1. Spirit Fanfics >
  2. Intanse >
  3. Capítulo único

História Intanse - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olhaaa quem chegouuu ksksksks

Vou começar com uma one bem picante para vcs pq sei que vcs amam isso

Divirtance com os dedinho ksks

Votos e comentários são bem-vindos :3

Capítulo 1 - Capítulo único


Fanfic / Fanfiction Intanse - Capítulo 1 - Capítulo único

Era um dia chuvoso em Konoha, Sakura estava em seu quarto terminando mais uma de suas tarefas atrasadas. Não conseguia se concentrar, simplesmente pelo fato de seu irmão fodidamente gostoso passar para lá e para cá com apenas uma blusa preta com a estampa da Malta, uma de suas bandas favoritas, a blusa ia até o início de sua virilha. Deixando assim, suas belas cuecas boxes a mostra com o logo da Calvin Klen que simplesmente a enlouquecem.

Ela suspira fechando seu cadernos e livros, era sua última atividade e felizmente — para a mesma — havia terminado com sucesso. Abriu a porta de seu quarto dando a visão do corredor escuro a sua frente, sua casa era grande e aconchegante. Avia se mudado com sua mãe e seu irmão a pouco tempo, a mesma que acabará de sair de um divórcio com seu pai e ainda saiu com a guarda de sua pequena e doce — nem tão doce assim —, flor de cerejeira.

Sasuke era três anos mais velho que a mesma, ainda sendo irmãos de pais diferentes tinham uma relação bem normal para irmãos em geral, exceto por: terem uma enorme atração sexual um pelo outro.

Sakura era uma linda garota de 16 anos, com cabelos róseos, olhos verdes e curvas majestosas pelo seu belo corpo, pele macia e clarinha. A mesma era uma safada de primeiro linha, adorava provocar seu irmão que, fazia questão de provoca-la levando diversas ficantes enquanto sua mãe não estava em casa e as fazendo gritar horrores na hora do sexo selvagem.

Foi caminhando pelo corredor com apenas uma blusa que avia estampada o logo do BTS e uma calcinha rendada preta. Entrou na cozinha encontrando o pecado em pessoa que se encontrava fazendo dois sanduíches, Sakura respirou fundo e entrou totalmente na cozinha chamando a atenção do mais velho que a analisou de cima a baixo.

— O que está fazendo? — sua voz soou suave o fazendo arrepiar os pelos da nuca.

— Sanduíches que se resumem em: Tomates, queijo, presunto, carne de hambúrguer e bacon — respondeu despreocupado e a mesma salivou, riu. Sabia que ela estaria com fome quando terminasse as tarefas — Deseja um, maninha? — perguntou provocando-a, a mesma sorriu maliciosa se aproximando sedutoramente até chegar em frente ao moreno e ficando na ponta dos pés para chegar ao seu ouvido e dizer:

— Eu estava planejando outra coisa, maninho, mas, eu terei de aceitar os sanduíches pois sei que estam uma delícia como outras partes de seu corpo batendo contra o meu — diz manhosa o vendo arrepiar todos os pelos de seu corpo, riu baixinho enquanto a mesma se distanciava para abrir a geladeira empinando sua bunda farta ao se abaixar somente para provoca-lo.

— Sabe que não ganhará nada com essa joguinho, não irei lhe foder por um mero capricho seu — retrucou cruzando os braços, a mesma se levantou com o bico da garrafa grudada na boca.

— Hum.

Suspirou irritado, odiava chatear sua irmãzinha, mas, o que ela estava querendo era demais para ele. Não queria machucar ela e nem a si mesmo, sempre a olhou como uma mulher mas, nunca a disse isso por medo de que a mesma pensasse que ele era maníaco pervertido mas, agora ela o queria e ele? Apenas não queria machuca-la e se machucar junto. Apenas entrou nesse jogo para faze-la cansar de esperar e desistir dele de uma vez quando o visse transando com outras.

Se surpreendeu ao vê a determinação de sua irmã mais nova e ficava a cada mais difícil controlara vontade de faze-la pagar por todas as provocações que tem feito.

Sakura termina de beber sua garrafa de água e vai encher que por consciência o filtro estava ao lado de Sasuke, parou ao seu lado e respirou fundo.

