1. Spirit Fanfics >
  2. Inspirações para Park Chanyeol >
  3. .it's IMPOSSIBLE not to hate Park Chanyeol

História Inspirações para Park Chanyeol - Capítulo 13


Escrita por: e xiuminie_


Notas do Autor


xiuminnie_/Click: Olá, anjos, estão bem?
Click: eu pessoalmente amei esse capítulo, xiuminnie manda muito sim ou claro?

Capítulo 13 - .it's IMPOSSIBLE not to hate Park Chanyeol


Fanfic / Fanfiction Inspirações para Park Chanyeol - Capítulo 13 - .it's IMPOSSIBLE not to hate Park Chanyeol

Encarei o rosto do garoto dali.

Poderia com toda certeza afirmar sua beleza, embora metade de seu rosto estivesse coberto por uma máscara. Talvez não fosse apenas a lábia persuasiva, sua beleza também contribuía para todo seus pecados; ele era como uma rosa, tão bonita, e se você tocar em um de seus espinhos, você sangra, assim como Sehun sangrou.

Sehun...

Como se eu tivesse voltado para a realidade, colocado o pé no chão, eu olhei para meu celular novamente. Estava aberto na minha conversa com o Sehun, então eu bloqueei, olhando novamente o garoto mais alto que eu. Até que ele...

Até que ele sorriu.

— Me desculpe — ele falou mais uma vez, e eu pisquei diversas vezes, enfiando o celular no bolso traseiro da calça — eu deveria ter tomado cuidado.

Cara, que clichê! Só faltava eu ter cabelos longos, amarrá-los em um coque e sorrir todo tímido e corado. Fala sério.

— Tudo bem — eu sorri, e mantendo a atuação, franzi o cenho — eu te conheço de algum lugar?

Ele arregalou os olhos, tirando a alça da máscara de uma das orelhas, se aproximando de mim e dizendo baixinho:

— Talvez.

Eu não havia gostado de Chanyeol desde que eu soube do verdadeiro canalha que ele era. Agora, o vendo assim, eu percebi que o odeio. Eu odeio Chanyeol e ele não tem mais nada de encantador. O que adianta ser belo e tão podre?

Eu quis derrubar ele no chão, subir em seu colo e acabar com aquela cara idiota. Eu quis socar cada parte do seu corpo. Eu quis gritar o quanto ele era idiota e que ninguém o amaria de verdade se soubesse da podridão que era seu interior.

A falta de empatia me fez querer morrer.

— Eu devo conhecer, não esqueço rostos bonito — E pronto. Estava lançado.

Ele sorriu para mim e enfiou a mão que não estava com café dentro do bolso da jaqueta. Eu não conseguia desviar os olhos dos seus, porque estava preso na profundidade.

Eu quis vomitar.

— Você pode me passar seu número e lembramos juntos.

Ah, qual é? Ele não ganharia meu coração com flertes tão baratos. Na verdade, naquela altura do campeonato, ele não ganharia meu coração de jeito nenhum. Porque Chanyeol era o tipo de cara que coloca as mãos nos bolsos, sorri e pisca o olho, daqueles que se acham encantadores.

Seu encanto não me alcança, Chanyeol.

— Eu não daria meu número a você, idiota. Para de achar que o mundo todo quer ir para cama com você. Eu quero mesmo é quebrar esse seu nariz feio e arrancar essas orelhas de abano para fora — foi o que eu quis dizer para Chanyeol, mas eu apenas puxei meu celular do bolso e lhe entreguei para que ele anotasse seu número.


Notas Finais


- personagens desse capítulo: Baekhyun e Chanyeol
xiuminnie_/Click: até o próximo e se cuidam direitinho


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...