História Instinto Paternal - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Mortal Kombat
Personagens Kitana, Kuai Liang (Sub-Zero)
Tags Day Mesquita, Kitana, Kuai Liang, Mortal Kombat, Sub Zero, Subtana, Triângulo Amoroso
Visualizações 10
Palavras 2.041
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente.
Fiquei mega feliz que teve gente se animando bastante por causa dessa fanfic, terá um final alternativo, e até mesmo uma historia.
(Quem acompanhou a outra, lembra que a Angel era mesmo filha do Liu Kang, e ela foi criada pela Kitana em matéria de educação.)
Irei mudar muitas coisas, porém, para melhor.

Irei contar melhor sobre o crescimento da Angel neste capítulo!

A atriz que utilizei como modelo, que acho perfeito para o papel da Angel, é a Day Mesquita❤

Espero que gostem😘

Capítulo 3 - O primeiro reencontro


Fanfic / Fanfiction Instinto Paternal - Capítulo 3 - O primeiro reencontro

Com o passar do tempo, Kuai mesmo ainda com algumas feridas de injustiça no peito, ele estava tentando seguir a vida.

Quando Angeles nasceu, as coisas foram muito difíceis, porém, ele fez por amor aquela pequena.

Eram noites e noites em claro, tinha que ficar a madrugada acordado e muitas vezes tentando acalentar sua pequena.

A garota sofreu bastante por conta da cólica, e também pela falta da mãe.

Não havia muitas moças naquele lugar, apenas algumas de fora que o grão-mestre pagava para amamenta-lá. Pois, ela para ele ainda estava fraca.

Aos poucos que a menina ia crescendo, ela ia sendo educada pelo próprio Sub-Zero, tipo, ela aprendeu a andar e a falar com ele.

Aos poucos Kuai Liang ia revelando a existência da menina. Pois, o mesmo temia que alguém descobrisse algo e tentasse fazer mal ou leva-lá embora do clã.

(...)

Quando a menina completou um ano, Kuai Liang ficou muito feliz, ao ponto de não esconder de ninguém que era pai.

E realmente ele era, criou a menina sem pensar duas vezes.

Naquela época quando surgiu a nova Edenia, Sindel fez um acordo com os Lin Kuei e com os Shirai Ryu para que desse uma escolta para os ninjas proteger o local.

Ambos sem pensar duas vezes, ajudaram a rainha.

Neste dia do aniversario da pequena, Sindel resolveu fazer uma visita ao Lin Kuei, por mais que fosse difícil ela não sabia nem como explicar, mas acreditava que tudo nunca passou de uma armação de Frost. Porém, Kitana nunca quis ouvir ninguém e sim apenas confiar no que havia visto.

Quando o grão-mestre soube que sua antiga sogra ia visitar seu clã, sentiu uma sensação em que não sabia explicar, porém queria arriscar.

Quando a rainha chegou no palácio, e foi anunciada, Sub-Zero pensou muito se ia esconder ou não sua filha. Mas ele pensou, e decidiu que era hora de enfrentar até Kitana se necessário.

Ele pediu para um dos ninjad levar a rainha para a sala do trono que logo ele estaria lá, e assim fez o ninja, levou a rainha para a sala e pediu para que esperasse a rainha.

Sindel ficou observando aquele lugar e ficou impressionada com a quantidade de brinquedo espalhado pelo local.

Por um momento ela sorriu. Pois, lembrou que assim ia ficar se ele soubesse que Kitana esperava um filho seu.

Ela saiu do seu transe quando ouviu alguém anunciar seu nome.

- Rainha Sindel? - Ele faz um gesto de respeito - Como vai?

Ela se virou e sorriu e sentiu uma conexão muito forte ao ver ele com uma criança nos braços.

- Grão-mestre Kuai Liang - Ela retribuiu o gesto - Estou bem e você?

- Muito bem. - A menina sorrir para a Sindel - Esta aqui é a Angel, minha filha.

- Sua filha?

Kuai ficou calado, porém preferiu responder o combinado.

- Minha ex-noiva estava grávida, e infelizmente morreu no parto! Lunna foi uma moça que envolvi antes da sua filha, porém ela se afastou do clã.

- Eu sinto muito por ela. Mas fico feliz que uma menina tão linda nasceu! - Ela se aproximou da menina - Vim agradecer pela ótima escolta de ninjas do clã, e pagar tudo deste mês.

- Nós apenas fazemos o que é necessário!

A menina praticamente se jogou nos braços de Sindel, que a amparou sem pensar duas vezes.

- Não há como negar que ela é sua filha - Sindel sorriu para a menina - Tem os seus olhos!

Kuai sorriu e por um momento queria acreditar em tudo que ela disse. Mas ele resolveu mudar de assunto.