— Tudo bem, Sasuke. Não quer me foder tudo bem! Mas então eu vou chamar o Sasori para isso.... Ou o Gaara séria melhor? — falou enquanto a garrafa enchia devagar, Sasuke sentiu seu sangue ferver ao escutar o que a irmã séria capaz de fazer.

— Não, não e não. Tá mesmo achando que eu vou deixar você sair daqui ‘pra transar com aqueles vagabundos? — perguntou irritado, passou as mãos pelos cabelos os bagunçando, Sakura riu de sua expressão ciumenta e tirou a garrafa já enchida do filtro a colocando na geladeira novamente.

Andou até a porta e o olhou por cima dos ombros com um sorriso deveras maldoso nos lábios rosados.

— Vou tomar um banho e já volto, espero que não se encomode deu usar aquele short — deu-lhe as costas e foi caminhando até o quarto novamente deixando o irmão incrédulo pelo que ouvira.

— Aquele short não!

Andou pesadamente até o quarto da mesma e ouviu o barulho do chuveiro, franziu o cenho ao vê um cropped branco com flores de cerejeira desenhadas que ganhara de presente do mesmo e um short preto rasgado e um conjunto de lingerie vinho.

— Mais que porra Sakura — disse com sangue fervendo, andou até o banheiro abrindo a porta bruscamente, parou. A cena a sua frente o hipnotizou rapidamente, Sakura estava totalmente nua com os cabelos molhados caídos sobre os seios, suas curvas fartas tinham água escorrendo pela mesma. Salivou, odiava admitir mais estava ficando duro apenas com aquela cena.

— O que está fazendo Sasuke? — perguntou manhosa, ficou de costas para o mesmo e começou a massagear seus seios durinhos soltando suspirou, com uma das mãos levou ao clitóris o massageando. Sabia que Sasuke estava a olhando! Podia sentir seu olhar queimando sua pele branquinha — S-sasukeee..... Aaaaah — fazendo movimentos circulares com o polegar em seu clitóris, o médio e anelar iam a sua entrada já molhada a penetrando devagar. Suspirou, foi aumentando a velocidade aos poucos enquanto gemia de costas para sei irmão que, pôde sentir seu pênis ficar ereto apenas a olhando se masturbar gemendo seu nome — E-eu vou gozaaaar — avisou sentindo seu orgasmo próximo, mas, suas mãos paradas por uma mão forte, era ele! Ela sabia disso.

— O que pensa que está fazendo maninha? — perguntou próximo ao seu ouvido a fazendo se arrepiar por inteiro, riu nervosa. Sempre imaginara como séria mas nunca teve idea do que fazer com seu irmão ao certo.

Sorriu com seus pensamento e se virou para encarar aquela imensidão negra que a fazia querer se perder em seu corpo nu.

— Estava pensando em como séria se você me comesse agora na minha cama! — respondeu com um sorriso malicioso em suas lábios que logo foi retribuido pelo mesmo.

— Você não tem jeito mesmo Sakura, mas, se insisti eu não deixarei passar mais vontades — disse tomando seus lábios rapidamente com rapidez e luxúria, suas mãos fortes e grossas passearam pelo corpo nu da menor a fazendo soltar gemer durante o beijo caloroso, levou seu polegar até seu clitóris o massageando enquanto a mesma dava reboladas descaradas ao seu vê. A encostou na parede se molhando junto a menor, colou seus corpos precionando sua ereção coberta pela cueca boxe preta.

Ela suspirou ao sentir sua excitação fazendo ficção a sua, gemeu em seu ouvido o arrepiando por inteiro enquanto circulava seus braços em seu ombro para poder sussurra:

— Me fode maninho, por favor — implorou em um fio de voz.

— Porra Sakura, sabe que não resisto assim — disse grudando ainda mais seus corpos.

— Não resista Uchiha — provocou-o, o mesmo a beijou enquanto desligava o bendito chuveiro para que saíssem de lá. Descolou o corpo de Sakura da parede e saíram do bixo fazendo uma trilha de água até o quarto da Haruno.

Parou o beijo para respirarem, colocando-a na cama de barriga para cima, olhou-a ofegante. Abriu as pernas da mesma para que sua intimidade molhada ficasse a mostra.

— Tem certeza que quer isso? — perguntou pela última vez ganhando o aceno em confirmação.

