1. Spirit Fanfics >
  2. Intelectual - Jeon Jungkook (BTS) >
  3. Gay? Você tá' louco?

História Intelectual - Jeon Jungkook (BTS) - Capítulo 11


Escrita por:


Notas do Autor


Galero, eu tô amando demais escrever, mano, por isso tô voltando bem rapidinho.
Boa leituraaa! Szszsz

Capítulo 11 - Gay? Você tá' louco?


30 de abril de 2020, Coreia do Sul, Busan

05:40 AM, quinta-feira

Abri meus olhos devagar, pois a luz solar invadia todo o meu quarto, minha mãe acabara de abrir as cortinas, dizendo:

ㅡ Jungkook, olhe a hora! Não vá se atrasar.  ㅡ Ela falou enquanto se sentava na cama.

ㅡ Já acordei, mamãe. ㅡ Me sentei e cocei os olhos.

ㅡ Você e a S/n terminaram mesmo? ㅡ Olhei-a confuso.

ㅡ Sim, mãe. ㅡ Respondi simples.

ㅡ Por que? ㅡ Franziu o cenho.

ㅡ Brigas, ciúmes... ㅡ Ela arregalou os olhos. ㅡ Da parte dela, mãe! Eu não sou ciumento, e a senhora sabe disso.

ㅡ Sim, eu sei, amor. É que ela parece ser uma pessoa tão boa... ㅡ Falou doce enquanto fazia os sinais.

ㅡ Ela é uma pessoa boa, mãe. Só é possessiva. ㅡ Me levantei. ㅡ Enfim, vou me arrumar. 

ㅡ Tudo bem, filho. ㅡ Andou até a porta e desceu as escadas.

Me direcionei ao banheiro e tomei um banho gelado e rápido; ainda tremendo de frio, saí do banheiro e abri o guarda-roupa, logo avistando o meu uniforme.

Eu não queria mesmo ir até a escola.

Eu sou um aluno muito estudioso, sim, muito inteligente e o aluno nota dez do colégio inteirinho, mas, com aqueles dois me atazanando o tempo inteiro me deixa muito mal, eu odeio eles, já fizeram tantas coisas comigo, que magoaram muito. Por mais que eu tenha entrado esse ano, eles ficam com raiva por eu ser... Melhor do que eles? 

Isso não faz sentido.

Eu estava com medo, medo deles me machucarem de novo, medo deles me magoarem como magoaram antes. Os apelidos são horríveis, além das brigas comigo, mesmo sabendo que eu sou indefeso, não tenho como me defender, sou fraco demais.

ㅡ Arrumado. ㅡ Falei penteando meu cabelo enquanto me olhava no espelho. ㅡ E sempre pontual.

30 de abril de 2020, Coreia do Sul, Busan

09:07 AM, quinta-feira

P.o.v. Yoongi

 Nós estávamos juntos no intervalo, como sempre; e a minha consciência estava pesada demais, eu gostava do Jeon, e sabia disso, eu era gay, só que ninguém sabia disso, era um segredo meu, mas, eu dividiria ele com o Jungkook hoje.

Mas então lembrei que os meus pais estariam fora, e eu odeio ficar sozinho em casa.

ㅡ Jungkook? ㅡ O chamei, e ele me olhou de relance.

ㅡ Pode falar, Yoon. 

ㅡ Hoje, os meus p-p-pais não vão estar em casa, e eu não gosto d-d-de ficar sozinho, eu poderia dormir na sua c-c-c-casa hoje? ㅡ Me irritei, ao quase não conseguir falar as palavras.

ㅡ Uh, não esperava isso... Olha, eu tenho que falar com a minha mãe, espera um segundo. ㅡ Ele pegou o celular do bolso e ligou para a sua mãe. ㅡ Mamãe? Olha, eu tenho um amigo que teria que ficar sozinho em casa, porque os pais dele saíram, e é perigoso, então... ㅡ Passou o celular para mim, para eu pedir para ela.