- E a Kitana? - Ele sentiu seu coração que estava apertado aliviar - Como ela está?

Sindel se manteve calada, porém necessitava falar.

- Ela nunca mais foi a mesma!

- Soube que ela casou e engravidou - Sindel engoliu seco - Eu imagino que isso mudou ela!

- Ela casou, mas perdeu o bebê!

Kuai deixou uma lágrima cair e disse:

- Dói em mim, mas se a Kitana está feliz, eu também estou!

(...)

Kitana sentia ainda seu coração vazio, há um ano perdeu seu bebê e aquele vazio no peito não cicatrizava.

A princesa notou quando sua mãe apareceu na academia e lhe disse:

- Você está bem?

- Acordei melhor!

- Eu preciso te falar algo - Sindel sabia pré precisava falar aquilo - Descobrir que Sub-Zero se tornou pai!

Por um momento aquilo doeu e muito na princesa, mas ela preferiu se manter calada.

- É de uma menina. Fruto do seu primeiro noivado!

- Será mesmo? - Kitana se lembrou de Frost - Não duvido que Frost tenha ficado grávida!

Kitana deixou uma lágrima cair, mas se manteve forte.

- Eu não ligo! - Ela sorriu - Que essa menina cresça com saúde!

Sindel se sentou ao lado da filha e disse:

- Ela me lembrou alguém que há anos eu não vejo. Além de ter o olhar do próprio pai - Ela suspirou

- Quem minha mãe?

- O seu pai!

Kitana não compreendeu o que a mesma havia dito, porém, ela queria tirar essa história a limpo.

- Vou me mostrar superior ao Kuai! - Ela limpou o rosto e caminhou para o banheiro - Irei visitar o Lin Kuei e conhecer a garota!

(...)

Após um pequeno tempo de viagem, Kitana já estava na frente da porta do clã, o que deixou alguns ninjas assustados, devido há quase dois anos dizer que nunca mais pisaria naquele local.

- Princesa? - Smoke apareceu - Está tudo bem?

- Sim Tomas. Estou ótima! - Ela disse sorrindo. - Apenas preciso falar com o grão-mestre!

Alguns deles se entreolhavam, mas logo um deles lhe disse:

- Vou te anunciar!

- Não precisa!

Ele ia insistir, mas Smoke o parou e disse:

- Deixe ela ir!

Kitana passou ainda com o coração aflito, porém, sempre de cabeça herguida.

Ela chegou na porta da sala do trono, girou a maçaneta e suspirou e disse em sua mente:

"Seja forte Kitana!"

Ela abriu a porta e de cara viu ele brincando com a menina.

Ela estava em sua cadeira e Kuai estava de joelho lhe mostrando alguns brinquedos novos.

- Gostou desse ursinho? - Ela sorriu - Parece...

Ele ficou calado ao olhar e ver sua amada.

- Kitana?

Ela sorriu de canto e cruzou os braços.

- Vim te dar as boas-vindas!

Ele se levantou e foi caminhando até ela que desviou.

- Achei que nunca mais ia pisar aqui!

- Passado. Eu sou superior a isso!

- Lógico! - Ele suspirou - Está casada com outro e veja que em menos de uma semana que separamos!

- Você me traiu e não tem direito de exigir nada! - Ele ia puxar ela para um beijo, mas uma vez ela desviou - Vim conhecer a menina!

Quando ela bateu seus olhos na menina, sentiu um conforto, e ao mesmo tempo uma emoção.

- Ela se chama Angel.

Kitana pegou a pequena Angel no colo que disse:

- Ma-ma-mamãe

Uma lágrima caiu dos seus olhos, mas logo sorriu e disse:

- Quem dera ter ouvido essa palavra do meu bebê!

- Se quiser, posso te deixar sozinha com ela!

- Não. Eu vim apenas fazer uma visita rápida!

Kitana entregou a menina nos braços de Kuai e disse:

- Que cresça com saúde e sabedoria!

Ela então sorriu e se foi, com uma sensação no peito que algo estava deixando para trás.

(...)

18 anos depois...

Durante esse ano, Sub-Zero começou a se dedicar somente a sua filha.

Ela estava crescendo e se tornando uma moça muito bonita, que apesar de ser as vezes cobiçada, ela não dava bola para ninguém.

Kitana começou a gostar de verdade de Liu Kang, porém, ainda tinha algumas lembranças forte de Kuai Liang.

Ela engravidou e teve uma filha chamada Hadassa, que agora tinha seus 13 anos.

Jade tinha apenas sua filha Safira, que agora tinha seus 25 anos.