Sorriu colocando suas mãos em seus seios expostos, massageo-os os bicos durinhos e os abocanhou em seguida fazendo a mesma arquear as costas e gemendo baixinho, o moreno riu e se direcionou ao outro seio o dando o mesmo tratamento do outro, após isso desceu em uma trilha de beijos e chupões por sua barriga chegando até sua virilha lhe ofertando um belo chupão fazendo a mesmo se arrepiar e gemer mais alto.

— Você está tão sonora hoje maninha — provocou-a descendo ainda mais beijos até chegar em sua linha de belos pubianos rosa, desceu seu olhar para sua boceta e viu que a mesma era rosinha, abriu suas pernas mais um pouco e contatou que ela estava encharcada, “perfeita” pensou.

O mesmo aproximou seu polegar do clitóris da mesma a vendo soltar um suspiro, ela está instigada. Aproximou seu rosto de sua intimidade e a soprou vendo a mesma se arrepiar, riu começando a estimula-la devagar enquanto a mesma gemia baixinho.

Estimulou a mesma e aproximou mais seu rosto e tocou sua língua no clitóris começando a brincar com o mesmo, chupou-a devagar enquanto a mesma arqueava as costas e puxava seus cabelos negros. Introduziu dois dedos em sua vagina a fazendo soltar um gritinhos de prazer.

— S-sasuke..... — gemeu rebolando sua vagina na cara do moreno a procura de mais contato, sentiu um tapa estralado no traseiro e arfou. 

— Sabia que você fica linda vermelhinha? — perguntou a provocando e deu-lhe outro tapa enquanto sugava seu clitóris e lambia seus grandes lábios. Tirou seus dedos da mesma que logo foram para seu clitóris inchadinho, introduziu sua língua dentro da rosada enquanto a mesma gritava de prazer.

— AAAAAAAAAH..... S-S-SASUKE.... Oh, que delícia seu gostoso — disse puxando mais seus cabelos e rebolando em sua língua molhada, gemeu alto quando o atingiu seu ponto G, sentiu seu corpo tremer se derramando na boca do mesmo que sugou todo seu líquido doce e quente.

Levantou-se enquanto chupava seus dedos, olhou para a rosada e sorriu para a menor que estava com os cabelos bagunçados, pernas abertas e um sorriso sacana nos labios.

— Você tem um gostinho tão bom, maninha.

— Aposto que o seu é melhor — sussurrou quando o mesmo se aproximou dela.

— Talvez depois princesa, preciso fazer uma coisa com você — sorriu e a mesma retribuío — Fica de quatro, amor.. — mandou e a beijava, se separaram ofegantes e o mesmo deu-lhe mais um tapa a arrancando mais um gemido.

Sakura assentiu e levantou com as pernas bambas pelo orgasmo que acabara de ter, virou-se para o mesmo empinando seu bunda farta e vermelha com marcas da mão do maior. Sorriu enquanto se aproximava de sua boceta pincelando seu pau na entrada da mesmo.

— Tão apertada — falou baixinho enquanto revirava os olhos a penetrando devagar, colocou a metade de seu pau devagar e parou — Melhor se segurar em algo — sorriu quando Sakura se segurou na cabeceira de sua cama, segurou em sua cintura a penetrando sem pudor ou delicadeza alguma.

— AAAAAAAAAAAAAH — gritou enquanto o mesmo fazia seus movimentos de vai e vem selvagem dando tapas na sua bunda, a mesma rebolava descaradamente fazendo o mesmo puxar seus fios róseos e a inclinar para trás indo mais rápido e fundo — SEU FILHO DA MÃE GOSTOSO — gritou enquanto se engasgava em seus gemidos fazendo o moreno ir cada vez mais rápido e forte em sua boceta, Sasuke se inclina para frente tocando seu clitóris ainda a penetrando. A mesma sentiu seu segundo orgasmo chegando e segurou os lençóis os rasgando.

Ela gozou no pau de Sasuke sentindo o moreno ainda a penetrando, o mesmo deu mais algumas entocadas gozando em seguida, o moreno saiu de dentro da rosada a vendo deitar de bruços. Deito ao seu lado enquanto tentava regularizar a respiração um do outro.

— O próximo vai ser na cozinha — disse Sakura e Sasuke riu a levando para si.

— Concerteza maninha — riram juntos planejando alguns lugares que iriam se pegar das próximas vezes, na tarde chuvosa de Konoha.


Notas Finais


Obrigado por lerem >•<


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...