de psicóloga e soubesse quando alguém estava bem ou não, psicologicamente, é claro.

- Bem... Existe algum motivo para não confiar em pessoas facilmente... Quer dizer... Além delas serem pessoas? - Com certeza este "Além delas serem pessoas" significava que não se pode confiar em qualquer, pois as mesmas são pessoas. Até mesmo quem você mais confia pode te trair em algum momento.

- Hi-na... N-não... Nada... - Logicamente aquele nada significava algo e a rosada sabia muito bem disto.

- Hina? O que é Hina? - Sakura mais se perguntou do que pro próprio Neko que mais uma vez insistiu em dizer que era nada. Ela pensou e a primeira pessoa que veio a cabeça foi sua ex-amiga. - Hinata? - Ao deixar este nome escapar de seus lábios, o moreno tremeu levemente, o suficiente para que a garota notasse. - Você está falando da Hinata? Aquela vaca desgraçada que se faz de santa? - Sasuke não entendia muito bem aquelas palavras, mas o nome daquela pessoa que queria fazer de sua vida um inferno ele sabia muito bem. Meio receoso concordou e a rosada logo se sentou ao lado do pobre Neko. - O que ela te fez, querido? - Ela o olhava com dó, pois sabia que Hinata era capaz de tudo por aquele loiro, além de odiar animais. Hinata foi uma amiga bem próxima de Sakura. E como havia citado anteriormente, ela virou ex-amiga após uma discussão sobre o loiro. Sakura andava muito próxima de Naruto e ele havia confessado para perolada que gostava da rosada... Pra valer... Hinata, não querendo perder seu príncipe de olhos azuis, ameaçou a garota se continuasse próxima ao loiro. Ela a ignorou e, como consequência, a morena espalhou boatos de que a rosada era lésbica. O único problema era que estes boatos eram mais que verdadeiros. Sakura foi humilhada, perdeu várias amizades exceto a de Naruto que, ao saber disto, ficou mais amigo dela, o que irritou muito Hinata. Após este pequeno flashback em sua cabeça, Sakura passou o resto do dia se divertido com o pequeno que ia cada vez mais ganhando a confiança na doce rosada, o que era ótimo, pois ele iria passar um bom tempo com ela.

Naruto chegou cansado em sua casa e, mal descansando, recordou do seu pequeno e foi buscá-lo. Após ser recebido pela rosada, foi convidado para um jantar. Tentou muito negar, mas não conseguia mais ouvir a garota insistir. Após o jantar, Sakura decidiu conversar com Naruto sobre o Sasuke que estava dormindo novamente na cama da garota.

- Naruto, estou preocupado com o seu Neko. - Tomou um gole do seu chá gelado dando um suspiro. - Acho que a Hinata também está atormentando ele e... - Antes mesmo de terminar sua frase, Naruto rapidamente se levanta levemente irritado.

- Sakura, nem sempre tudo é culpa da Hinata. Ela mudou, eu mesmo a vi pedindo desculpas pra você! - Excalmou continuando a defender a morena malvada. Sakura também começou a ficar irritada e seu chá gelado era para impedir que esta irritação se elevasse muito mais.

- Naruto, abra os olhos, Hinata não é um anjo, aquilo é o demônio em pessoa! Seu pobre Neko sofreu nas garras daquela mulher e vai continuar a sofrer se não fizer algo. - Com certa força, colocou seu chá na mesa ficando levemente indignada por aquele loiro continuar defendendo aquela mulher. Naruto se negou a ouvir mais alguma coisa e subiu para pegar seu Sasuke de volta. Cuidadosamente o pegou e lentamente chegou a porta vendo a garota já lá.

- Hinata pode não ser a pessoa mais perfeita do mundo, mas só porque teve um conflito com ela e não quer aceitar suas desculpas, não ficará me afastando dela. Agora boa noite, Sakura. - Falou ríspido sem sequer olhar para a rosada e saiu com o seu moreno em braços indo para sua casa ter uma longa noite de descanso para no dia seguinte ter que trabalhar novamente. E desse jeito arrogante acabou o dia.


Notas Finais


Mais revelações... E Sakura babá =3
Enfim, como havia dito, tentarei publicar mais cedo o próximo.
Obrigado por ler!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...