História Instagram - Imagine Jungkook - Capítulo 128


Escrita por: e mykasa

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys, Coréia, Coréia Do Sul, Fanfic, Hoseok, Imagine, Imagine Jeon Jungkook, Imagine Jungkook, Instagram, Jimin, Jin, Jungkook, Kpop, Namjoon, Romance, Suga, Taehyung, Titiakim
Visualizações 728
Palavras 595
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Fluffy, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 128 - 126


________ POVs

Depois daquela noite eu e Jungkook não fomos mais os mesmos durante 1 mês e eu me sentia num escuro extremamente opaco e frio. Naquele dia com as garotas eu as ignorei e saí para comprar minhas pílulas, e por precaução eu tomei duas. Ridiculamente. Aos poucos eu fui pesquisando mais e nesse meio tempo Jeon comprou uma casa como prometido me chamando para morar com ele. Como um início de uma grande família. 

Algo que estava me deixando ainda mais boba com esse assunto era a aproximação de Jungkook com meu sobrinho que cada dia mais vem crescendo. É como pai e filho. Todas as noites - que não foram poucas - eu mentia para Jeon que eu ia tomar minhas pílulas e não foi fácil esconder a verdade já que sempre o pegava triste e soluçando pelos cantos da casa mas cá estou eu. Finalmente grávida.

Não tenho certeza de quantos dias estou, minha barriga ainda não é visível e os sintomas ainda não venho a tona o que me deixou preocupada. Ninguém sabe ainda, bem, só os que viram minha publicação no instagram que provavelmente foram poucos, todos estão de férias e Jeon não pega no celular a tempos.

Suspirei ansiosa e desci as escadas me sentando no sofá a espera do meu amor, que até então estava ajudando meu padrasto no trabalho junto com Jimin. Pois é, minha mãe foi pedida em em casamento semanas atrás surpreendendo até mesmo minha avó. Mas enfim. Desliguei a tela do meu celular e me assustei ao sentir um beijo molhado em meu pescoço.

- Já disse para não chegar em silêncio, um dia você me mata de susto Jungkook - Resmunguei ainda sendo tomada por seus selares.

- Te matar ? Nunca meu amor - Riu manhoso - Só de prazer - Sussurrou me fazendo arrepiar da cabeça aos pés.

- Tudo bem senhor safado, mas antes de que você vá além de beijos eu tenho uma surpresa para você que provavelmente vou ter que acionar uma ambulância - Ri dos meus pensamentos e eles me encarou confuso - Te amo - Selei seus lábios rosados e molhados o puxando para nosso quarto e o sentando na cama.

- Deixa eu adivinhar... lingerie nova ? - Passou sua língua avermelhada entre seus lábios  eu neguei entrando no closet e pegando meu teste o escondendo atrás de mim - JÁ SEI - Gritou - Vai me pedir em casamento ? - Piscou brincalhão e eu ri negando mais uma vez parando em sua frente - Então fala logo que eu sou curioso... - Bateu palminhas.

- Feche os olhos...

- Amoor - Choramingou 

- Feche Jungkook - Mandei e ele finalmente cumpriu - Estenda sua mão - Assim fez e eu coloquei o teste em sua mão - Pode abrir..

- Tudo bem, o que é isso ? - Perguntou com sua respiração descompassada - Não me diga que é... - Já com a voz falha deixou lágrimas cairem em abundância  e eu não contive meu sorriso - E-eu não acredito... ai meu deus - Se levantou me abraçando e sério, eu nunca vi Jungkook soluçar tanto, nem mesmo juntando os 3 meses que ele chorava todas as noites implorando para eu engravidar.

- Sim meu amor, você vai ser papai - Alisei seus fios e sorri largo quando o mesmo levou uma de suas mãos até meu ventre alisando a área.

- Obrigado meu amor, obrigado, obrigado, obrigado - Chorava mais ainda - Eu te amo muito, muito, muito - Me puxou para um beijo carinhoso, molhando todo meu rosto de suas lágrimas grossas.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...