Mileena teve um primogênito de Hanzo, que se chamava Henry de 20 anos e logo depois teve duas gêmeas, Emma e Naeely de 18.

Quando Skarlet conseguiu fugir de Outworld, ela foi abrigada no Shirai Ryu e acabou descobrindo que fugiu grávida se Ermec.

Ela deu a luz a Noan que agora tem seus 19 anos.

Sareena após ter recebido ajuda de Bi-Han, a mesma engravidou e teve Ayame que recentemente completou seus 19 anos. 

(...)

Quando cada um dos filhos dos combatentes completaram 18 anos, fora Hadassa, eles receberam uma carta convidando para participar de um possível torneio, que não seria permitido mortes.

Argel já era adulta e foi a primeira a se animar com aquilo, ela nunca tinha conhecido a nova Edenia, porém, seu pai sempre falava com um brilho nos olhos.

- Esta animada demais para meu gosto - Kuai Liang fala sorrindo vendo sua filha arrumando suas coisas

- Calma papai. É apenas um torneio - Ela diz sorrindo -  Não conheci muitos jovens da minha idade, e vai ser algo novo pra quem cresceu no Lin Kuei.

Angel com o passar dos anos, comprovou que era realmente uma cryomancer, e que estava muito bem treinada.

O seus poderes de gelo era como uma qualidade.

- Agora eu vou dormir - Ela fala colocando sua mochila no chão e se deitando na cama - Mas tá calor essa noite! - Ela fala erguendo os braços - Dorme aqui essa noite?

Ela falou como falava quando era criança e tinha medo dos trovões.

Ele apenas sorriu e se deitou abraçado juntamente dela.

- Espero que nunca perca esse costume!

- Nunca papai!

Ambos ficaram abraçados e logo ela dormiu.

Kuai Liang havia perdido a mulher da sua vida, porém ganhou outra com a diferença sentimental: uma filha!

(...)

Quando amanheceu, a rainha Sindel já estava podendo avistar que muitos combatentes estavam chegando, e seus filhos também.

O torneio foi convocado pelo próprio Johnny Cage, que queria ver quais tinham uma capacidade para trabalhar na base da FE, e ele tinha certeza que não ia se decepcionar.

Era um segredo mantido entre a rainha, Sonya e ele.

(...)

Naeely uma das filhas gêmeas de Hanzo, estava andando por cada canto da nova Edenia hipnotizada, porém com algo bom.

Ela foi criada sempre de forma rígida pelos pais e pelo clã, mesmo tento tudo que necessitasse, cresceu meio sozinha e sem conhecer pessoas novas.

Ela andava pelo palácio quando esbarrou em alguém, mas logo disse:

- Desculpa - Ela se levantou -  Eu não vi você

- Tudo bem.

Angel se levantou e perguntou:

- Qual seu nome?

- Naeely e o seu?

- Angel! - Ela fez uma referência - Seu pai frequenta nosso clã Princesa Naeely, mas acho que nunca lhe vi lá.

- Há deixa disso - Ela sorriu - Pode me chamar de Nae. E sim, sou filha do Hanzo Hasashi com a Mileena.

- O mestre Hasashi tem três filho certo?

Elas passaram a caminhar para dentro do palácio.

- Sim. O Henry e a Emma - Ela começou a apontar para eles no meio da multidão - Eu sou a caçulinha. Mas e você?

- Sou filha única. Filha do grão-mestre Kuai Liang.

- Ah fala sério? O tio Kuai Liang? - Ela cruzou os braços no dela - Sabia que ele tinha uma filha, mas nunca ia imaginar que era tão linda...

Elas se esbarraram em Kitana, que estava acompanhada de Hadassa.

- Vocês poderiam até ser mãe e filha de tão igual que são! - Naeely completou

- Não me atrevo a me comparar com uma princesa! - Angel sorriu meio constrangida

- Como vai Nae? - Kitana perguntou

- Bem tia.

- E quem é a mocinha?

- Não deve lembrar de mim. Pois, meu pai sempre conta que a última vez que tivemos contrato tinha um ano

Kitana por um momento teve um flashback e sorriu.

- Eu lembro. - Kitana começou - De fato está bem grandinha. Está é minha filha Hadassa!

- Prazer em conhecer você Hadassa - Angel sorriu e a mesma retribuiu

- O prazer é meu - Ela olhou para as duas e disse - Nae, tem toda razão. Vocês são muito parecida!

Kitana por um momento havia entendi o que sua mãe disse há anos atrás: que a menina tinha do olhos do seu pai.

Um olhar que há anos não via, porém, sentia mais vivo do que nunca!


Notas Finais


Este capítulo talvez esteja bem confuso, e confesso que queria que saísse melhor. Mas fiz o que pude.
Um mega beijo❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...