ㅡ Ah, o-o-oi senhora Jeon, eu poderia ficar na sua casa hoje? Meus p-p-p-pais não vão estar em casa... ㅡ Falei nervoso.

ㅡ Oh, meu amor, espere um momento. ㅡ Ela pareceu perguntar para alguém o que eu havia dito, e logo voltou á linha. ㅡ Você pode sim, vai dormir aqui? 

ㅡ S-s-se a senhora deixar, sim. 

ㅡ Você pode sim. Te espero aqui! ㅡ Riu e desligou. 

ㅡ Ela deixou. ㅡ Sorri e vi o Jungkook sorrir junto á mim.

ㅡ Tudo fica calmo sem o Hoseok e o Jimin aqui, né'? ㅡ Comentou.

ㅡ Sim, é v-verdade. ㅡ Eles haviam faltado hoje.

[...]

Nós já tínhamos saído da escola, e estávamos na minha casa, mais especificamente no meu quarto, pois eu estava no mesmo pegando as minhas roupas e materiais para o outro dia.

ㅡ Seu quarto é bem organizado. ㅡ Comentou enquanto andava pelo mesmo.

ㅡ Ah! Não sei s-s-se te contei, mas eu tenho TOC. ㅡ Me olhou surpreso. ㅡ Já imagina qual, hm? ㅡ Rimos.

ㅡ Agora sei porquê seu quarto é tão arrumadinho. Relaxa, o meu também é. ㅡ Sorriu enquanto fechava a porta, o que me deixou com vergonha, pois atrás da porta, havia um poster do got7. ㅡ Você gosta? Uau, eu também! ㅡ Deu pulinhos.

ㅡ Sim, eu g-g-gosto bastante. ㅡ Sorri.

ㅡ O meu utt é o Jackson. Ele é muito bonitão. 

ㅡ O meu também é! ㅡ Sorrimos bobos. ㅡ Pronto. V-v-vamos? 

ㅡ Vamos! 

[...]

ㅡ Yoon, por que você pisca demais as vezes? Ou mexe os lábios do nada? ㅡ Perguntou-me perto de sua casa.

ㅡ Ah, é por causa d-d-d-da gagueira, eu acabo fa-fazendo isso e a-a-algumas outras coisas. ㅡ Ele bateu na porta e o meu coração acelerou.

ㅡ Já vai! ㅡ Uma voz doce feminina ecoou até a porta, e logo alguém abriu a porta. ㅡ Oi meus amores! Entrem. ㅡ Deu espaço para nós passarmos. ㅡ Como foi a escola, meninos? 

ㅡ Foi boa. ㅡ Falamos em coro, o que acabou nos levando á risadas. 

ㅡ Qual o seu nome, amor? ㅡ Ela me chamou, fiquei com vergonha, pois ninguém me chama assim.

ㅡ M-m-m-meu nome é Min Yoongi. ㅡ Apertei meus dedos.

ㅡ Nome bonito, sim? ㅡ Concordei. ㅡ Vá mostrar seu quarto pra' ele, Jeon. ㅡ Apontou para o primeiro andar.

ㅡ Vem, Yoon. ㅡ Me chamou, e eu o segui. 

Ao entrar o quarto do moreno, eu observei que tudo era tão, minimalista, simples e fofo.

ㅡ Seu quarto é lindo, Kookie. ㅡ Falei um apelido que tinha lembrado, e por impulso, acabei falando.

ㅡ Kookie? ㅡ Sorriu enquanto tirava o aparelho, e ao fazer isso, desfez o sorriso.

ㅡ O que houve? ㅡ Perguntei.

ㅡ Nada, só... Fica aqui no quarto, tá' legal? ㅡ Assenti calmo enquanto pegava o meu celular para jogar.

P.o.v. Jungkook

Eu passei o dia inteiro pensando em como eu falaria aos meus pais que eu era gay, eu tinha que falar, não consigo mentir, me sinto horrível; mas eu tenho muito, muito medo da reação do meu pai.

Eu não queria que o Yoongi visse tudo aquilo, séria constrangedor demais, e não seria legal, então ele vai ficar no meu quarto; saí do quarto, fechei a porta e andei decidido até o andar de baixo. 

ㅡ Mãe, pai, quero conversar com vocês ㅡ, meu coração disparou. ㅡ Venham. ㅡ Sentei-me junto a eles na mesa.

ㅡ Sobre o que se trata, filho? ㅡ Meu pai perguntou sério, nunca tinha chamado eles para conversar.

ㅡ Sobre a minha sexualidade. ㅡ Olhei fixo para o meu pai, minha mãe parecia tranquila, mas ele não. ㅡ Olha, primeiro: eu já beijei, uma garota e um garoto. ㅡ Minha mãe sorriu orgulhosa, mas o meu pai fez uma expressão de raiva. ㅡ E eu odiei beijar a garota, mas quando eu beijei o menino, foi uma sensação única, gostosa e incrível. 

ㅡ Quem foi? ㅡ Meu pai perguntou com uma voz aparentemente grossa, pois minha mãe não gostava, e ela fez uma expressão de desprezo.

ㅡ Pai, o assunto não é esse. ㅡ Respirei fundo. ㅡ Vocês já devem ter percebido pelo o que eu falei, mas... Eu sou gay. ㅡ Os olhos da minha mãe brilharam.

E os do meu pai se contorciam de raiva.

ㅡ Você é o que? Gay? Tá' louco garoto? Ah, Jungkook, por favor. ㅡ Disse em um tom irônico. ㅡ Jeon, isso é uma fase, e vai passar. 

ㅡ Papai, para! Não é uma fase, não vai passar, eu gosto de garotos, entendeu? ㅡ Ele se levantou e bateu na mesa com força.

ㅡ Você não é meu filho! Sai da minha casa, agora. ㅡ Ordenou. 

ㅡ Amor, ele é nosso filho... 

ㅡ Seu filho! ㅡ Apontou o dedo para a minha mãe.

ㅡ Papai... Por favor, eu não quero ir embora!

ㅡ Mas você vai! E vai levar aquele menino também! Vá pra' qualquer lugar longe daqui! ㅡ Apontou para a porta.

ㅡ Amor, para! ㅡ Minha mãe pareceu gritar.

ㅡ Cala a boca! ㅡ Bateu no rosto da minha mãe com um tapa dolorido.

Corri para o andar de cima e entrei em meu quarto, Yoongi me olhou assustado.

ㅡ Pega suas coisas e me segue! ㅡ Ordenei enquanto pegava o meu aparelho. ㅡ Depois te explico! 

Ele me deu a mão e nós andamos rápido até a porta da minha casa.

ㅡ Vá filho! Eu vou ficar bem... ㅡ Minha mãe falou me olhando doce, como sempre.

Finalmente saí dali, estava um clima horrível lá dentro.

ㅡ O que houve, Jungkook? ㅡ Ele me perguntou ao ver minhas lágrimas escorrendo.

ㅡ Vamos pra' sua casa, hm? ㅡ Falei com a voz trêmula.

[...]

ㅡ E-eu disse para o meu pai que eu sou... Que eu sou... 

ㅡ Gay? 

ㅡ Como sabe disso? ㅡ Perguntei indignado.

ㅡ Você gosta de mim, não é? Ah, Kookie, tá' na sua cara. ㅡ Arregalei os olhos.

ㅡ Err... Eu gosto sim de você, sempre gostei. ㅡ Olhei para ele.

ㅡ Eu também gosto de você, Jeon, e muito. 














Notas Finais


GALERA eu não lembro se eu dei um nome pro pai do Jeon, se não, ME DÊEM DICAS DE NOMES, E O MAIS CRIATIVO EU VOU COLOCAR
ok, e se já falei, me digam, please.
Lore ama vocês ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...